SECRETARIA MUNICIPAL DE EDUCAÇÃO

Gestores das escolas municipais tomam posse para novo mandato na próxima segunda-feira, 4

2/12/2017, 15:0h

Os novos gestores e vice-gestores das escolas que compõe a Rede Municipal de Ensino tomam posse para o novo mandato 2017-2021 durante solenidade que acontecerá na próxima segunda-feira, 4, a partir das 14 horas. A cerimônia, que será presidida pelo prefeito José Ronaldo de Carvalho, acontecerá no auditório da Escola Municipal Acioly da Silva Araújo. A secretária municipal de Educação, Jayana Ribeiro, também participa do evento.

Vão assumir a função 125 gestores e 81 vice-gestores que foram eleitos democraticamente no pleito realizado nas escolas municipais no último dia 29 de setembro; destes dirigentes, 104 gestores foram reeleitos.

Para que cada gestor conheça o seu papel dentro da escola, a Seduc organizou a portaria de nº 24/2017, publicada no Diário Oficial do Município desta quinta-feira, 30.

No texto, o documento traz orientações que se referem às atribuições dos diretores, a exemplo da “garantia da implementação eficiente e eficaz de Gestão Escolar Democrática, possibilitando a promoção da educação de qualidade para todos os estudantes, na perspectiva do melhoramento contínuo, através da observância dos objetivos e metas da Secretaria Municipal de Educação de Feira de Santana”.

“Apesar de muitos gestores continuarem à frente das escolas, existe uma renovação no quadro. E, mesmo aqueles que já estão na gestão podem a partir de agora, com o acesso ao documento, conhecer ou ampliar as suas concepções de quais são as suas atribuições dentro de cada unidade escolar”, explica a secretária de Educação, Jayana Ribeiro.

  •  

Estudantes encerram, com música e arte, Projeto Feira Que te Quero Ver 2017

1/12/2017, 22:27h

Inciativa que objetiva divulgar o patrimônio histórico-cultural do município a partir do estudo dirigido e da visitação de estudantes e professores aos bairros, distritos e entornos das escolas, o Projeto Feira Que te Quero Ver realizou na quinta-feira, 30, a cerimônia de premiação dos melhores trabalhos, em sua segunda edição. A iniciativa da Secretaria Municipal de Educação também incentiva o uso da tecnologia a favor da educação.

O evento aconteceu no Museu Parque do Saber, órgão da Fundação Egberto Costa. O espaço ficou lotado. Alunos do Ensino Fundamental II de 20 escolas municipais concorreram com produções nas categorias vídeo, fotografia e e-book (livro digital). 

As produções vencedoras foram escolhidas através de votação do público e da comissão julgadora, que também foi homenageada. Compuseram o grupo: Hosana Caroline Brandão Bastos, professora da Rede da Pública Estadual e pesquisadora da cultura feirense; Maria Salete Freitas da Silva professora da Rede Pública Estadual e coordenadora da Universidade Aberta do Brasil; Cristiano Silva Cardoso, museólogo e diretor do Museu do Centro de Cultura e Arte (CUCA) e Maria das Graças Cordeiro, diretora de Turismo do Mercado de Arte Popular.

Estiveram presentes no evento o prefeito José Ronaldo de Carvalho; a secretária de Educação, Jayana Riberio; o secretário de Cultura, Esporte e Lazer, Edson Borges; o secretário de Comunicação, Valdomiro Silva; e o secretário de Transporte e Trânsito, Saulo Figueiredo.

Vencedores comemoram suas conquistas

Os vencedores das três categorias do Feira Que te Quero Ver 2017 comemoraram muito, ao serem convidados para receber a premiação. Foram momentos de grande emoção, para os que tiveram reconhecimento ao seu trabalho. 

Vencedores na categoria vídeo:
1º lugar: Escola Municipal Álvaro Pereira Boaventura.
2º lugar: Centro Integrado de Educação Municipal Professor Joselito Falcão de Amorim.
3º lugar: Escola Municipal Ana Maria Alves dos Santos.
Vencedores na categoria e-book:
1º lugar: Escola Municipal Álvaro Pereira Boaventura.
2º lugar: Escola Municipal Ana Maria Alves dos Santos.
3º lugar: Escola Municipal Julieta Frutuoso de Araújo.
Vencedores na categoria fotografia:
1º lugar: Centro Integrado de Educação Municipal Professor Joselito Falcão de Amorim.
2º lugar: Escola Municipal Álvaro Pereira Boaventura.
3º lugar: Escola Municipal Ana Maria Alves dos Santos.

Secretária Jayana: foco na “localidade de cada um”

“São os nossos alunos que fazem este projeto acontecer”, afirma a secretária de Educação, Jayana Ribeiro. “Nesta segunda edição, buscamos focar na história não apenas de Feira de Santana, mas da localidade de cada um. Ficamos muito felizes com todos os resultados que obtivemos e com o empenho destes estudantes”, garante a secretária.

Prefeito elogia “apresentadores”: crianças talentosas


A apresentação da premiação ficou por conta dos alunos da Escola Municipal Noide Cerqueira, Maria Clara da Silva, do 4º ano, e Matheus da Silva Dias, do 5º ano. Os estudantes foram elogiados pelo prefeito José Ronaldo. “É uma honra estar entre crianças tão talentosas como estas”, afirmou.

PERSONAGEM 1

A abertura da cerimônia ficou por conta da apresentação musical da aluna do 8º ano da Escola Municipal Álvaro Pereira Boaventura, Naely Figueiredo, que animou os presentes. 

MÚSICA NA ESCOLA


Os alunos da Escola Municipal Francy Barbosa da Silva que fazem parte do coral do Programa Música na Escola, também divertiram o público.


MENÇÃO HONROSA

Além das escolas premiadas, receberam menções honrosas às unidades de ensino municipais Comendador Jonathas Telles de Carvalho, na categoria e-book, Rosa Maria Esperidião Leite, na categoria vídeo e Professora Lídice Antunes Barros, na categoria fotografia.

  •  

Melhores vídeos, fotografias e livros online, feitos por estudantes, são premiados hoje

30/11/2017, 10:43h

Produções em vídeo, fotografia e e-book (livro digital) de estudantes de 20 escolas municipais sobre o patrimônio histórico e cultural de Feira de Santana vão ser premiadas nesta quinta-feira, 30. A cerimônia marca o encerramento do Projeto Feira Que Te Quero Ver, iniciativa da Secretaria Municipal de Educação, que envolve professores e estudantes do Ensino Fundamental II – do 6º ao 9º ano. O evento acontece às 16:00 no Museu Parque do Saber.

O prefeito José Ronaldo de Carvalho e a secretária de Educação, Jayana Ribeiro, participam da solenidade. Os trabalhos serão reconhecidos em 1º, 2º e 3º lugar, em cada uma das três categorias. O foco das produções nesta segunda edição do Feira Que Te Quero Ver foram as características particulares dos bairros e distritos de Feira de Santana.

As produções passaram por duas avaliações – a primeira, aberta ao público, com votação pela internet; e a segunda, pela análise de uma comissão julgadora, composta por professores, pesquisadores e/ou produtores ligados à articulação do audiovisual com a educação.

Durante a confecção das peças inscritas no projeto, os estudantes e professores exploraram os bairros e distritos, levantaram informações e produziram todo o material utilizado nos produtos finais. O Feira Que Te Quero Ver busca incentivar o uso de ferramentas da tecnologia da informação na educação, dentre os quais, celulares, computadores, câmeras, etc.

  •  

Alunos e professores de escola municipal levam alimentos a comunidade carente, no Jussara

29/11/2017, 17:3h

A realidade difícil da comunidade Ocupação Sonho Real, localizada no bairro Jussara, ganhou momentaneamente ares de esperança e solidariedade, na manhã de terça-feira, 28. Os estudantes e professores fizeram a doação de nada menos que uma tonelada de alimentos arrecadados pela Escola Municipal Adenil da Costa Falcão, do bairro Brasília. 

Mais de 50 famílias foram beneficiadas pelos donativos angariados pela escola na Gincana Solidária que este ano chegou à 6ª edição.

Este ano, a gincana abordou o tema “Sou criança e dou exemplo” e buscou aliar atividades lúdicas e esportivas à solidariedade. Participaram da entrega dos alimentos os estudantes que venceram a gincana. Eles tiveram a oportunidade de conhecer os moradores beneficiados. 

“Transforma-los (os alunos) em seres humanos cada vez melhores” 

“É importante que nossos alunos aprendam desde criança sobre cidadania, e saibam que existem famílias carentes que precisam da nossa colaboração. Queremos construir valores que possam transformá-los em seres humanos cada vez melhores”, destaca a professora Geruza Ferreira (foto), diretora da escola municipal.

PERSONAGEM

Isabelle Santos Silva, estudante do 3º ano

“Foi bom ter vencido (a gincana), mas a maior recompensa mesmo foi ajudar quem precisa. Às vezes desperdiçamos alimentos sem perceber, ao invés de compartilhar com outras pessoas. Pra mim, foi uma alegria participar deste momento”.

São verdadeiros anjos, diz moradora, emocionada

“Quem vem nos visitar, só de olhar já percebe como é nossa vida aqui. A maioria dos nossos dias são difíceis e sofridos, mas um momento como esse é motivo de muita alegria para todos”, relata Aglaice Lime da Costa, moradora da comunidade. “Essas crianças, nos deram um maravilhoso presente de Natal”, comemora.

De acordo com Daniel Lacerda Silva, morador da comunidade Sonho Real, a Adenil Falcão foi a primeira escola da rede pública de ensino a angariar doações para a comunidade. “Nossas famílias moram em barracos e temos uma realidade bem difícil, é gratificante ver que não estamos sozinhos e totalmente excluídos da sociedade”, diz.

  •  

Três novas unidades municipais de ensino serão entregues à comunidade no 1º semestre de 2018

28/11/2017, 10:58h

Duas creches e mais uma escola de ensino fundamental devem estar sendo concluídas até os primeiros meses de 2018, enquanto outras três creches,  nos bairros Asa Branca, Aviário e Sítio Matias, foram anunciadas e devem ter início de obras em breve. As duas boas notícias para a rede municipal de ensino em Feira de Santana foram dadas pela secretária de Educação, Jayana Ribeiro, em palestra para rotarianos do Clube Olhos D’Água, na segunda, 27.

A secretária apresentou um balanço das ações a uma plateia formada por professores, profissionais liberais e empresários, entre outros, membros do Rotary Club. “Nos últimos anos, a Secretaria de Educação deu um salto considerável, avançando em alguns aspectos relevantes para o sistema de educação municipal”, disse ela, citando a construção de 16 creches e mais 13 escolas de ensino fundamental já entregues à comunidade de diversos locais.

A secretária considera que a construção de um número expressivo de escolas e creches públicas de padrão mais moderno e melhor infraestrutura e os resultados mais favoráveis do último Índice de Desenvolvimento da Educação Básica, Ideb, são os principais avanços da Rede nos últimos cinco anos - na avaliação de 2015, o índice das escolas municipais subiu de 3.4 para 4.0 (5º ano); e de 3.1 para 3.5 (9º ano).

“Sabemos que ainda há um longo caminho pela frente, mas o fato de termos escolas (da Rede Municipal) alcançando as primeiras posições no ranking das públicas de Feira de Santana nos mostra que os primeiros resultados já começam a aparecer, são fruto do investimento que vimos fazendo ao longo dos últimos anos“, explicou.
 
Ex-secretária e presidente de fundação rotariana elogia criação de orquestra sinfônica

Ex-secretária da mesma pasta, a professora Wilma Simões Vieira, atual presidente da Fundação Rotary do Club Olhos D’água, reconheceu o avanço no setor. “A fala de Jayana Ribeiro nos chama a atenção pelo olhar amplo que envolve não apenas a infraestrutura, mas também questões humanísticas e culturais, como a criação de uma orquestra sinfônica formada por alunos e tantos outros projetos de valorização dos estudantes e professores”, disse Wilma que foi secretária de Educação de Feira de Santana entre os anos 1997 e 2000.A conferência, de acordo com o Rotary Club, é uma estratégia em busca de atualizações sobre temas ligados à Educação. 

PERSONAGEM

Nilton Andrade Ribeiro, presidente do Rotary Club Olhos D’água

“Desenvolvemos ações contra o analfabetismo e diversos outros temas ligados à Educação, por isso é tão gratificante recebermos a secretária da pasta para acompanharmos mais de perto as ações do setor em nosso município”.

HOMENAGEM

A professora Wilma Simões homenageia a secretária Jayana Ribeiro com uma flâmula do Rotary Club Olhos D’água, pelo trabalho realizado à frente da Seduc.

  •  

Escola inova com oficina de artes marciais para as alunas, em Feira

28/11/2017, 6:21h

Meninas fortes, empoderadas, capazes de se defender e vencer preconceitos. Este é o objetivo do projeto “El@ Luta”, que pelo segundo ano consecutivo movimentou a Escola Municipal Chico Mendes, do bairro Campo Limpo, nesta segunda-feira, 27. A iniciativa da escola oferece oficinas de artes marciais, visando disseminar a prática entre as estudantes e desmitificar a ideia de que “mulheres não lutam”.

Inspiradas pelo projeto, algumas estudantes da escola já começaram a praticar diferentes lutas. Defesa pessoal, boxe, capoeira, karatê, MMA, jiu jitsu, judô, kickboxing e muay thai foram as modalidades apresentadas na escola.

Uma das motivações para se realizar a oficina de artes marciais com as jovens estudantes da Escola Municipal Chico Mendes, apontada pelos mentores do projeto, é a “necessidade de combater o machismo dentro da unidade”.

Para idealizadora, projeto “quebra preconceitos”

Segundo a idealizadora do projeto, a professora de Educação Física, Liamara Martfeld, o “El@ Luta” é uma ideia importante no sentido de que é “preciso quebrar preconceitos ainda enraizados e mostrar que meninos e meninas podem praticar os mesmos esportes”, mesmo os que são relacionados a artes marciais.

“As meninas eram sempre as últimas a serem chamadas para os grupos de atividades físicas, não achavam que eram capazes de se sentir forte e se defenderem, muito menos de praticarem artes marciais. Consideravam tudo isso ‘coisa de homem’”, conta Liamara.

  •  

Idosos do Lar do Irmão Velho recebem coral de clássicos natalinos e MPB

24/11/2017, 18:20h

Os idosos assistidos pelo Lar do Irmão Velho receberam uma apresentação especial na tarde desta sexta-feira, 24. O coral formado por alunos da Escola Nossa Senhora do Perpétuo Socorro se apresentou na instituição entoando clássicos natalinos e da Música Popular Brasileira. A ação aconteceu através de uma parceria entre as Secretarias de Educação e Desenvolvimento Social.

A ação visa aproximar as gerações e proporcionar um momento de lazer para os estudantes. “Ações como esta são importantes tanto para os idosos quanto para as crianças. Faz bem para os mais jovens reconhecer que existem outros idosos além dos que eles conhecem pelo círculo familiar, que precisam também de atenção e carinho. É também uma forma de valorização do idoso. Essa intergeracionalidade faz bem para todas as partes”, comenta Edna Brito, gerente do Lar do Irmão Velho.

“Fiquei muito feliz com essa apresentação! Essas músicas são as que eu gosto de ouvir, ainda mais nessa época do ano. Eu adoro as músicas natalinas”, afirma Francisca Maria Alves, idosa assistida pela instituição. “É tão bom este contato com as crianças, pois lembramos que sempre devemos ser jovens de alma”.

“Foi um prazer cantar pra esses vovôs nessa tarde”, comenta Reinan França Freitas, aluno da Escola Nossa Senhora do Perpétuo Socorro.

O coral faz parte do Programa Música na Escola, inciativa que oportuniza o aprendizado de música às crianças das Escolas Municipais. No dia 8 de dezembro, a partir das 15h, o coral de estudantes da Escola Municipal Francy Silva Barbosa se apresenta na Associação Feirense de Assistência Social (AFAS).

  •  

Escola arrecada uma tonelada de alimentos, em gincana, para comunidade carente

24/11/2017, 18:17h

Uma tonelada de alimentos arrecadados. Este foi o saldo da 6ª gincana da Escola Municipal Adenil da Costa Falcão que aconteceu entre os dias 25 e 31 de outubro. Os donativos angariados pelos estudantes serão entregues à comunidade do Bairro Jussara, na próxima terça-feira, 28.

A gincana da Escola Municipal Adenil Falcão teve o objetivo de unir a solidariedade à diversão: “Nossa intenção não é só contribuir com cognitivo dos estudantes, mas, também, com a formação social e integral. Dessa forma, depois de brincarem e exercitarem seus conhecimentos, os alunos irão participar da entrega dos alimentos às famílias do bairro Jussara”, comenta a gestora da unidade, Geruza Ferreira.

As provas da gincana foram divididas em três modalidades: provas intelectuais, onde os estudantes respondiam a perguntas de conhecimentos gerais; provas físicas, como cabo de guerra e baleado; e a arrecadação de alimentos. As equipes foram compostas por alunos mistos do 1º ao 5º ano.

Nos anos anteriores, mais de 250 estudantes já se mobilizaram para ajudar a instituições como o Lar do Irmão velho e ACC Crianças com Câncer, além dos portadores de anemia falciforme. As famílias também participam da arrecadação de alimentos como ato de solidariedade.

  •  

Coordenador pedagógico é importante para melhorar índice das escolas no Ideb, afirma secretária

24/11/2017, 9:30h

Uma atuação “positiva” do coordenador pedagógico, dentro da escola, pode contribuir para bons resultados até mesmo nos índices do Índice de Desenvolvimento da Educação Básica (Ideb). A análise é da secretária de Educação, Jayana Ribeiro, feita durante reunião realizada nesta quarta-feira, 22, com os coordenadores pedagógicos da Rede Municipal de Ensino.

O encontro avaliou o trabalho do último ano letivo e discutiu o papel dos profissionais nas unidades de ensino, além de servir de momento para o compartilhamento de experiências a respeito do trabalho pedagógico dos coordenadores na rotina das escolas. Segundo Jayana, o profissional que “sabe quais são as reais funções na unidade de ensino e atua em uma gestão participativa e ativa, colabora para o desenvolvimento dos alunos”.

“Se observamos os resultados obtidos nas escolas que tiveram um grande avanço no Ideb, o trabalho dos coordenadores pedagógicos tiveram uma grande influência nesta conquista. Estes profissionais precisam ser valorizados e entender qual o seu real papel dentro da escola”, acredita Jayana. Em dez anos de Ideb, ela exemplificou,  escolas municipais como a Dr. Nilton Bellas Vieras saíram de uma média 2.6 para 4.1; a Regina Vital cresceu de 3.1 para 4.3; e a Antonio Eloi garantiu um crescimento de 2.7 para 4.4.

As principais funções do coordenador pedagógico

Estão entre as principais funções do coordenador pedagógico: elaborar juntamente com o corpo docente o planejamento de ensino e o projeto pedagógico da escola; selecionar os conteúdos com os professores; elaborar procedimentos metodológicos; definir os instrumentos de avaliação, juntamente com o corpo docente e acompanhar o desempenho dos alunos.

Os coordenadores pedagógicos atuais estariam nas escolas até junho de 2018, porém o prazo de atuação foi estendido até o final do próximo ano letivo. A próxima seleção para estes profissionais será realizada para o período letivo de 2019.

PERSONAGEM 1

Thagliany Silva Soares Lopes, coordenadora pedagógica da Escola Municipal Chico Mendes, 

“Este é um momento muito válido, pois podemos discutir de forma conjunta sobre a nossa atuação, os desafios e as possibilidades que temos no nosso trabalho. As experiências dos nossos colegas podem servir de inspiração para todos”.


PERSONAGEM 2
Keila Souza Braga, coordenadora pedagógica da Escola Municipal Dr. Demosthenes Álvaro de Brito

“Nós podemos acabar nos perdendo se não tivermos a noção exata do que devemos fazer na escola. Somos mediadores da aprendizagem e devemos estar focados nisto para garantir bons resultados”.

  •  

2º Feirão do Jovem Empreendedor mobiliza estudantes da Escola Maria Antônia Costa

22/11/2017, 17:14h

Com a participação de alunos da Escola Municipal Maria Antônia Costa, o 2º Feirão do Jovem Empreendedor, realizado nesta quarta-feira, 22, no estacionamento da Prefeitura Municipal, foi considerado um sucesso pela organização do evento.

A iniciativa é uma parceria firmada entre a Secretaria do Trabalho, Turismo e Desenvolvimento Econômico (SETTDEC), a Secretaria de Educação e o SEBRAE, através do programa Jovem Empreendedor (JEEP), e compreende a Semana Global do Empreendedorismo de Feira de Santana.

Com o apoio Logístico da SETTDEC, que disponibilizou a infraestrutura para a realização do feirão, com barracas, toldos, faixas, grades, banners e o palco para a apresentação de performances de música e teatro, oitenta alunos do Maria Antônia Costa comercializaram objetos de artesanato que confeccionaram durante o ano letivo.

De acordo com o secretário Antônio Carlos Borges Júnior (SETTDEC), o resultado da mostra alcançou o objetivo proposto, que é o de “promover a inserção dos jovens estudantes no aprendizado sobre Empreendedorismo”.

  •