SECRETARIA MUNICIPAL DE CULTURA, ESPORTE E LAZER

Iniciado cadastramento online e presencial para benefício financeiro ao segmento cultural

22/9/2020, 18:11h

A Prefeitura de Feira de Santana, através da Secretaria de Cultura, Esporte e Lazer, iniciou o cadastramento para o benefício financeiro que será concedido para espaços artísticos e culturais, proporcionado através da lei Aldir Blanc. Desde esta segunda-feira (21) foi disponibilizado no site oficial da Prefeitura (www.feiradesantana.ba.gov.br) a página para o cadastramento online. 

Nesta quarta-feira (23) será iniciado o cadastramento em locais fixos, implantados em todos os distritos, além da Secretaria de Cultura, Esporte e Lazer, e Mercado de Arte Popular. "Nem todos tem acesso à internet, e com isso temos que disponibilizar pontos físicos, como o Mercado de Arte e as escolas, nos distritos, para aqueles que se enquadrarem no benefício possam realizar o seu cadastro”, explica o secretário Jairo Carneiro Filho.

O cadastramento presencial acontece a partir desta quarta-feira nos seguintes locais:

Distrito  de Ipuaçu
Escola Municipal Agrário de Oliveira  Melo
Horário: 8:00 às 12:00

Distrito de Maria Quitéria 
Escola Municipal Dr. Francisco Martins
Horário: 8:00 às 12:00

Distrito Matinha:
Escola Anisio Pereira Bernardes
Horário: 8:00 às 12:00

Distrito Humildes:
Escola Municipal Dr. João Duarte Guimarães 
Horário: 8:00 às 12:00

Distrito Bonfim de Feira:
Escola Municipal Álvaro Pereira Boaventura
Horário: 8:00 às 12:00

Distrito Tiquaruçu:
Escola Artur Santiago da Mota
Horário: 8:00 às 12:00

Distrito de Jaíba:
Escola Municipal 15 de Novembro
Horário: 8:00 às 12:00

Distrito de Jaguara - Morrinhos 
Escola Municipal Antônio Carneiro Lago
Horário: 8:00 às 12:00 

Mercado de Arte Popular
Horário: 09:00 às 16:00

Secretaria de Cultura, Esporte e Lazer
Horário: 09:00 às 17:00

Lei Aldir Blanc

A Lei Aldir Blanc, como ficou conhecido o PL 1075/2020, prevê auxílio emergencial para o setor cultural durante a pandemia do novo coronavírus e tem como objetivo central estabelecer ajuda para artistas, coletivos e empresas que atuam no setor cultural e atravessam dificuldades financeiras neste período.

Haverá também a concessão do benefício aos trabalhadores da cultura, conforme prevê a lei, sendo este de responsabilidade estadual.

  •  

Secretaria de Cultura trata de benefício emergencial para povos de santo e comunidades tradicionais

14/9/2020, 15:21h

Em reunião na última sexta-feira, 11, na Secretaria de Cultura, Esporte e Lazer (Secel), povos de santo e comunidades tradicionais trataram sobre os critérios para serem beneficiados com o auxílio emergencial, que será concedido aos segmentos culturais através da Lei Aldir Blanc. O encontro foi também para esclarecer possíveis dúvidas. 

O titular na pasta, Jairo Carneiro Filho, destacou a importância da inclusão desse público como prevê a lei federal. “Através de audiência pública entendemos que eles também constituem um segmento cultural. Portanto, neste encontro, tivemos a oportunidade de debater os questionamentos tanto do cadastramento, como da própria regulamentação do município, que em breve estará pronta”, afirmou. 

Para a yalorixá Geovanna Santos, a reunião foi essencial para conhecer e entender a existência da lei. "Neste momento de pandemia, os templos estão carentes de eventos religiosos e de verbas para que possamos realizar festas futuras. O benefício vem em boa hora", disse. 

A regulamentação municipal, essencial para a aplicação da lei, dentro em breve estará pronta. A partir daí, será dado início aos cadastramentos na modalidade virtual e presencial. "Estamos na Secretaria de Cultura à disposição da sociedade para qualquer tipo de esclarecimento, sugestão ou orientação", enfatizou Jairo Carneiro Filho. 


Lei Aldir Blanc
A Lei Aldir Blanc, como ficou conhecido o PL 1075/2020, prevê auxílio emergencial para o setor cultural durante a pandemia do novo coronavírus e tem como objetivo central estabelecer ajuda para artistas, coletivos e empresas que atuam no setor cultural e atravessam dificuldades financeiras neste período.

  •  

Secretaria de Cultura reafirma apoio do Governo Municipal às baianas do acarajé

12/9/2020, 10:15h

A Secretaria Municipal de Cultura, Esporte e Lazer (Secel) reafirmou o compromisso do Governo Municipal em apoiar as baianas de acarajé. Para tanto, o titular da pasta, Jairo Carneiro Filho, defende a regulamentação da profissão em Feira de Santana, a partir da criação de uma entidade representativa da categoria.

Somente a partir daí, a exemplo do que já ocorre em Salvador, a administração municipal pode definir ações que atendam às necessidades dos profissionais que vendem acarajé e outras iguarias. Dentre elas, também apoio específico para a classe durante o período da pandemia ou em outras situações emergenciais.

Para ouvir os pleitos da categoria, o secretário Jairo Carneiro Filho esteve reunido com representantes do segmento, dentre os quais as baianas Angélica do Carmo Bastos, Ana Cristina da Silva Santana e Maria do Carmo Silva Santos e o baiano do acarajé Aristides Lopes Maltez. Também presente Lourdes Santana, representando o Núcleo Odungê, além de Geovanny Ferreira, da Seprev.

Jairo Filho reafirmou o compromisso do Governo Municipal em apoia-los por se tratar de um patrimônio imaterial reconhecido em lei. “Estamos à inteira disposição para que a gente equacione e atenda os pleitos”, frisou.

A Secel pretende marcar uma nova reunião com as baianas e baianos do acarajé, dentro em breve, visando discutir a regulamentação da categoria e estratégias de ações em apoio a esses profissionais.

  •  

Avenida Noide Cerqueira terá trecho interditado para prática de atividades físicas, no domingo

10/9/2020, 17:4h

Garantir a segurança dos praticantes de atividades físicas durante os treinos. Este é o motivo em interditar um trecho da avenida Nóide Cerqueira, no próximo domingo, 13. 

A iniciativa das secretarias municipais de Cultura, Esporte e Lazer (Secel), em parceria com Transportes e Trânsito, visa receber o mês da primavera com alegria, incentivando a prática de esportes no município, com a segurança necessária.

O trecho fechado será no sentido Salvador x Feira de Santana, entre a avenida Fernando Pinto de Queiroz, que segue para a Artêmia Pires e o Posto Ipiranga. Será feito um desvio paralelo a avenida Nóide Cerqueira e o local terá sinalização.

“No primeiro momento, devido à pandemia, não teremos atividades para evitar aglomerações. Mas, assim que for permitido, faremos atividades culturais e esportivas para incentivar a prática esportiva em nosso município”, explica o secretário de Cultura, Jairinho Carneiro.

Ele acrescenta a importância do uso de máscaras devido a pandemia do coronavírus. “Sabemos que a população está se cuidando, por isso reforçamos que, mesmo durante atividades ao ar livre, é importante o uso da máscara e manter o distanciamento de, no mínimo, 1,5 metros de outras pessoas”.

  •  

Governo lamenta morte do artista Márcio Punk

6/9/2020, 10:24h

Faleceu na manhã deste domingo, 6, o artista feirense Márcio Antônio Solva dos Santos, o Márcio Punk. Ele lutava contra um câncer no pulmão há mais de um ano. 

Ativo no cenário cultural feirense por mais de 20 anos, Punk deixa um legado de valorização da cultura local. Foi o idealizador do grande projeto, o movimento “O beco é nosso”, levando arte e cultura para o Beco da Energia, onde existem casas de prostituição no centro do comércio de Feira de Santana.

Márcio deixa dois filhos Erik e Malu. O velório e o sepultamento do artista deverão ter presença restrita por conta da pandemia de coronavírus.

O secretário de Cultura, Esporte e Lazer, Jairinho Carneiro, se solidariza com a família e  ressalta a grande importância de Márcio Punk para a cultura do município.

“Sem dúvidas um grande artista, além de um ser humano solidário com a dor do próximo. Em vida, fez tudo que foi capaz para resgatar nossas raizes e a cultura do nosso povo”.

  •  

Secretário de Cultura avalia locais para cadastro de benefício através da Lei Aldir Blanc

4/9/2020, 5:56h

Em visita técnica ao Mercado de Arte Popular, na segunda-feira, 01, o secretário de Cultura, Esporte e Lazer (Secel), Jairo Carneiro Filho, avaliou possíveis locais onde possam ser feitos os cadastros para o benefício financeiro que será concedido para espaços artísticos e culturais, proporcionado através da lei Aldir Blanc. 

Jairo Filho afirma que a regulamentação municipal está em processo de elaboração e deverá ficar pronta em poucos dias. "Estamos ouvindo os segmentos culturais e toda a sociedade, colhendo sugestões em relação aos formatos de divulgação e pontos de cadastros para alcançarmos de maneira mais ampla a todos", diz.

Além do Mercado de Arte Popular, as escolas municipais poderão ser também pontos de cadastro, que será feito de forma online, para alcançar principalmente os distritos da zona rural.

"Entendemos que nem todos tem acesso à internet e com isso, temos que disponibilizar pontos físicos, como o Mercado de Arte e as escolas, nos distritos, para aqueles que se enquadrarem no benefício possam realizar o seu cadastro”. 

Haverá também a concessão do benefício aos trabalhadores da cultura, conforme prevê a lei, sendo este de responsabilidade estadual.

  •  

Secel discute com o Conselho da Juventude diretrizes para aplicabilidade da lei Aldir Blanc

28/8/2020, 19:10h

A implantação da lei emergencial Aldir Blanc, que irá proporcionar benefícios e subsídios financeiros para o segmento cultural, foi tema de reunião entre a Secretaria de Cultura, Esporte e Lazer (Secel) e o Conselho Municipal da Juventude, na quinta-feira, 27. No encontro foi discutido as diretrizes para a aplicação da lei.

“Essa é uma lei federal necessária para este período de pandemia, no qual estamos vivenciando. É um momento delicado na economia e o setor cultural é um dos mais prejudicados", observou o secretário de Cultura, Jairo Carneiro Filho, lembrando que há seis meses o segmento cultural está parado em virtude do atual momento.

Segundo ele, estão sendo realizadas audiências públicas e reuniões com o comitê gestor e grupos de trabalho  para a aplicação da lei.

"Através do diálogo, de forma transparente e democrática, ouvimos os representantes desse segmento".

Além da lei Aldir Blanc, a reunião tratou das ações e representação dos jovens com a definição de políticas públicas através do Conselho da Juventude.

"Através das políticas públicas asseguramos os direitos dos jovens de forma integral", disse a presidente do Conselho, Patrícia Araújo, acrescentando que é papel do conselho defender e sugerir ações voltadas para este público, inclusive no que se refere a qualificação profissional.

  •  

Dirigentes sugerem medidas pelo retorno do futebol amador

12/8/2020, 20:41h

Representantes da União das Entidades Esportivas de Feira de Santana (UNIEFS) apresentaram ao Governo Municipal um protocolo de ações para a retomada do futebol amador. O documento foi entregue ao prefeito Colbert Martins Filho e ao secretário de Cultura, Esporte e Lazer, Jairo Carneiro Filho, na segunda-feira, 10.

Entre as medidas, limitar o número de participantes com distância de pelo menos dois metros; ausência de público, e que a quantidade de alunos ou jogadores na mesma atividade dependerá da capacidade de cada local – campos e quadras. Também higienização dos locais, disponibilizar álcool em gel e o uso de máscaras.

O ex-jogador de futebol, Jorge Wagner, ressaltou a importância do retorno das atividades esportivas, que estão suspensas desde o início da pandemia do novo coronavírus. O encontro ocorreu na Sala de Reuniões do Paço Municipal Maria Quitéria, sede da Prefeitura.

“Estamos passando por um momento difícil, mas entendemos que é preciso voltar, gradativamente, seguindo as orientações das autoridades de saúde”, frisou.  Além do futebol amador, o protocolo de ações incluem as escolinhas de futebol e arenas esportivas.

Colbert Martins Filho afirmou que as sugestões serão avaliadas. “Vamos colocar os campos e quadras esportivas em funcionamento, mas com segurança”, frisou. As medidas serão analisadas junto com a Secretaria de Saúde, como informou o secretário de Cultura, Jairo Carneiro Filho.

  •  

Lei que prevê auxílio para o setor cultural será debatida em audiência pública virtual

11/8/2020, 17:19h

O segmento cultural de Feira de Santana terá a oportunidade de debater sobre a Lei Aldir Blanc na próxima sexta-feira, 14. Uma audiência pública será realizada por plataforma virtual, a partir das 14h30.

O link para acesso estará disponível a partir das 12h, em banner na página da Secretaria de Cultura, Esporte e Lazer (Secel) do site da Prefeitura (www.feiradesantana.ba.gov.br). Os interessados poderão tirar dúvidas sobre as últimas atualizações da lei e também fazer sugestões.

A Lei Aldir Blanc, como ficou conhecida o PL 1075/2020, prevê auxílio emergencial para o setor cultural durante a pandemia do novo coronavírus.

  •  

Filme de Maria Quitéria é lançado com apoio do Pró-Cultura

7/8/2020, 19:7h

Dois feirenses, Antônio Silva e Michael Nery, resolveram contar a historia da heroína feirense, Maria Quitéria, através do cinema. Com o apoio do projeto Pró-Cultura/Esporte, realizado todos os anos pelo Governo Municipal, eles lançaram o filme “Maria Quitéria Honra e Glória”.

O curta, de 13 minutos de duração, conta a história em dois momentos distintos da vida de Maria Quitéria. A primeira parte trata de sua infância e a convivência com o pai Gonçalo, a mãe Quitéria e as brincadeiras com Josefa, sua irmã, e o irmão Luiz. A outra parte conta a batalha da estrada da Pituba.

O filme teve um custo de R$ 40 mil. Boa parte desse recurso veio através do financiamento do Pró-Cultura/Esporte.

“Eu e Michael nos reversamos em várias funções. Além da dificuldade em animar com equipe pequena, ainda precisávamos financiar o projeto. Uma parte do recurso veio do programa de incentivo da prefeitura e a outra com recursos próprios. Também tivemos o patrocínio de uma empresa de tecnologia que nos ofereceu o software de animação 2D. As vozes foram dadas pelos atores do grupo de cordel de Feira de Santana”, disse o produtor Antônio Silva.

O produtor também participou da criação da revista “Maria Quitéria, a Injustiçada”, junto com Eduardo Kruschewsky e Cleiton Mascarenhas. “Não conhecia a história desta mulher. A revista foi um sucesso e de lá para cá muita coisa mudou. Com smartphones, tabletes, TV, o jeito de se entreter e educar se transformou e achei que fosse a hora de contar novamente a saga dessa heroína baiana, só que agora em vídeo”, afirmou.

Antônio Silva conta ainda que o filme foca em “Sendo uma figura histórica, a vida de Maria Quitéria já foi narrada de diversas formas, nós escolhemos focar nas motivações dela. Quais motivos levou uma mulher a pensar e fazer as coisas surpreendentes que ela fez? esse foi nosso norte”, explicou.

O filme está disponível gratuitamente no youtube, Instagram e facebook e é uma produção totalmente feirense. Até o momento foram mais de 20 mil acessos em todas as plataformas e a proposta é levar o curta para as escolas após a pandemia do coronavírus.

  •