SUPERINTENDÊNCIA MUNICIPAL DE TRÂNSITO

Obras no retorno do viaduto da João Durval são concluídas

5/6/2019, 23:10h

A Prefeitura Municipal de Feira de Santana, através da Superintendência Municipal de Trânsito, concluiu mais uma intervenção que promove melhorias para a mobilidade urbana da cidade. As obras do retorno realizado embaixo do viaduto da João Durval, nas proximidades da Igreja Universal foram terminadas. 

Após o período de cura do asfalto, será realizada a sinalização horizontal, permitindo a liberação do retorno dentro de aproximadamente uma semana. As obras foram executadas em parceria com a Secretaria de Desenvolvimento Urbano.

O retorno foi aberto na via para para facilitar a fluidez e melhorar os conflitos de trânsito da região, uma vez que os condutores que necessitam retornar sentido ao bairro caseb e adjacências, não precisarão mais utilizar o viaduto para isso. A intervenção segue mesmo propósito do retorno realizado do lado oposto neste mesmo viaduto, nas imediações da Padaria Canaã.

  •  

Prefeitura realiza fechamento do último retorno da avenida Getúlio Vargas

4/6/2019, 16:46h

A Prefeitura Municipal de Feira de Santana, através da Superintendência Municipal de Trânsito - SMT conclui nesta quarta feira (05), a intervenção na Avenida Getúlio Vargas na região do bairros Santa Mônica e Parque Getúlio Vargas, realizando o fechamento do último retorno da avenida, com o objetivo de promover mais fluidez e segurança ao tráfego da região. 

A ação atende ao projeto de implantação do BRT, como  também à nova cultura de retornos nas quadras, o que promove segurança com a diminuição dos conflitos causados pelo grande volume de veículos das grandes avenidas como a Getúlio Vargas. 

A partir de agora, quem necessitar  retornar para o centro da cidade, vai utilizar o retorno da quadra da Rua Frei Aureliano (Capuchinhos),  como também poderá utilizar o retorno da quadra da rua São João Batista (Santa Mônica), ou poderá também optar pelo retorno embaixo do viaduto da Getúlio Vargas com a Noide Cerqueira. 

Quem necessitar retornar para o sentido ao Anel de Contorno, vai ter a opção do retorno na quadra da rua Teu Teu (Parque Getúlio Vargas) ou do retorno na quadra pela rua Santo Antônio (Ponto Central).

A SMT vai realizar rondas na região para que os Agentes possam dar orientações e pedir atenção redobrada aos motoristas para a nova sinalização das vias.

  •  

Projeto Via Livre chega ao Colégio Acesso, no Ponto Central

3/6/2019, 16:37h

A quarta intervenção do Projeto Via Livre, implementada na última quinta feira, 23, promoveu mudanças no tráfego da região da unidade do colégio Acesso, no bairro Ponto Central. A pavimentação asfáltica realizada pela Prefeitura na região da Praça Winston Churchil, com o uso de recursos oriundos das multas, permitiu a sinalização horizontal, vertical e demarcações necessárias para a organização do trânsito, e em especial a Rua Palmeira que passa em frente ao colégio Acesso, com faixa de pedestre, área de embarque e desembarque. O ordenamento também beneficiou toda a comunidade do local que possui muitas residências e estabelecimentos comerciais. 

De acordo com Ciane Fonseca, diretora pedagógica do colégio Acesso, que tem 400 alunos, as mudanças já puderam ser sentidas na primeira semana de projeto implementado. “Esta ação veio em boa hora para melhorar a segurança e disciplinar o tráfego, trazendo benefício a todos, inclusive à rotina dos nossos estudantes. Com a boa colaboração dos pais e alunos, já podemos perceber um resultado positivo do ordenamento em poucos dias. O projeto também promove a oportunidade para dar bons exemplos para a formação dos nossos jovens”, relata.

Para Vanessa Reis, mãe de um aluno do ensino fundamental II, a iniciativa tende a amenizar os conflitos do trânsito, refletindo também na rotina dos pais e alunos. “A iniciativa é  muito pertinente. Considero um local de trânsito bem caótico e com o ordenamento a tendência  é que amenize esse contexto, colaborando inclusive com a rotina de todos. Espero que os agentes fiquem por mais um tempo para colaborar com a adaptação da nova realidade”.

Jacy Queiroz, mãe de uma aluna, relata que a concentração de veículos em vias tão estreitas nos horários de pico sempre causaram muitos transtornos. “A implantação deste ordenamento  é super necessária porque o trânsito naquela região sempre foi caótico ao extremo, muito em grande parte pela falta de educação dos motoristas e também porque a concentração de carros no horário de pico naquele local é muito maior que o espaço suporta”, afirma.  

Ainda de acordo com Jacy, o projeto também é uma oportunidade para proporcionar educação no trânsito e a formação de cidadãos mais conscientes. “O trabalho de educação realizado antes de efetivar a fiscalização é de extrema importância, porque também interferem na educação dos alunos porque eles têm os pais como referência e são estes exemplos que serão seguidos e vão formar os futuros cidadãos. 

De acordo com Verena Garcia, que matriculou seu filho no colégio este ano, até então buscá-lo no horário da saída era sinônimo de demora e muita dor de cabeça. “No início não entendia muito bem a dinâmica do trânsito dali e por isso chegava até mais cedo para conseguir andar na fila, até 40 minutos antes, mas não funcionava. Com o tempo percebi que era uma perda de tempo, devido à imprudência e a falta de educação dos demais condutores. Com as mudanças que já estão em prática, observo que as pessoas são obrigadas a respeitar os espaços de embarque e desembarque dos alunos, me dando a opção de chegar apenas no horário exato para buscá-lo, pois o fluxo de veículos tem fluido. Já é possível perceber um trânsito organizado, muito diferente do que vinha acontecendo. Estou muito satisfeita com os efeitos causados pelas mudanças e espero que perdure”, relata. 

O Superintendente Municipal de Trânsito, Mauricio Carvalho, afirma que “a primeira semana é sempre um momento de adaptação, por isso a importância da presença dos agentes no trabalho de orientação e educação no trânsito”, ressalta. 

Sobre o Projeto

O projeto “Via Livre - Educação para seguir”  foi criado para melhorar os impactos do tráfego de veículos nas vias em torno das escolas de Feira de Santana. É um trabalho realizado pela Prefeitura Municipal de Feira de Santana através da Superintendência Municipal de Trânsito - SMT, e implementado pelo núcleo de educação para o trânsito, com o apoio dos setores de engenharia e operação. 

As ações acontecem em parceria com as escolas, pais e alunos e tem o objetivo de proporcionar segurança e maior fluidez ao trânsito local. Ele já acontece nos colégios Padre Ovídio, Colégio e curso pré vestibular Acesso na Comandante Almiro, Gênesis e agora no chamado Acessinho que fica no bairro Ponto Central. 

  •  

Mais de 50 ações educativas e de conscientização foram realizadas no Maio Amarelo

1/6/2019, 8:46h

A edição 2019 da campanha Maio Amarelo teve seu encerramento oficial em Feira de Santana nesta sexta, 31 de maio, às 9h, no Teatro do CEU da Cidade Nova. O evento contou com a presença de diversas autoridades envolvidas com o trânsito e parceiras na campanha, como também participantes das ações realizadas durante a programação. 

O Maio Amarelo é um movimento internacional de conscientização para redução de acidentes de trânsito no Brasil, com ações em mais 29 países. O Tema da campanha deste ano foi “NO TR NSITO, O SENTIDO É A VIDA”, conforme aprovado pelo Contran (Conselho Nacional de Trânsito).

A campanha coordenada pela Prefeitura Municipal de Feira de Santana, através da Superintendência Municipal de Trânsito - SMT, contou com a parceria da Polícia Rodoviária Federal, Esquadrão Asa Branca da Polícia Militar,  3º CIRETRAN, Sest Senat, Sesc Senac, Grupamento de bombeiros, Fundação Egberto Costa, Defensoria Pública do Estado e Ministério Público do Estado. Foram entregues troféus e certificados aos diversos parceiros e participantes da campanha.

A campanha lançada no dia 03 de maio com a presença do Prefeito Colbert Martins Filho no Paço Municipal Maria Quitéria, desenvolveu mais de 50 ações durante todo o mês, tendo como destaque as blitzes educativas, o seminário sobre o anel de contorno, o seminário de segurança para motociclistas, a sessão especial na Câmara Municipal,  a edição especial do Rua Viva e a apresentação da peça teatral “Depois de um acidente de Trânsito”. 

Para os representantes da 3º Ciretran e da Polícia Rodoviária Federal, Silvio Dias e Inspetor Brandão, a SMT está de parabéns por reunir todos os seguimentos que fazem a segurança do trânsito, promovendo ações conjuntas e mais efetivas para a diminuição dos índices de acidentes e mortes no trânsito. 

Para o Superintendente Municipal de Trânsito, Mauricio Carvalho, esta edição do Maio Amarelo foi sem dúvida, a mais intensa e abrangente programação já realizada em Feira de Santana. “Chegamos ao fim da programação com o sentimento de dever cumprido, em um país em que morrem por dia 140 pessoas no trânsito, uma campanha nesta dimensão é de grande importância, ao despertar da consciência que precisamos mudar esta realidade e fazer do trânsito sinônimo de segurança e vida e não de morte. Agradecemos ao apoio dado pelo prefeito, como também dos nossos parceiros e à imprensa que abraçou a causa, dando grande repercussão a todas as atividades realizadas”, avalia. 

  •  

SMT realiza Simpósio de Segurança para motociclistas dentro do Maio Amarelo

31/5/2019, 12:35h

A Prefeitura Municipal de Feira de Santana através da Superintendência Municipal de Trânsito - SMT, realizou na manhã desta quinta feira (30), no teatro do CEU da Cidade Nova, mais um importante evento da programação do Maio Amarelo 2019. 

O simpósio de segurança para motociclistas teve como objetivo apresentar dados e informações sobre a segurança dos motociclistas no trânsito, promovendo uma reflexão sobre os alto índices de acidentes ocorridos nesta modalidade de transporte.

O evento contou com a participação dos representantes dos mototaxistas, Associação dos motociclistas - AMO FEIRA, auto escolas, 3ª Ciretran, Polícia Rodoviária Federal, Esquadrão Asa Branca da Polícia Militar, Sest Senat, Comando de Policiamento da Regional Leste da Polícia Militar - CPRL, Grupamento de Bombeiros, SMTT, Guarda Municipal, Hospital Geral Clériston Andrade e SAMU. 

De acordo com dados registrados pela SMT, 75% dos acidentes com vítimas  em Feira de Santana acontecem com motocicletas. Segundo dados do Denatran, 25% dos ciclomotores registrados na Bahia são de Feira de Santana. Enquanto a capital baiana registra 1.225 ciclomotores, Feira de Santana possui 4.468 ciclomotores registrados. 

Segundo a 3 Ciretran, dos 290 mil veículos veículos registrados em  Feira de Santana, 80 mil são de duas rodas (motocicletas),  além da frota flutuante que transita diariamente na cidade. 

O grande crescimento da frota e os altos índices de acidentes com motos são uma preocupação e geram um desafio para todas as entidades envolvidas com o trânsito, principalmente para a saúde. 

Segundo dados do Ministério da Saúde, os acidentes de trânsito ocorridos em todo o país representam um gasto de 59 bilhões por ano ao SUS, o que poderia construir 1800 novos hospitais e 28 mil escolas. 

O Hospital Geral Clériston Andrade atende Feira e mais 127 municípios e é referência em politraumatismo. A sua capacidade diária para atendimento é de 112 pacientes, mas todos os dias são atendidas entre 180 e 200, em sua maioria vítimas de acidente de trânsito com moto. 

Somente de janeiro a maio deste ano, foram registrados 850 atendimentos por acidentes de moto. Em todo o ano de 2018, foram realizados mais de 2.500 atendimentos à vítimas de acidentes com motocicletas.

Para o Diretor Geral do HGCA José Carlos Pintangueira, esta realidade é grave e preocupante, pois reflete em todo o sistema de saúde, que por muitas vezes deixa de atender outras demandas graves, pela falta de vaga. “O paciente que sofre de acidente com moto, politraumatizado,  leva de 20 a 40 dias internado, ocupando a vaga de quem também precisa de internamento por outra demanda grave de saúde. Por isso, acho muito importante a Blitz da Lei seca, pois nos ajuda muito a diminuir estes índices”, reflete. 

O Comandante do Esquadrão de Motociclistas Asa branca, Major Trigo, ressaltou a importância do trabalho de fiscalização, refletindo sobre o impacto imediato que ela promove diante da maior frota de motocicletas do interior da Bahia. “A importância da realização da blitz não é pela multa, mas pela vida. O Risco de acidente de moto comparado a veículo de 4 rodas é 10 vezes maior.”, afirma.

De acordo com o Superintendente Maurício Carvalho, é comprovado que 90% dos acidentes com mortes são causados pelo fator humano e poderiam ser evitáveis. “Os principais fatores que causam acidente são a  imprudência com a desobediência à legislação do trânsito. Muitos Invadem o semáforo, para ao final do dia ganhar poucos minutos  colocando a vida em risco. São maus hábitos que podem ser mudados pela educação, respeitando a sinalização de trânsito e pensando no próximo.”, comenta. 

Para a Coordenadora do SAMU em Feira de Santana, Maísa Macedo, os acidentes de trânsito representam um grave problema de saúde pública no Brasil. “Todos os dias o Samu de Feira de Santana realiza atendimento a acidentes com moto. É preciso refletir sobre as nossas práticas no trânsito e reforçar as ações de educação e fiscalização para mudar esta realidade”, comenta.

No ano de 2017, o Samu registrou 2.082 atendimentos a acidentes com motos. Em 2018 esse número subiu para 2.358 atendimentos. Já neste ano, de janeiro até maio foram registrados 861 atendimentos. 

O Inspetor da Polícia Rodoviária Federal João Daniel destacou a Importância da interação das forças envolvidas com o trânsito, para mudar o atual panorama com ações integradas. “Feira de Santana possui 2 trechos com maior índices de acidentes letais no Brasil, que ficam no anel de contorno. Por isso a nossa delegacia faz parte do Projeto Rodovida há 5 anos, para promover ações para diminuir os índices de acidentes de trânsito. É preciso que todas as entidades atuem neste sentido”. 

O presidente da associação de motociclistas Amo Feira, Luiz Santana, refletiu sobre a necessidade de englobar todos os fatores que envolvem o trânsito para buscar soluções efetivas. “No trânsito não somente a fiscalização traz respostas, precisamos muito da educação e conscientização da população para trazer essas respostas em curto, médio e longo prazo por um trânsito mais seguro, mas também precisamos de estradas melhores e um planejamento de mobilidade seguro e eficiente. Tenho 58 anos de idade, já andei por todo o Brasil e visitei 11 países de moto, nunca sofri um acidente”. 

  •  

SMT recebe grupo de pessoas com deficiência para debater acessibilidade

30/5/2019, 10:15h

Um grupo de representantes do Conselho Municipal da Pessoa com Deficiência de Feira de Santana foi recebido na tarde desta terça-feira 28, na Superintendente Municipal de Trânsito - SMT para debater questões relacionadas à acessibilidade das pessoas com deficiência e a mobilidade urbana na cidade. Na oportunidade foram abordadas diversas questões enfrentadas pelas pessoas com deficiência em seu cotidiano na cidade. Entre as reivindicações, foi destacada a ocupação indevida dos passeios, promovendo insegurança e desrespeito ao direito de ir e vir das pessoas. 

Segundo último censo realizado pelo IBGE, somente em Feira de Santana existem mais de 180 mil pessoas com algum tipo de deficiência. Para o superintendente municipal Maurício Carvalho, a reunião foi importante para conhecer as principais demandas deste público e receber sugestões. “Ouvimos bastante a todos e sugerimos que preparem um documento contendo sugestões e reivindicações. Vamos também sugerir que dentro deste novo plano de mobilidade urbana do município tenha a participação efetiva do Conselho Municipal do Deficiente, para promover a inclusão e garantir acessibilidade das pessoas com deficiência”, afirma.

O Plano de Mobilidade Urbana de Feira de Santana, que estabelece os princípios e diretrizes para integração entre os transportes e para a melhoria da acessibilidade e mobilidade das pessoas e cargas no Município, obedecendo as diretrizes da Política Nacional da
Mobilidade, está sendo desenvolvido pelo Governo do Prefeito Colbert Martins Filho e vai investir mais de 100 milhões de reais em  obras estruturais e de requalificação da cidade.

  •  

Campanha Maio Amarelo é celebrada em dia especial no Shopping Boulevard

29/5/2019, 15:34h

O Maio Amarelo recebeu um grande reforço com a ação especial promovida pelo Shopping Boulevard em Feira de Santana durante todo o dia desta terça feira, 28. Cerca de 30 mil pessoas frequentam diariamente o estabelecimento comercial, proporcionando uma grande visibilidade à campanha que tem como objetivo chamar a atenção da sociedade para o alto índice de mortes e feridos no trânsito em todo o Brasil.

A iniciativa pioneira recebeu o apoio da Prefeitura Municipal de Feira de Santana, através da Superintendência Municipal de Trânsito - SMT, para chamar atenção para os altos índices de acidentes e promover a conscientização da população das suas responsabilidades para um trânsito mais seguro.  

Quem passou pelos corredores do Shopping encontrou sinalizações de trânsito e mensagens de alerta sobre acidentes e suas consequências para a sociedade, provocando reflexões sobre sua conduta no trânsito. Uma grande faixa de pedestre foi colocada na entrada da praça de alimentação, alertando sobre a travessia com segurança e o respeito ao pedestre. 

Várias lojas do segmento de moda colocaram peças amarelas nas vitrines, aderindo ao movimento e despertando a atenção dos clientes para a ação.

A SMT se fez presente com um balcão onde Agentes do Núcleo de Educação para o Trânsito realizaram a distribuição de panfletos informativos, fitas amarelas e broches da campanha. 

Atores vestidos de amarelo interagiram com o público, alertando sobre ter atenção às placas, aos sinais do semáforo, às faixas de pedestres, o uso do cinto de segurança, convidado a todos a colaborarem para um trânsito mais seguro. Uma blitz educativa também foi realizada na Avenida João Durval, em uma faixa de pedestres defronte ao Shopping, para chamar atenção para o Maio Amarelo.

Para o Superintendente Municipal de Trânsito, Mauricio Carvalho, a ação foi mais uma oportunidade para dar visibilidade e reforço à mensagem da Campanha. “Seguramente este é o maior centro comercial da cidade, onde centenas de pessoas passam por aqui e com certeza serão sensibilizados pela mensagem. Para nós é uma satisfação muito grande receber o apoio do Shopping Boulevard, por perceber que a campanha teve um envolvimento muito grande da população atingindo a vários segmentos da cidade. Um grande Shopping como o Boulevard abraçar esta causa fortalece muito a campanha”, avalia. 

 

  •  

SMT realiza intervenção visando sicronização de semáforos na Getúlio Vargas

28/5/2019, 8:37h

Com o objetivo de promover soluções positivas para a mobilidade urbana da cidade, a Prefeitura Municipal de Feira de Santana, através da Superintendência Municipal de Trânsito, realiza mais uma intervenção, desta vez na avenida Getúlio Vargas, na região do bairros Santa Mônica e Parque Getúlio Vargas, proporcionando mais fluidez e segurança ao tráfego da região. 

Foi retirado o terceiro tempo do semáforo que liga as ruas São João Batista na Santa Mônica com a rua Teu Teu no Parque Getúlio Vargas, não permitindo mais a conversão para quem quiser retomar o sentido centro da cidade na avenida Getúlio Vargas, necessitando retornar no contorno do viaduto, ou fazer o retorno na quadra. Esta ação vai permitir sincronizar este semáforo com os cruzamentos da avenida Santo Antônio e do cruzamento da rua Frei Aureliano com a Getúlio Vargas.

A partir de agora a Rua Tuparis (sentido ao bairro) e Rua Saracura (sentido centro) terão sentido único. Para isso, foi realizada a sinalização vertical com 36 placas e semi pórtico com indicativos de proibição de estacionamento e retorno na quadra, como também a sinalização horizontal com demarcação de área de conflito, divisão de fluxos, setas direcionais e faixas de pedestres. 

Após a conclusão desta fase da intervenção, está prevista para acontecer ainda em junho, o fechamento do último  retorno da Getúlio Vargas, atendendo ao projeto de implantação do BRT. 

Durante as primeiras semanas de adaptação, a SMT vai disponibilizar equipes com Agentes no local para fazer dar orientações e pedir atenção redobrada aos motoristas para a nova sinalização das vias.

  •  

Projeto Rua Viva promove educação no trânsito para grande público

26/5/2019, 19:51h

Uma programação recheada de atrações ao ar livre ganhou cada metro quadrado da Avenida Fraga Maia na manhã ensolarada deste domingo, 26, para promover a educação no trânsito marcando a campanha do Maio Amarelo. A ação foi realizada pela Prefeitura Municipal de Feira de Santana, através da Superintendência Municipal de Trânsito (SMT), e contou com o apoio da Fundação Egberto Costa, UNIFACS, Pelotão Asa Branca - PM, Grupo IHEF, SESC/SENAC e SEST/SENAT.

O projeto pioneiro foi criado pelo Núcleo de Educação para o Trânsito da SMT em 2017, com o objetivo de realizar atividades educativas e noções sobre o trânsito, em um espaço seguro para lazer, entretenimento, convivência e diversão das famílias.

Um grande público contou com inúmeras atrações para todas as idades, participando de práticas esportivas, palestras educativas, cineminha e orientações de trânsito na pista de simulação (com faixa de pedestre e sinalização), trenzinho, recreação infantil com o palhaço Albertão e sua turma, além de orientações, serviços de saúde e uma mega aula show com Luciano Melo.

Paulo Fernando Souza esteve acompanhado da filha Isabela de 7 anos e acredita que o projeto fortalece a mensagem da campanha do Maio Amarelo. "É importantíssimo fazer com que as crianças aprendam as noções de trânsito. O projeto é muito bom também para destacar o papel de cada um para promover a segurança no trânsito. Esta ação deveria acontecer mais vezes", comenta.

Para Luciana Oliveira, mãe de Ana Beatriz de 5 anos o projeto é Interessante principalmente por envolver toda a família. "O trânsito de Feira costuma ser muito agressivo e as pessoas não respeitam principalmente os pedestres. Eventos assim colaboram para a conscientização de todos, desde os pais até os filhos sobre a segurança no trânsito", diz.

Para a esteticista Elzi Rose Santana, "este tipo de evento é muito bom para chamar atenção sobre as leis de trânsito, além de estimular o lazer e promover a educação de forma muito agradável".

Cerca de 120 jovens de 5 grupos de Escoteiros da região fizeram parte das atividades de noções de trânsito, como também realizaram práticas esportivas no evento. A diretora administrativa do grupo grupo de escoteiros Domingos Barbosa de Araújo de Feira de Santana, Joselita Mota da Silva, comemorou a realização do projeto, destacando que tudo que vem a colaborar para a educação e formação do cidadão é muito bem vindo. "Nosso propósito é formar cidadãos conscientes, e as atividades hoje atingiram este objetivo, ensinando noções de trânsito, respeito ao próximo e atividades esportivas, além de muita diversão", ressalta.

A Josicleide dos Passos Ramos, integrante do grupo Patins FSA, relatou os desafios da prática do esporte na cidade e comemorou o trabalho desenvolvido pela campanha do Maio Amarelo. "Contamos com a boa vontade mas principalmente com a consciência do motorista para praticar nosso esporte com segurança. Participar deste evento hoje nos dá visibilidade para que as pessoas lembrem-se de respeitar o próximo no trânsito, e isso inclui os esportistas".

Alessandra Barbosa ficou surpresa ao chegar na Avenida com a filha Maria Eduarda de 6 anos para fazer uma caminhada e curtiu bastante a aula de dança. "Foi uma grata surpresa encontrar tantos serviços importantes e um espaço totalmente dedicado ao lazer e esporte. Precisamos de mais eventos como este para estimular as famílias a socializar, praticar atividade ao ar livre e promover mais interação com a cidade".

Para o Superintendente Municipal de Trânsito, Maurício Carvalho, o projeto mostra onde a conscientização para um trânsito seguro deve começar, reunindo as famílias, focando especialmente na educação para as crianças.

"Assim se começa a entender que um órgão de trânsito não deve somente ter um caráter punitivo. A gente começa pela conscientização. Estamos muito felizes com o resultado de hoje, pois conseguimos reunir um grande público que com.toda certeza vai multiplicar a mensagem do maio amarelo. Quero agradecer aos nosso parceiros e principalmente ao nosso prefeito Colbert Martins Filho, por todo apoio que tem nos dado para desenvolvermos o nosso papel", avalia.

  •  

SMT realiza projeto Rua Viva especial neste domingo

24/5/2019, 15:49h

A Prefeitura Municipal de Feira de Santana, através da Superintendência Municipal de Trânsito - SMT, realiza neste domingo, 26, uma edição especial do Projeto Rua Viva para marcar a campanha do Maio Amarelo em Feira de Santana. O objetivo da ação é realizar um momento de conscientização através de atividades educativas pela diminuição dos índices de acidentes e mortes no trânsito. 

O evento acontecerá na Avenida Fraga Maia das 08h às 12h, e conta com o apoio da Fundação Egberto Costa, UNIFACS, Pelotão Asa Branca - PM, Grupo IHEF, SESC/SENAC e SEST/SENAT. 

Além da divulgação da campanha do Maio Amarelo, o projeto aberto ao público, promove esporte, práticas saudáveis e educação para o trânsito para todas as idades.

A programação contará com grupos de dança e ginástica, com a participação especial de Luciano Melo. Haverá serviços de saúde, com orientações, aferição de pressão, teste de glicemia e massagens. Para as crianças haverá atrações infantis com teatrinho e jogos didáticos do trânsito e palhaço Albertão, dentre outros. 

"Participe também trazendo sua bicicleta, patins, skate, convidando sua família e amigos para este momento de lazer", convida o superintendente de Trânsito, Maurício Carvalho.

  •