SECRETARIA MUNICIPAL DE SAÚDE

Vacinação contra pólio e sarampo prossegue até dia 31

18/8/2018, 20:40h

A campanha de intensificação vacinal contra a pólio e o sarampo prossegue em Feira de Santana até o próximo dia 31, seguindo calendário a nível nacional. Neste sábado, 18, foi o Dia D, com a mobilização de toda a estrutura da Secretaria Municipal de Saúde para atingir a meta de imunização de 33 mil crianças de zero ano até 4 anos, 11 meses e 29 dias, sendo 10 mil somente hoje.

O Dia D foi iniciado pelo prefeito Colbert Martins Filho às 8h, no Centro Evangélico de Apoio e Acolhimento Cidade Refúgio (antigo Orfanato Evangélico), no bairro Panorama, repetindo um gesto há uma década. Ele explicou que o local é escolhido em função da grande quantidade de crianças atendidas.

A secretária municipal de Saúde, Denise Mascarenhas, informou que a vacinação neste sábado foi desenvolvida em todas as unidades de saúde do município, além da Secretaria (na avenida João Durval Carneiro), a Fundação Jonathas Teles de Carvalho (avenida Eduardo Fróes da Motta, bairro Santa Mônica) e o Shopping Boulevard, onde foi montada unidade de atendimento em frente ao Hiper Bom Preço.

Presidente da Comissão de Saúde da Câmara Municipal de Feira de Santana, o vereador Cadmiel Pereira ressaltou que a cidade é exemplo nas campanhas de imunização sempre atingindo as metas e índices de imunização preconizados pelo Ministério da Saúde.

Já a diretora do Centro Evangélico de Apoio e Acolhimento Cidade Refúgio, Jaci Pereira, ressaltou a importância da iniciativa de vacinação das crianças para evitar doenças e garantir que elas cresçam sadias, afastadas destas doenças.

Colbert alerta para responsabilidade dos pais com crianças

Médico por formação, o prefeito Colbert Martins Filho (foto) alertou, durante o Dia D da campanha nacional de vacinação contra a poliomielite e o sarampo, para o compromisso que todos os pais devem ter em imunizar seus filhos contra doenças. “Esta é uma palavra de pai, de médico, de quem precisa ver todas as crianças imunizadas. É, acima de tudo, um ato de responsabilidade e de amor dos responsáveis pelas crianças, leva-las para a vacinação”, apelou.

O prefeito alertou que o dia D foi neste sábado quando todos os equipamentos da Secretaria Municipal de Saúde estiveram de plantão das 8h às 17h para atendimento às crianças. Entretanto, lembra que quem por algum motivo ainda não levou seus filhos para a imunização, tem até o dia 31 deste mês para cumprir o calendário obrigatório de vacinação.

A vacinação é a única forma de evitar o contágio destas doenças, que estão voltando ao país. “Precisamos que esta cobertura vacinal seja bem alta pois a única forma de prevenir é vacinar”, afirmou.

Vacina contra poliomielite é gesto de solidariedade do Rotary

A oferta de vacinas contra a pólio é um gesto repetido sempre pelo Rotary Club em todo o Brasil. E em Feira de Santana não é diferente pois a instituição internacional oferece gratuitamente ao Governo todo o medicamento a fim de garantir que a paralisia infantil se mantenha erradicada no país.

O gesto de solidariedade é reconhecido pelo prefeito Colbert Martins pela importância que a iniciativa tem para toda a humanidade. Ele lembra que a instituição sem fins lucrativos compra a vacina e faz a doação, para que a campanha seja sempre mantida sem interrupção.

Na condição de comunidade internacional que reúne líderes para superar grandes desafios, o Rotary já distribui a vacina contra a pólio em 122 países, luta que já vem sendo abraçada pela entidade desde 1985.

  •  

Imunizar 10 mil crianças é a meta do Dia D de vacina contra sarampo e poliomielite

17/8/2018, 9:39h

O Dia D de mobilização nacional de vacinação contra sarampo e poliomielite acontece no sábado, 18, em Feira de Santana. Todas as unidades de saúde da rede estarão realizando a vacinação das 8h às 17h. A meta é imunizar 10 mil crianças.

“Haverá uma equipe de plantão na Rede de Frio para repor as doses nas unidades durante a vacinação e garantir que não falte vacinas”, afirma o enfermeiro referência técnica em imunização, Carlos Henrique Valverde.

A vacinação conta com três novos postos no Dia D, além das unidades de saúde, são eles: a Secretaria Municipal de Saúde (localizada na Avenida João Durval Carneiro), a Fundação Jonathas Teles de Carvalho (localizada na Avenida Eduardo Fróes da Mota, Santa Mônica) e o Shopping Boulevard (ponto em frente ao Hiper Bom Preço).

Abertura oficial com presença do prefeito

A abertura oficial da campanha acontece também no sábado, 18, no Orfanato Evangélico Feirense, bairro Panorama, a partir das 8h. A ação é aberta para a comunidade e conta com a presença do refeito Colbert Martins Filo e da secretária municipal de Saúde, Denise Lima Mascarenhas.

Estoque de vacinas reforçado

Para reforçar o estoque, a Secretaria Municipal de Saúde recebeu 7.400 novas doses de tríplice viral e mais 5.000 doses de vacina oral contra a poliomielite. A vacina será disponibilizada para todas as crianças com faixa etária entre um a quatro anos, 11 meses e 29 dias, inclusive para as que já possuem o esquema vacinal completo.

A campanha teve início no último dia 6 e segue até o dia 31 de agosto com expectativa de imunizar 33.751 crianças.

  •  

Sessão Científica mostra riscos do não uso de luvas na área de saúde

16/8/2018, 9:35h

O preenchimento da ficha de Comunicação de Acidentes de Trabalho (CAT) e a utilização de Equipamentos de Proteção Individual (EPI’s) pelos profissionais de saúde foram algumas das orientações passadas durante Sessão Científica da Vigilância Epidemiológica, na manhã de quarta-feira, 15. O evento foi realizado no auditório da Secretaria Municipal de Saúde.

A Sessão teve como tema “Acidente de trabalho grave com exposição a material biológico na rede de atenção à saúde”, e contou com a colaboração dos profissionais do Centro de Referência a Saúde do Trabalhador (Cerest).

“Alguns profissionais de saúde, por exemplo, usam a perda do tato como justificativa para não usar luva, mas o uso desse equipamento previne contra diversas situações de acidentes de trabalho e contaminação”, afirma o enfermeiro do Cerest, Raimundo Mozar.

Testes rápidos para hepatites

Diante de uma situação de acidente de trabalho com contaminação sanguínea, Raimundo Mozar (foto) orienta aos profissionais que “informem aos seus superiores para as medidas cabíveis e realização de testes rápidos para hepatites”.

Ainda de acordo com Raimundo, a ficha de Comunicação de Acidentes de Trabalho é algo que não deve ser dispensado. “Alguns profissionais acreditam que por gerar afastamento, a ficha não deve ser emitida, mas é importante o seu preenchimento e necessário sua emissão”, explica.

Para a referência técnica da Vigilância Epidemiológica, Neuza Santos, o encontro é uma forma de capacitar e melhor qualificar os profissionais. “Capacitando os profissionais melhoramos a qualidade do serviço de saúde municipal. Através deles, a população pode receber orientações mais precisas e esse é o objetivo da Sessão Científica”, afirma.

  •  

Pais recorrem até a promessa de presente para criança aceitar vacina

15/8/2018, 15:4h

Marcelo de Jesus levou o filho de um ano e 10 meses para receber as doses das vacinas tríplice viral e poliomielite na Unidade Básica de Saúde do Caseb, na manhã de segunda-feira, 13. O pequeno Henry Cauê é uma das 7 mil crianças que já foram imunizadas contra as duas doenças em Feira de Santana. Para garantir a vacina da meninada, tem pai que faz até promessas.

“Vacinar é importante porque previne contra muitas doenças, por isso a caderneta de Cauê sempre está em dia”, afirma Marcelo de Jesus (foto), pai do garoto.

A campanha teve início no último dia 6 e segue até o dia 31 de agosto com expectativa de imunizar 33.751 crianças, com faixa etária entre um a quatro anos, 11 meses e 29 dias.

Necessidade do apoio dos pais

Mas segundo Carlos Henrique Valverde, referência técnica em imunização, a procura pelo imunizante ainda é baixa. “Precisamos do apoio dos pais para que levem as crianças aos postos, mesmo as que já possuem o esquema vacinal completo para receber uma dose extra da vacina”, destaca.

Promessa de presente no shopping

Para conseguir vacinar os filhos, alguns pais usam de argumentos. Raqueline Maria (foto), mãe da Ana Beatriz que também foi imunizada na segunda-feira, prometeu presentear a filha. “Toda tentativa é válida já que imunizar é preciso. A vacina protege contra várias doenças e eu disse que se ela tomasse a vacina iríamos ao shopping comprar um presente. Agora, estamos indo cumprir a promessa”, afirma.

DIA D

O dia “D” de mobilização acontece no próximo sábado, 18, e pretende imunizar 10 mil crianças. Todos as unidades de saúde estarão abertas das 8h às 17h, além de três postos de vacinação acessíveis a comunidade, são eles: a Secretaria Municipal de Saúde, o estacionamento do Shopping Boulevard (Saída da Le Biscuit) e a Fundação Jonathas Teles de Carvalho (localizada na avenida Eduardo Fróes da Mota, Santa Mônica).

Observação sobre a vacina

Não há contraindicação para vacina tríplice viral que está sendo utilizada neste momento de campanha, porém não deve ser administrada junto com a vacina da febre amarela quando a criança possuir idade menor que dois anos.

Já a vacina da poliomielite deve ser evitada quando a criança apresentar imunossupressão (imunidade baixa) ou quadro febril. “Encontramos alguns pais que não querem vacinar os filhos devido um quadro de rinite ou gripe, mas é importante ressaltar que não há contraindicação para isso”, afirma Carlos Henrique Valverde.

  •  

Profissionais da UPA participaram de treinamento de Suporte Básico de Vida

15/8/2018, 9:45h

Os profissionais da Unidade de Pronto Atendimento do bairro Queimadinha (UPA) participaram de dois dias de capacitação para Suporte Básico de Vida. O treinamento teve como objetivo reforçar procedimentos importantes em situações emergenciais que possam ocorrer dentro ou fora do serviço.

Manter a tranquilidade, observar a segurança do local em que a vítima está para que não ocorram outros acidentes ou tenham novas vítimas e acionar o Samu são algumas das orientações recebidas durante o treinamento que teve a colaboração da Liga do Trauma e Emergência da Faculdade Nobre.

A ação de iniciativa da Educação Permanente, teve o comando do enfermeiro Sebastião Edmilson Oliveira, que esteve ensinando técnicas de auxílio para a manutenção dos sinais vitais.  “O suporte básico de vida é utilizado em ocasiões de parada cardiorrespiratória ou situação de engasgo (obstrução de vias aéreas por corpos estranhos). Essa atividade educativa é fundamental para que os funcionários da UPA, que não são profissionais de saúde, compreendam que todo cidadão precisa realizar conduta de primeiros socorros”, afirma o enfermeiro.

Risco iminente de morte

De acordo com o diretor médico da UPA, Denisval Cavalcanti, a capacitação visa disseminar conhecimentos básicos que devem ser prestados a uma pessoa com risco iminente de morte. “Hoje todos os profissionais, independentemente de onde atuam, serviço geral, portaria, administração, têm condições de prestar o mínimo de suporte na unidade e na comunidade onde os mesmos residem. E isso vai nos ajudar no dia a dia, porque torna a nossa equipe ainda mais capacitada”, ressalta.

O Suporte Básico de Vida é o conjunto de procedimentos técnicos que visam dar auxílio à vítima, realizando a manutenção dos sinais vitais. As técnicas de primeiros socorros devem ocorrer até a chegada da equipe emergencial e os procedimentos não podem comprometer nem agravar a situação da vítima.

  •  

Donos de cães destacam importância da vacinação contra a raiva

12/8/2018, 22:51h

“Peraê, Avelan”, ordenava Isaac Magalhães, ao golden retriever de seis meses, que estava nervoso por enfrentar a agulha da vacina pela primeira vez, no posto de vacinação montado na Secretaria de Saúde. “Pronto, rapaz”, disse o dono, depois do animal ser imunizado.

Além de Avelan, Baby, Pititinga, Marley e outras dezenas de cães e gatos receberam o imunizante neste sábado, 11, em mais um dia de vacinação. “Vacinar é importante porque garante boa saúde para estes animais”, disse o dono de Avelan, que apresentou a caderneta de vacinação devidamente preenchida.

Com mais de 12 anos, Baby se mostrou tranquilo ante o vacinador, mesmo depois de dois anos sem tomar o imunizante. “Vacinar contra a raiva é importante porque livra os animais desta doença e previne nos humanos”, reconhece a dona do cão, Ana Lúcia Souza.

O sábado, 11, será mais um ‘Dia D’ de vacinação de cães e gatos contra raiva, na zona urbana de Feira de Santana. Os donos destes animais terão 34 locais para leva-los para tomar o imunizante, que é a única maneira de evitar a doença, que é letal e que pode contaminar humanos – também letal, se não devidamente tratada.

A vacinação será encerrada às 17h. Até o dia 4, segundo a coordenadora do Centro de Controle de Zoonose, a veterinária Mirza Cordeiro, mais de 36 mil cães e gatos já foram imunizados. A meta no município é vacinar 70 mil animais. A campanha vai ser encerrada no dia 20.

Na próxima semana a vacinação vai ser intensificada na zona rural, com as equipes percorrendo distritos e povoados. Mas, de acordo com a coordenadora, o posto fixo no CCZ – à avenida Eduardo Fróes da Motta, Pedra do Descanso, vai funcionar normalmente.

A campanha está sendo realizada pela Secretaria Municipal de Saúde, através da Vigilância Epidemiológica e Centro Municipal de Controle de Zoonoses. “A boa saúde dos animais, de estimação ou não, está condicionada à vacinação contra a raiva, que é gratuita”.

O CCZ não registra caso da doença desde 2004, mas, diz Mirza Cordeiro, as pessoas devem procurar os locais de vacinação, por ser o imunizante um dos mais importantes para a boa saúde destes animais. Caso haja suspeita de raiva animal, os donos devem ligar para o telefone do Centro de Zoonozes: (75) 3614-3613.

  •  

Dia D de vacinação para cães e gatos neste sábado

10/8/2018, 17:36h

O segundo dia “D” de vacinação antirrábica acontece neste sábado, 11, em Feira de Santana. Todos os postos de vacinação irão funcionar das 8h às 17h com o objetivo de alcançar cerca de 33 mil animais ainda não vacinados durante a campanha.

Neste sábado as equipes de zoonoses irão percorrer 28 localidades: Muchila, Jardim Acácia, Feira X, Viveiros, Jomafa, Feira VII, Rua Nova, Baraúna, Campo do Gado Velho, Cidade Nova, Conjunto João Paulo, Ex-combatente, Sobradinho, Jardim Cruzeiro, George Américo, Conj. José Ronaldo, Asa Branca, Campo Limpo, Av. Airton Sena, Av. Fraga Maia, Av. Noide Cerqueira, Av. Artemia Pires, Parque Ipê, Kalilândia, Tomba, Santa Mônica I, Estação Nova e Jussara.

“Convidamos a comunidade, lembrando que os animais mais ferozes devem ser levados com coleira e mordaça. É importante também estar com a caderneta de vacinação em mãos”, orienta a coordenadora do Centro Municipal de Controle de Zoonoses, Mirza Cordeiro.

Quem não deve ser vacinado

Tem direito à vacina, que é gratuita, cães e gatos a partir dos três meses de vida, exceto aqueles que estão debilitados ou fazendo tratamento com antibióticos e corticoide.

“A vacina além de gratuita é a única forma de proteger contra a raiva que é 100% letal”, alerta a coordenadora.

  •  

Quase 200 testes para HIV estão no CTA à espera dos donos

9/8/2018, 17:35h

O Centro de Testagem e Aconselhamento de Infecções Sexualmente Transmissíveis (CTA) já diagnosticou mais de 4.500 casos de Aids e sífilis em Feira de Santana, em 15 anos. Este número ainda é considerado baixo quando comparado à quantidade de pessoas que realizam o exame e não buscam o resultado, ressalta a coordenadora do programa, Vanessa Sampaio (foto - abaixo).

“Estamos esperando 180 pessoas que realizaram o exame no primeiro semestre deste ano e não vieram buscar o resultado. Infelizmente, ainda existe muito preconceito em relação a essas doenças e muitas pessoas acabam tendo receio em receber o diagnóstico”, observa.

Segundo Vanessa, a incidência da doença é maior nos jovens com idade entre 20 e 29 anos. “Nos últimos 15 anos, foram mil casos de sífilis e quase 600 casos de HIV nessa faixa etária”, informa.

Aconselhamento combate tabus

Para conscientizar e orientar a população acerca da importância do exame, o CTA realiza o aconselhamento antes e depois do teste de detecção. A medida busca justamente combater alguns tabus relacionados à doença e esclarecer dúvidas dos pacientes.

“No momento do aconselhamento a gente faz um breve relato sobre a doença e os possíveis resultados. Os pacientes chegam aqui com dúvidas sobre contágio, transmissão e a maioria acha que é possível detectar o HIV no mesmo dia em que passou pela exposição”, ressalta a enfermeira Patrícia Soares (foto).

Contaminação aparece após 30 dias

De acordo com a profissional, o vírus da Aids tem uma janela imunológica e só aparece no sangue após 30 dias da contaminação. Mesmo assim, ela orienta que o paciente compareça ao Centro em até 72 horas pós exposição.

“No caso de um acidente ocupacional ou relação desprotegida a pessoa deve vir ao serviço para vermos a possibilidade do uso da profilaxia. Essa medicação irá evitar a contaminação a qual ele foi exposto naquele momento”, informa.

  •  

Dor é o principal sintoma do infarto, afirma especialista

7/8/2018, 17:31h

Saber identificar sintomas de um infarto pode salvar vidas. A dor torácica é o principal sintoma. Esse foi o tema da Sessão Científica do SAMU, realizada na Secretaria Municipal de Saúde, na segunda-feira, 6.

O médico Ricardo Peixoto palestrou para o público, formado por estudantes e profissionais de saúde. Ele abordou o tema “Infarto Agudo do Miocárdio”.

A palestra chamou atenção para a importância do reconhecimento dos sintomas do infarto pelo paciente, diminuindo o tempo de busca por atendimento médico, agilizando o diagnóstico rápido dos sintomas da doença pelos profissionais e, assim, reduzindo as possibilidades de morte.

Cuidado com a dor e pele fria

“A dor torácica é o principal sintoma, que pode se apresentar em aperto ou queimação, com ou sem irradiação, associada a dispneia, náusea, vômito e pele fria”, ressalta.

De acordo com o médico, a incidência da doença coronária ocorre entre 50 a 69 anos.  Hipertensão, diabetes, idade, tabagismo e histórico familiar são alguns dos fatores de risco que levam a desenvolver a doença.

Atenção aos fatores de risco

“É importante estarmos atentos aos fatores de risco. Ao receber um paciente de 15 anos, com essa dor no peito, é improvável que esse sintoma se deva a doença coronariana, pois ele não apresenta fatores de risco. Mas se recebemos um idoso hipertenso e diabético, com dor, podemos observar que ele já apresenta fator de risco clássico e tem sintoma clássico, então há uma maior probabilidade da presença da doença”, alerta.

Durante o evento, o médico ainda esclareceu que a dor coronariana também pode seguir para o membro direito. Segundo o profissional, pacientes que apresentam a dor no peito que se erradia para os dois membros têm maior chance de possuir a doença do que aqueles pacientes que a dor erradia do peito para o braço.

Risco é até maior

“Geralmente, vemos ser negligenciada a dor que erradia para o membro direito, sendo, às vezes, até entendida quando não coronariana. Na verdade o risco é até maior”, alerta.

A Sessão Científica ocorre uma vez ao mês, porém neste mês de agosto terá uma edição extra no dia 29. O evento é aberto e gratuito para estudantes e profissionais da área de saúde.

  •  

Campanha de Vacinação Antirrábica terá novo "Dia D"

6/8/2018, 15:37h

Em Feira de Santana, 31 mil animais foram vacinados contra a raiva, no mês de julho. Como a meta é imunizar 70 mil cães e gatos, a Secretaria Municipal de Saúde, através do Centro Municipal de Controle em Zoonoses (CCZ), estará realizando um novo “Dia D” de vacina, no próximo sábado, 11.

“Estamos realizando um novo Dia D e reforçando para comunidade a importância de levar seus animais para serem imunizados. A vacina além de gratuita, é a única forma de proteger contra a raiva”, ressalta a coordenadora do CCZ, Mirza Cordeiro.

Mais 28 localidades contempladas

As equipes de vacinação já percorreram 40 bairros e mais 28 localidades serão contempladas só no “Dia D” - Muchila, Jardim Acácia, Feira X, Viveiros, Jomafa, Feira VII, Rua Nova, Baraúna, Campo do Gado Velho, Cidade Nova, Conjunto João Paulo, Ex-combatente, Sobradinho, Jardim Cruzeiro, George Américo, Conj. José Ronaldo, Asa Branca, Campo Limpo, Av. Airton Sena, Av. Fraga Maia, Av. Noide Cerqueira, Av. Artemia Pires, Parque Ipê, Kalilândia, Tomba, Santa Mônica I, Estação Nova e Jussara.

Para quem é da Zona Rural, desde o último sábado, 4, a vacinação percorre as localidades de Bonfim, Terra Dura, Ipuaçu e Galhardo. Os animais podem ser levados aos postos de saúde e em algumas ruas a vacinação acontecerá de forma volante (casa a casa).

DATA  

UNIDADE  

04/08  

(SÁBADO)  

TERRA DURA – Unidade de Saúde e Volante  

IPUAÇU – Unidade de Saúde e Volante  

GALHARDO - Volante  

BOMFIM DE FEIRA – Unidade de Saúde e Volante  

06/08  

FEIRA V – PRAÇA PRINCIPAL  

SANTA RITA – PINDOBA (VOLANTE)  

07/08  

TRÊS RIACHOS – VOLANTE  

SERRARIA BRASIL - PRAÇA DA PAQUERA  

LOTEAMENTO LUMA TORRES - PRAÇA  

CONJUNTO ARCO ÍRIS - PRAÇA  

08/08  

CONJUNTO ELZA AZEVEDO  

CAZUMBA – VOLANTE  

CIS – VOLANTE E FIXO NO CAMPO DE FUTEBOL  

09/08  

SANTA RITA – BAR DE SENHOR ALTINO  

CONJUNTO ACM - PRAÇA  

SANTA QUITÉRIA - VOLANTE  

10/08  

PEDRA FERRADA – CASA DE DONA NORMA  

PARQUE VIOLETA - VOLANTE  

13/08  

FULÔ – UNIDADE DE SAÚDE  

VOLANTE I E II FULÔ – ZONA RURAL  

14/08  

VOLANTE III E IV FULÔ – ZONA RURAL  

15/08  

ALTO DO ROSÁRIO – UNIDADE DE SAÚDE, VOLANTE I E II  

16/08  

ALTO DO ROSÁRIO  - VOLANTE III E IV  

17/08  

ALTO DO ROSÁRIO - VOLANTE V  

ROSÁRIO – UNIDADE DE SAÚDE E VOLANTE  

20/08  

ROSÁRIO - VOLANTE II  

CORREDOR DOS ARAÇÁS – UNIDADE DE SAÚDE E VOLANTE  

 
  •