SECRETARIA MUNICIPAL DE EDUCAÇÃO

Lançada 11ª Feira do Livro, patrimônio imaterial da Bahia

30/8/2018, 19:24h

Declarada patrimônio imaterial cultural do estado da Bahia, a 11ª Feira do Livro – Festival Literário e Cultural de Feira de Santana teve sua cerimônia de lançamento realizada na manhã desta quinta-feira, 30, na Sede do Serviço Social do Comércio (Sesc). De volta às suas origens, neste ano, o evento será realizado entre os dias 25 e 30 de setembro na Praça Padre Ovídio - local onde aconteceram as suas duas primeiras edições.

Foi sancionada no dia 11 de maio de 2018 a Lei 13.934/2018, que declara o Festival Literário e Cultural de Feira de Santana, a Feira do Livro, como patrimônio cultural imaterial do Estado da Bahia. A determinação foi publicada no Diário Oficial do Estado da Bahia, edição nº 22.416, no dia 12 de maio.

Feira de Livro tem nova sigla

Buscando enfatizar o início de uma nova fase para o Festival, além da mudança de local, foi adotada para o evento a sigla “Flifs”, que denomina a Feira do Livro de Feira de Santana. “Para a sigla, utilizamos cores vibrantes que dialogam com o intuito de tornar evidente a atmosfera de encantamento que permeia todo o evento”, afirma a coordenadora do evento, Eliana Carlota Marques Lima.

Feira é fruto de parcerias

A Feira do Livro é realizada pela Universidade Estadual de Feira de Santana (UEFS) em parceria com Secretaria Municipal de Educação e Arquidiocese de Feira de Santana e conta com apoio de diversas instituições. Apresentações culturais, contação de histórias, literatura de cordel, exposição e vendas de livros, mesas redondas, oficinas e shows fazem parte da programação da sua 11ª edição.

Construção do saber

O reitor da UEFS, Evandro do Nascimento Silva, destacou a importância do evento para público feirense. “A Feira do Livro é da comunidade feirense. Sabemos a importância que a universidade pública tem na construção do saber, na produção de conhecimento, para mudar a vida de pessoas, e formar leitores é importante para possamos ter dias melhores”, declarou o reitor.

Seduc em todas as edições

A secretária de Educação, Jayana Ribeiro, declarou sua satisfação pela Secretaria ter participado de todas as edições da Feira do Livro. “Buscamos sempre dar nosso apoio. Nossos alunos realizam apresentações culturais no evento e, há quatro anos, conquistamos os vales-livros para que eles e os professores pudessem adquirir livros de acordo com seus gostos”, afirmou a secretária.

Personalidades homenageadas

Personalidades feirenses darão nome aos mais diversos setores da Feira do Livro. Serão eles: A praça do cordel José Carlos Barreto de Santana, reitor da Universidade da Universidade Estadual de Feira de Santana entre 2007 e 2015; Arena Ana Angélica Morais, professora; Auditório Luiz Pimentel, jornalista e escritor; Palco Washington Almeida Moura, vice-reitor da UEFS entre 2007 e 2011; e Passarelas dos Expositores Renato Galvão, centenário, e Lélia Vitor Fernandes, pesquisadora e escritora.

A solenidade de lançamento foi marcada por apresentações de alunos do coral e flautistas do projeto do Sesc, Habilidades de Estudo, e do grupo Observatório de Contação de História, promovido pelo Grupo de Estudo e Pesquisa em Currículo e Formação do Ser em Aprendizagens (FORMARSER)  do Departamento de Educação da UEFS, que, com muita música e bom humor, contaram várias histórias ao público presente.

  •  

Professores desenvolvem programas para aula de inglês na escola

30/8/2018, 11:50h

O uso de ferramentas tecnológicas na sala de aula favorece a aprendizagem. E a partir desta compreensão, professores que dão aula de Língua Inglesa estão desenvolvendo conteúdos para as aulas em programas de computadores. Eles participaram na quarta-feira, 29, da segunda parte do workshop “Do It Yourself - Faça Você Mesmo: Eu, Autor (a)”. A atividade aconteceu no ônibus digital da Secretaria Municipal de Educação.

No veículo, os professores colocaram em prática os conteúdos estudados na primeira etapa do workshop. A atividade foi desenvolvida pela professora mestra Andreia Machado Castiglioni de Araújo, da equipe técnica da Seduc, durante a formação das atividades complementares oferecidas aos profissionais da Rede Municipal de Educação.

Tecnologia em prol do desenvolvimento

“É importante que os professores usem a tecnologia em prol do desenvolvimento dos alunos em sala de aula, que eles saibam como lançar mão dessas ferramentas e que também possam ter autonomia para adequar os conteúdos às demandas da sala de aula”, defende Andreia. “As ferramentas tecnológicas favorecem o estímulo visual, auditivo e interativo dos estudantes”, aponta.

O workshop abordou o uso de ferramentas como a lousa digital; apresentações interativas em programas como o Prezi; o uso de materiais didáticos-pedagógicos através do Canvas e do Publisher – programas de computadores – e ainda a produção de objetos educomunicativos a partir do Ardora.

  •  

Escola Municipal Chico Mendes incentiva leitura de cordel

29/8/2018, 10:23h

Os estudantes do quarto ano da Escola Municipal Chico Mendes estudaram durante os meses de julho e agosto a sequência didática “encantos de cordel”. A atividade é uma oportunidade para os estudantes terem contato com uma das mais expressivas e marcantes formas de cultura nordestina: a literatura de cordel.

Os estudantes aprenderam sobre a articulação das várias linguagens - verbal, oral, escrita, musical e gráfica no cordel. Outro traço importante é o acesso a temas diversificados que são abordados nos folhetos. 

De acordo com a professora Thagliany Lopes, coordenadora pedagógica da escola, a iniciativa promoveu “um contato dos estudantes com a cultura popular, já que valoriza e incentiva o respeito à multiculturalidade do nosso país. Também difunde os significados de coletividade e experiência, presentes na produção do cordel”, argumenta.

  •  

Vagas para professor de língua portuguesa são as mais disputadas no concurso da Prefeitura

29/8/2018, 8:55h

As cinco vagas oferecidas pelo município para professor de língua portuguesa serão, proporcionalmente, as mais disputadas no concurso público que será realizado pela Prefeitura de Feira de Santana. Serão 210 candidatos por vaga – 1.050 se inscreveram para o cargo.

As provas objetivas língua portuguesa, conhecimento específico e de redação, com 50 questões, serão aplicadas no dia 2 de setembro. Locais e horários serão divulgados nos próximos dias. A carga de trabalho será de 20 horas semanais e o vencimento inicial será de R$ 2.009,13, bruto.

Um segundo desdobramento da disputa será a divisão da oferta das vagas – relativizar a disputa. No caso de língua portuguesa, duas foram destinadas à ampla concorrência, uma será disputada por quem se declarou negro ou índio e mais duas para os egressos de escola pública ou bolsistas.

As 60 vagas para pedagogo foram as mais procuradas, com 7.581 inscrições – a média da concorrência será de 126 pessoas. As cinco vagas para professor de arte serão as menos disputadas, com média de 30 candidatos, no geral, para cada um dos postos oferecidos.

A média da disputa pelo cargo de professor de geografia será de 153 por vaga, de 148 para matemática, de 135 para ciências, 118 para geografia e de 76 para professor de educação física. No geral, 11.897 candidatos estão habilitados a fazer as provas, média geral de 119 por uma das cem vagas.

  •  

Estudante da rede municipal premiado na Olimpíada Brasileira de Matemática

28/8/2018, 11:22h

O estudante feirense Fábio Fernandes dos Santos, de 13 anos, de 7º ano do Centro de Educação Básica da UEFS (CEB), recebeu a medalha de bronze por sua participação na 13ª Olimpíada Brasileira de Matemática das Escolas Públicas (OBMEP) de 2017. Alunos de várias escolas da Rede Municipal receberam menção honrosa. A solenidade de entrega dos prêmios foi na tarde de segunda-feira, 27.

O jovem pretende se tornar programador de computação. Na microrregião de Feira de Santana, o número de alunos destacados, com premiação ou menção honrosa, no ano passado, foi 140.

Fábio Fernandes dos Santos conta que, para ele, a matemática é uma das disciplinas mais simples. “Até agora, tenho me dado bem”, afirma o estudante que também se classificou para a segunda fase da edição de 2018 da Olimpíada.

Mais seis estudantes premiados

Além de Fábio, mais seis estudantes de Feira de Santana, dentre públicas e privadas, receberam medalhas na solenidade de premiação regional da 13ª Olimpíada, que aconteceu no auditório da Universidade Estadual de Feira de Santana, UEFS.

Os demais estudantes premiados são das escolas Centro de Educação Básica, Colégio da Polícia Militar Diva Portela, Colégio Estadual Juiz Jorge Faria Góes, Colégio Estadual Teotônio Vilela, Colégio Estadual Reitor Edgard dos Santos e Colégio Nobre. Ao todo, 19 alunos de escolas da microrregião de Feira de Santana também foram reconhecidos com medalhas de ouro, prata ou bronze.

Escolas da Rede Municipal

De Feira, outros 42 alunos ganharam a menção honrosa por participação destacada, dentre os quais, nove alunos do CEB; dois da Escola Chico Mendes; um da Escola Antônio Alves Oliveira; e um do Centro de Educação Monteiro Lobato, todas da Rede Municipal.

Eles receberam o certificado das mãos da professora Rosemeire Oliveira, chefe da Divisão de Educação Especial da Secretaria Municipal de Educação, que representou a secretária de Educação, Jayana Ribeiro, na solenidade. Já na microrregião, 79 estudantes contaram com menção honrosa.

Festival de Matemática 

A professora Erika Medeiros, diretora do CEB, conta que a unidade de ensino já desenvolve projetos dentro do âmbito da disciplina com os alunos, como o Festival de Matemática. “O desempenho de Fábio nas duas Olimpíadas é também uma consequência do nosso trabalho. Então é uma honra para nós vê-lo receber este prêmio”, declara a diretora. O Centro recebeu um kit didático, fornecido pela Olimpíada.

Objetivo é encontrar talentos

A professora Arly Carvalho de Oliveira, coordenadora regional da OBMEP falou sobre o impacto positivo que a Olimpíada tem na vida de muitos estudantes. “O número de alunos e cidades participantes cresceu nesses 13 anos. Há alunos do interior que foram descobertos graças à OBMEP, portanto, encontrar talentos é um objetivo que tem sido cumprido”, avalia.

  •  

Brinquedos podem ser utilizados para ensinar conceitos matemáticos

24/8/2018, 17:23h

“No jogo pega-varetas, como cada vareta confere uma determinada pontuação, fazer o registro dessa pontuação é uma estratégia que pode ser adotada pela Educação Infantil para explicar a quantificação em números”. A afirmação é da professora Darlene Lima, da equipe técnica da Secretaria de Educação, durante o encontro formativo com as coordenadoras pedagógicas. A formação aconteceu nesta quinta-feira, 23, na sede da Faculdade Uninassau.

“Neste jogo, podemos exercitar a concentração, coordenação motora, mas também inferir sobre o registro quantitativo”, orienta Darlene. Estimativa, estatística e análise combinatória foram alguns dos conceitos da matemática abordados durante a formação que tem por objetivo motivar a disseminação desse conhecimento.

Outra brincadeira utilizada como exemplo foi a corrida de carrinhos, momento em que as professoras poderiam avançar seus veículos em número de ‘casas’ a partir do mesmo número obtido nos dados. “Desse modo, podemos explorar o mundo dos números ordinais. Primeiro, segundo e terceiro colocados, e assim por diante. Então vemos como o número serve para ordenar, quantificar, medir, comparar, etc.”, completa.

  •  

Cartão do concurso de professor vai ser liberado nessa sexta-feira

24/8/2018, 10:30h

O cartão de informação do candidato para o concurso para professor da rede municipal de Feira de Santana vai estar disponível no site www.aocp.com.br, a partir das 15h desta sexta-feira, 24. Nele constam o local e o horário onde a prova objetiva e a redação serão aplicadas.

As provas serão realizadas no domingo dia 2 de setembro. Os portões dos locais onde as provas vão ser aplicadas serão abertos às 7h15 e fechados às 8h15, observando o horário local. As provas serão distribuídas 15 minutos depois, às 8h30.

Chegar com 1h de antecedência

O candidato deverá chegar ao local indicado no seu cartão com antecedência mínima de uma hora do horário fixado para o fechamento do portão, munido de caneta esferográfica de tinta azul ou preta, transparente, portando documento original oficial de identificação com foto e do cartão de informação do candidato

A identificação do local de realização da prova é de responsabilidade exclusiva do candidato, não podendo o mesmo realiza-la em desconformidade com as disposições estabelecidas no edital.

Quase 12 mil inscritos no concurso

Os candidatos terão quatro horas para responder a prova objetiva e escrever a redação – incluindo neste tempo a marcação da folha de resposta.

O número de inscritos chegou a 11.897, sendo que as vagas mais disputadas serão para o cargo de professor de língua portuguesa, com 210 candidatos por uma das cinco vagas.

  •  

Escolas da rede municipal recebem novo mobiliário

24/8/2018, 10:15h

As escolas da Rede Municipal de Educação vão receber novo mobiliário. A lista é grande: carteiras universitárias, mesas para professor, armários roupeiros, arquivos, longarinas, conjuntos de refeitório infantil e adulto com 10 cadeiras, conjuntos de educação infantil com quatro cadeiras, estantes para biblioteca, brinquedotecas, quadros brancos, conjuntos para biblioteca com quatro cadeiras - adulto e infantil, entre outros. 

O mobiliário foi adquirido pela Secretaria Municipal de Educação para suprir as necessidades das escolas municipais. A distribuição já começou a ser feita, mas grande parte dos equipamentos ainda precisa ser catalogada no patrimônio para em seguida chegar às instituições de ensino.

A iniciativa é do Projeto Reequipar, criado pela Seduc com o objetivo de dotar as escolas com as melhores condições de funcionamento. 

Distribuição já começou

Até o último dia 17 de agosto, 240 longarinas, 52 mesas de refeitório infantis, 18 mesas de refeitório adulto e ainda 600 cadeiras foram distribuídas nas escolas. A iniciativa é do Projeto Reequipar, criado pela Seduc com o objetivo de dotar as escolas com as melhores condições de funcionamento.

  •  

Escolas municipais recebem novos itens da merenda escolar

24/8/2018, 9:11h

As escolas municipais começaram a receber novos itens da merenda escolar. Feijão fradinho, arroz branco, macarrão, biscoito cream cracker, leite em pó, cereal, farinha de milho, açúcar e café são os itens entregues desde a quinta-feira, 23.

Os demais itens – extrato de tomate e achocolatado – devem ser entregues até a próxima semana. Todas as escolas da Rede Municipal de Educação serão contempladas. Itens como carnes, polpas e produtos de hortifruti já estavam sendo distribuídos normalmente.

Os itens foram adquiridos através de processo de dispensa de licitação para compra emergencial, uma vez que a administração municipal detectou irregularidades na documentação fornecida por duas das empresas que ganharam o processo licitatório realizado no mês de fevereiro. Ambas tiveram o contrato rescindido.

Nova licitação sendo programada

A Prefeitura declarou inidôneas as duas empresas. Incapazes de participar de novas licitações, ambas estão impedidas de licitar e contratar com a administração pública por pelo menos três anos.

Uma nova licitação para contratação da nova empresa responsável pelo fornecimento da merenda escolar já está sendo programada.

  •  

Secretaria exige medidas legais, diante de paralisação de motoristas do transporte escolar

22/8/2018, 19:3h

Uma paralisação de motoristas que conduzem ônibus do transporte escolar, atendendo a alunos e professores que precisam se deslocar entre a sede do município e a zona rural, na manhã desta quarta-feira, 22, afetou 5% dos veículos usados para o serviço. A informação é da Secretaria Municipal de Educação.

Cerca de 25 motoristas, alegando reivindicações de melhorias salariais, paralisaram o serviço logo no início da manhã, mas logo retornaram ao trabalho.  Eles não são funcionários efetivos da Prefeitura. Estão vinculados a uma cooperativa, licitada para prestar o serviço. 

A Secretaria de Educação determinou que a cooperativa  adote medidas legais. Não houve formalização de pauta, qualquer discussão sobre reivindicações, nem aviso prévio por parte dos motoristas, que deixaram alunos a esperar, nos diversos pontos de ônibus.

  •