SECRETARIA MUNICIPAL DE DESENVOLVIMENTO SOCIAL

Instituições conhecem edital para mapear terreiros em Feira de Santana

20/7/2018, 11:8h

Representantes de instituições da sociedade civil conheceram detalhes do Edital de Chamada Pública nº 06/2018, visando selecionar uma Organização da Sociedade Civil (OSC) para firmar parceria com a Secretaria Municipal de Desenvolvimento Social (Sedeso), com a finalidade de elaborar e executar projeto voltado para o mapeamento dos terreiros de Feira de Santana. A apresentação foi iniciativa do Conselho Municipal de Participação e Desenvolvimento de Comunidades Negras e Indígenas (Comdecni), na Casa dos Conselhos.

O projeto está orçado no valor limite de R$ 50.000,00 e será desenvolvido através de parceria com o Ministério dos Direitos Humanos (MDH) – Secretaria Nacional de Políticas de Promoção da Igualdade Racial (Seppir), Sistema Nacional de Promoção da Igualdade Racial (Sinapir) e o Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento (PNUD).

Edital no Diário Oficial

O técnico Geovanne da Silva Ferreira explicou detalhes do edital, que se encontra publicado no Diário Oficial do Município de Feira de Santana (www.diariooficial.feiradesantana.ba.gov.br). “O projeto será desenvolvido em 2019 e é importante para que possa ter subsídios importantes para auxiliar na fomentação de políticas públicas para essa população”, frisou.

Valorização desses espaços

Coordenador regional da Acbatu, Cristionízio Almeida, ou Pai Ku Tu, como é mais conhecido, considera a iniciativa de extrema importância. “É uma forma de valorização destes espaços e de seu próprio povo. Não temos um número exato de terreiros, mas estima-se que exista mais de 200 só neste município”, ressaltou.

Conhecimento real da estrutura

Já presidente do Comdecni, Maria de Lourdes Souza Santana, avalia que o mapeamento dos terreiros possibilitará um conhecimento real de toda a estrutura destes espaços e de seus membros, levantando números essenciais para a promoção de ações e de políticas públicas. “Será um marco inquestionável esta iniciativa”, afirmou.

Novos terreiros e casas de umbanda todos os meses, afirma Fenacab

O número oficial destes espaços na cidade é, além de desconhecido, subestimado. A análise é da coordenadora regional da Federação Nacional de Culto Afro-Brasileiro (Fenacab), Maria das Graças Ferreira Santos, a Mãe Graça, ao garantir que todos os meses abrem novas casas de umbanda e terreiros na Princesa do Sertão.

O número oficial, conforme Mãe Graça, somente será conhecido através do mapeamento que o Governo Municipal, através da Secretaria Municipal de Desenvolvimento Social (Sedeso), pretende desenvolver. “É um mapeamento muito importante e necessário para conhecermos nossa cultura e nossa religião, além da definição de políticas públicas voltadas para este povo”, frisou.

O mapeamento, conforme observa, vai tipificar os terreiros de candomblé, as casas de umbanda e os giros de caboclos, com número de membros, além de localização e toda sua estrutura.

Mais força em algumas localidades

Em Feira de Santana, os espaços de culto afro-brasileiro se espalham por praticamente todo o município. Entretanto, algumas localidades ganham força, a exemplo de Rua Nova, Tomba, Campo Limpo e Queimadinha, e na zona rural tem boa representatividade nos distritos de Bonfim de Feira, Humildes e Jaíba. 

  •  

Pessoas assistidas pelo CRAS de Maria Quitéria conhecem projetos do Centro Dona Zazinha

19/7/2018, 17:39h

Moradores do distrito de Maria Quitéria assistidos pelo Centro de Referência em Assistência Social São José (CRAS) conheceram os projetos sociais desenvolvidos no Centro de Convivência para Idosos Dona Zazinha Cerqueira. Ambos da Secretaria Municipal de Desenvolvimento Social (Sedeso). A diversidade das atividades e a alegria dos participantes encantaram a todos.

O intercâmbio ocorreu na manhã desta quinta-feira, 19, e foi marcado com um baile integrando os públicos de gerações diferentes.

Durante a visita, além do baile de boas-vindas, com apresentações musicais que marcam o cotidiano semanal das pessoas na terceira idade assistidas pelo Dona Zazinha, também conheceram a prática de ginástica e de outras atividades, a exemplo da oficina de memorização.

A psicóloga Monique Tâmara ressaltou sobre o funcionamento do Centro de Convivência Dona Zazinha e a importância dele para a socialização dos idosos.

Testes rápidos de detecção de hepatite

Ainda pela manhã foi realizada uma ação de saúde em parceria com a Secretaria Municipal de Saúde. Foram realizadas palestras sobre prevenção de hepatite, com a enfermeira Telma Nandiara, e ainda realizados testes rápidos de hepatite B e vacinas de hepatite B, com a imunização de 84 idosos.

Integrar os idosos à sociedade

A coordenadora do Dona Zazinha, Tilda Brasileiro, destaca a importância do intercâmbio entre os equipamentos da Sedeso visando integrar os idosos à sociedade e também proporcionar a oportunidade das pessoas da comunidade conhecerem toda a estrutura deste espaço, mantido pelo Governo Municipal.

  •  

Unicef e ONGS trazem a Feira projetos de incentivo à cultura e esporte

18/7/2018, 17:59h

Esporte e cultura vão fervilhar em Feira de Santana, no período de 23 a 25 deste mês, no Complexo Poliesportivo Oyama Pinto, onde crianças e adolescentes estarão desenvolvendo oito modalidades esportivas, enquanto representantes de cerca de 100 municípios da região estarão reunidos para concorrer ao Selo Unicef. A iniciativa do Fundo das Nações Unidas para a Infância conta com a parceria do Instituto Esporte e Educação e do Instituto Mpumalanga, que desenvolvem juntos os projetos Caravana do Esporte e Caravana das Artes.

Em Feira de Santana, os projetos contam com apoio da Secretaria de Desenvolvimento Social (Sedeso), da Secretaria de Cultura, Esporte e Lazer (Secel), da Secretaria de Educação (Seduc) e da Secretaria de Comunicação Social (Secom). Juntas, definiram com os promotores do evento, na tarde desta quarta-feira, 18, os preparativos para o evento, que deverá envolver cerca de 3 mil crianças e adolescentes de escolas da rede pública municipal, durante atividades esportivas desenvolvidas durante o dia, e mais a exibição de películas de Walt Disney à noite, abertas também gratuitamente para os cidadãos.

O coordenador pedagógico do Instituto Esporte e Educação, Alexandre Arena, explica que os projetos são desenvolvidos com a chancela da Unicef, rodando o Brasil para levar metodologias de esporte e artes. “Esta é a Caravana de número 153 e é um projeto modelo de esporte e educacional e viva com arte, para a capacitação de professores do município. E conta com a participação de estudantes de Educação Física da Faculdade Pitágoras”, informou.

O chefe da Divisão de Eventos Esportivos Especiais, Juracy Galdino Sales, ressalta a importância da iniciativa visando a promoção dos direitos das crianças e adolescentes através de práticas esportivas e culturais.

A assessora da Sedeso, Polyana Carvalho, e o chefe da Divisão da Divisão de Proteção Social Especial, Roque Moraes, que estiveram representando o secretário Ildes Ferreira, reafirmaram o compromisso da Secretaria de Desenvolvimento Social em fomentar projetos e programas voltados para a inclusão social.

  •  

Aula Magna abre segundo semestre dos cursos oferecidos pelo CICAF

17/7/2018, 22:44h

O segundo semestre dos cursos oferecidos pelo Centro Integrado de Capacitação ao Adolescente (CICAF), foi aberto com uma Aula Inaugural, na tarde desta terça-feira, 17, na Igreja do Avivamento Bíblico.

Oferecendo 11 cursos para 760 vagas disponíveis, este projeto foi criado há 17 anos, sendo coordenado pela Secretaria de Desenvolvimento Social.

Objetivando preparar mão de obra qualificada para inserir no mercado de trabalho, gerando emprego e renda, o CICAF conta com um corpo técnico de profissionais que atuam como facilitadores dos cursos oferecidos.

Para o segundo semestre estão disponibilizados cursos como Relações Interpessoais e Excelência no Atendimento Público, Informática Básica Integrada, Aprendiz Empresarial, Garçom e Garçonete, Auxiliar Administrativo, Corte e Escova e Atendente de Farmácia.

Primeiros degraus

"Estes cursos são só os primeiros degraus que vocês precisam subir. Mas, a escada é longa e se vocês quiserem subir na vida será preciso muito empenho. Aproveitem bem esta oportunidade que é de vocês e assegurada com o dinheiro público", ponderou o secretário de Desenvolvimento Social, Ildes Ferreira (Foto).

Estamos assegurando conhecimento, afirma prefeito

Ao lembrar que os cursos têm uma carga de 80 a 120 horas de duração, com término em dezembro, o prefeito Colbert Martins Filho (foto) ressaltou que "este investimento que vocês estão fazendo é para obter um patrimônio único, que é o do conhecimento, e o governo municipal tem muito prazer em proporcionar esta oportunidade"

O evento foi encerrado com uma palestra proferida por Claudio Moreira, supervisor de cursos do Centro de Integração Emprego-Escola (CIEE).

  •  

Polícia doa roupas a pessoas atendidas pelo Centro Pop

16/7/2018, 16:10h

Roupas e agasalhos coletados pela Polícia Militar através de campanha foram doados aos demandatários do Centro Pop (Centro de Referência Especializado para População em Situação de Rua Elizabeth Gomes Martins), equipamento da Secretaria Municipal de Desenvolvimento Social (Sedeso). A iniciativa foi da 64ª Companhia da PM, que repete a medida periodicamente, se integrando mais da comunidade através de ações sociais impactantes.

O gesto de aproximação da PM com os moradores em situação de rua é bem visto pelo secretário de Desenvolvimento Social, Ildes Ferreira, ao observar a necessidade desta parceria e de romper alguns estigmas que persistiram ao longo de anos.

Gesto aproxima a PM da comunidade

Integrante da Companhia da PM, a Cabo PM Viviane ressaltou a importância do gesto de solidariedade com as pessoas que vivem em situação de rua. E a iniciativa aproxima ainda mais a polícia da comunidade feirense.

A parceria com a Polícia Militar tem importância também evidenciada pela coordenadora do Centro Pop, Ediane Cibeli dos Santos. Ela observa que os policiais ainda estão presentes no equipamento através de outras demandas importantes, a exemplo da promoção de palestras educativas e orientações, além de garantir a proteção deles contra a ação de marginais e vândalos nas vias públicas.

  •  

Parceria entre Sedeso e Uninassau beneficia 40 moradores de residenciais do MCMV

16/7/2018, 9:26h

Agosto será de mudanças para 40 moradores de residenciais do programa Minha Casa Minha Vida: no próximo mês começam a estudar pedagogia na Uninassau. Em quatro anos serão pedagogos. A parceria firmada com a Sedeso é inédita.

A iniciativa é pioneira e vai oferecer vagas para outras universidades e novos cursos, como administração de empresas e serviço social. Até o final do ano serão 120 novos universitários do MCMV.

O acesso ao ensino superior para o grupo será facilitado com o desconto de até 40% no valor da mensalidade durante todo o curso para moradores destas unidades.

Pode pleitear o benefício do Programa Social de Incentivo à Graduação morador das unidades do MCMV, ter NIS (número de Inscrição Social), passar por entrevista com assistente social e ser aprovada no vestibular.

A aula inaugural da turma aconteceu na tarde deste sábado, 14. O curso será à distância e apenas um dos estudantes é do sexo masculino. Mudança, substantivo feminino, foi uma das palavras mais citadas.

A coordenadora do programa, Mirian Moraes, disse que o acordo entre as partes foi firmado há sete meses. “Vocês começarão uma nova vida”. Os presentes foram unânimes sobre a mudança de vida por meio da educação.

Mulher volta à sala de aula depois de 13 anos

Silvana Cordeiro, volta à sala de aula depois de 13 anos. Nem bem começou e já pensa na pós. “Vou abraçar esta oportunidade com todas as minhas forças, porque aqui começo a realizar um sonho. Quero ir além”.

Iniciativa beneficia pessoas que buscam melhoras

Para o diretor do polo local da faculdade, Edmilson Sacramento (foto), a parceria com a Sedeso é única e que as pessoas estão inconformadas com suas situações educacionais e buscaram suas capacitações.

O chefe de gabinete da Secretaria de Desenvolvimento Social, Carlos Leão, que representou o secretário Ildes Ferreira, parabenizou os novos universitários e também abordou os avanços sociais a partir da educação.

O vereador Cadmiel Pereira e a assistente social da Sededo, Patrícia Levini, estiveram presentes no evento.

  •  

Samba de roda é o ritmo no retorno de idoso ao Centro Dona Zazinha

14/7/2018, 10:51h

O ritmo frenético do samba de roda, de Zé das Congas, refletindo o vigor físico de quem está sempre ativo na melhor idade, marcou, nesta sexta-feira, 13, o retorno pleno às atividades do Centro de Convivência para Idosos Dona Zazinha Cerqueira.

O reencontro de 290 dos cerca de 390 frequentadores deste equipamento da Secretaria Municipal de Desenvolvimento Social (Sedso) foi pontuado por intensas atividades, envolvendo ainda ginástica, música e um lanche em meio a muito bate-papo.

Para a idosa Maria José Cerqueira, conhecida como Dona Nininha, a oportunidade foi de reencontrar as amigas. “Em casa estava ociosa, sem as atividades do Dona Zazinha. Estava na expectativa de reencontrar todo mundo e agora estou muito feliz”, frisou.

Conforme frisou a coordenadora do Dona Zazinha, Tilda Brasileiro, as atividades foram reativadas desde o dia 3 deste mês. Entretanto, em função do feriado de meio de ano, muitos idosos não estavam participando. “Muitos viajaram e somente agora estão retornando. Nossa expectativa é de que até fim deste mês todos estejam frequentando novamente”, destacou.

Tilda Brasileiro observa a importância do Centro de Convivência para a elevação da autoestima dos idosos. “As atividades promovem a saúde mental e física e evita o isolamento social dos participantes, que se integram ativamente às atividades”, avaliou.

  •  

Sedeso inscreve OSC para elaborar projeto de mapeamento dos terreiros no município

13/7/2018, 15:44h

A Secretaria de Desenvolvimento Social publicou edital de chamamento público para selecionar e estabelecer parceria com uma Organização da Sociedade Civil (OSC) para elaborar e executar o projeto de mapear os terreiros do município.

As inscrições estão abertas desta sexta-feira, 13, até o dia 6 de agosto. Os interessados em participar da seleção deverão apresentarão os documentos exigidos em envelope fechado, protocolado na Sedeso, à rua Leolinda Bacelar, 464 – Kalilândia, das 9h às 12h e das 14h às 17 h.

A seleção será efetuada por uma Banca composta por Jaqueline Fontoura Jatobá, que a presidirá, Moema Pinto Franco Pedreira e Leila Rocha dos Santos Brandão. Esses nomes integram a Comissão de Seleção de Projetos, nomeada pela Portaria nº 05/2017, de 21/12/2017.

Conselho vai acompanhar trabalhos da Banca 

O Conselho Municipal de Participação e Desenvolvimento de Comunidades Negras e Indígenas (Comdecni), de Feira de Santana, indicará um representante para acompanhar os trabalhos da Banca.
O resultado da proposta aprovada será publicado no Diário Oficial do Município, onde o interessado poderá obter todas as informações e condicionantes sobre a seleção – www.diariooficial.feiradesantana.ba.gov.br.

  •  

Transexuais e travestis podem se inscrever com nome social em concurso

13/7/2018, 9:53h

Pela primeira vez no município, transexuais e travestis poderão usar seus nomes sociais na ficha de inscrição e disputar uma das cem vagas oferecidas pela Prefeitura de Feira de Santana para o cargo de professor da rede municipal. Está previsto no edital.

Entende-se como nome social aquele pelo qual transexuais e travestis se reconhecem e são identificados pela comunidade e em seu meio social. Para tanto, os interessados deverão informar o nome social por requerimento.

A informação deverá ser feita via o e-mail candidato@aocp.com.br até o dia 6 de agosto. Com a solicitação, o candidato deverá enviar cópia de documento oficial de identificação e cópia do registro do nome social.

A anotação do nome social de travestis e transexuais constará por escrito nos editais do concurso, entre parênteses, antes do respectivo nome civil. Estes candidatos deverão apresentar como identificação oficial, no dia de aplicação das provas, um dos documentos previstos no edital.

Ativista vê avanço

Fábio Ribeiro, ativista e chefe da Divisão de Minorias – órgão da Secretaria de Desenvolvimento Social, vê avanços para os segmentos, com a aplicação da Lei. “O município, assim procedendo, respeita a legislação pertinente e a opção de transexuais e travestis”.

A iniciativa, diz, respeita a identidade de gênero. “A pessoa se inscreve sabendo que a sua condição será devidamente respeitada e, assim, vai se sentir mais segura e à vontade para participar da seleção”. São oferecidas vagas para a educação infantil e para até o 5º ano da educação fundamental.

  •  

Falha no sistema da CEF deixa Bolsa Família inativo

12/7/2018, 16:53h

Falha no sistema informatizado do programa Bolsa Família, operado pela Caixa Econômica Federal (CEF), está impossibilitando o acesso aos dados do benefício social a nível nacional. E em Feira de Santana está provocando transtornos aos usuários, que se dirigem diariamente à Secretaria de Desenvolvimento Social (Sedeso) e à sede do Bolsa Família, em busca de informações mas retornam sem previsão de normalização do sistema.

O secretário municipal de Desenvolvimento Social, Ildes Ferreira, ressalta que os transtornos vêm ocorrendo desde o dia 9 deste mês. E, desde então, a Sedeso mantendo contatos com a CEF para obter informações sobre a normalização do sistema. “Ligamos diariamente para a Caixa Econômica que nos afirma que o sistema volta a operar a qualquer momento. Mas depois de tantos dias, o problema persiste sem solução”, explicou.

Em decorrência do sistema estar permanentemente fora do ar, o Governo Municipal de Feira de Santana, a exemplo de todos os demais, está impossibilitado de inserir novos beneficiários no programa Bolsa Família, assim como sem também poder atualizar os dados cadastrais das pessoas já contempladas com o benefício. “E sem atualizar os dados, alguns beneficiários podem ficar sem receber os recursos tendo o cartão bloqueado”, alertou o secretário.

  •