SECRETARIA MUNICIPAL DE DESENVOLVIMENTO URBANO

Prefeitura inicia obras de drenagem do lençol freático de ruas nas Baraúnas

22/8/2018, 11:20h

Os transtornos enfrentados pelos moradores das ruas Pojuca, João Vital e Petronílio Pinto, no bairro Baraúnas, com as águas do lençol freático, estão com os dias contados. Na manhã desta quarta-feira, 22, operários e máquinas da Secretaria de Desenvolvimento Urbano deram início às obras de drenagem destas artérias, estimadas para serem concluídas dentro de um mês.

As obras de drenagem consistem em rebaixar o lençol freático, drenando as águas que minam do solo abaixo do nível das ruas para a rede de esgoto pluvial.

Acompanhado do prefeito Colbert Martins Filho, o secretário de Desenvolvimento Urbano, José Pinheiro, informou que “as águas da superfície serão retiradas, pondo fim à proliferação de buracos nestas artérias, que deixarão de causar transtornos à comunidade”.

  •  

Pavimentação de estrada da Terra Dura vai continuar com nova empresa

22/8/2018, 9:10h

A Prefeitura de Feira de Santana não atrasou o pagamento à Atlântica Engenharia, empresa responsável pela pavimentação a paralelepípedos da estrada para a Terra Dura, povoado do distrito de Humildes. Os repasses foram feitos à medida que a obra avançava.

Tampouco, afirmou o engenheiro responsável pela obra, João Pedro dos Santos (foto), houve recolhimento dos paralelepípedos por falta de pagamento do material. “Quem retirou o material (que estava estocado ao longo da estrada) foi a própria empresa, que não mais vai continuar com a obra. As pedras, portanto, não mais seriam usadas”, explica.

O secretário de Serviços Urbanos, José Pinheiro, afirmou que o município não está em atraso com suas obrigações para com a empresa. “O pagamento vem sendo feito mediante medição do serviço concluído”, observa. A Atlântica Engenharia já recebeu três parcelas do valor do contrato.

Distrato foi amigável

As partes acertaram o distrato amigável. A empresa vai trabalhar até a próxima sexta-feira, 24, e concluir mais uma etapa da obra. A Atlântica Engenharia alegou problemas administrativos e financeiros que a impedem de continuar o serviço. E a Prefeitura acatou as alegações.

Segunda colocada vai tocar a obra

José Pinheiro (foto) disse, ainda, que a empresa que ficou na segunda colocação na licitação já foi convocada e aceitou continuar a pavimentação. Cerca de 30% dos 11,9 mil metros quadrados da obra já foram concluídos. A estrada tem 1,8 quilômetro de extensão com sete metros de largura.

O engenheiro João Pedro dos Santos confirmou as declarações do secretário, com relação ao pagamento, e que apenas não foi quitada a parte da pavimentação que está em andamento, que será feita assim que a empresa apresente a documentação exigida.

 

  •  

Iniciada desobstrução da estrada da Fazenda Umbuzeiro, no Campo do Gado Novo

21/8/2018, 15:51h

Dentro de trinta dias o acesso da estrada natural que liga o bairro do Campo do Gado Novo à Fazenda Umbuzeiro estará inteiramente desobstruído, com a implantação de uma “passagem molhada” sobre o córrego que atravessa o caminho.

Cortando uma antiga propriedade rural, remanescente na periferia da cidade, a estrada dá acesso à pequena comunidade de Umbuzeiro (onde residem cerca de cinquenta famílias), ligando-a aos bairros da Pedra Ferrada e Asa Branca, e ao distrito de Maria Quitéria.

A obra vai permitir a passagem de pedestres, tráfego de veículos motorizados ou não. A “passagem molhada” consiste na implantação de um tubo metálico ou de concreto armado sobre o trecho da vasão das águas, revestido por um calçamento de concreto.

Usuário da estrada, Márcio Nascimento é morador do Campo do Gado Novo e sentiu-se “aliviado” quando o prefeito Colbert Martins Filho, ao lado dos secretários José Pinheiro (Desenvolvimento Urbano) e Valdomiro Silva (Comunicação Social), anunciou o início da obra, na manhã desta terça-feira, 21.

  •  

Prefeitura recupera pavimentação da avenida João Durval

9/8/2018, 7:17h

Equipes da Secretaria de Desenvolvimento Urbano trabalham para recuperar o pavimento asfáltico de Feira de Santana. Nesta semana, estiveram na avenida João Durval Carneiro, entre outras artérias. As chuvas, que neste ano foram intensas, causaram desgaste na pavimentação.

Há algumas semanas as equipes fazem a chamada operação tapa-buracos e recuperam as partes mais profundas da pavimentação. Elas intensificaram a execução do serviço, que está sendo realizado em caráter emergencial.

O secretário da Sedur, José Pinheiro, diz que, como não choveu nos últimos dias, o serviço deu uma acelerada e o ritmo vai continuar forte nas próximas semanas. “O que se deseja é que a malha urbana esteja em boa condição de trafegabilidade em algumas semanas”, acentua.

Trabalho também na zona rural

Ele disse, ainda, que as máquinas estão trabalhando em vários pontos da zona rural, como nas estradas do distrito de Humildes – o piso da região do Campestre já foi recuperado e os aproximados 20 quilômetros do Km 13 até Genésio estão sendo encascalhados.

“O trabalho vai possibilitar a mobilidade, principalmente nos corredores de tráfego do transporte público”, afirma o secretário. A estrada que liga o bairro Pedra Ferrada ao povoado de Pé de Serra, em Maria Quitéria, com extensão de dez quilômetros, está em fase avançada de recuperação.

  •  

Estrada em Tiquaruçu recebe cascalho nessa quarta-feira

31/7/2018, 16:47h

O encascalhamento dos 20 quilômetros da estrada entre o KM 13 e o povoado do Genésio, no distrito de Tiquaruçu – e que margeia vários povoados, será iniciado nesta quarta-feira, 1º de agosto.

O secretário de Desenvolvimento Urbano, José Pinheiro, diz que a base já foi concluída. “Incialmente eliminamos os bolsões que acumulavam água da chuva. Agora vamos iniciar a segunda parte”, explica.

Outras localidades beneficiadas

A recuperação da estrada também beneficia moradores do Alecrim Miúdo, Candeal I e II, Olhos D’Água das Moças, entre outros. A eliminação destes bolsões com o material conhecido como top soil, que é a camada orgânica, prepara o solo para receber o cascalho, que espalhado e compactado, proporciona maior durabilidade à estrada.

Ele explica que além da região ser muito habitada, a estrada é um importante corredor de tráfego usado pelos ônibus que regularmente fazem o transporte de passageiros, tanto entre as localidades como para a cidade.

Maria Quitéria a Pé de Serra

José Pinheiro diz, também, que máquinas da Prefeitura estão sendo usadas na correção do solo de muitas estradas, como no distrito de Humildes e Maria Quitéria.

A Prefeitura está recuperando, ainda, a estrada que liga a sede do município ao povoado de Pé de Serra, localizado no distrito de Maria Quitéria, com extensão de aproximadamente dez quilômetros.

  •  

Avenida Eduardo Froes da Mota recebe operação tapa-buracos

29/7/2018, 17:11h

A avenida Eduardo Froes da Mota, também conhecida como Anel de Contorno, está recebendo neste domingo uma operação tapa-buracos. Homens trabalham para recuperar as  pistas, no trecho entre o bairro Cidade Nova e viaduto do antigo clube Cajueiro, castigadas pelas chuvas dos últimos meses. 

O serviço está sendo feito pela Viabahia,  concessionária responsável pelo trecho. A ação é realizada após esforço do prefeito Colbert Martins Filho, que chegou a conversar com o Ministro dos Transportes, Valter Casimiro Silveira, sobre o assunto.

"A Viabahia é responsável pela Contorno,  não o DNIT, nem a Prefeitura, como alguns imaginam.  Fizemos gestões para essa recuperação, claro, uma vez que a população  de Feira e quem passa pelo nosso entroncamento sofre as consequências. Felizmente  a concessionária está cumprindo agora com sua atribuição", diz o prefeito.

  •  

Vazamento de água em obra de drenagem na Farmacêutico José Alves está sendo resolvido

28/7/2018, 13:46h

Um problema com as bombas na obra de drenagem de água pluvial que a Prefeitura de Feira de Santana realiza na rua Farmacêutico José Alves,  região central da cidade,  causou na manhã deste sábado, 28, vazamento de água no local. 

De acordo com a empresa responsável pela obra,  houve o rompimento de uma barreira natural entre dois poços de visita, causando defeito nas bombas e o vazamento de água acumulada.

Homens se encontram no local fazendo os reparos necessários e o problema está sendo resolvido com o reparo das bombas, o que será concluído ainda hoje.

  •  

Calçamento em ruas do SIM livra moradores da lama e da poeira

25/7/2018, 15:8h

O pedreiro Sérgio Oliveira não coube em si ao ver a movimentação dos funcionários da 5M Construções e o secretário de Desenvolvimento Urbano, José Pinheiro, definindo os detalhes técnicos para preservar as jaqueiras e mangueiras que margeiam a Rua São Pedro dos Ferros, que juntamente com a São Pedro dos Turvos, no bairro SIM, estarão pavimentadas dentro de dois meses.

As duas artérias totalizam 1.890 metros quadrados de pavimentação de paralelepípedo, e 270 metros lineares de meio fio, ao custo de R$ 68.903, 00 aos cofres do Município, e consta do Pacote de Obras lançado pelo Governo, ao final do ano passado.

“Este calçamento é a realização de um sonho de todos os moradores desta rua. A gente já não suporta mais o sofrimento muito grande causado pela lameira que transforma esta rua, toda a vez que chove. Agora, vai valorizar nossas casas e  melhorar muito a vida da gente”, comorou Sérgio Oliveira , morador há dez anos na São Pedro dos Ferros.

Prefeito pediu que moradores "fiscalizem andamento das obras"

O prefeito Colbert Martins Filho, ao dar a ordem de serviço na manhã desta quarta-feira, 25, pediu aos moradores que fiscalizem o andamento das obras, “porque é importante que este trabalho seja bem feito para que valha o dinheiro que todos nós estamos investindo aqui”, disse.

O ato contou ainda com as presenças dos vereadores dos vereadores João Bililiu, Gilmar Amorim e Cadimiel  Pereira, os secretários Nau Santana (Relações Institucionais), Justiniano  França (Serviços Públicos), além de lideranças comunitárias.

  •  

Prefeitura recupera estrada entre a Pedra Ferrada e Pé de Serra

24/7/2018, 15:33h

A Prefeitura de Feira de Santana está usando retroescavadeira e caçambas para recuperar a trafegabilidade dos dez quilômetros da estrada que liga o bairro Pedra Ferrada ao povoado de Pé de Serra, no distrito de Maria Quitéria.

Inicialmente, as caçambas estão colocando material de base nos pontos que foram transformados em bolsões de água, que dificultou a passagem de veículos durante o período das chuvas, que neste ano foi intenso em todo o município.

Maior resistência às ações do tempo

“Depois de colocado o top solo (como é chamado o material de base) e espalhar, vamos colocar uma camada de cascalho, que vai oferecer durabilidade e maior resistência às ações do tempo”, explica o secretário de Desenvolvimento Urbano, José Pinheiro.

O secretário destaca que a estrada não está sendo patrolada, que é uma intervenção de rebaixamento de solo. “O que está sendo feito aqui é a suspensão do piso”, diz.

Prioridade para vias por onde passam ônibus

Ele ainda afirmou que estas ações foram acordadas com os moradores da região e da Água Grande. A prioridade no momento, disse, será dada às estradas por onde passam os ônibus que fazem o transporte de passageiros e os escolares, bem como nas áreas mais populosas.

Para o agricultor Antônio Pereira [foto], 74 anos, que mora na região há 25, a intervenção vai melhorar as condições da estrada. “Como eles vão colocar uma camada de cascalho, agora vai ficar uma beleza”, prevê.

  •  

Uma das avenidas mais movimentadas de Feira recebe serviço de tapa-buracos

24/7/2018, 12:31h

A Secretaria de Desenvolvimento Urbano está tapando os buracos na pavimentação na rua Artêmia Pires, no bairro SIM, que já passou por melhorias na sua estrutura, como o alargamento de trechos. A artéria registra fluxo intenso de veículos, devido à grande quantidade de condomínios existentes na região.

De acordo com o secretário José Pinheiro, o serviço vai contemplar toda extensão da avenida e a Prefeitura de Feira de Santana vai usar cerca de 50 toneladas de asfalto na sua recuperação.

“O que a gente torce agora é que o tempo continue firme para que possamos concluir esta etapa da operação”, afirmou o secretário.

Fatores de desgaste e deterioração

A intensidade das chuvas nos últimos meses, aliada ao tráfego intenso que é registrado na Artêmia Pires, por onde passam várias centenas de veículos todos os dias, são fatores de desgaste e deterioração da pavimentação.
A intervenção da Prefeitura vai melhorar significativamente a trafegabilidade na avenida, localizada na região da cidade que mais cresceu nos últimos anos.

80% dos buracos feitos pela Embasa

Mas, de acordo com José Pinheiro, 80% dos problemas estruturais no asfalto da avenida estão relacionados às intervenções realizadas pela Embasa. O encarregado pela operação na avenida, Sebastião Domingos, diz que é fácil diferenciar os estrados feitos pelas chuvas e os problemas causados pela intervenção da estatal de água e esgotos. “Os buracos que a Embasa faz são maiores e mais profundos do que os causados pelas chuvas”, afirma o encarregado.

  •