SEC. TRABALHO, TURISMO E DESENVOLVIMENTO ECONÔMICO

Inaugurada cobertura da feirinha do George Américo

17/9/2018, 10:7h

Moradores do bairro George Américo acordaram mais alegres na manhã deste domingo, 16, dia de inauguração da cobertura da feira livre do bairro; a obra irá beneficiar os cerca de 27 mil moradores que vivem na localidade. Também foram inaugurados os banheiros do entreposto. No total, foram investidos R$ 360 mil nas obras.

“São 31 anos desse bairro. Estas obras proporcionam mais organização e higiene, além de protegerem feirantes, clientes e mercadorias das intempéries climáticas. Quem viveu tudo isso aqui, sabe da importância dessa conquista”, afirmou o prefeito Colbert Martins Filho, durante a solenidade de inauguração.

Esta é a quinta feira livre do município a ser beneficiada com este tipo de obra. Os mercados deste tipo dos bairros Tomba, Cidade Nova, Sobradinho e Estação Nova foram os demais contemplados.  

Feira-livre poderá passar a funcionar todos os dias

"Pela densidade populacional do bairro, estamos projetando fazer aqui o mesmo que fizemos no Tomba e Cidade Nova, onde as feiras funcionam de domingo a domingo”, afirma o secretário de Trabalho, Turismo e Desenvolvimento Econômico, Antônio Carlos Borges Junior (foto).

Segundo o secretário, a feira livre do bairro só funciona aos domingos, mas há um diálogo em curso entre o Governo Municipal e os próprios feirantes para viabilizar esta mudança. “Depende deles. Após haver este entendimento, criaremos uma portaria para regularizar esse funcionamento”.

  •  

Governo municipal recebe relatório com demandas de comerciantes do centro da cidade

11/9/2018, 16:49h

Um amplo relatório contendo as principais demandas dos comerciantes das ruas Sales Barbosa, Marechal Deodoro e adjacências, relacionadas ao projeto de requalificação do Centro Comercial de Feira de Santana, foi entregue ao prefeito Colbert Martins Filho, na manhã desta terça-feira, 11.

Fruto de reiteradas reuniões ocorridas no curso dos últimos oito meses, as propostas e anseios dos empresários foram elencados no relatório coordenado pelo SEBRAE. O documento é respaldado pela Associação Comercial e Empresarial, a Câmara de Diretores Lojistas (CDL) e o sindicato patronal.

Considerada uma das principais premissas do Projeto Pacto de Feira, lançado pelo governo municipal em 2014, a requalificação do espaço urbano do Centro Comercial (após a imediata transferência dos camelôs que atuam na área para o Centro Comercial Popular, cuja inauguração está prevista para meados do próximo ano) está orçada em R$ 60 milhões.

Ao receber o relatório das mãos de Renato Lisboa, gerente-adjunto regional do SEBRAE, após ter percorrido as obras do Centro Comercial Popular ao lado de uma expressiva comissão de comerciantes da Sales Barbosa, o prefeito Colbert Martins Filho discorreu sobre “a importância do engajamento dos empresários neste projeto, trazendo sugestões para que nós possamos aperfeiçoá-las”.

Rede elétrica adequada

Depois de ouvir os comerciantes, o secretário Antônio Carlos Borges Júnior (Trabalho, Turismo e Desenvolvimento Econômico), afiançou que “este  relatório  será  analisado pela Governo Municipal, atendendo as demandas relativas as obras de infraestrutura, como a implantação de uma rede elétrica adequada, combate a incêndio; rede de esgoto e pavimentação, além de ações relacionadas à segurança, limpeza e estacionamento”.

A reunião contou ainda com as presenças dos presidentes da Associação Comercial de Feira de Santana e da CDL, Marcelo Alexandrino e Luís Mercês, respectivamente;  Sávio Sampaio, consultor do SEBRAE, os empresários Alfredo Falcão e Wilson Pereira e Delorme Martins, diretor do Centro de Abastecimento.

  •  

Prevenção: levantamento busca locais de risco de incêndio no centro da cidade

11/9/2018, 11:53h

A Secretaria de Trabalho, Turismo e Desenvolvimento Econômico, em parceria com a Defesa Civil, iniciou, na manhã de segunda-feira, 10, no calçadão da rua Sales Barbosa, um levantamento de situações de risco que podem resultar em incêndio. A medida visa preservar a segurança dos comerciantes e transeuntes, na área comercial da cidade.

O mapeamento, que deverá ficar pronto dentro de duas semanas, será encaminhado para o Ministério Público e Corpo de Bombeiros. O trabalho vai se concentrar em locais com maior número de lojas e do comércio informal, contemplando também a avenida Senhor dos Passos, Marechal Deodoro e vias de acesso.

Vários itens de segurança verificados

O coordenador municipal de Proteção e Defesa Civil, Pedro Américo, afirma que é observada a presença de hidrantes, se estão obstruídos e se estão em área de livre acesso para o Corpo de Bombeiros, bem como as estruturas dos imóveis e se há ligações clandestinas de energia. Na ação também é observada a presença de extintores nas lojas, além de identificar os ambulantes que trabalham com gás de cozinha.

“Em 2014 a Secretaria fez esse mesmo levantamento – Análise Preliminar de Risco, que foi encaminhado para o Corpo de Bombeiros.

Definida a necessidade

Diante das últimas reuniões sobre o centro comercial e em razão dos incêndios que ocorreram nessa região ficou definida a necessidade de atualizá-lo”, acrescenta o chefe da Divisão de Feira Livres, da Secretaria de Desenvolvimento Econômico, Cristiano Gonçalves

  •  

Comerciantes de produtos artesanais elogiam organização da Expofeira e apostam nas vendas

8/9/2018, 12:20h

O feriadão que se iniciou nesta sexta-feira, 7, com às comemorações da Independência do Brasil, aumentou as espectativas dos comerciantes do setor de artesanato do Parque de Exposição João Martins da Silva, em ampliar as vendas dos seus negócios.

A Exposição, que nesta edição não conta com a programação de grandes shows musicais, medida que foi tomada pelo prefeito Colbert Martins Filho, em decorrência do momento econômico que passa o país, com reflexos diretos na arrecadação dos municípios, tem sido bem avaliada pelos expositores, que apoiam a decisão do governo.

Bom movimento este ano

"Graças a Deus estamos tendo um bom movimento, nesta expofeira. Além de vender os nossos produtos, o cliente passa a conhecer as nossas lojas e, assim, a gente aumenta a nossa clientela", comemora Ton Moura (foto), proprietário da Bahia Pita Artesanato e do Palete e Cia.

O comerciante, cuja família trabalha há mais de trinta anos no Centro de Abastecimento com produtos de cerâmica, disse que o ano passado as vendas foram boas, "mas este ano está melhor, e sem os shows, então, ficou maravilhoso".

Esquema de segurança é um dos aspectos positivos

A regularidade do esquema de segurança planejado pela Secretaria de Prevenção à Violência, através da Guarda Municipal, é um dos aspectos positivos apontado por Rosa Bonifácio de Queirós (foto).

A comerciante de calçados de couro cru acredita que "as vendas devem aumentar bastante, agora, durante o feriadão, com o aumento do número de famílias visitando a Expofeira", disse.

Já a presidente da Associação dos Artesãos do Mercado de Arte Popular, Maria Catarina Almeida, elogiou a segurança prestada pela Guarda Municipal e a Polícia Militar, e sugeriu que a organização do evento volte a liberar o acesso pela frente do Parque João Martins.

Expositoras de moda praia comemoram

Dividindo o mesmo espaço, Lilian Lago e Flávia Nascimento (foto), expositoras de "moda praia", e de bolsas e conjuntos de cozinha e banheiro, respectivamente, disseram  que "estão vendendo desde o primeiro dia".

Com o feriadão, esperam aumento de 100% nas vendas

Demonstrando bastante otimismo, Camila Sales (foto), que viu as suas vendas crescerem, espera que "com o feriadão as vendas aumentem em 100%".

  •  

Departamento de Turismo da Prefeitura com programação cultural na Expofeira

7/9/2018, 15:37h

O Departamento de Turismo, da Secretaria Municipal de Trabalho, Turismo e Desenvolvimento Econômico, está presente na 43ª Exposição Agropecuária de Feira de Santana, a Expofeira 2018, no stand. O Mapa Turístico do Município está sendo distribuído aos visitantes.

Na próxima sexta-feira, 7, e no domingo, 9, último dia da mostra agropecuária, haverá uma programação cultural promovida pelo Governo Municipal, quando vão se apresentar, no stand da Setur, Ceará Repentista, aos finais da tarde e início da noite, e o cordelista Jurivaldo Alves, vestido de lampião – no final da tarde destes dois dias.

Na sexta-feira, no final da tarde, haverá samba de roda e forró com Carla. Celiah Zaiin, caracterizada de Maria Quitéria, vai estar no stand no domingo à tarde.

  •  

Iniciada atualização de dados dos camelôs para o Centro Comercial Popular

6/9/2018, 10:2h

O Sebrae iniciou a atualização de dados de todos os ambulantes cadastrados para o Centro Comercial Popular. A iniciativa é através de convênio firmado pela Prefeitura, por meio da Secretaria Municipal do Trabalho, Turismo e Desenvolvimento Econômico (Settdec).

O Inventário Social visa constatar a atual atividade do camelô, e se deseja manter ou mudar de atividade, bem como definir o tamanho dos espaços que pretende ocupar no futuro empreendimento do Centro Comercial Popular. Serão entrevistadas 1.800 pessoas já cadastradas. A previsão para a conclusão da pesquisa é de trinta dias.

“A partir da pesquisa será feita a setorização das atividades no Centro de Comércio Popular, bem como a definição dos espaços que serão ocupados pelos camelôs”, afirma o titular da Settdec, Antônio Carlos Borges Júnior.

Atualização dos dados

A atualização é através de formulário eletrônico e imediata. As informações ficarão armazenadas em banco de dados. O trabalho será feito pela  Cesto, empresa de consultoria contratada pelo Sebrae, que tem como coordenador o consultor  Alécio Mascarenhas (foto).

Logo após o inventário, as barracas recebem uma identificação através de um número, o que indica que já passaram pela pesquisa. Isso também vai ajudar a localizá-las no atual cadastro.

1.800 ambulantes cadastrados

O chefe da Divisão de Mercado e Feiras Livres, Cristiano Gonçalves, afirma que o cadastro dos camelôs foi feito no período de 2013 a 2016, através de biometria. Na época foram cadastrados 1.800 ambulantes – incluindo os permissionários do artesanato do Centro de Abastecimento.

“Fizemos esse trabalho no centro da cidade – a exemplo das ruas Sales Barbosa, Marechal Deodoro, Senhor dos Passos, Olímpio Vital e Getúlio Vargas, e nas ruas adjacentes, como a rua Recife, que dá acesso ao Centro de Abastecimento”, cita.

As informações coletadas serão repassadas para o Ministério Público e para o Consórcio Feira Popular.

  •  

Plano de Desenvolvimento Econômico de Feira deverá ficar pronto em nove meses

5/9/2018, 15:10h

Dentro dos próximos noves meses o Plano de Desenvolvimento Econômico de Feira de Santana deverá ser concluído pela Ernst Young, empresa contratada pela Superintendência de Desenvolvimento do Nordeste (SUDENE), para a realização de uma consultoria com vistas a diagnosticar as variantes econômicas e sociais do município.

O Projeto será coordenado pelo Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento (PNUD), agência líder da rede global de desenvolvimento das Organizações das Nações Unidas (ONU).

Convocadas pela Secretaria do Trabalho, Turismo e Desenvolvimento Econômico (SETTDEC), este ano já foram realizadas duas oficinas setoriais envolvendo vários segmentos da economia local, quando foram catalogadas informações específicas que vão contribuir para a elaboração do Plano de Desenvolvimento.

Em encontro realizado na manhã desta quarta-feira, 5, no Paço Municipal Maria Quitéria, com representantes da Consultoria Ernst Young, da ONU e da SUDENE, o prefeito Colbert Martins Filho considerou a iniciativa “um momento histórico, em que estamos tomando uma série de medidas para adequar Feira de Santana ao seu futuro, incluindo-a de maneira sustentável e ambientalmente neste importante Plano Econômico”.

Exemplo para outros municípios

Antônio Ribeiro (foto), Superintendente da SUDENE, pontuou que o órgão de planejamento investiu R$ 750 mil na contratação (via pregão licitatório) da empresa de consultoria Ernst Young, e que “o Plano de Feira de Santana inspirou outros municípios, a exemplo de Montes Claros, em Minas Gerais”.

Novos investimentos para cidade

O secretário Antônio Carlos Borges Júnior (SETTDEC - foto) disse que o Projeto “vai trazer novos vetores de investimentos para a cidade, contribuindo enormemente com indicações para que possamos embasar o nosso desenvolvimento econômico”.

A reunião contou com as participações de Frederico Lacerda, representante da ONU, em Salvador, Roberto Silva, sênior da Consultoria Ernst Young; os economistas José Farias e Paulo Guedes (SUDENE), os secretários Valdomiro Silva (Comunicação) e Carlos Brito (Planejamento), o vice-presidente da Federação das Indústrias da Bahia (FIEB), João Batista Ferreira, além de representantes da imprensa.

  •  

Colbert autoriza muro e prevê outras medidas para segurança do Centro de Abastecimento

3/9/2018, 19:2h

O Centro de Abastecimento de Feira de Santana, um dos maiores entrepostos comerciais do Nordeste, começa a receber intervenções para melhoria da segurança no local. A prefeitura iniciou nesta segunda-feira, 3, a construção de um muro no trecho próximo ao canal de macrodrenagem, na avenida Padre José de Anchieta – avenida Canal, como é também conhecida.

Essa é a primeira de uma série de medidas que vão ser adotadas pelo prefeito Colbert Martins Filho no sentido de ampliar a segurança de comerciantes e frequentadores do espaço. De acordo com o chefe do Executivo, um próximo passo será fixar um horário para encerrar as atividades do dia no Centro de Abastecimento.

O secretário de Trabalho, Turismo e Desenvolvimento Econômico, Antônio Carlos Borges Júnior, diz que o muro vai dar mais maior controle de acesso ao local, principalmente dificultando o acesso de vândalos e marginais. Segundo ele, a ação está sendo fruto de entendimento da administração do equipamento com os comerciantes ali estabelecidos. A medida vai proporcionar também melhor organização a entrada e saída de veículos.

O prefeito Colbert Martins Filho disse que está determinado a provocar uma grande mudança no Centro de Abastecimento e a segurança é um dos pilares desse projeto. Informa que além do muro, virão outras melhorias, a exemplo da ampliação do videomonitoramento naquela área.

O muro é parte fundamental para melhorar a segurança interna no local, conforme o prefeito. Uma parte, aqui já tem um obstáculo natural, que é o canal de macrodrenagem. Mas este trecho cercado por arames será substituído por um muro de quase 100 metros de comprimento. Segundo ele, o Centro de Abastecimento deverá contar com apenas duas entradas, “controladas, monitoradas e vigiadas permanentemente”.

A obra vai ser realizada pela equipe de operários da própria Prefeitura. Com 2,5 metros de altura, o muro vai ter pelo menos uma área de acesso para carga e descarga.

  •  

Itabunenses realizam turismo pedagógico e cultural durante três dias em Feira de Santana

3/9/2018, 11:28h

Estudantes do Colégio São José da Ação Fraternal, de Itabuna, vieram a Feira de Santana na última sexta-feira, 30, onde permaneceram até este domingo, 2, para visitar a cidade e conhecer um pouco mais sobre a história do município. O Museu Parque do Saber, o Mercado de Arte Popular e o Paço Municipal Maria Quitéria (sede da Prefeitura) foram alguns dos locais escolhidos para a visita.

Exemplo de mobilidade urbana

“Há dez anos, incluímos Feira no projeto interdisciplinar desenvolvido pela escola por considerarmos a cidade rica no contexto cultural e de arte e, hoje, também exemplo em mobilidade urbana”, observa a coordenadora da unidade, Tereza Cristina Fidelis, observando o que o município também dispõe de um expressivo comércio e parque industrial.

Diversidade de informações

Segundo o professor de Geografia, Emanoel Ferreira, a cada ano que vem a Feira de Santana novos espaços da cidade são explorados para construção do conhecimento. “Aqui há uma diversidade de informações muito grande. Os alunos percebem in loco o que aprenderam na teoria em sala de aula e passam a perceber que aquele conteúdo, independente da área que optarem profissionalmente, se fará presente”, acrescentou elogiando a receptividade do feirense aos visitantes.

Planetário do Parque do Saber

“Aprendemos a identificar algumas constelações e como nos direcionar pelas estrelas (como faziam antigamente). Eu estou sem palavras e maravilhada pela beleza do nosso universo”, diz a estudante Maria Luiza Adry, após conhecer o Planetário do Parque do Saber, onde assistiu a um filme sobre o universo.

Adquire ainda mais conhecimento

Atento a história de Lampião, relatada pelo cordelista Julivaldo Alves, o estudante Gabriel Fernando falou da sua experiência em visitar a Feira de Santana. “Aprendi muita coisa interessante. A gente deixa a cidade na certeza que adquirimos ainda mais conhecimento”, acentua.
Por meio das redes sociais, os pais também acompanharam os estudantes, que irão produzir um Diário de Bordo, além de exposições fotografias e seminários. A visita ao Mercado de Arte foi acompanhada pela diretora de Turismo, Graça Cordeiro.  

Prefeito destacou importância do conhecimento tecnológico

Na tarde de sexta-feira, o grupo conheceu o Paço Municipal Maria Quitéria, sede do governo municipal, e foram recepcionados pelo prefeito Colbert Martins Filho em seu gabinete. Em conversa com os estudantes, o gestor municipal falou sobre o funcionamento da estrutura administrativa do município, que conta com 26 secretarias e autarquias. 

Na oportunidade, o prefeito também incentivou os alunos a se aprofundarem na busca de conhecimento, especialmente na área de tecnologia. "O mundo avança muito rápido. E quem não tem conhecimento não consegue acompanhar", observa. Colbert também destacou a importância da leitura. "O livro continua sendo uma ferramenta indispensável. A leitura melhora o ser humano", completa.

  •  

Comerciantes do Mercado de Arte Popular discutem a revitalização do espaço

21/8/2018, 22:53h

Com uma pauta de reivindicações que inclui desde o uso dos sanitários, o controle mais racional da sonorização, segurança, inserção do entreposto no roteiro turístico das agências de viagem, entre outros, os comerciantes do Mercado de Arte Popular se reuniram com o prefeito Colbert Filho, na tarde desta segunda-feira, 20.

A comissão formada por cinco permissionários do MAP foi encabeçada pela presidente da Associação dos Artesãos de Feira de Santana, Lícia Maria Jorge. 

A revitalização deste entreposto, considerado um dos principais cartões postais do artesanato e da diversidade cultural da região, de acordo com o prefeito, se encontra nas discussões que o Governo do Município vem mantendo sobre o projeto de reforma do Centro da cidade.

No encontro, que teve a participação do secretário Antônio Carlos Borges Júnior (Trabalho, Turismo e Desenvolvimento Econômico), os comerciantes também solicitaram mudanças no tempo destinado ao estacionamento dos ônibus de turismo e uma regulamentação no horário dos shows realizados no espaço.

  •