SECRETARIA MUNICIPAL DE DESENVOLVIMENTO SOCIAL

Requalificação vai garantir acessibilidade no centro comercial

22/9/2018, 15:8h

O Governo Municipal vai requalificar o centro comercial de Feira de Santana, no próximo ano, para garantir a acessibilidade de portadores de deficiência ou com mobilidade reduzida. As intervenções foram anunciadas pelo secretário de Planejamento, Carlos Brito, na manhã desta sexta-feira, 21, durante audiência pública para celebrar o Dia Nacional de Luta da Pessoa com Deficiência.

O evento, promovido pelo Conselho Municipal da Pessoa com Deficiência com apoio da Secretaria Municipal de Desenvolvimento Social (Sedeso), reuniu representantes de diversas secretarias municipais e de entidades, além de pessoas com deficiência. Lotou o auditório da Faculdade Uniasselvi.

O secretário Carlos Brito ressaltou que as ações visando a requalificação do centro da cidade serão promovidas pelo Governo Municipal com a relocação dos camelôs para o Centro Comercial Popular e a adoção de intervenções para garantir a acessibilidade de cadeirantes e de pessoas com limitações na locomoção.

Já o secretário de Desenvolvimento Social, Ildes Ferreira, reafirmou o compromisso do Governo Municipal em investir em obras e intervenções que garantam a acessibilidade. E lembrou da vivência do prefeito Colbert Martins Filho com o pai e também ex-prefeito Colbert Martins na condição de cadeirante durante 14 anos, o que o torna ainda mais sensível com a situação.

"Luta de todos nós", diz presidente do Conselho

Ao recitar um poema de sua autoria, a presidente do Conselho Municipal da Pessoa com Deficiência, Gorete Cerqueira, se colocou no lugar de uma pessoa com deficiência sendo excluída de uma sociedade da qual faz parte. “Por isso, vamos nos unir nesta luta que não é só deles (dos deficientes), é de todos nós”, frisou.

Representando a Câmara Municipal, o vereador Roberto Tourinho deu testemunho do quanto o Governo Municipal, através do secretário Ildes Ferreira, tem sido sensível à luta da pessoa com deficiência visando a garantia de direitos e conquista de novos avanços. “Feira de Santana agradece muito pelo que fez e pelo que ainda pode fazer”, afirmou.

  •  

Dona Zazinha leva samba-de-roda ao Aberto do Cuca 2018

20/9/2018, 17:11h

Experientes alimentadoras da cultura regional, mulheres na terceira idade do Centro de Convivência para Idosos Dona Zazinha Cerqueira, equipamento da Secretaria Municipal de Desenvolvimento Social (Sedeso), deram verdadeira “aula” de dança e de muita animação no Aberto do Cuca (Centro Universitário de Cultura e Arte) 2018. Apresentaram, na manhã desta quinta-feira, 20, o samba-de-roda com o grupo de percussão formado por idosas e o músico Zé das Congas.

O Aberto do Cuca 2018 é realizado durante todo o dia desta quinta-feira e reúne artistas das áreas de música, dança, teatro, artes visuais, cultura popular e literatura para apresentação gratuita aberta ao público. Ao todo foram 106 apresentações/exposições.

A coordenadora do Dona Zazinha, Tilda Brasileiro, informa que este ano cerca de 120 idosas participaram da abertura do evento apresentando o samba-de-roda. “Elas deram show mostrando que estão com toda a disposição e muito o que ensinar a todos pelas suas experiências”, frisou.

Já a diretora do Cuca, Rosa Eugenia Villas Boas, destacou a importância do evento visando fomentar a cultura na região. “Aqui temos espaço para teatro, apresentação musical, exposições, dança, cultura popular e literatura e todos os anos a comunidade vem e faz do Cuca sua casa, seu palco”, observou.

Oficina de mosaico transforma em arte cacos de piso

Dentre as mais diversas expressões culturais vistas durante o Aberto do Cuca 2018, a oficina de confecção de mosaicos chamou a atenção pelo emprego de uma técnica de fácil assimilação e que transforma em luxo o que iria para o lixo. A arte é desenvolvida a partir do aproveitamento de pedaços de revestimentos cerâmicos formando painéis, placas e pequenas peças, com diversas finalidades.

A técnica é ensinada pelo instrutor e artista Geisiel Ramos, que ministra oficina no Cuca todas as semanas. E atrai jovens e idosos, que logo dominam a arte de produzir a arte personalizada, que pode ser utilizada como quadros, revestimentos de mesas e bancos, painéis em paredes, a exemplo de muros, e para revestir diversos outros produtos. O professor explica que tudo depende do desejo e da imaginação de quem está criando a peça.

Além do mosaico, também está sendo realizada oficina de confecção de peças em cerâmica. A técnica milenar é empregada para a confecção de vasos, ornamentos, pratos e diversos outros artefatos, inclusive utensílios de uso pessoal, adereços e diversos outros produtos.

  •  

Projeto Pré-Vestibular Cidadão leva alunos para a Chapada Diamantina

19/9/2018, 17:6h

Alunos do curso Pré-Vestibular Cidadão, promovido pelo Governo Municipal através da Secretaria Municipal de Desenvolvimento Social (Sedeso), foram à Chapada Diamantina, conhecer na prática a história e geografia do país. O trabalho de campo foi desenvolvido durante três dias, com uma viagem à histórica cidade de Lençóis.

A diretora do Departamento de Segurança Alimentar, Nutricional e Cidadania da Sedeso, Ivone Magalhães, ressalta a importância da iniciativa do docente de Geografia com apoio de História. “É uma oportunidade ímpar para revisar conteúdos de geografia e de história, aprendidos na sala de aula, de forma a contribuir para o aprendizado dos alunos”, frisou.

A viagem foi realizada no período de 14 a 16 deste mês. Além de Lençóis, os alunos também conheceram a região com alguns pontos turísticos. “Desta forma os estudantes puderam fazer uma relação da teoria com a prática. Exemplo disso é poder identificar as características peculiares da paisagem natural, relevo, vegetação, solo e clima”, observa Ivone Magalhães.

As viagens de alunos do curso Pré-Vestibular Cidadão são realizadas uma vez por ano. E já visitaram a capital baiana, além da histórica cidade de Cachoeira, à qual Feira de Santana já pertenceu enquanto povoado.

  •  

No mês de prevenção do suicídio, Feira ganha um posto do Centro de Valorização a Vida

14/9/2018, 14:59h

Com a inauguração do Centro de Valorização da Vida (CVV), Feira de Santana passa a integrar a rede nacional de postos de prevenção ao suicídio, considerado pelo Ministério da Saúde um problema grave de saúde pública, tirando a vida de uma pessoa por hora, no Brasil, período em que outras três tentaram, sem sucesso, se matar.

Instalado na Rua Senador Quintino, na manhã desta sexta-feira, 14, o CVV tem o objetivo de prestar serviço voluntário e gratuito de apoio emocional, atendendo presencialmente ou pelo telefone 188. Inicialmente, o núcleo local vai funcionar com uma equipe formada por doze voluntários aptos a fazer o acolhimento de pessoas emocionalmente acometidas por problemas psicológicos, como depressões, ansiedade ou stress.

Ouvir as pessoas e ajudá-las

“O nosso trabalho consiste em ouvir as pessoas e ajudá-las a superar os seus problemas. Os voluntários do CVV não são necessariamente detentoras de nenhuma especialidade no campo da saúde, e não temos nenhum vínculo político-partidário ou religioso”, destaca Maria Bernadete Farias Costa (foto), coordenadora da unidade.

O estudo e a discussão do tema suicídio é uma das formas mais eficientes de se promover a prevenção, que só é possível quando a população, os profissionais da saúde, jornalistas e governantes têm informações suficientes para conduzir as medidas adequadas e ao seu alcance nessa frente.

Perfil da Instituição

Fundado em São Paulo em 1962 o Centro de Valorização da Vida é uma associação civil sem fins lucrativos, filantrópica, reconhecida como de Utilidade Pública Federal em 1973, mantenedora e responsável pelo Programa CVV de Valorização da Vida e Prevenção do Suicídio, desenvolvido pelos Postos do CVV em todo o Brasil.

  •  

Líderes religiosos abraçam campanha pela paz

13/9/2018, 18:36h

Lideranças religiosas de diferentes matrizes abraçam a campanha Feira Pede Paz, promovida pelo Governo Municipal através da Secretaria Municipal de Prevenção à Violência e Promoção dos Direitos Humanos (Seprev). A iniciativa visa difundir a cultura da paz e não violência nas mais diversas esferas da sociedade visando combater a criminalidade que assola Feira de Santana, a exemplo do que já vem ocorrendo em todo o país.

Bispo da Igreja Católica Independente, Dom Marcos Paulo ressalta a importância da iniciativa. “É de fundamental importância envolver todos nesta iniciativa de difundir a paz. As religiões trabalham com um número maior de pessoas que convivem com a intolerância religiosa e isto deve ser enfrentado”.

Já o sacerdote de religião de matriz africana Tata Indenberka considera a iniciativa da Prefeitura muito importante para garantir o resgate da cultura da paz entre os feirenses. “Precisamos unir órgãos públicos, parlamentares e todos os segmentos da sociedade para cultivarmos uma semente da cultura da paz”.

  •  

Oficina de samba-de-roda estimula idosos do centro Dona Zazinha

13/9/2018, 9:33h

Pessoas na terceira idade assistidas pelo Centro de Convivência para Idosos Dona Zazinha Cerqueira, equipamento da Secretaria Municipal de Desenvolvimento Social (Sedeso), deixam o sedentarismo de lado e passam a levar a vida com rotina mais agitada. E toda a disposição está sendo estimulada pela oficina de samba-de-roda, fazendo o público sacudir o esqueleto, suar a camisa e mostrar que ainda tem gingado, além de muita experiência de vida.

A oficina de samba-de-roda, coordenada pelo músico Zé das Congas, é muito mais que apenas dança de um ritmo enraizado na cultura regional. Também motiva os idosos a cantarem e aprenderem a tocar instrumentos de percussão, estimulando talentos.

Idosos estão sempre motivados

O samba, sem dúvida alguma, é uma das atividades mais disputada no Centro Dona Zazinha. E também a que menos tem ausência. “Os idosos estão sempre motivados a participar destas atividades. E os resultados são sempre surpreendentes, acabando com o sedentarismo”, frisa a coordenadora do equipamento público municipal, Tilda Brasileiro.

Além do samba, no equipamento da Sedeso também são desenvolvidas diversas outras atividades que colocam os idosos num ritmo de vida bem mais ativo. Dentre eles, ginástica, oficina de memória, cuidados com a beleza, festividades, pintura em tecido, crochê e tricô e muitas outras ações.

  •  

Cadastro e atualização de dados do Bolsa Família já são realizados em quatro CRAS

12/9/2018, 10:28h

Os serviços de cadastro e atualização de dados para o programa Bolsa Família já estão sendo realizados em quatro Centros de Referência em Assistência Social (CRAS) em Feira de Santana. A iniciativa da Secretaria Municipal de Desenvolvimento Social (Sedeso) visa proporcionar mais agilidade e conforto aos beneficiários do programa, evitando o deslocamento dos interessados à Central, no centro da cidade.

A descentralização foi iniciada pelo CRAS Rua Nova e, agora, a partir desta semana, passou a funcionar também nos CRAS dos bairros Santo Antônio dos Prazeres, Mangabeira e Jardim Acácia/Fraternidade. O atendimento é realizado de segunda a sexta-feira.

Ampliar a descentralização

O secretário de Desenvolvimento Social, Ildes Ferreira (foto), ressaltou a pretensão de ampliar a descentralização dos serviços do Bolsa Família levando o atendimento ao todos os 15 CRAS existentes na cidade, até final deste ano. “É uma iniciativa fundamental e que tem dado bons resultados pois as pessoas não necessitarão mais ir à Central do Bolsa Família. Com isso, evita-se o deslocamento desnecessário dos bairros”, afirmou.

Ildes Ferreira anunciou ainda que já no próximo mês o atendimento do Bolsa Família passará a ser realizado me outros três CRAS da rede de Feira de Santana. “Nossa meta é instalar em mais três, mas ainda não definimos quais serão contemplados em outubro”, destacou.

Beneficiário do Bolsa Família aprova descentralização do serviço

Beneficiários do programa social Bolsa Família comemoram a descentralização no atendimento. Em quatro bairros, a comunidade não precisa mais se deslocar até a Central para realizar cadastro ou atualização de dados: basta se dirigir à unidade do Centro de Referência em Assistência Social (CRAS) da própria localidade, onde os serviços já são totalmente desenvolvidos.

O atendimento descentralizado já está sendo realizado nos CRAS dos bairros Rua Nova, Santo Antônio dos Prazeres, Mangabeira e Jardim Acácia/Fraternidade. E, até o próximo mês, chega em mais três, seguindo um ciclo até completar todos os 15 Centros de Referência em Assistência Social de cobertura da cidade.

Sai para resolver e volta rapidinho

Para quem necessita dos benefícios do programa social, a iniciativa foi bem recebida. “Está sendo ótimo porque as vezes temos que resolver alguma pendência do Bolsa Família e não temos com quem deixar os filhos. Agora perto de casa a gente sai para resolver e volta rapidinho”, afirmou Margarida Souza da Silva (foto), ao se dirigir ao CRAS Santo Antônio dos Prazeres.

Facilitando bastante o acesso

A mesma satisfação é de Lucineide Chaves de Lima (foto), que foi ao CRAS Santo Antônio dos Prazeres atualizar o cadastro. “Está facilitando bastante o acesso, sem falar que aqui o atendimento é para quem mora na comunidade, o que reduz o tempo de atendimento”, destacou.

Trinta senhas diárias

A coordenadora do CRAS Santo Antônio dos Prazeres, Ivanete Rios (foto), ressaltou que o atendimento ao público está sendo realizado diariamente, das 8h às 13h. Para tanto foi disponibilizada uma sala especialmente para o serviço, com distribuição de 30 senhas diárias, além de agendamento para dia seguinte.

  •  

Kit gratuito para TV Digital já está sendo distribuído

11/9/2018, 18:52h

O kit da TV Digital já está sendo distribuído em Feira de Santana, para garantir a acessibilidade à informação através da TV aberta para quem não tem condições de adquirir um aparelho de TV moderno, já digital, ou comprar um conversor. O equipamento está sendo entregue exclusivamente para as pessoas que possuem inscrição no Número de Identificação Social (NIS).

O secretário de Desenvolvimento Social (Sedeso), Ildes Ferreira, orienta as pessoas interessadas a se cadastrarem para receber o kit da TV Digital de três formas: uma delas é se dirigindo a um dos 15 Centros de Referência em Assistência Social (CRAS) espalhados pela cidade, em uma das escolas da rede pública municipal de Feira de Santana selecionadas para o serviço ou também se cadastrando pela internet, no endereço eletrônico www.sejadigital.com.br. Em seguida, a pessoa é orientada a se dirigir ao local de distribuição para receber o equipamento.

Distribuição até meados de dezembro

Ildes Ferreira orienta às pessoas que desejarem adquirir o equipamento gratuitamente a não deixarem para última hora para fazer o cadastro e retirar o kit. Ele alerta que a partir do dia 5 de dezembro o sinal analógico da TV aberta será desligado. “Nossa previsão é de continuar distribuindo o kit na cidade até meado de dezembro”, informou.

Somente em Feira de Santana cerca de 80 mil pessoas estão habilitadas a receber o kit da TV Digital, equipamento que vai possibilitar a quem possuir TV com sinal analógico a continuar assistindo a programação de TV normalmente.

  •  

Secretaria de Desenvolvimento Social funciona em novo endereço

4/9/2018, 12:34h

A Secretaria Municipal de Desenvolvimento Social (Sedeso) passou a funcionar em novo endereço, à rua Sabino Silva, 437, Klilândia, esquina com a rua Arnold Silva. A mudança visa proporcionar melhores condições de atendimento aos usuários dos serviços da secretaria.

O secretário de Desenvolvimento Social, Ildes Ferreira, explica que órgão passa funcionar em instalações mais modernas e mais amplas, além de fácil acesso aos demandatários dos serviços de garantia de direitos.

Conforme o secretário, a mudança foi necessária em função do crescimento da oferta de serviços e da própria demanda na secretaria. E somente em novas instalações, mais amplas, o Governo Municipal poderá atingir a meta de ofertar ainda mais serviços à comunidade que resultem na inclusão social e amenizar as desigualdades sociais.

Serviços centralizados no mesmo prédio

Nas novas instalações todos os serviços da Sedeso estão centralizados no mesmo prédio. No local passam a funcionar o Programa de Convivência Social Minha Casa, Minha Vida; o Departamento da Igualdade de Gênero, Racial e Juventude e suas divisões; e o Departamento de Segurança Alimentar e Nutricional e Cidadania.

 

  •  

Dia de Beleza eleva autoestima de idosas no centro Dona Zazinha

31/8/2018, 17:57h

Elevar a autoestima através de cuidados com a aparência tem sido uma das receitas importantes para as pessoas na terceira idade viverem melhor e cada vez mais. E é justamente pensando nisto que o Centro de Convivência para Idosos Dona Zazinha Cerqueira, equipamento da Secretaria Municipal de Desenvolvimento Social (Sedeso), promoveu, na manhã desta sexta-feira, 31, um Dia de Beleza.

A sessão de beleza envolveu principalmente massagens faciais e aplicação de creme de rejuvenescimento, algo muito cobiçado por quem já passou dos 60 anos e ainda está com muita disposição para viver intensamente.

Consultoras aplicaram os produtos

A iniciativa, conforme a coordenadora do Dona Zazinha, Tilda Brasileiro, foi desenvolvida através de parceria com o Grupo Hinode, com as consultoras aplicando os produtos nas idosas gratuitamente. “É uma ação que auxilia na elevação da autoestima”, destacou a consultora Tássia Abreu.

Oportunidade imperdível

Para quem frequenta as atividades do Dona Zazinha, uma oportunidade imperdível. “Hoje já cai no samba-de-roda, me diverti bastante, e agora vou cuidar da minha beleza. Tudo isto é muito importante”, afirmou a aposentada Vivalda Almeida dos Santos, 77 anos.

  •