SECRETARIA MUNICIPAL DE EDUCAÇÃO

Prefeito Colbert Martins Filho entrega à comunidade mais duas escolas reformadas

17/6/2019, 17:39h

Mais duas escolas da Rede Municipal de Educação vão ser entregues à comunidade. Nesta terça-feira, 18, será a vez da Escola Municipal Otaviano Ferreira Campos, localizada na Fazenda Pedra da Canoa, distrito de Ipuaçu. Já na quarta-feira, 19, o bairro Tomba receberá a Escola Municipal Valdemira Alves Brito.

Os dois atos de reinauguração acontecem às 15:00, quando o prefeito Colbert Martins Filho e sua comitiva visitam as unidades de ensino. A Otaviano Campos, que conta com duas salas de aula, ganhou uma cozinha mais ampla, pintura, revisão elétrica, hidráulica, um novo sanitário para pessoas com deficiência e banheiro. Além disso, a escola dispõe de depósito, muro e nova fachada, de acordo com o padrão arquitetônico da Prefeitura. A escola oferece o Ensino Fundamental.

Após reforma e ampliação, todas as dez salas de aula da Escola Valdemira Brito passam a ser mais arejadas e iluminadas. Em um novo anexo, na mesma área, estão alocadas a diretoria, sala de informática, sala dos professores e sanitários. A unidade de ensino ganhou uma nova quadra poliesportiva equipada com vestiários masculino e feminino.

A escola também terá biblioteca, Sala de Recursos Multifuncionais, nova cozinha, refeitório ampliado, três banheiros adaptados para pessoas com necessidades especiais, secretaria, sala multimídia, depósito e despensa.

Além destas reinaugurações, outras escolas municipais estão em fase final, como é o caso da Horácio Silva Bastos, do bairro Caseb, e o Centro Integrado de Educação Municipal Professor Joselito Falcão de Amorim, no centro.

  •  

Combate ao trabalho infantil mobiliza alunos da Escola Municipal João Duarte Guimarães

14/6/2019, 14:2h

“Criança não trabalha, criança avança, cresce, estuda e se diverte”. Este foi o grito de guerra dos estudantes da Escola Municipal João Duarte Guimarães, do distrito de Humildes, durante a mobilização pelo Dia Mundial de Combate ao Trabalho Infantil, transcorrido nesta quarta-feira, 12. A ação integrou as atividades do Prêmio MPT na Escola 2019, do Ministério Público do Trabalho, que reúne 15 unidades de ensino da Rede Municipal de Educação.

A iniciativa é do MPT, com o apoio do Governo do prefeito Colbert Martins Filho através das secretarias municipais de Educação e Desenvolvimento Social. O objetivo do prêmio é promover a conscientização e sensibilizar a comunidade escolar sobre os riscos do trabalho infantojuvenil. As escolas foram escolhidas com base em 15 áreas localizadas próximas aos Centros de Referência de Assistência Social, CRAS, do município.

As escolas foram orientadas a realizar mobilizações de diferentes tipos, com propostas lúdicas e de conscientização para os estudantes. Na João Duarte, os estudantes fizeram apresentações culturais, com dramatizações, paródias e declamação de poesia. Ao final, alunos e professores se reuniram em um protesto, empunhando cartazes pela área da unidade de ensino.

A preparação para as atividades foi de forma interdisciplinar. Os estudantes tiveram contato com a temática nas aulas de Artes, Língua Portuguesa, História e até mesmo Matemática.

“Sabemos que o trabalho infantil é uma questão cultural enraizada na nossa comunidade”, destaca a professora Jucinalda da Paz Lacerda (foto), diretora da escola. “Começamos com a conscientização desde o mês de abril e, desde então, ouvimos diversos relatos de crianças que trabalham com intuito de ajudar os pais. Todos consideram isso normal. Precisamos esclarecer para eles que isto não é bom para o futuro da criança e falar das consequências”, alerta.

Segundo Jucinalda, o trabalho pode expor crianças e adolescentes a situações de vulnerabilidade, além de atrapalhar o desenvolvimento deles. “Ficam muito expostos e frequentam menos a escola, costumam se sentir mais cansados e não rendem como deveriam. Uma das consequências são as situações de distorção idade-ano”, atesta.

Parte dos estudantes reconhece os riscos. “Já acompanhei minha mãe algumas vezes no trabalho durante os sábados, mas nunca em dia de aula. Sei que tem crianças em situações que não deveriam estar e que ajudar nossos pais não pode atrapalhar nossos estudos e nossa vida”, opina Alisson da Conceição Soares (foto), do 4º ano.

  •  

Nomeados mais 370 professores para atuar na Rede Municipal de Educação

12/6/2019, 18:56h

Mais 370 professores foram nomeados pelo prefeito Colbert Martins Filho para atuar na Educação Infantil e no Ensino Fundamental da Rede Municipal de Educação; o ato foi publicado na edição de número 1023 do Diário Oficial Eletrônico do município, nesta terça-feira, 11. O decreto pode ser acessado no seguinte link: http://www.diariooficial.feiradesantana.ba.gov.br.

Ao todo, foram nomeados 317 professores de Pedagogia e 53 de outras áreas específicas, dos quais 17 são de Língua Portuguesa; 13 de Matemática; nove de Ciências; sete de História; seis de Educação Física; e um de Arte.

  •  

Coordenadoras pedagógicas aprendem a gerir sala de aula virtual

12/6/2019, 14:51h

Incrementar o elo comunicativo entre professores, gestores e coordenadores pedagógicos. É este o objetivo da formação sobre ferramentas educacionais da Google, oferecida pelo Núcleo de Tecnologias, Nutec, da Secretaria de Educação da Prefeitura de Feira de Santana. Iniciada na última semana, a capacitação segue até esta quarta-feira, 12; a formação é destinada aos coordenadores pedagógicos das escolas municipais. 

Durante estes encontros, os técnicos do Nutec vêm tratando do Google Sala de Aula. A ferramenta permite a criação de um ambiente virtual em que a equipe pedagógica de uma escola pode criar uma turma e inserir planejamento, estabelecer atividades, dar orientações, etc. – tudo acompanhado pelo olhar do coordenador pedagógico. Professores e alunos têm acesso à classe; os pais podem receber resumos das atividades realizadas. 

O Governo do prefeito Colbert Martins Filho, através da Secretaria de Educação, aderiu ao programa G Suite for Education. Nele, a Google disponibiliza recursos educacionais gratuitamente para instituições de ensino, a exemplo do Google Sala de Aula. Com a última etapa, a ser realizada nesta quarta-feira, as coordenadoras completam as quatro aulas presenciais do curso. Ao todo, é oferecida carga horária de 45 horas. O restante da formação é ministrado em vídeos-aulas, disponibilizadas na Internet.

Segundo João Mota, técnico do Nutec e um dos formadores da capacitação, o objetivo destes encontros é transformar as coordenadoras em multiplicadoras do conhecimento adquirido e motivar o uso das ferramentas em suas escolas.

Para Manoela Guimarães, coordenadora pedagógica da Escola Municipal Padre Giovanni Ciresola, do bairro Cidade Nova, as classes virtuais otimizam o relacionamento entre os profissionais do setor. “Acho uma boa ideia por que podemos compartilhar propostas e planejamentos, além de dar feedbacks às atividades realizadas na plataforma pelos professores”, destacou.

  •  

Profissionais da equipe técnica de educação da Prefeitura participam de evento do Instituto Ayrton Senna

12/6/2019, 10:58h

Os processos de alfabetização de qualidade alinhados a uma perspectiva de educação integral foram o tema central do evento promovido pelo Instituto Ayrton Senna, nesta segunda-feira, 10, no distrito de Pinheiros, São Paulo, do qual participaram duas das profissionais da equipe técnica da Secretaria de Educação da Prefeitura de Feira de Santana.

Intitulado “Alfabetização 360°: uma proposta para a educação do século 21”, o evento reuniu contribuições e reflexões sobre a implementação da Base Nacional Comum Curricular (BNCC) nos anos iniciais do Ensino Fundamental. Acompanharam a discussão as professoras Jozelia Araujo, diretora do Departamento de Ensino, e Karina Macedo de Assis, do Núcleo de Alfabetização de Feira de Santana, NAFS, ambas as divisões da Seduc.

As professoras coordenam no âmbito do município iniciativas do Instituto Ayrton Senna, promotor do evento, com foco na alfabetização e na distorção idade-ano, ambas desenvolvidas nas escolas da Rede Municipal.

Além dos relatos de experiências, as discussões enfocaram temas como as políticas de alfabetização relacionadas à experiência do Instituto Ayrton Senna; o diagnóstico da alfabetização no Brasil e a importância da educação integral; a proposta da Alfabetização 360° e sua importância para aumentar a eficácia das redes para garantir alfabetização plena.

  •  

Estudantes da Escola Lídice Barros conhecem mais sobre sustentabilidade e a defesa da natureza

10/6/2019, 14:39h

Em comemoração ao Dia Mundial do Meio Ambiente - transcorrido no dia 5 de junho - os estudantes da Escola Municipal Professora Lídice Antunes Barros, do bairro Santo Antônio dos Prazeres, participaram de exposições e palestras sobre o tema.

Os estudantes tiveram contato com temas importantes sobre sustentabilidade  e a defesa da natureza. O evento aconteceu na última terça-feira, 4, e fez parte de várias ações desenvolvidas pelo Governo do prefeito Colbert Martins Filho em prol do Dia do Meio Ambiente. 

O chefe da Divisão de Educação Ambiental da Secretaria Municipal de Meio Ambiente, João Dias, falou para os estudantes do Ensino Fundamental I sobre a proliferação do mosquito Aedes aegypti, transmissor da dengue. “É importante sempre lembrarmos e estarmos atentos aos possíveis focos, levar pra casa essa consciência de que não podemos deixar água parada”.

João Dias também alertou sobre a importância do cuidado com a água e da limpeza das ruas. “O lixo polui a nossa água potável. Quando sujamos o meio ambiente, estamos nos prejudicando de diversas formas”, adverte.

“Uma vez vi um vaso de planta cheio de água parada, troquei por terra pra evitar que atraísse dengue”, conta o estudante Michael Lira Santana, do 3º ano. “Já vi ‘passando’ até na televisão sobre isso, então sempre aviso a minha família pra que ninguém deixe água onde não pode”, afirma.

O evento contou com uma exposição sobre os recursos hídricos de Feira de Santana, com maquetes, artesanatos e banners, apresentados pelo diretor de Meio Ambiente da SEMMAM, Hiran Freire.

De acordo com as Diretrizes Curriculares Nacionais para a Educação Ambiental, esta deve ser abordada de forma transversal no currículo das escolas. “Os temas sobre meio ambiente não devem ser trabalhados apenas em um dia, de forma pontual. As unidades de ensino trabalham isso de forma contínua, o Dia do Meio Ambiente é mais uma data para se relembrar da sua importância”, explica a professora Janaina Nascimento, coordenadora do currículo de Ciências e Educação Ambiental da Secretaria de Educação.

  •  

Colbert entrega à comunidade a nova Escola Municipal Marília Queiroz Silva

7/6/2019, 14:58h

Ao custo de R$ 668.537,24, a Escola Municipal Marília Queiroz Silva foi entregue aos moradores do Conjunto Nova Esperança pelo prefeito Colbert Martins Filho, inteiramente nova, após passar por uma ampla reforma e ampliação da sua estrutura física, cujas obras iniciaram-se acerca de um ano.

O educandário, fundado há 36 anos, atendia a uma clientela de  setenta alunos nos cursos de Educação Infantil e do Ensino Fundamental. Com a ampliação, o equipamento ganhou uma creche (atendendo a uma velha reivindicação das famílias locais), passando de três para sete salas de aula, ampliando a oferta de vagas para 300 alunos, em regime de dois turnos.

O projeto, executado pela G.M.C Construtora (vencedora do processo de licitação pública), também contemplou a implantação de uma brinquedoteca, refeitório, banheiros feminino e masculino, sala de informática, construção de um novo parque infantil; centrais telefônica e de informática.

Todo o telhado do educandário foi substituído por telhas metálicas termo acústicas (tipo sanduíche), enquanto modernas plantas dos sistemas elétrico e hidráulico substituíram as que as que já se encontravam obsoletas, pelo tempo de uso. O piso da velha escolha foi inteiramente removido e substituído por um piso de alta resistência.

Também as esquadrias foram trocadas por novas janelas e basculantes de vidro e, por questão de segurança, o muro que circunda a escola teve a sua altura elevada. A nova fachada, assim como todo o prédio, ganhou  uma nova pintura, alegre e colorida,  e um passeio com piso moderno.

Ao lado do ex-prefeito José Ronaldo de Carvalho, que deu o “ponta pé” inicial para a reforma do equipamento, e da secretária de Educação, Jayana Ribeiro, o prefeito Colbert Martins Filho agradeceu ao antigo gestor, sublinhando que “o importante é que, todos nós queremos o bem de nossa cidade, estamos sempre trabalhando e dando continuidade para trazer melhorias para a população, como esta escola que vai servir a atual e as futuras gerações”.

Histórico

A Escola Marília Queiroz Silva foi inaugurada em janeiro de 1983, tendo como prefeito o professor José Raimundo de Azêvedo, e Erasmo Lima como secretário de Educação. O responsável pela execução da obra foi o atual prefeito Colbert Martins da Silva Filho, à época superintendente da Surfeira, extinta autarquia com o perfil administrativo da atual Secretaria de Desenvolvimento Urbano (Sedur).

Além da presença de pais de alunos e pessoas da comunidade, o ato contou com as presenças de secretários municipais, lideranças políticas e comunitárias.

  •  

Prefeito Colbert Martins Filho entrega escolas em Ipuaçu e bairro Nova Esperança

5/6/2019, 23:22h

Após reforma, duas escolas da Rede Municipal de Educação vão ser entregues à comunidade esta semana. O primeiro ato de reinauguração acontece esta quinta-feira, 6, quando o prefeito Colbert Martins Filho e comitiva visitam a Escola Municipal Otaviano Ferreira Campos a partir das 9:00. A unidade de ensino fica na Fazenda Pedra da Canoa, no distrito de Ipuaçu. Já na sexta-feira, 7, às 8h30min., vai ser reinaugurada a Escola Municipal Professora Marília Queiroz Silva, no bairro Nova Esperança.

A Otaviano Campos, que conta com duas salas de aula, ganhou uma cozinha mais ampla, pintura, revisão elétrica, hidráulica, um novo sanitário para pessoas com deficiência e banheiro. Além disso, a escola dispõe de depósito, muro e nova fachada, de acordo com o padrão arquitetônico da Prefeitura. A escola oferece o Ensino Fundamental.

Já a Marília Queiroz Silva, que atende a alunos da Educação Infantil, tem sete salas de aula, sala do soninho, sala multiuso, sala de recursos multifuncionais, brinquedoteca, área de serviço, cozinha, cantina, despensa e refeitório, dez banheiros e mais um para pessoas com deficiência. A unidade de ensino também conta com ambiente administrativo, sala dos professores, diretoria e secretaria.

Além destas duas entregas à comunidade, outras escolas municipais estão na fase final de reforma, como é o caso da Valdemira Alves Brito, no Tomba; Horácio Silva Bastos, no Caseb; e o Centro Integrado de Educação Municipal Professor Joselito Falcão de Amorim, que fica no centro.  

  •  

Estudantes de escola municipal selecionadas para "Toda Menina Baiana"

4/6/2019, 16:19h

Feira de Santana está contemplada em "Toda Menina Baiana", uma série para a TV que apresenta a diversidade baiana e que vai ajudar a compor esse painel de jovens que serão as futuras "mulheres baianas".

Duas estudantes da Escola Municipal Maria Antônia Costa - Amanda Ellen da Silva Gomes e Kauane Borges dos Santos, ambas com 15 anos -, foram selecionadas para participação como protagonistas de um episódio da série, que vai acompanhar um dos principais ritos de passagem da adolescência: o aniversário de 15 anos - no caso, a oitava edição da festa "15 Primaveras", organizada pela escola. Gravações já foram feitas, no final de maio, na escola e na casa das meninas.

O projeto é dirigido por Cecilia Amado, neta do escritor Jorge Amado, do filme "Capitães de Areia" (2011),  produzido por Sylvia Abreu e Ana Luiza Campos, em uma co-produção entre as produtoras Truque, Tenda dos Milagres e Meu de Peixe.

A série vai dialogar com essas meninas que completam seus 15 anos para investigar quais são seus sonhos e expectativas, o que trouxeram de sua infância e o que levam para a vida como representantes de uma nova geração de mulheres.

Depois da fase de pesquisa e pré-produção, a procura por estas personagens com suas histórias de vida únicas e especiais.

  •  

Governo Municipal lança a Proposta Curricular de Ensino Fundamental

4/6/2019, 8:3h

Resultado da soma de esforços que desde 2013 vem mobilizando professores, diretores e secretários da Rede Municipal de Ensino, a Proposta Curricular de Ensino Fundamental foi lançada pelo prefeito Colbert Martins Filho, na tarde desta segunda-feira, 3, no Teatro Margarida Ribeiro.

Este importante documento para a unificação da política educacional do Município, é o resultado de uma série de encontros de estudos entre os professores da rede, através de subprogramas simbolizando uma gama de saberes.

Este trabalho, considerado histórico pela secretária de Educação, Jayana Ribeiro, sobretudo pelo  número de profissionais que se debruçaram sobre o tema, permitiu a produção de um documento que, conectado com as discussões pedagógicas mais atuais, será usado como incentivo e referência para o trabalho desenvolvido em sala de aula pelos professores.

Esta grande mudança na prática pedagógica sinalizada pela Proposta Curricular, no entendimento do prefeito Colbert Filho "é uma proposta para que as pessoas possam aprender o que for transmitido, e que os professores possam avançar na maneira de ensinar".

  •