Sedeso distribui equipamentos para alunos da Família Azul e do Centro Juiz Walter Ribeiro

20/8/2018, 11:47h

Primeiros portadores do Transtorno do Espectro Autista (TEA), a praticar karatê no Brasil, os alunos do Grupo Família Azul, que integram a rede municipal de ensino, foram contemplados, na manhã desta segunda-feira, 20, com a distribuição de tatames.

Também foram beneficiados com esta ação ocorrida na Secretaria de Desenvolvimento Social, o Centro de Formação Profissional Juiz Walter Ribeiro Costa Júnior, que conta com 180 alunos. Em parceria com a Pirelli, o educandário, localizado no bairro Aviário, vem desenvolvendo, desde 2008, o projeto social Aprender Brincando.

Trata-se de uma iniciativa voltada a promover atividades lúdicas para o estímulo do desenvolvimento cognitivo das crianças, oferecendo aulas de capoeira, balé, violão, street dance, oficinas de pinturas em serigrafia, teatro, leitura, contação e produção de história. A direção da Juiz Walter Ribeiro recebeu uma aparelhagem de som que será utilizada nestas atividades.

Família Azul

A designação Família Azul foi cunhada pela Organização das Nações Unidas (ONU). A cor azul foi escolhida pela ONG internacional porque a maioria das pessoas acometidas pelo transtorno do Autismo é, predominantemente, pertencente ao sexo masculino.

O prefeito Colbert Martins da Silva Filho sublinhou a importância da iniciativa do Governo Municipal “para que as crianças tenham mais condições de desenvolver as suas aptidões, sobretudo as portadoras do Espectro Autista”. O ato também contou com as presenças dos secretários Ildes Ferreira (Desenvolvimento Social), Jayana Ribeiro (Educação), e a professora Cíntia Souza (presidente do Grupo Família Azul).



  •  

Segunda Etapa Centro Comercial Popular | Vem Ver Feira

20/8/2018


Compartilhar no Facebook    
  •  

Professor tem papel importante no combate ao trabalho infantil

20/8/2018, 10:35h

Uma infância sem trabalho para garantir o melhor desenvolvimento das crianças. Este foi o tema abordado durante o encontro formativo promovido pelo Ministério Público do Trabalho em parceria com a Secretaria Municipal de Educação, no Centro de Cultura Maestro Miro. Foram convidados diretores e coordenadores pedagógicos das escolas da Rede Municipal de Educação que atuam com turmas do 4º ano do Ensino Fundamental.

O encontro abordou a importância de preservar a infância e combater o trabalho infantil, visando estimular os profissionais da educação a estarem atentos e trabalharem a questão dentro do ambiente escolar. “Esperamos que eles sejam multiplicadores, não apenas entre os professores, mas que apoiem o desenvolvimento deste senso crítico nas crianças, comunidade e famílias, criando um senso coletivo de combate”, explica a Procuradora do Trabalho, Ana Ribemboim (foto).

Viver a infância da melhor forma

“A criança que trabalha e estuda não tem tempo para brincar, para viver a infância da melhor forma, ser estimulada a ser criativa, confiante e segura. O trabalho infantil gera consequências na vida adulta, danos físicos, psicológicos e também emocionais”, relata Ana.

Não tem tempo para brincar

A Procuradora Regional do Trabalho, Margaret Matos, abordou a importância de denunciar. “Antes dos 16 anos é proibido que o jovem trabalhe, apenas a partir dos 14 como menor aprendiz. Os professores são uma importante ajuda para que se possa identificar e ajudar crianças nesta situação. É importante que denunciem e colaborem”, afirma.

Atentos aos sinais dados

“Infelizmente esta ainda é uma realidade no nosso país, é preciso que estejamos atentos aos sinais que estes alunos dão, sejam nas conversas informais, nas brincadeiras ou em sala de aula”, declara Geruza Ferreira (foto), diretora da Escola Municipal Adenil da Costa Falcão. “Acredito que a educação seja uma importante ferramenta neste processo de combate”, afirma.



  •  

Gerar expectativa nos alunos torna a aula mais atraente, defende formadora

20/8/2018, 10:21h

“É interessante utilizarmos estas estratégias que geram expectativa, prendem a atenção. Isso torna a aula mais atraente”. A afirmação partiu da professora e formadora, Janaina Nascimento, coordenadora do currículo de Ciências e Educação Ambiental da Secretaria de Educação, durante o encontro formativo para os professores de ciências da natureza, que faz parte do calendário anual de atividades complementares, realizado na sede da Seduc.

O encontro teve o objetivo de discutir práticas que facilitem o processo de alfabetização científica das turmas de 6º ao 9º ano. Exemplos como o uso pedagógico de uma colher foram trabalhados durante a formação. “O lado côncavo (parte interna) da colher reflete a imagem invertida, assim como a retina do olho humano. O lado convexo (parte externa) reflete a imagem exatamente como um espelho”, exemplifica Janaina.

Superfície precisa estar bem polida

Janaina (foto) também relata que é possível fazer muitas inferências nesse mesmo exemplo, como tratar da questão de foco da imagem, em que a superfície da colher precisa estar devidamente polida para proporcionar boa visão, ou até mesmo explorar a sua formação e estrutura metálica.

O encontro formativo faz parte do calendário anual de atividades complementares e também discutiu os objetivos da Base Nacional Curricular Comum (BNCC) - documento de caráter normativo que define o conjunto orgânico e progressivo de aprendizagens essenciais que todos os alunos devem desenvolver ao longo das etapas e modalidades da Educação Básica – e objetivos de aprendizagem do Plano Municipal de Educação.



  •  

Na estreia em casa, seleção feirense fica apenas no empate pela segunda rodada do Intermunicipal

20/8/2018, 9:56h

A Seleção de Feira de Santana empatou em 1 a 1 com Morro do Chapéu, em partida relizada na tarde deste domingo, 19, no Estádio Professor Jodilton Souza - a Arena Cajueiro. O confronto foi válido pela segunda rodada do Campeonato Intermunicipal 2018 e marcou a estreia do selecionado feirense diante de sua torcida. 

O placar foi definido ainda primeiro tempo, mas na segunda etapa muitas chances foram desperdiçadas dos dois lados. Baé abriu o placar para a Seleção de Feira de Santana e Jefinho marcou o gol de empate para os visitantes.  

Com o resultado, o selecionado feirense soma apenas um ponto em duas rodadas disputadas e ocupa a terceira colocação no grupo 4 - Morro do Chapéu e João Dourado lideram a chave com quatro pontos, cada. Feira de Santana volta a campo no próximo domingo, 26, novamente diante de sua torcida. O confronto será contra a Seleção de Itaberaba, as 15h, na Arena Cajueiro. 



  •  

Procissão marca festa de São Roque em Jaiba

20/8/2018, 9:52h

Uma procissão com missa presidida por Frei José Monteiro Sobrinho marcou o ponto alto das comemorações em louvor a São Roque, padroeiro do povoado que leva o mesmo nome, no distrito de Jaiba. As comemorações foram realizadas na manhã deste domingo, 19, atraindo pessoas da comunidade, antigos moradores e muitos visitantes.

A procissão, conduzindo a imagem de São Roque em cima de um andor, percorreu as principais ruas do povoado e foi anunciada pelo espocar de fogos de artifício.

À frente da procissão, Frei Monteiro, dos Capuchinhos, que teve passagem pelo recôncavo baiano, recebeu a visita de alguns fiéis da região, a exemplo da cidade de Oliveira dos Campinhos. E abraçou a todos, num gesto de humildade e fraternidade.

Na celebração, a valorização do exemplo de São Roque durante sua passagem pela terra e o convite à reflexão sobre seus ensinamentos enquanto homem de fé e padroeiro.



  •  

Vacinação contra pólio e sarampo prossegue até dia 31

18/8/2018, 20:40h

A campanha de intensificação vacinal contra a pólio e o sarampo prossegue em Feira de Santana até o próximo dia 31, seguindo calendário a nível nacional. Neste sábado, 18, foi o Dia D, com a mobilização de toda a estrutura da Secretaria Municipal de Saúde para atingir a meta de imunização de 33 mil crianças de zero ano até 4 anos, 11 meses e 29 dias, sendo 10 mil somente hoje.

O Dia D foi iniciado pelo prefeito Colbert Martins Filho às 8h, no Centro Evangélico de Apoio e Acolhimento Cidade Refúgio (antigo Orfanato Evangélico), no bairro Panorama, repetindo um gesto há uma década. Ele explicou que o local é escolhido em função da grande quantidade de crianças atendidas.

A secretária municipal de Saúde, Denise Mascarenhas, informou que a vacinação neste sábado foi desenvolvida em todas as unidades de saúde do município, além da Secretaria (na avenida João Durval Carneiro), a Fundação Jonathas Teles de Carvalho (avenida Eduardo Fróes da Motta, bairro Santa Mônica) e o Shopping Boulevard, onde foi montada unidade de atendimento em frente ao Hiper Bom Preço.

Presidente da Comissão de Saúde da Câmara Municipal de Feira de Santana, o vereador Cadmiel Pereira ressaltou que a cidade é exemplo nas campanhas de imunização sempre atingindo as metas e índices de imunização preconizados pelo Ministério da Saúde.

Já a diretora do Centro Evangélico de Apoio e Acolhimento Cidade Refúgio, Jaci Pereira, ressaltou a importância da iniciativa de vacinação das crianças para evitar doenças e garantir que elas cresçam sadias, afastadas destas doenças.

Colbert alerta para responsabilidade dos pais com crianças

Médico por formação, o prefeito Colbert Martins Filho (foto) alertou, durante o Dia D da campanha nacional de vacinação contra a poliomielite e o sarampo, para o compromisso que todos os pais devem ter em imunizar seus filhos contra doenças. “Esta é uma palavra de pai, de médico, de quem precisa ver todas as crianças imunizadas. É, acima de tudo, um ato de responsabilidade e de amor dos responsáveis pelas crianças, leva-las para a vacinação”, apelou.

O prefeito alertou que o dia D foi neste sábado quando todos os equipamentos da Secretaria Municipal de Saúde estiveram de plantão das 8h às 17h para atendimento às crianças. Entretanto, lembra que quem por algum motivo ainda não levou seus filhos para a imunização, tem até o dia 31 deste mês para cumprir o calendário obrigatório de vacinação.

A vacinação é a única forma de evitar o contágio destas doenças, que estão voltando ao país. “Precisamos que esta cobertura vacinal seja bem alta pois a única forma de prevenir é vacinar”, afirmou.

Vacina contra poliomielite é gesto de solidariedade do Rotary

A oferta de vacinas contra a pólio é um gesto repetido sempre pelo Rotary Club em todo o Brasil. E em Feira de Santana não é diferente pois a instituição internacional oferece gratuitamente ao Governo todo o medicamento a fim de garantir que a paralisia infantil se mantenha erradicada no país.

O gesto de solidariedade é reconhecido pelo prefeito Colbert Martins pela importância que a iniciativa tem para toda a humanidade. Ele lembra que a instituição sem fins lucrativos compra a vacina e faz a doação, para que a campanha seja sempre mantida sem interrupção.

Na condição de comunidade internacional que reúne líderes para superar grandes desafios, o Rotary já distribui a vacina contra a pólio em 122 países, luta que já vem sendo abraçada pela entidade desde 1985.



  •  

Seminário reforça empoderamento da mulher negra

18/8/2018, 11:26h

O empoderamento da mulher negra para garantir a conquista de seus direitos foi a tônica principal do “I Seminário Luta e Resistência da Mulher Negra!”, mais uma ação promovida pela Secretaria Municipal de Desenvolvimento Social (Sedeso) para reforçar as ações do “Julho das Pretas”. O evento reúne a rede de assistência social municipal no Teatro Ângela Oliveira, do Centro de Cultura Maestro Miro, durante todo o dia desta sexta-feira, 17.

O secretário de Desenvolvimento Social, Ildes Ferreira, afirma que o Governo Municipal vem disponibilizando uma estrutura na administração pública da Prefeitura com a destinação de recursos próprios para o fomento de ações afirmativas voltadas para a garantia de direitos.

Mobilização em torno da questão ganhou forma em Feira de Santana

Ildes Ferreira (foto) lembrou que a mobilização em torno desta questão ganhou corpo na Bahia a partir de 2013, com uma marcha acatando o Comitê Latino-Americano da Mulher Negra. Neste mesmo período o então prefeito da época implantou o Departamento de Gênero, Igualdade Racial e da Juventude.

Realidade de mulheres do George Amério foi alvo de estudo

Durante o evento, a capitã PM Alcilene Coutinho (foto), comandante da 2ª Cia e Instrutora Chefe do curso de formação de soldados do 1º BEIC, proferiu palestra sobre “Atendimento às mulheres em situação de violência: atuação do povo de vista de policiais militares”. Ela realizou um estudo, no bairro George Américo, onde foi implantada a primeira Base Comunitária no município, para conhecer a realidade das mulheres vítimas de violência na família, segundo a ótica dos próprios policiais.



  •  

Centro Pop atinge marca de 4 mil assistidos

18/8/2018, 11:18h

Aos completar sete anos de implantado, o Centro Pop (Centro de Referência Especializado para População em Situação de Rua Elisabete Gomes Martins), atinge a marca de cerca de 4 mil pessoas assistidas pelo equipamento da Secretaria Municipal de Desenvolvimento Social (Sedeso). Todas inseridas em ações, programas e projetos visando a elevação da autoestima, reintegração social e de convívio familiar, além da garantia de direitos.

Para o secretário de Desenvolvimento Social, Ildes Ferreira, os sete anos do Centro Pop foi marcado pela construção de importantes conquistas sociais para quem mais necessita. As políticas afirmativas foram reforçadas com a implantação da sede própria do equipamento e assegurado total apoio de toda equipe de assistência social da Sedeso.

Elevação da qualidade de vida da população em situação de rua

As conquistas, conforme Ildes Ferreira (foto), resultam em elevação da qualidade de vida da população em situação de rua. Ele observa que mais de 200 para outros municípios ou estados foram fornecidos às pessoas que estavam em trânsito, uma iniciativa que visa “fazer com que as pessoas resgatem a cidadania”.

Somente neste semestre, quatro pessoas foram incluídas

Já a coordenadora do Centro Pop, Ediane Sibele (foto), destacou que somente neste último semestre foram incluídas quatro pessoas em situação de rua no programa Minha Casa, Minha Vida, cerca de 20 estão em comunidades terapêuticas e outras três voltaram para o ceio da família.

Enquanto isso o chefe da Divisão de Proteção Social Especial, Roque Moraes, observou a importância da rede que dá sustentação a todo o trabalho social.



  •  

Unamcs realiza Ciclo de Atividades Sustentáveis no dia 20

18/8/2018, 11:16h

No próximo dia 20, a Universidade Aberta do Meio Ambiente e Cidadania Sustentável (Unamacs) vai promover o I Ciclo de Atividades Sustentáveis, das 8h às 12h, no Parque da Cidade Frei José Monteiro Sobrinho, onde está localizada. Entre as oficinas socioambientais a serem realizadas estão: horta suspensa, minhocultura e compostagem.

“Também teremos algumas evidências de práticas sustentáveis”, afirma a gestora da Unamacs, Elizângela Lucena, informando que na oportunidade será produzido um vídeo institucional.

A atividade será ministrada pela técnica da Secretaria Municipal do Meio Ambiente e Recursos Naturais (Semmam), Elizabete Piropo; professores Gilberto Mendonça, da Universidade Estadual de Feira de Santana (Uefs), Mário Nunes, do Refazendo Produtos Orgânicos, além de Heber Morais, produtor de minhocas e biofertilizantes, e produtores de mel.

Ainda conforme Elizângela Lucena, a ECOBA, ong que desenvolve projeto socioambiental para reaproveitamento de equipamentos eletrônicos, vai disponibilizar um coletor para descarte destes materiais.

Mais informações sobre a programação da Unamacs podem ser obtidas através do número (75) 3322-9318, do Departamento de Educação Ambiental, ou enviando e-mail para deameioambiente@gmail.com.



  •