Primeira base descentralizada do Samu em Feira de Santana será inaugurada nesta terça

17/9/2018, 14:30h

A Prefeitura de Feira de Santana, através da Secretaria Municipal de Saúde, inaugura nesta terça-feira, 18, a nova base descentralizada do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (SAMU). A base será instalada no Estacionamento do Paço Municipal Maria Quitéria, ampliando a oferta do serviço e possibilitando uma assistência ainda mais rápida para a população.

É a primeira base descentralizada que será inaugurada em Feira de Santana. Outras três existem em Conceição de Jacuípe, Irará e Santo Estevão. 

Outras três bases serão implantadas futuramente

De acordo com a coordenadora do SAMU, Maiza Macedo [foto], o projeto da Prefeitura envolve quatro pontes dentro da cidade, a base da João Durval, essa do Centro, uma na região Norte e outra na região Sul. “Escolhemos começar pelo centro da cidade, que é o local onde circula um grande número de pessoas, contribuindo também para um volume maior de chamadas nessa região”, informa.

A inauguração fará parte da programação do aniversário da cidade e contará com a presença do prefeito Colbert Martins Filho, da Secretária de Saúde, Denise Lima Mascarenhas e demais autoridades.



  •  

Inaugurada cobertura da feirinha do George Américo

17/9/2018, 10:7h

Moradores do bairro George Américo acordaram mais alegres na manhã deste domingo, 16, dia de inauguração da cobertura da feira livre do bairro; a obra irá beneficiar os cerca de 27 mil moradores que vivem na localidade. Também foram inaugurados os banheiros do entreposto. No total, foram investidos R$ 360 mil nas obras.

“São 31 anos desse bairro. Estas obras proporcionam mais organização e higiene, além de protegerem feirantes, clientes e mercadorias das intempéries climáticas. Quem viveu tudo isso aqui, sabe da importância dessa conquista”, afirmou o prefeito Colbert Martins Filho, durante a solenidade de inauguração.

Esta é a quinta feira livre do município a ser beneficiada com este tipo de obra. Os mercados deste tipo dos bairros Tomba, Cidade Nova, Sobradinho e Estação Nova foram os demais contemplados.  

Feira-livre poderá passar a funcionar todos os dias

"Pela densidade populacional do bairro, estamos projetando fazer aqui o mesmo que fizemos no Tomba e Cidade Nova, onde as feiras funcionam de domingo a domingo”, afirma o secretário de Trabalho, Turismo e Desenvolvimento Econômico, Antônio Carlos Borges Junior (foto).

Segundo o secretário, a feira livre do bairro só funciona aos domingos, mas há um diálogo em curso entre o Governo Municipal e os próprios feirantes para viabilizar esta mudança. “Depende deles. Após haver este entendimento, criaremos uma portaria para regularizar esse funcionamento”.



  •  

"Temos que conhecer nossas inferioridades", diz Divaldo Franco, na 40ª Semana Espírita

17/9/2018, 9:59h

“A verdadeira alternativa aos conflitos é o amor”. Essas palavras partiram do médium feirense e mundialmente reconhecido, Divaldo Pereira Franco (foto). Durante seu seminário “Conflitos Existenciais”, o professor falou sobre pequenas batalhas que travamos em nossas vidas e que nos afastam da felicidade, do mundo espiritual. A palestra realizada na manhã deste domingo, 16, no Ginásio de Esportes do Colégio Castro Alves, faz parte da programação da 40ª Semana Espírita.

Divaldo conduziu sua fala por vários subtemas que ilustram esse afastamento, relacionando-os ao tópico geral, e ressalta que “viver já é um conflito”. O evento tem como tema central “A Era do Espírito: um novo mundo, uma nova pessoa”. Divaldo destacou ainda que devemos abandonar costumes como alimentação do próprio ego e preconceitos. “Para conhecer o outro, temos que conhecer nossas inferioridades. Minha liberdade não pode ferir a do outro”.

Todas as religiões nasceram da experiência pessoal de alguém, diz psicanalista

Dentro do seu tema central, a 40ª Semana Espírita aborda o momento na Terra em que alcançaremos a religião do terceiro milênio, tendo como principais valores a ética, o amor, a unicidade e o não-dualismo. Ideal que dialoga com a palestra da psicanalista Margarete Áquila (foto), proferida na primeira noite do evento – no sábado, 15. “Todas as religiões nasceram da experiência pessoal de alguém. É o que nos une”, afirmou.

O prefeito Colbert Martins Filho participou do seminário ministrado por Divaldo e destacou a antiga relação que o médium possui com ele e sua família. Iniciado na noite deste sábado, 15, o evento terá a maioria de sua programação realizada no Ginásio de Esportes do Colégio Castro Alves. Apenas no dia 23, dia do encerramento, o evento migra para a Câmara de Dirigentes Lojistas de Feira de Santana, na Praça da Matriz.



  •  

De pai para filho: Festa do Vaqueiro do Alecrim Miúdo é tradição de família

17/9/2018, 9:15h

Há 31 anos surgia a Festa do Vaqueiro da comunidade do Alecrim Miúdo, do distrito de Matinha. Mas há cerca de 11, um capítulo marcante dessa história começaria a ser escrito. Mário Ferreira, um dos cinco amigos que deram início ao evento, passava a bola para seu filho, Ubiratan Fonseca, hoje principal organizador do evento.

Assumiu a responsabilidade com 21 anos

“Eu tinha 21 anos quando assumi o evento. Até hoje, meu sentimento é de muita gratidão por animar a comunidade e principalmente por não deixar essa tradição morrer”, afirma Ubiratan (foto). Seu pai, Mário, conta que já não mais cavalga, mas foi esta paixão que o motivou, juntamente com seus amigos, a criar o evento.

A festa faz parte do calendário municipal de eventos

“Dá um orgulho por que a comunidade sempre abraçou a festa. Fora o São João de São José, essa é a maior festa da região aqui”, contou. Mário (foto) relata que, no início, ele e seus amigos arrecadavam dinheiro através da realização de bingos para organizar a festa. Hoje a festa conta com apoio da Prefeitura Municipal e faz parte do calendário municipal de eventos, o que, para ele, a deixou muito mais organizada.

Muitas atrações musicais

Iniciada na noite deste sábado, 15, a Festa do Vaqueiro do Alecrim miúdo já tinha expectativa de que 4000 mil pessoas comparecessem ao evento em cada um dos dias de festa. No primeiro dia, o compositor e agora também cantor, Tierry, foi quem gerou mais expectativa. Ele se destacou por compor letras de grandes nomes da música na atualidade, como Marília Mendonça, Jorge e Mateus, Maiara e Maraisa. Além dele, se apresentaram Forró com Mel e Pau na Mulêra. 

Missa homenageou os vaqueiros

Na manhã deste domingo, foi realizada a missa para homenagear os Vaqueiros, celebrada pelo padre Zorimar Fernandes da Silva. O prefeito Colbert Martins Filho participou da solenidade religiosa e autorizou que a comunidade dê início às obras de ampliação da paróquia local. A Prefeitura dará apoio à obra.

Após a missa, deu-se início ao desfile de vaqueiros, que atrai pessoas de toda a microrregião de Feira de Santana e premia o vaqueiro “mais encourado”. No campo musical, Cometa da Paixão, Audácia Pura, Sela Vaqueira e Jeovane ditaram o ritmo da dança no segundo dia.



  •  

FEIRA EM HISTÓRIA: Como 18 de Setembro foi instituído o Dia da Cidade

17/9/2018, 9:21h

Durante algum tempo o aniversário da cidade foi comemorado em 16 de junho, data alusiva a Lei Provincial que elevou a antiga vila à categoria de cidade, em 1873. Entretanto alguns historiadores, como o monsenhor Renato de Andrade Galvão defendiam que a data original era o 18 de setembro, quando em 1833 o presidente da Província da Bahia, Joaquim Pinheiro de Vasconcelos, criou o Arraial de Feira de Santana. Confira o artigo do jornalista Adilson Simas que descreve os fatos históricos que envolvem o Dia da Cidade:

O DIA DA CIDADE

Foi no dia 18 de setembro de 1833 que o presidente da Província da Bahia, Joaquim Pinheiro de Vasconcelos, criou o Arraial de Feira de Santana. Tomou a decisão autorizado pelo Governo Imperial que em 13 de Novembro do ano anterior, determinou a criação de vilas em todo o país.

Muitos ainda indagam a razão do aniversário da cidade ser em 18 de setembro se até pouco tempo a comemoração acontecia em 16 de junho

Na verdade o dia 16 de junho lembra a Lei Provincial nº. 1320, que em 1873 levou a Vila à categoria de cidade, com o nome Comercial Cidade de Feira de Santana. Por isso em 1973 comemorou-se intensamente o centenário da data, fato que se repetiu até o final do século XX

Em que pese as comemorações, vários estudiosos e historiadores continuavam defendendo 18 de setembro como sendo o Dia da Cidade. Entendiam que a emancipação da Feira aconteceu 40 anos antes, em 18 de setembro de 1833 e não em 16 de junho de 1873.

Entre eles estava o saudoso Monsenhor Renato de Andrade Galvão que não se cansava de pedir a mudança da data. Convidado pela Câmara em 1979, para falar em 16 de junho sobre o Dia da Cidade, Galvão não perdeu a oportunidade. Aproveitou a sessão solene, galerias repletas de convidados e defendeu sua tese.

Entre os seus argumentos, quando a Lei de 16 de junho de 1873 instituiu a Comercial Cidade de Feira de Santana, o Arraial de Feira de Santana já tinha status de cidade, pois na Vila  existiam  vários serviços públicos.

Segundo Galvão, a câmara municipal estava instalada há vários anos, escola já funcionando tanto para crianças como adultos, existia a Cadeia Pública e a autoridade competente, além de um jornal circulando, “O Feirense”, mantendo informada a população da Vila. Essas e outras atividades, no entendimento do padre historiador, davam ao Arraial de Feira de Santana o status de cidade.

Monsenhor Galvão encerrou sua memorável palestra minimizando o 16 de junho, ao afirmar que o Decreto Provincial assinado naquela data foi recebido sem que a população comemorasse com efusividade.

Somente no final do ano 2000, quando Galvão já havia falecido, sua tese e de outros historiadores foi vitoriosa, com a câmara oficializando o 18 de setembro como o Dia da Cidade.

A primeira comemoração dentro da nova data coincidiu com a chegada do novo milênio. O prefeito José Ronaldo de Carvalho promoveu ampla programação, e assim em 18 de setembro de 2001 o povo foi as ruas comemorar o Dia da Cidade.

As comemorações ganharam mais dimensão em 18 de setembro de 2005, com a inclusão da Ordem Municipal do Mérito de Feira de Santana instituída por José Ronaldo de Carvalho, outra vez prefeito de Feira de Santana.

Assim, nesta terça-feira, 18 de setembro de 2018, a Feira de Santana comemora mais uma vez o Dia da Cidade (Adilson Simas)



  •  

Programação especial no Aniversário Cidade

16/9/2018, 13:17h

Uma programação especial vai acontecer em Feira de Santana para marcar os 185 anos de emancipação política do município, nesta terça-feira, 18. As 7h acontece a celebração da Missa de Ação de Graças, na Catedral Metropolitana de Senhora Santana, pelo arcebispo metropolitano Dom Zanoni Demetino Castro. 

Em seguida, às 9h, acontece a inauguração da Base do SAMU (Servilo Móvel de Atendimento de Urgência), no Paço Municipal Maria Quitéria. Uma sessão especial será realizada na Câmara de Vereadores, às 16h. 

33 Homenageados com a Comenda de Ordem ao Mérito

Às 19h, no Spazzio Eventos, acontece a Entrega da Ordem Municipal do Mérito, que este ano homenageará 33 cidadãos e cidadãs com relevantes serviços prestados ao Município. A Ordem foi criada em 2005 para homenagear os cidadãos, feirenses ou não, que se tornem merecedores do reconhecimento público da administração municipal.

Serão admitidos cinco comendadores - a primeira-dama Adenilda Lima Lopes Martins; Althemar Ramos Brandão; Janilson Campos Teixeira; João Antônio Pessoa da Silva Neto e Luziel Andrade de Oliveira - e 28 oficiais – estes nas áreas da assistência social, comunicação social, esportiva, saúde, empresarial, artística e cultural e jurídica. São eles: André Luiz Moraes Oliveira Santos; Antônio Carlos Lucena Rocha; Antônio Raimundo Bastos Melo; Ávido Rodrigues de Medeiros; Carlos Alberto Moura Pinho; Celso Ribeiro Daltro; Daniele Piai Ozores; Domingos José da Paixão; Edson Correia Batista; Fábio Carneiro Vosqui Nascimento.

Ainda na relação de oficiais Geraldo Barros Rios; João Marcelo Azevedo Gomes; Joilton Antônio de Freitas Mattos; Jorge Abel Galeano; José Andrade Moura Júnior; José Carlos dos Passos Souza; José Froes da Mota; José Luciano Simões Ferreira Vital; Liomar Ferreira da Silva; Luiz Alvim Boaventura; Maria da Anunciação Alves Bastos; Renato Pires Freitas; Rita de Cassia Pereira Jatoba; Ronaldo Belo Venas de Queiroz;  Tanurio Brito Ramos; Teonilio Ribeiro Campos Filho; Tulio Coelho Carvalho e Victor Pereira Paschoalin.

Ponto Facultativo

Em virtude das comemorações pelo aniversário de emancipação política-administrativa do município, a Prefeitura decretou que será ponto facultativo no dia 18 de setembro (terça-feira). O decreto foi divulgado no Diário Oficial Eletrônico.



  •  

Caravana da Paz começa a percorrer a cidade

14/9/2018, 23:32h

A mobilização dos cidadãos em torno do fortalecimento da cultura da paz e não violência passa a contar com mais uma importante ferramenta de disseminação deste sentimento que aflora em Feira de Santana. Para fortalecer a campanha Feira Pede Paz, promovida pelo Governo Municipal, através da Secretaria Municipal de Prevenção à Violência e Promoção dos Direitos Humanos (Seprev), a Caravana da Paz já está percorrendo os bairros da cidade.

Durante a estreia da Caravana, na noite desta quinta-feira, 13, os mobilizadores da paz ensinaram moradores da comunidade do Jardim Cruzeiro a confeccionar origami de uma pomba, símbolo da campanha da paz. A oficina para a confecção do material foi realizada na Associação Presidente Getúlio Vargas, à rua Miguel Calmon, 291.

O coordenador da campanha, Cristiano Queiroz, ressalta a importância da mobilização de toda a sociedade feirense visando difundir a cultura da paz. E durante a caravana, que vai percorrer diversos bairros da cidade, as pessoas estão sendo recepcionadas com preguinhas da campanha e bottons, além de serem envolvidas em discussões sobre alternativas de mobilização da paz, com apresentações de vídeos que estimulam se tornarem multiplicadores desta cultura.

Praticar a cultura de paz

Para o secretário de Prevenção à Violência e Promoção dos Direitos Humanos, Pablo Roberto, é necessário que toda a população abrace a cultura da paz para fazer frente ao crescimento da onda de violência. “Estamos chamando toda a população feirense para uma reflexão pois todo cidadão pode incentivar e praticar a cultura da paz, desde a adoção de pequenos gestos”, frisou.



  •  

Feirenses ganham medalha de prata no Brasileiro de karatê e garantem vaga em mundial

14/9/2018, 16:48h

Três atletas de Feira de Santana conquistaram a medalha de prata no 25º Campeonato Brasileiro de Karatê Interestilos. A competição, realizada em Brasília (DF), reuniu atletas de todo o Brasil. Os feirenses garantiram o pódio na categoria Kumite (luta) por equipes.

A equipe foi composta por Daniel Ferreira, Felipe Sena e Bruce Costa. Com o resultado eles conseguiram vaga para fazer parte da Seleção Brasileira, que irá disputar o Campeonato Mundial de Karatê, na Romênia em 2019.

“Treinamos muito para chegarmos ao título, mas estamos entre os melhores do Brasil”, disse o capitão da equipe, Bruce Costa.



  •  

No mês de prevenção do suicídio, Feira ganha um posto do Centro de Valorização a Vida

14/9/2018, 14:59h

Com a inauguração do Centro de Valorização da Vida (CVV), Feira de Santana passa a integrar a rede nacional de postos de prevenção ao suicídio, considerado pelo Ministério da Saúde um problema grave de saúde pública, tirando a vida de uma pessoa por hora, no Brasil, período em que outras três tentaram, sem sucesso, se matar.

Instalado na Rua Senador Quintino, na manhã desta sexta-feira, 14, o CVV tem o objetivo de prestar serviço voluntário e gratuito de apoio emocional, atendendo presencialmente ou pelo telefone 188. Inicialmente, o núcleo local vai funcionar com uma equipe formada por doze voluntários aptos a fazer o acolhimento de pessoas emocionalmente acometidas por problemas psicológicos, como depressões, ansiedade ou stress.

Ouvir as pessoas e ajudá-las

“O nosso trabalho consiste em ouvir as pessoas e ajudá-las a superar os seus problemas. Os voluntários do CVV não são necessariamente detentoras de nenhuma especialidade no campo da saúde, e não temos nenhum vínculo político-partidário ou religioso”, destaca Maria Bernadete Farias Costa (foto), coordenadora da unidade.

O estudo e a discussão do tema suicídio é uma das formas mais eficientes de se promover a prevenção, que só é possível quando a população, os profissionais da saúde, jornalistas e governantes têm informações suficientes para conduzir as medidas adequadas e ao seu alcance nessa frente.

Perfil da Instituição

Fundado em São Paulo em 1962 o Centro de Valorização da Vida é uma associação civil sem fins lucrativos, filantrópica, reconhecida como de Utilidade Pública Federal em 1973, mantenedora e responsável pelo Programa CVV de Valorização da Vida e Prevenção do Suicídio, desenvolvido pelos Postos do CVV em todo o Brasil.



  •  

Desfile 7 de Setembro | Web TV

14/9/2018


Compartilhar no Facebook    
  •