O agito do Rua Viva retorna à Avenida Fraga Maia neste domingo, 10

9/12/2017, 10:37h

Após uma rápida pausa, o projeto Rua Viva: mobilidade e lazer com segurança no trânsito, retorna com força total neste domingo, 10, na Avenida Fraga Maia.

A partir de 8h, o circuito entre as ruas Barra dos Bandeirantes e Casemiro de Abreu, com mais de cem metros em extensão e total segurança para quem busca saúde, diversão e bem estar, será mais uma oportunidade de interação entre as famílias feirenses.

Áreas especiais serão criadas pela Superintendência Municipal de Trânsito (SMT) visando oferecer à população espaços seguros para a prática de esportes e lazer, a exemplo de jogos coletivos, andar de bike e triciclo, de skate, patins e ainda curtir carrinhos telecomandados (de controle remoto), além de uma ótima opção para relaxar passeando com animais de estimação, realizar piqueniques ou fazer caminhadas.

Livre da rotina do trânsito, o Rua Viva oferece às 9h diversas atividades recreativas: aulas de dança –swing baiano, fit dance, zumba e cross fit -, ginástica funcional, exercícios de alongamento e aquecimento, sempre orientadas por professores de Educação Física, fazem parte da programação dominical.

Segundo o superintende municipal de Trânsito, Maurício Carvalho, a novidade desta edição será a distribuição para a criançada de minitalões de trânsito contendo informações educativas.

“Vamos orientar as crianças como alertar os pais para o uso correto do cinto de segurança e da cadeirinha (poltrona de elevação), importância e respeito aos sinais de trânsito com atenção às placas, semáforos e faixas de segurança para travessia de pedestres na presença de um adulto, além de divulgarmos o telefone do disk trânsito [75 3623.3580] impresso na capa”, explica Carvalho.

A turminha do Rua Viva poderá se divertir e aprender mais sobre noções de trânsito com a disputada pista de 12 metros de comprimento, em formato de circuito, composta de quatro faixas e sinalização horizontal, canteiro central, minisemáforos e miniplacas de sinalização.

Os agentes do Núcleo de Educação para o Trânsito da SMT marcam presença e ainda realizam sessões de cineminha e pipoca exibindo vídeos educativos que retratam a importância e o respeito aos sinais de trânsito.

“A proposta da Prefeitura Municipal de Feira de Santana é estimular as famílias a se apropriarem da cidade por uma opção segura e agradável para o lazer ao ar livre”, ressalta o gestor da SMT.

A música não pode faltar e as canções do artista Dan Silveira animam o público no palco do Rua Viva a partir das 10h. O local possui completa infraestrutura de sanitários químicos, praça de alimentação e segurança redobrada com a presença de agentes da Guarda Municipal e de policiais militares.

A comunidade em geral também poderá aferir a pressão arterial e/ou se submeter a testes de glicemia com técnicos da Secretaria Municipal de Saúde (SMS).

O Rua Viva mobiliza cada vez mais pessoas através das redes sociais (Facebook e Instagram) pela hashtag #ruavivafsa.



  •  

Fundação doa óculos para alunos de escolas municipais em bairro carente de Feira

9/12/2017, 10:30h

Cinquenta alunos das escolas municipais Josenita Nery Boaventura e Monsenhor Jessé Torres Cunha, ambas no bairro Aviário, serão beneficiados com a doação de óculos de grau. A iniciativa é do Projeto Ver e Viver, da Fundação ArcelorMittal.

A iniciativa busca detectar e tratar problemas visuais em alunos. A consulta com o oftalmologista foi realizada em novembro e, após a identificação da necessidade de cada criança, elas tiveram esta quinta-feira, 7, a oportunidade de escolher os modelos de óculos na própria escola, com a ajuda de um profissional.

Ação contribui para o aprendizado das crianças

“Acredito que essa ação é muito importante e contribui significativamente para a aprendizagem das crianças. Muitas delas apresentam déficit de visão, com graus que variam entre 2 e 4, ou seja, miopia já considerada um pouco alta para a idade”, observa a professora Aylla Gracce Santos Miranda, gestora da Escola Municipal Josenita Nery.

De acordo com a professora, os óculos acabam ajudando também no desenvolvimento intelectual dos alunos. “Sem isto, com certeza eles teriam mais dificuldade em assimilar os conteúdos, prestariam menos atenção às atividades, uma vez que os problemas de visão implicam na falta de concentração”, lembra Aylla Gracce.

A entrega dos óculos acontecerá ainda no mês de dezembro. As crianças beneficiadas pela iniciativa são do grupo 4 ao 5º ano do Ensino Fundamental.



  •  

Iluminação de Natal em Feira de Santana será inaugurada na próxima segunda-feira

8/12/2017, 18:15h

A iluminação e a decoração de Natal de Feira de Santana será inaugurada na próxima segunda-feira, 11, na Praça da Matriz. Praças e trechos de ruas e avenidas serão iluminadas por milhões de microlâmpadas de baixo consumo, de LED.

O prefeito José Ronaldo de Carvalho vai acionar o interruptor que acenderá as lâmpadas todas as noites até o Dia de Reis, quando a rede será retirada, de acordo com a tradição católica.

A iluminação natalina é uma das mais ricas tradições do período que se aproxima. Há quem afirme que sem as lâmpadas o Natal fica um tanto mais triste. Desanimado.

As lâmpadas também darão efeito especial ao viaduto localizado entre as avenidas Getúlio Vargas e João Durval Carneiro, mais o Monumento ao Caminhoneiro.

O espetáculo das luzes também será visto nas árvores

De acordo com o diretor do Departamento de Iluminação Pública, José Wilton (foto), o espetáculo das luzes também serão vistos nas árvores das praças José Pedreira e da Bandeira.

Mais nas árvores do estacionamento da Prefeitura e no monumento à Maria Quitéria, na avenida Getúlio Vargas. O prédio da Prefeitura também ganhará iluminação especial neste período.

Presépio em LED

Um presépio em LED vai iluminar o cruzamento entre a Getúlio Vargas e a rua Castro Alves. Os postes da avenida Senhor dos Passos ganharão grandes e coloridos pingentes.



  •  

Saúde promove encontro de Natal para mães de crianças com microcefalia

8/12/2017, 16:18h

A Secretaria Municipal de Saúde (SMS), através da Vigilância Epidemiológica e a Atenção Básica, promoveu o “Natal do Aconchego”, na tarde desta quarta-feira, 6, para crianças com microcefalia e seus familiares. O evento, realizado no auditório Dr. João Batista de Cerqueira, também marcou o último encontro do ano do projeto “Aconchego: Compartilhando Emoções e Experiências”.

A secretária municipal de Saúde, Denise Mascarenhas, compareceu na confraternização, marcada por troca de experiências, momentos lúdicos, distribuição de kits de higiene pessoal para as crianças e lanches. Cestas de alimentos, que foram arrecadados nas coordenações da SMS, também foram entregues para as 23 famílias acompanhadas, atualmente.

O preconceito ainda é uma grande barreira

Mãe do pequeno Artur Macedo Galindo, de 2 anos e 7 meses, Érica Silva (foto) falou da sua experiência em cuida-lo e como enfrentou o diagnóstico. “Descobri que o meu filho tinha microcefalia após o parto. Naquele momento levei um susto, mas depois superei e hoje, ele é o meu melhor presente”, disse a dona de casa.

Para Érica o preconceito ainda é uma grande barreira a ser vencida. “Ele é uma criança com necessidades, que precisa aprender e brincar dentro das suas limitações".

PERSONAGEM

Sara Timóteo da Silva, mãe de Lara Vitória, recebendo a cesta de Natal

“Microcefalia não é doença. É uma condição de vida”, afirmou Sara Timóteo da Silva, mãe de Lara Vitória, 1 ano e 10 meses.

PREMIADO


Em julho deste ano, o Projeto Aconchego foi premiado, em Brasília, durante o 33º Congresso Nacional de Secretarias Municipais de Saúde. Através do projeto mães e crianças com microcefalia recebem o acompanhamento do município desde a descoberta da doença. A Vigilância Epidemiológica tem feito o acolhimento dessas mães a partir de notificações que permitem acompanhar a gestação.



  •  

Cantigas de roda inspiram e estimulam alunos da educação infantil a se envolverem com as artes

8/12/2017, 14:10h

“Dona aranha”, “Borboletinha”, “A Canoa Virou”, “Pombinha Branca” e “O Cravo e a Rosa”. Estas foram algumas das tradicionais cantigas de roda utilizadas como inspiração para a VII Mostra de Artes da Pré-Escola Municipal Marina Carvalho, do bairro Subaé. Neste ano, os 110 alunos do grupo 3 ao 5 da Educação Infantil produziram desenhos com base nas músicas.

Este foi o primeiro ano em que a escola aproveitou as cantigas para a produção. Nas outras edições, os alunos fizeram releituras de artistas famosos. “O resgaste desta tradição das cantigas de roda permite um trabalho amplo, não apenas com a música e a arte plástica, mas também a leitura, a escrita, importantes no desenvolvimento destas crianças”, destaca a gestora da escola, professora Cristina Passos Souza.

Personagem 1

Nadja Gerusa Zaide Chahoud Pereira (foto - esquerda), mãe da aluna Sara Elehandra Zaide Chahoud de Araújo (foto - direita), de apenas três anos, comemorou o desenvolvimento da filha. “Apesar de ser pequenininha, ela já ensina ao irmão mais velho o que aprende na escola, como foi o caso das cantigas de roda. Gostei muito da Mostra de Artes e acho este um incentivo muito importante para o desenvolvimento artístico das crianças”, conta.

Personagem 2

A emoção tomou conta de Marly de Jesus Santana (foto), mãe do pequeno Pedro Lucas de Jesus Nascimento, quatro aninhos. “Fiquei tão feliz de ver o que meu filho produziu! Me sinto emocionada tendo resultados como este. Tirei muitas fotos e vou sempre lembrar deste momento”, comemora.

Personagem 3

O orgulho estava estampado no rostinho de Cauane Gabriele Amaral Barreto, cinco anos. A criança mostrou as duas obras que produziu, inspiradas nas cantigas “Peixe Vivo” e “O Cravo e a Rosa”. “Adorei a atividade. Mexi com argila, brinquei com meus amigos e fizemos desenhos muito bonitos. Achei muito divertido e já estou pintando.



  •  

Dados dos aplicativos de controle de tráfego podem ser usados para gestão do trânsito em Feira

8/12/2017, 14:7h

Novas tecnologias que estão sendo aplicadas para humanizar e modernizar o trânsito em várias partes do mundo foram apresentadas durante o 1º Fórum de Mobilidade Urbana realizado pelo jornal Estado de São Paulo, na terça-feira, 5, no Instituto Tomie Ohtake, na capital paulista.

Executivos e pesquisadores das principais empresas do setor participaram do fórum. “São tecnologias que podem, no futuro bem próximo, ser aplicadas em Feira de Santana e com resultados positivos”, afirmou o vice-prefeito Colbert Filho, que participou do evento coordenado pelo período.

Participaram, entre muitos outros, representantes da 99, que é o maior aplicativo brasileiro para chamar táxi ou carro particular e o secretário de Mobilidade e Transportes de São Paulo, Sérgio Avelleda. O ministro das Cidades, Alexandre Baldy, participou do encerramento. Os executivos mostraram que o compartilhamento das informações contribui para melhorar o trânsito e a qualidade do serviço no transporte público.

Colber Filho disse que aplicativos de controle de tráfego e de tempo, como o Moovit e o Waze, quando utilizados, apresentam resultados positivos para o setor. “O que se pretende é no futuro transferir estes dados para serem aplicados em Feira de Santana”.

O uso destas tecnologias, disse o vice-prefeito, são importantes para o planejamento de ações relacionadas ao trânsito, ao transporte de massa de qualidade e na gestão do transporte público como um todo. “As ideias que apontem soluções sempre serão bem vindas”.

Em Feira de Santana, os passageiros do transporte coletivo já podem usar o dispositivo móvel que mostra, na tela do celular ou tablete, o horário do ônibus que deseja pegar vai passar no ponto.



  •  

Feira sedia os VIII Jogos da Diversidade Paraolímpica

8/12/2017, 12:45h

Os VIII Jogos da Diversidade Paraolímpica foram abertos no Complexo Poliesportivo Oyama Pinto da Silva, na manhã desta sexta-feira, 8, envolvendo duzentos atletas com alguma necessidade especial, divididos em seis modalidades esportivas.

Criado por uma Lei Municipal, o certame tem caráter estadual, e este ano tem as participações das delegações das cidades de Feira de Santana, Camaçari e Salvador, e conta com o suporte das Associação de Pais e Amigos dos Excepcionais (APAE).

Capoeira, basquete de cadeira, vôlei adaptado, natação, atletismo e futebol de cinco sãos as modalidades em “disputa”. Em caráter especial, todos os participantes dos Jogos receberam troféus e medalhas confeccionados pelo mesmo fabricante que fornece para a Confederação Brasileia de Futebol (CBF).

Coordenado pelo Departamento de Esportes da Secretaria de Cultura, Esporte e Lazer (CECEL), o evento mobiliza ainda vinte técnicos contratados pela Prefeitura Municipal, que também fornece os uniformes das equipes e arca com toda a logística de deslocamento, acomodação e alimentação.

Superação e Interatividade

Momento esperado com muita expectativa e ansiedade pelos paratletas, familiares e amigos, os Jogos da Diversidade Paraolímpica é um dos poucos eventos do gênero, realizado no Estado.

Celebrado como um momento de superação e interação entre todos os envolvidos, apesar do espírito esportivo de disputa, “nas competições não existem vencedores, e todos são campões de superação”, enfatiza Emerson Britto, diretor de Esportes da SECEL.



  •  

Campanha de doação de sangue reforça estoque devido a festas

8/12/2017


Compartilhar no Facebook    
  •  

Palco e equipamentos para Natal Encantado são montados

8/12/2017, 9:28h

O palco onde as principais atrações se apresentarão durante as noites do Natal Encantado já está sendo montado na praça Padre Ovídio. Outro palco será montado ao lado da Catedral Metropolitana. A cobertura terá aproximadamente 400 metros quadrados. Dentro de mais alguns dias, a montagem do segundo palco, no estacionamento da Catedral, será iniciada.

O maior Natal do Nordeste começa no dia 17 e será encerrado no dia 22. Nomes do principal time da música nacional animarão a esperada multidão, como Fagner, Alcione, Gal Costa, Joana e o grupo 14 Bis.

Toda estrutura, aliada as luzes que enfeitarão o Paço Municipal Maria Quitéria, ruas e trechos de avenidas no centro, será decisiva para a preparação do clima de festa. O esperado clima natalino.

Dentro de mais alguns dias, começa o trabalho para armar o palco montado no estacionamento da Prefeitura, em frente ao Paço Municipal. Neste espaço acontecem, ao longo do dia, apresentações diversas, como corais e grupos de escolas.

A Orquestra Sinfônica da Bahia vai abrir a programação. No palco 2, também se apresentarão Wanderley Cardoso, as Divas feirenses, Orquestra Neojibá, Baiana Bossa, entre outras atrações.

PRESÉPIO
O presépio, sempre montado ao lado da Catedral, e a Casa de Papai Noel também estão sendo finalizados. O coreto ganhará enfeites coloridos e iluminação especial.



  •  

Com mais de 180 mil pessoas com algum tipo de deficiência, Feira faz caminhada para marcar data internacional

7/12/2017, 21:37h

Uma caminhada que saiu da Praça do Nordestino com destino à Câmara de Vereadores, e passou pelas avenidas Senhor dos Passos, Getúlio Vargas e a rua Visconde do Rio Branco, com participações de representantes de entidades que atuam no setor, marcou, em Feira de Santana, a passagem do Dia Internacional da Pessoa com Deficiência, comemorado no dia 3.

Projeções indicam que em Feira de Santana residam mais de 183 mil pessoas com algum tipo de deficiência, que correspondem a 26% da população. As secretarias de Desenvolvimento Social, de Saúde e Prevenção à Violência, mais a SMT (Superintendência Municipal de Trânsito), deram apoio ao evento.

Na Câmara foi realizada uma sessão especial, requerida pelo vereador Roberto Tourinho. Na caminhada estiverem presentes o vice-prefeito Colbert Filho e o secretário de Desenvolvimento Social, Ildes Ferreira, que destacou que o município ao longo dos últimos anos registra avanços significativos na inclusão de pessoas.

Sete leis municipais aprovadas este ano contemplam segmento 

“A Câmara apoia e reconhece a problemática da pessoa com deficiência”, disse Roberto Tourinho (foto), que também afirmou que apenas neste ano foram aprovadas sete leis voltadas aos direitos das pessoas com deficiência. A presidente do Conselho Municipal da Pessoa com Deficiência, Gorete Cerqueira, disse que o município avança no atendimento e ações às necessidades deste segmento da sociedade local.



  •