SECRETARIA MUNICIPAL DE SAÚDE

Sábado é dia de vacinar crianças contra pólio e outras doenças

16/10/2020, 11:39h

Perfeita tradução do ditado popular – “quando não mata, aleija”, a poliomielite é uma doença extremamente grave que pode ser prevenida pela vacinação. E somente pelas gotinhas encontradas em todas as unidades de saúde.

Neste sábado, 17, será o Dia D de Vacinação contra a Poliomielite, doença também conhecida como paralisia infantil, por acometer crianças na primeira infância, e pólio. Neste dia também poderão ser imunizadas crianças menores de 15 anos, na campanha de multivacinação.

Segundo o IBGE (Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística), em Feira de Santana residem mais de 40 mil crianças com idade de vacinação contra a pólio e pouco mais de cem mil aptas a tomar os outros imunizantes oferecidos pela rede pública de saúde.

A ida às unidades de saúde deverá ser vista como compromisso de todas as famílias, devido a necessidade de proteger os pequenos contra a pólio e outras doenças graves, como o sarampo e a febre amarela – nestes casos será feita a atualização da caderneta de vacinação.

A vacina é a única forma de proteger as pessoas contra várias doenças que ´podem deixar sequelas permanentes ou levar a óbito, como a poliomielite. A campanha nacional de vacinação começou no início deste mês e será encerrada em menos de duas semanas.

  •  

Vigilância Sanitária alerta para risco do consumo de água de coco clandestina

14/10/2020, 17:21h

Com o aumento das temperaturas, a ingestão de água de coco é uma alternativa para se refrescar. Contudo, requer cuidados. A depender das condições de manipulação e armazenamento, o líquido pode ser contaminado. A Secretaria Municipal de Saúde alerta a população para o risco à saúde caso o produto não receba o tratamento adequado ao ser extraído do fruto. 

A médica veterinária da Vigilância Sanitária, Rosamaria El Fahl, afirma que no engarrafamento sem inspeção sanitária (de forma clandestina), não são seguidas as práticas higienicossanitárias. Ela destaca que antes de ingerir esse produto devem ser observadas as condições de higiene, principalmente pelo risco de contaminação por animais.

“O local do armazenamento deve ser adequado e não é raro a contaminação com a urina de rato. Por isso, no momento da abertura do coco, a casca deveria ser higienizada. É preciso observar também se o vendedor está com luvas, e ao manipular o alimento não deve pegar em dinheiro, além de observar os utensílios utilizados, as superfícies e a embalagem onde o líquido será armazenado”, recomenda.

A médica veterinária ressalta ainda que é importante que o consumidor observe o tempo que aquele produto foi embalado, desde a extração até o consumo.

“Caso opte por levar envasado, que o coco seja aberto no momento da compra, e se possível, leve o seu recipiente. Para manter  as características nutricionais, a água deve ser ingerida imediatamente ou refrigerada, afim de que você receba os benefícios do produto e não tenha a sua saúde comprometida", diz. 

PRODUTO COM INSPEÇÃO 

De acordo com Rosamaria El Fahal,  restaurantes, lanchonetes, bares, entre outros estabelecimentos, não devem utilizar ou comercializar o produto sem o selo de inspeção do Ministério da Agricultura.

Os comerciantes de água de coco, sejam ambulantes ou empresas formais, que queiram se organizar em cooperativa ou associação para abrir uma pequena indústria de beneficiamento são orientados a buscar informações na Vigilância Sanitária ou Secretaria Municipal de Agricultura, com intuito de sair da clandestinidade e comercializar um produto sem risco à saúde do consumidor.

  •  

Dia "D" de vacinação contra poliomielite e de multivacinação, neste sábado

14/10/2020, 17:17h

O dia "D" de mobilização nacional contra a poliomielite e de multivacinação vai ocorrer neste sábado, 17. Todas as unidades de saúde da rede municipal estarão realizando a vacinação das 8h às 17h.

Para reforçar o estoque, a Secretaria de Saúde recebeu mais 10.700 doses de vacina oral contra a poliomielite. Deverão ser vacinadas crianças de até cinco anos, com estratégias diferenciadas para menores de um ano e para aquelas na faixa etária de 1 a 4 anos. 

Já na multivacinação, o público-alvo é formado por crianças e adolescentes menores de 15 anos, com objetivo de atualizar a Caderneta de Vacinação. 

Para ser imunizado é necessário se dirigir a uma unidade de saúde portando documento de identidade, cartão SUS e a caderneta de vacinação.  "A ausência desses documentos não impede a vacinação", ressalta a coordenadora do Setor de Imunização, Simone Neves.

Essa ação visa oportunizar o acesso às vacinas, atualizar a situação vacinal, aumentar as coberturas vacinais, diminuir a incidência das doenças imunopreveníveis e contribuir para o controle, eliminação e erradicação dessas doenças. 

A campanha teve início no último dia 5 e segue até o dia 31 de outubro com expectativa de imunizar 30 mil crianças e adolescentes.

  •  

Confira os números do boletim epidemiológico da Covid-19 nesta terça

13/10/2020, 19:19h

PREFEITURA DE FEIRA DE SANTANA
SECRETARIA MUNICIPAL DE SAÚDE
VIGILÂNCIA EPIDEMIOLÓGICA

Dos 39.862 testes da Covid-19 realizados em Feira de Santana, 25.702 foram negativos. Nas últimas 24h, o município atingiu a marca de 9.899 curados da doença, o índice representa 91% dos casos confirmados. Enquanto isso, 130 pessoas testaram negativo para o vírus e 36 casos foram positivos.
O número de pacientes internados reduziu de 27 para 25, nas últimas 24h. O boletim epidemiológico contabiliza ainda 730 casos ativos, ou seja, pessoas que ainda estão com a doença. O informativo também confirma mais dois óbitos, ocorridos nos dias 21 de setembro e 13 de outubro. A informação é da Vigilância Epidemiológica através da Secretaria de Saúde nesta terça-feira (13).

Relatório sobre Covid-19 em Feira de Santana 
NÚMEROS DESTA TERÇA-FEIRA
13 de outubro de 2020

Casos confirmados no dia: 36
Pacientes recuperados no dia: 17
Resultados negativos no dia: 130
Alta hospitalar no dia: 2
Óbitos comunicados no dia: 2 
Datas dos óbitos: 21/09 e 13/10

A Secretaria de Saúde ressalta que a inclusão no boletim dos registros de óbito por covid-19 é feita quando a declaração de óbito, ficha de notificação e resultado do exame positivo para a doença chegam à Vigilância Epidemiológica.

NÚMEROS TOTAIS

Total de pacientes ativos: 730
Total de casos confirmados no município: 10.857 (Período de 06 de março a 13 de outubro de 2020)
Total de pacientes em isolamento domiciliar: 705
Total de pacientes hospitalizados no município: 25
Total de recuperados no município: 9.899
Total de exames negativos: 12.420 (Período de 06 de março a 13 de outubro de 2020)
Aguardando resultado do exame: 353
Total de óbitos: 228

INFORMAÇÕES TESTES RÁPIDOS

Total de testes rápidos realizados: 16.232 (Período de 06 de março a 13 de outubro de 2020)
Resultado positivo: 2.950 (Período de 06 de março a 13 de outubro de 2020)
Em isolamento domiciliar: 8
Resultado negativo: 13.282 (Período de 06 de março a 13 de outubro de 2020)

O teste rápido isoladamente não confirma nem exclui completamente o diagnóstico para covid-19, devendo ser usado como um teste para auxílio diagnóstico, conforme a nota técnica COE Saúde Nº 54 de 08 de abril de 2020 (atualizada em 04/06/20).

Assessoria de Comunicação da Secretaria Municipal de Saúde de Feira de Santana

  •  

Confira os números do boletim epidemiológico da Covid-19 nesta segunda

12/10/2020, 22:7h

PREFEITURA DE FEIRA DE SANTANA
SECRETARIA MUNICIPAL DE SAÚDE
VIGILÂNCIA EPIDEMIOLÓGICA

Feira de Santana está perto de alcançar 10 mil curados da Covid-19. Até agora, são exatamente 9.882 pacientes livres da doença, índice que representa 91% dos casos confirmados. Além disso, nas últimas 24h foram registrados apenas 15 novos casos de Coronavírus e 62 foram negativos. O município não registrou nenhum óbito da doença nos últimos quatro dias. 
O boletim epidemiológico contabiliza ainda 27 pacientes internados no município e 713 casos ativos, ou seja, pessoas que ainda estão com a doença. A informação é da Vigilância Epidemiológica através da Secretaria de Saúde nesta segunda-feira (12).

Relatório sobre Covid-19 em Feira de Santana 
NÚMEROS DESTA SEGUNDA-FEIRA
12 de outubro de 2020

Casos confirmados no dia: 15
Pacientes recuperados no dia: 0
Resultados negativos no dia: 62
Alta hospitalar no dia: 0
Óbito comunicado no dia: 0

A Secretaria de Saúde ressalta que a inclusão no boletim dos registros de óbito por covid-19 é feita quando a declaração de óbito, ficha de notificação e resultado do exame positivo para a doença chegam à Vigilância Epidemiológica.

NÚMEROS TOTAIS

Total de pacientes ativos: 713
Total de casos confirmados no município: 10.821 (Período de 06 de março a 12 de outubro de 2020)
Total de pacientes em isolamento domiciliar: 686
Total de pacientes hospitalizados no município: 27
Total de recuperados no município: 9.882
Total de exames negativos: 12.290 (Período de 06 de março a 12 de outubro de 2020)
Aguardando resultado do exame: 315
Total de óbitos: 226

INFORMAÇÕES TESTES RÁPIDOS

Total de testes rápidos realizados: 15.998 (Período de 06 de março a 09 de outubro de 2020)
Resultado positivo: 2.908 (Período de 06 de março a 09 de outubro de 2020)
Em isolamento domiciliar: 9
Resultado negativo: 13.090 (Período de 06 de março a 09 de outubro de 2020)

O teste rápido isoladamente não confirma nem exclui completamente o diagnóstico para covid-19, devendo ser usado como um teste para auxílio diagnóstico, conforme a nota técnica COE Saúde Nº 54 de 08 de abril de 2020 (atualizada em 04/06/20).

Assessoria de Comunicação da Secretaria Municipal de Saúde de Feira de Santana

  •  

Ambulatório de Infectologia realiza doações em homenagem ao Dia das Crianças

12/10/2020, 9:18h

A Secretaria Municipal de Saúde, por meio do ambulatório de Infectologia, realizou uma homenagem em alusão ao Dia das Crianças, na sexta-feira, 9, com doações de brinquedos, fraldas, kits odontológicos e cestas básicas para as famílias de crianças com síndrome congênita da zika. Elas fazem parte do projeto "Aconchego". 

Os brinquedos e as cestas básicas foram arrecadados através de voluntários. Já os kits odontológicos foram fornecidos por professores da Universidade Estadual de Feira de Santana (Uefs). A doação foi no esquema drive-thru. 

A radiologista Elisângela Farias foi buscar os brindes para seu filho Thales, de seis anos. Ela parabenizou a iniciativa do projeto e agradeceu as doações. “Não é em todo lugar que encontramos esse acolhimento. Eu me sinto muito feliz com essa homenagem”, disse.

A médica infectologista Normeide Pedreira destacou que a ação é uma forma de valorizar as crianças e familiares. “Todos precisam de momentos de lazer e alegria”, disse. Cerca de trinta famílias receberam as doações.

  •  

NOTA DE ESCLARECIMENTO

7/10/2020, 11:14h

A Secretaria Municipal de Saúde não possui amparo legal para importação e fornecimento de medicação a base de canabidiol. A informação é em resposta a uma reportagem, que foi divulgada nos veículos de comunicação, sobre uma criança diagnosticada com epilepsia que faz uso dessa substância e que estaria aguardando pela medicação há três meses. 

Esse medicamento não faz parte dos remédios fornecidos pelo SUS (Sistema Único de Saúde), conforme atualização da RENAME (Relação Nacional de Medicamentos), além de não ser padronizado para dispensação na Atenção Básica, conforme a Portaria n° 1554, de 30 de julho de 2013, do Ministério da Saúde. 

Todos os medicamentos dessa categoria utilizados no Brasil são importados, sendo de responsabilidade exclusiva do Ministério da Saúde a aquisição.

  •  

NOTA DE ESCLARECIMENTO

6/10/2020, 17:0h

Diferente ao que está sendo informado, o Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (SAMU) esclarece que levou vinte e oito minutos para atender o ciclista Vinícius Souza Lima, após o contato com o órgão, e não duas horas depois. Ele sofreu um acidente na noite de terça-feira, 29, quando estava trafegando pela avenida João Durval Carneiro. 

A equipe do SAMU foi acionada às 00h10min, saiu da base às 00h12min, chegando ao local do acidente às 00h19min. A ambulância deixou o local transportando o paciente às 00h38min, que foi levado para a UPA da Queimadinha.

Na unidade de saúde, Vinícius foi avaliado pelo médico plantonista, realizado anamnese, exame físico e indicado para uma avaliação com ortopedista, visto que se tratava de um trauma sofrido pelo paciente durante ciclismo. 

Desta forma, o paciente foi encaminhado para a rede Estadual de Urgência. A Unidade de Pronto Atendimento do Estado é referência em trauma, possuindo ortopedista de plantão 24horas, diferente da UPA Queimadinha que é referenciada para demandas clínicas.

Vale salientar que, qualquer paciente que tenha necessidade de atendimento de urgência por trauma, que chegue por demanda espontânea, tem garantido o atendimento inicial de acordo com os protocolos do ATLS (Advanced trauma Life Support) e posteriormente, ele será encaminhado para unidade que possa prestar os cuidados necessários.

Respeitando o Código de Conduta interno da unidade, o SAMU reafirma o compromisso de proteger a qualidade e o desenvolvimento da vida por meio da excelência na gestão do recurso disponível em saúde.

  •  

Confira os números do boletim epidemiológico da Covid-19 neste sábado e domingo

4/10/2020, 15:50h

PREFEITURA DE FEIRA DE SANTANA
SECRETARIA MUNICIPAL DE SAÚDE
VIGILÂNCIA EPIDEMIOLÓGICA

Nos últimos dois dias, o número de casos negativos (56) foi maior que o de positivos (36) da Covid-19, em Feira de Santana. O município não registou nenhum óbito e manteve a marca de 9.657 curados da doença desde o início da epidemia, índice que representa 93% dos casos. 
O boletim epidemiológico contabiliza ainda 28 pacientes internados no município e 539 casos ativos, ou seja, pessoas que ainda estão com a doença. A informação é da Vigilância Epidemiológica através da Secretaria de Saúde neste domingo (04).

Relatório sobre Covid-19 em Feira de Santana 
NÚMEROS DESTE DOMINGO
04 de outubro de 2020

Casos confirmados no dia: 34
Pacientes recuperados no dia: 0
Resultados negativos no dia: 56
Alta hospitalar no dia: 0
Óbito comunicado no dia: 0

A Secretaria de Saúde ressalta que a inclusão no boletim dos registros de óbito por covid-19 é feita quando a declaração de óbito, ficha de notificação e resultado do exame positivo para a doença chegam à Vigilância Epidemiológica.

NÚMEROS TOTAIS

Total de pacientes ativos: 539
Total de casos confirmados no município: 10.416 (Período de 06 de março a 04 de outubro de 2020)
Total de pacientes em isolamento domiciliar: 511
Total de pacientes hospitalizados no município: 28
Total de recuperados no município: 9.657 
Total de exames negativos: 11.853 (Período de 06 de março a 04 de outubro de 2020)
Aguardando resultado do exame: 396
Total de óbitos: 220

INFORMAÇÕES TESTES RÁPIDOS

Total de testes rápidos realizados: 15.540 (Período de 06 de março a 04 de outubro de 2020)
Resultado positivo: 2.854 (Período de 06 de março a 04 de outubro de 2020)
Em isolamento domiciliar: 15
Resultado negativo: 12.686 (Período de 06 de março a 04 de outubro de 2020)

O teste rápido isoladamente não confirma nem exclui completamente o diagnóstico para covid-19, devendo ser usado como um teste para auxílio diagnóstico, conforme a nota técnica COE Saúde Nº 54 de 08 de abril de 2020 (atualizada em 04/06/20).

Assessoria de Comunicação da Secretaria Municipal de Saúde de Feira de Santana

  •  

Vacinação contra a Poliomielite e a Multivacinação começam nesta segunda-feira

4/10/2020, 12:52h

A Campanha Nacional de Vacinação contra a Poliomielite e a Multivacinação começa nesta segunda-feira, 5. Deverão ser vacinadas contra a poliomielite crianças de até cinco anos. Já a Multivacinação acontece para que crianças e adolescentes menores de 15 anos possam atualizar a caderneta vacinal. 

Para ser imunizado é necessário se dirigir a uma unidade de saúde portando documento de identidade, cartão SUS e a caderneta de vacinação. 

 "A ausência desses documentos não impede a vacinação", ressalta a enfermeira coordenadora do Setor de Imunização da Secretaria Municipal de Saúde, Simone Neves. O dia “D” de divulgação e mobilização nacional vai ocorrer em 17 de outubro. 

Essa ação tem como objetivos reduzir o risco de reintrodução da Poliomielite no país, oportunizar o acesso às vacinas, atualizar a situação vacinal, aumentar as coberturas vacinais, diminuir a incidência das doenças imunopreveníveis e contribuir para o controle, eliminação e erradicação dessas doenças.

O Ministério da Saúde, diante do cenário do novo coronavírus, destaca a necessidade de vacinar o maior número possível de crianças e adolescentes, adotando-se todas as medidas de proteção amplamente divulgadas, para diminuir o risco de contágio da doença tanto entre os trabalhadores da saúde e a população.

  •