Jornalista lembra cores, cheiros e sabores do São João em sua infância

19/6/2018, 19:2h

Há onze anos, no sábado, 23 de junho de 2007, dia da fogueira, no programa “Primeira Página”, comandado pelo jornalista Valdomiro Silva, viajei no tempo e abordei o São João da minha infância, vivido aqui na Feira de Santana no circuito Praça Fróes da Motta, Nagé e Sobradinho. Vale a pena lembrar de novo:

O SÃO JOÃO DE TEMPOS IDOS

Por Adilson Simas

No São João daquele tempo a gente via as residências feericamente iluminadas, adornadas de graciosas lanternas e longas fitas coloridas pelos corredores da casa.

Do São João daquele tempo guardo na memória a bem forrada mesa tendo sobre ela pratos maravilhosos, de travessa, contendo morena e saborosa canjica – a rainha da festa de São João, que tinha como seus seguidores os doces secos e de calda, frutas variadas, entre elas gostosas laranjas.

No São João de outrora, também presente na mesa a leitoazinha tostada, vaidosa ainda, exibindo uma flor na cintura, parecendo namorar o porquinho sizudo, no entanto cheiroso como um cravo.

No São João da minha infância, o rei da mesa, no entanto, era o peru, com seu papo recheado, orgulhoso, desafiando os seus adversários gastrônomos, principalmente as galinhas assadinhas, enfeitadas de tirinhas de papel.

No São João de um passado distante tinha muita mais na mesa de todas as casas. Tinha queijos de cuia, doce de caju, doce de leite, etc. Tinha vinho, tinha cerveja, mas tinha principalmente o saboroso licor de jenipapo a disputar com o licor de maracujá a preferência dos convivas.

No São João da minha infância, na frente de cada casa não existia apenas a fogueira assando milho, batata doce e outros produtos típicos. Tinha a árvore plantada com seus ramos cheios de milhos, laranjas, cocos e tudo mais conforme o dono da casa.

No São João dos velhos tempos a gente bebia, dançava e pulava fogueira, num ritual que motivava o surgimento de  compadres e comadres que muitos vezes até  terminava em casamentos com as graças de Santo Antonio e a proteção de São João.

Exalto o São João da minha infância sem a pretensão de achar que a festa junina acabou e muito menos o São João. Mas se é verdade que ela ainda existe, também é verdade que ela não tem mais a beleza do passado.

Na Feira de Santana de todos os meus dias, quando o São João já não motivava o intenso vai e vem das pessoas de casa em casa, o prefeito José Falcão, ainda no seu primeiro mandato, no começo dos anos 70, fez do distrito de Maria Quitéria, sede da grande festa junina.

Viajo no tempo, estou na rodovia Feira/Serrinha e na entrada da estrada dando acesso a sede do distrito deparo com uma enorme placa de zinco exibindo a tentadora frase: “Entre e veja como é bonito o São João de São José”.

Com o passar dos anos, mesmo nas outras gestões do próprio alcaide, foram desaparecendo as fogueiras, as quadrilhas e outros componentes tradicionais. Na imensa praça, além das barracas com muita cerveja e nenhum licor, um enorme palco armado com artistas famosos executando as músicas dos programas de rádio e televisão.

E no mais, mesmo nas poucas residências onde a festa tenta resistir, no lugar das canções de amor interpretadas por Marines, Trio Nordestino e outros mestres do período junino, ouve-se musicas de duplo sentido como aquela que diz “Eu conheço a cara da mulher de pode”, ou  “Eu nunca fui de mal com você..."



  •  

Semáforos ficarão no modo intermitente das 22h às 05h da manhã

19/6/2018, 18:43h

Com o objetivo de garantir a segurança dos cidadãos que trafegam pelas ruas da cidade durante a noite – especialmente das 22h às 5h da manhã, o prefeito Colbert Martins Filho autorizou a reconfiguração dos semáforos para o modo intermitente nos principais cruzamentos nestes horários de menor fluxo e a adição de temporizadores em alguns destes equipamentos. A medida, que começa a valer a partir das 22h desta terça-feira, 19, foi anunciada em entrevista coletiva realizada no Paço Municipal Maria Quitéria. 

A mudança atende a indicação do vereador Marcos Lima. A proposta também teve assinatura de outros 15 vereadores. As novas configurações garantem mais segurança aos condutores, visto que os semáforos estarão em condições de intermitência (acendendo e apagando a luz amarela) das 22h até as 05h. Outro ponto levantado pelo prefeito é a não cobrança de multas nesses sinais no horário de intermitência.

No caso dos temporizadores, a Legislação Nacional de Transito deixa a critério do poder executivo adicionar aonde forem necessários os equipamentos. “A prefeitura faz as escolhas no ponto de vista técnico, para fazer as mudanças que funcionem da maneira mais rápida”. explicou o prefeito.

Colbert orienta aos cidadãos toda cautela ao transitar pelos cruzamentos da cidade. “Ultrapassem com muito cuidado, obedecendo à velocidade da via, observar se vem outros carros e muito mais atenção com o pedestre”, pontua.



  •  

Após reparos na rede elétrica, Biblioteca Arnold Silva funciona normalmente

19/6/2018, 17:27h

A Biblioteca Municipal Arnold Ferreira Silva está funcionando normalmente desde o dia 12 de junho, após a conclusão dos reparos na rede elétrica. Em breve será executado o serviço de modernização de toda a parte elétrica do equipamento.

Situada na rua Geminiano Costa, Centro, a Biblioteca Arnold Silva é aberta ao público de segunda a sexta-feira, das 08h as 20h; e aos sábados das 08h as 17h. É mantida pela Fundação de Tecnologia da Informação Telecomunicações e Cultura Egberto Tavaraes Costa – FUNTITEC.



  •  

Saúde nas Escolas orienta alunos sobre combate ao aedes aegypti

19/6/2018, 16:44h

Com fantoches na mão e fantasia de mosquito da dengue, as educadoras do projeto Saúde nas Escolas encerraram as atividades pedagógicas, no bairro Mangabeira. A dramatização e reprodução de um desenho animado sobre arboviroses, serviu como alerta de prevenção para o mosquito aedes aegypti, visando divulgar as informações através dos alunos da Escola Municipal Professor Oscar Damião Almeida.

A linguagem pedagógica essencial para o aprendizado dos pequenos foi conduzida pela educadora em saúde, Luciene Menezes (foto), por meio de um fantoche médico na mão, ensinando as crianças a identificar sintomas da dengue, zika e chikungunya. “Tem pessoas que apresentam manchinhas vermelhas na pele. Se perceber isso fale com a mamãe para procurar um médico”, ensina Luciene.

Orientações básicas

“E para evitar que essas manchinhas apareçam, devemos cuidar de nossas casas, colocando as garrafinhas de cabeça pra baixo e evitando deixar os brinquedos expostos para não acumular água parada”, completou Joseneide Costa (foto), também educadora, que representava o agente de saúde.

Durante quatro meses o ônibus da saúde esteve presente na escola trabalhando temas relacionados às arboviroses e medidas de higiene para evitar o contágio do vírus da gripe H1N1. A conscientização foi feita semanalmente, sempre às sextas-feiras.

Atendimentos gratuitos

A enfermeira da Unidade Móvel de Saúde, Tatiane Borges (foto), relata que outras cinco escolas municipais da cidade também estão sendo beneficiadas com o projeto. Nesses locais são feitos atendimentos gratuitos com nutricionista, odontólogo, enfermeiros e médico clínico. “Pesamos as crianças, verificamos a altura e acompanhamos o cartão de vacina”, informa.

Mosquito feito com garrafa pet

O resultado das ações é refletido na atitude de algumas crianças, como a da aluna do 5º ano, Thayane Vitória (foto), que produziu em uma oficina a miniatura de aedes aegypti de garrafa pet, reutilizando o que iria para o lixo, podendo ser mais um recipiente de água parada. “Na minha casa eu virei as garrafas de água, tirei a água do pneu onde minha mãe coloca as plantas e coloquei em um lugar onde não cai água. Aprendi que não devemos deixar água parada para o mosquito não pousar”, relata.



  •  

Auxiliares administrativos recebem capacitação da Sedeso para atendimento do SUAS

19/6/2018, 16:31h

A Secretaria Municipal de Desenvolvimento Social (Sedeso) capacita os auxiliares administrativos dos equipamentos que compõem a rede do Sistema Único de Assistência Social (SUAS) em Feira de Santana. O conteúdo de atualização das equipes de apoio está sendo ministrado no auditório do Centro de Referência em Assistência Social (CRAS) do bairro Baraúnas, durante toda a terça-feira, 19.

A atualização está sendo ministrada pela coordenadora do Núcleo de Educação Permanente (Neper), Ana Clara Costa Nunes (foto), e também está sendo estendida, gradativamente, a todos os demais trabalhadores que compõem a rede da Sedeso. A capacitação é focada por grupos distintos, a exemplo de assistentes sociais, psicólogos, educadores sociais, equipes de abordagem e pedagogos.

Auxiliar administrativo é “porta de entrada”

A assessora técnica do Gabinete da Sedeso, Poliana Carvalho (foto), ressalta a importância da iniciativa visando proporcionar melhor atendimento ao público usuário dos serviços dos equipamentos da rede do SUAS. “Estamos capacitando 40 auxiliares administrativas dos CRAS, CREAS, gestão da Sedeso, Centro Pop, Casa Abrigo, Cicaf, Centro Juiz Walter Ribeiro Costa Júnior e outros”, frisa.

Já a coordenadora de estágio, Paula Brito (foto), observa que através da capacitação, todos os trabalhadores estarão sempre alinhados com a política de assistência. “Este é um processo contínuo de capacitação e atualização. E entendemos que o auxiliar administrativo é a porta de entrada. E quando o serviço desenvolvido por eles não é bom, fragiliza”, alerta.



  •  

Peça faz pedagoga "viajar" de volta à infância

19/6/2018, 16:22h

O Centro de Esportes e Artes Unificados (CEU), no bairro Cidade Nova, foi cenário para mais um espetáculo do Circuito Cultural Belgo Bekaert, em Feira de Santana. A peça Grão Circo, dirigida por Jailson Pereira, marcou o segundo dia do evento, trazendo para o palco números que fazem parte do universo circense. Fez até adulto viajar de volta à infância.

O espetáculo narra a história de um grupo de jovens artistas que leva para o palco a alegria e o vigor do Circo. Os artistas utilizam diversas técnicas da tradição circense, como malabarismo, perna de pau. É fruto de um trabalho realizado pela companhia Cuca de Teatro. “Esse espetáculo significa trazer a alegria, ver o sorriso no rosto que a arte circense traz ao público. Ele vem justamente para, de alguma forma, fazer com que as crianças tenham esse contato com essa arte milenar”, explica José Henrique Rodrigues Monter, que é um dos produtores da peça.

“Viajei no mundo da minha infância”

Sorridente e com brilho nos olhos, a pedagoga Isis Carine Silva Nunes (foto - junto com os atores da peça) estava na plateia da peça pela primeira vez. “ É uma iniciativa que realmente tem que ser muito prestigiada pela comunidade. Eu mesmo viajei no mundo da minha infância. Estou saindo daqui muito realizada. O legal é ver que existem pessoas que se dedicam e valorizam ainda a arte do circo”, comenta.

No próximo sábado, 23, a praça CEU recebe em sua quadra o espetáculo “Maria, Escombone e o Violão Encantado”, produzido pela companhia de Teatro - O Trem. O evento segue até o mês de novembro com apoio da Fundação Cultural Egberto Costa.



  •  

Conselho de Desenvolvimento Econômico cobra Plano de Expansão da Coelba

19/6/2018, 15:16h

A apresentação de um Plano de Expansão da rede de energia elétrica da região e um encontro com a presidência da ANAEL para discutir os gargalos da Coelba, foram os pontos definidos pelos membros do Conselho Municipal de Desenvolvimento Econômico, em reunião com o prefeito Colbert Martins Filho, na tarde desta segunda-feira, 18, no Paço Maria Quitéria.

No rol de entraves apresentados pelos representantes de vários segmentos econômicos com assento no Conselho, a morosidade com que a Coelba vem liberando os projetos na área de instalações elétricas para a expansão de novas plantas industriais, tem sido um grave entrave para o desenvolvimento econômico do Município.

“As empresas estão querendo investir em Feira de Santana, mas na hora de conseguirem uma linha na Coelba, a empresa fornecedora de energia leva até seis meses para atender”, indignou-se Edson Nogueira (foto), presidente do Sindicato das Indústrias do Vestuário de Feira de Santana e Região (Sindvest).

Para o vice-presidente da Federação das Indústrias do Estado da Bahia (FIEB), João Batista Ferreira (foto), a falta de uma rápida tomada de posição pela Coelba, no tocante a aprovação de novas linhas de expansão “pode significar, ou não, a implantação de uma nova empresa, no Município”, disse.

Por sugestão do prefeito Colbert Martins, os interlocutores da Coelba, também presentes na reunião, se comprometeram a apresentar um Plano de Expansão da Rede de energia para Feira de Santana. Em data a ser agenda pelo Conselho, o próximo encontro contará com a presença do presidente regional da Anael.

O Conselho de Desenvolvimento Econômico é presidido por Antônio Carlos Borges Júnior, secretário do Trabalhado, Turismo e Desenvolvimento Econômico, e congrega 21 entidades classistas dos setores empresarial e sindical.



  •  

SETTDEC e Sesc criam comissão organizadora para o Arraiá do Comércio

19/6/2018, 11:29h

A diretoria do Serviço social do comércio (Sesc), em reunião com técnicos da Secretaria do Trabalho, Turismo e Desenvolvimento Econômico (SETTDEC), criaram uma comissão organizadora com vistas a discutir uma modelagem para a programação e execução da próxima edição do Arraiá do Comércio, em 2019.

Neste encontro, ocorrido na manhã desta segunda-feira, 18, na SETTDEC, também ficou acordado que esta comissão contará com a participação de representantes das instituições empresariais do setor do comércio.

O turismo social com o objetivo de criar roteiros que destaquem aspectos culturais e de negócios e suas ramificações ecológicas, de lazer, histórico e religioso, foi outra pauta evidenciada durante o encontro.

A reunião contou com a presença do secretário Antônio Carlos Borges Júnior (SETTDEC); Graça Cordeiro, diretora de Turismo. Pelo Sesc, Márcia Nunes, diretora social e Maria Altair, diretora de Turismo Social e Gilson Nascimento, coordenador de Lazer.



  •  

Repartições municipais funcionarão em turno único nos dias dos jogos do Brasil na Copa do Mundo

19/6/2018, 10:29h

As repartições públicas municipais funcionarão em esquema especial de turno único, nos próximos dias 22 - sexta-feira, e 27 - quarta-feira, dias de jogos da Seleção Brasileira na Copa do Mundo Fifa Rússia.

O decreto que estabelece os horários de atendimento ao público, assinado pelo prefeito Colbert Filho, está publicado na edição desta terça-feira, 19, no site www.diariooficial.feiradesantana.ba.gov.br. O interessa geral no evento levou ao horário especial nestes dois dias.

Na sexta-feira, quando o Brasil vai enfrentar a Costa Rica, o expediente será das 13h às 17h. E na quarta-feira, quando o selecionado joga contra a Sérvia, o dia de trabalho será iniciado às 8h e encerrado às 13h.

Os serviços essenciais prestados pela Prefeitura, a exemplo do setor de saúde – as oito policlínicas e as duas UPAs 24h, mais o Hospital da Mulher, Samu, e o plantão da SMT, funcionarão normalmente.



  •  

Violência verbal entre os alunos motivou escola a promover Caminhada pela Paz

18/6/2018, 23:6h

O crescimento da violência em Feira de Santana de alguma maneira se aproxima da comunidade escolar. Recentemente, professores da Escola em Tempo Integral Mãe da Providência, conveniada à Rede Municipal de Ensino e situada no bairro Mangabeira, começaram a se preocupar com a violência verbal entre os alunos. A constatação levou a escola a promover na manhã de sexta-feira, 15, a 1ª Caminhada da Paz, que percorreu ruas dos bairros adjacentes.

A partir do tema “Transitando pela vida, construindo paz, justiça e solidariedade”, a caminhada reuniu ainda estudantes e professores de outras escolas situadas em bairros próximos: a Doce Lar da Criança, que fica na Cidade Nova, Antônio Gonçalves da Silva, no Parque Ipê; o Colégio Estadual Teotônio Vilela, também na Mangabeira, e o Colégio Thaiane Pinheiro, da rede privada, situada no Conjunto Feira V.

Mensagem de paz deve ser repassada em casa

“Hoje em dia, percebemos um aumento da violência verbal até mesmo entre as crianças, então resolvemos incentivar a paz através dessa caminhada. Esses valores têm que ser abordados com elas, em sala de aula, no nosso cotidiano, desde a infância, para que consigamos causar impactos nos alunos e eles repassem essa mensagem em casa”, afirma a diretora.

Desde o ano passado, a Escola em Tempo Integral Mãe da Providência vem procurando incentivar um ambiente saudável para as crianças e todos os colaboradores. Investiu em estudos sobre valores pregados pelos pacificadores que marcaram história em sua passagem pela Terra. “Madre Tereza de Calcutá, Nelson Mandela, Chico Xavier, Irmã Dulce e Jesus Cristo, que foi o primeiro de todos, entre outros”, destaca diretora da escola, Cleide Rodrigues. A escola escolheu então a construção de valores como um ponto norteador do seu fazer pedagógico para o ano de 2018.

Homenagem a grandes pacificadores da humanidade

Durante o percurso da caminhada, alunos caracterizados como os pacificadores que inspiraram o movimento, recitaram frases marcantes proferidas por estes personagens, ainda em vida. Os participantes entoaram diversas canções sobre a pacificação, como “A paz”, de Gilberto Gil, e “Paz pela paz”, de Nando Cordel.

O evento contou com o apoio da Secretaria Municipal de Transporte e Trânsito e da Polícia Militar.



  •