Guarda Municipal passa por treinamento para renovação do porte de arma

22/9/2018, 15:17h

A Guarda Municipal de Feira de Santana está passando por um treinamento para aperfeiçoar as suas funções. Exigido a cada dois anos pelo Ministério da Justiça e pela Polícia Federal, o curso conta com componentes teóricos e práticos a fim de aprimorar o trabalho da Guarda, além de permitir a renovação do porte de arma de fogo para a corporação.

O treinamento está sendo ministrado pela empresa feirense 1911 e conta com instrutores civis e da Polícia Militar. A sua carga horária é de 160 horas, divididas em três semanas de aulas. 

Bom desempenho

Segundo Irineu Cordeiro (foto), instrutor e coordenador do curso, o desempenho da Guarda Municipal de Feira de Santana vem sendo muito bom. “O pessoal tem interesse em aprender, em adquirir novos conhecimentos. Isso é muito bom tanto para a Guarda como também para a população feirense, que vai ser atendida na necessidade de segurança”, declarou Cordeiro.

Ao longo do treinamento, os membros da Guarda Municipal recebem aulas teóricas sobre a legislação, constituição e código penal brasileiros, além de instruções sobre atendimento e primeiros socorros.
Avaliação feita por instrutores credenciados pela PF

Já na parte prática, os guardas são instruídos a como proceder em incursões residenciais e abordagem a veículos, bem como aulas de tiro com pistolas, revólveres e escopetas. Ao final do curso, os membros da GM passarão por uma prova prática de tiro e serão avaliados por instrutores credenciados pela Polícia Federal para assim obter a renovação do porte.

Capacitação e aperfeiçoameno

O GM Jucemir Araújo (foto) destacou a importância dessa qualificação para a instituição. “Esse curso é de suma importância para a nossa Guarda Municipal, que precisa de capacitação e aperfeiçoamento. É uma condição indispensável para que tenhamos uma guarda que possa atender a população”.



  •  

Requalificação vai garantir acessibilidade no centro comercial

22/9/2018, 15:8h

O Governo Municipal vai requalificar o centro comercial de Feira de Santana, no próximo ano, para garantir a acessibilidade de portadores de deficiência ou com mobilidade reduzida. As intervenções foram anunciadas pelo secretário de Planejamento, Carlos Brito, na manhã desta sexta-feira, 21, durante audiência pública para celebrar o Dia Nacional de Luta da Pessoa com Deficiência.

O evento, promovido pelo Conselho Municipal da Pessoa com Deficiência com apoio da Secretaria Municipal de Desenvolvimento Social (Sedeso), reuniu representantes de diversas secretarias municipais e de entidades, além de pessoas com deficiência. Lotou o auditório da Faculdade Uniasselvi.

O secretário Carlos Brito ressaltou que as ações visando a requalificação do centro da cidade serão promovidas pelo Governo Municipal com a relocação dos camelôs para o Centro Comercial Popular e a adoção de intervenções para garantir a acessibilidade de cadeirantes e de pessoas com limitações na locomoção.

Já o secretário de Desenvolvimento Social, Ildes Ferreira, reafirmou o compromisso do Governo Municipal em investir em obras e intervenções que garantam a acessibilidade. E lembrou da vivência do prefeito Colbert Martins Filho com o pai e também ex-prefeito Colbert Martins na condição de cadeirante durante 14 anos, o que o torna ainda mais sensível com a situação.

"Luta de todos nós", diz presidente do Conselho

Ao recitar um poema de sua autoria, a presidente do Conselho Municipal da Pessoa com Deficiência, Gorete Cerqueira, se colocou no lugar de uma pessoa com deficiência sendo excluída de uma sociedade da qual faz parte. “Por isso, vamos nos unir nesta luta que não é só deles (dos deficientes), é de todos nós”, frisou.

Representando a Câmara Municipal, o vereador Roberto Tourinho deu testemunho do quanto o Governo Municipal, através do secretário Ildes Ferreira, tem sido sensível à luta da pessoa com deficiência visando a garantia de direitos e conquista de novos avanços. “Feira de Santana agradece muito pelo que fez e pelo que ainda pode fazer”, afirmou.



  •  

Mais de 200 acidentes de moto com vítimas este mês: simulado chamou atenção para este tipo de sinistro

22/9/2018, 9:31h

Uma briga de casal que provocou uma perseguição no trânsito, resultando em um acidente entre uma moto e um carro com duas vítimas graves. Esta cena chamou a atenção de muitas pessoas que passavam pelo centro da cidade na manhã desta sexta feira, 21.

O simulado promovido pelo Samu e Corpo de Bombeiros, em parceria com a Superintendência Municipal de Trânsito e demais entidades relacionadas às atividades da Semana Nacional do Trânsito, marcou o encerramento das atividades no estacionamento da Prefeitura Municipal de Feira de Santana. A ação promoveu o treinamento e a interação de todos os órgãos envolvidos com o trânsito da cidade, e chamou a atenção para os riscos causados pela imprudência no trânsito. 

Enquanto a SMT organizava o tráfego para preservar o local do acidente, o Samu e bombeiros realizaram a simulação do resgate das vítimas, destacando a importância na eficiência do tempo de atendimento aos acidentados. 

De acordo com o Samu, somente no mês de agosto deste ano, 200 ocorrências envolvendo motos foram registradas, e aos finais de semana este tipo de atendimento tem a maior recorrências junto aos casos de violência. 

Mostrar ao motorista que aquela vítima poderia ser ele

O médico do Samu e integrante do núcleo de educação permanente, Tarcísio Maia, afirma que eventos como estes servem para chamar a atenção da sociedade sobre os impactos causados por um acidente de trânsito. "A simulação serve para a integração e treinamento das ações dos agentes participantes, mas serve ainda mais para mostrar ao motorista que aquela vítima poderia ser ele. E conscientizar a população sobre o seu papel cidadão no trânsito", reflete.

De acordo com o coordenador operacional da SMT, Adelmo Amorim, a atuação da SMT em um acidente evita que outro sinistro ocorra e facilita a chegada do resgate. "A nossa função tambem é essencial para a estatística como também para os trâmites de registros policiais em caso de acidentes com vitimas". 

Empatia: Nós somos o trânsito 

Agentes do núcleo de educação para o trânsito da SMT encerraram as atividades da Semana Nacional do Trânsito com uma distribuição de rosas amarelas, com o objetivo de conscientizar os motoristas a serem mais cordiais no trânsito. 

Na ação socioeducativa, a distribuição de rosas nas sinaleiras foi acompanhada de mensagens de conscientização para que o motorista compreenda que o trânsito é feito por pessoas e não por veículos. 

O encerramento das atividades contou com a presença de todos os participantes desta ação, a Superintendência Municipal de Trânsito- SMT, a Secretaria Municipal de Transporte e Trânsito – SMTT, o Serviço Social do Transporte e o Serviço Nacional de Aprendizagem do Transporte (SEST/SENAT), Serviço Social do Comércio – SESC, a Polícia Rodoviária Federal (PRF/BA), a 3ª Circunscrição Regional de Trânsito (3ª Ciretran), a Polícia Militar da Bahia (PM/BA), através do Pelotão Asa Branca, o Corpo de Bombeiros Militar da Bahia (CBM/BA), além do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (SAMU 192), Guarda Municipal, e a Associação das Auto Escolas de Feira de Santana -SINDAUTO, 3 ciretran, sest/senat, Samu, PRF, Esquadrão Asa Branca. 

Superintendente comemorou números positivos

Em um momento de destaque, o superintendente municipal de Trânsito de Feira de Santana, Mauricio Carvalho, homenageou a equipe do núcleo de educação para o trânsito da SMT, pelo empenho e dedicação no trabalho de conscientização e educação dos motoristas. 

"Devemos comemorar porque temos diminuído índices de acidentes e mortes no trânsito de Feira de Santana. Mas não podemos parar o trabalho, nosso principal dever não é punir, mas educar. O Trânsito deve nos dar qualidade de vida. Temos que nos empenhar para fazer o nosso papel como cidadão". 

Maurício destacou ainda a união entre as forças dos órgãos de trânsito, para os projetos de ordenação, e sinalização do anel de contorno. "Não temos competência para intervir numa rodovia, mas buscamos a parceria com a PRF e o Departamento Nacional de Infraestrutura e Transporte - DNIT, 3å Ciretran e Via Bahia, para proporcionar melhorias neste importante anel viário já que ele pertence à nossa cidade, e faz parte da rotina da vida de toda a nossa população". As primeiras intervenções deste projeto de colaboração devem ser iniciadas em outubro deste ano, nas imediações dos bairros Jomafa e 35ø BI, e pretendem proporcionar mais segurança à via. 



  •  

Corrida Pink And Blue abre ações contra os cânceres de mama e próstata

22/9/2018, 8:58h

As campanhas contra os cânceres de mama e próstata serão abertas neste domingo, 23, com a II Corrida Pink and Blue. O evento acontece às 7h, na Avenida Nóide Cerqueira, com a expectativa de reunir cerca de mil pessoas.

Em duas modalidades, corrida e caminhada, os participantes irão contar com pontos de hidratação durante todo o percurso, que tem 5 km. Além disso uma ambulância dará suporte ao evento.

A concentração será em frente ao Colégio Despertar, com o aquecimento e animação do DJ Simba e do coreógrafo Luciano Melo. Fisioterapeutas e massoterapeutas também estarão no local. As atividades são abertas para todo o público, inclusive para os não inscritos na competição.

A corrida abrirá as ações municipais do Outubro Rosa e Novembro Azul. Durante a campanha, as mulheres terão acesso a mamografias com livre demanda na rede municipal de Saúde. Os exames serão feitos no CMDI (Centro Municipal de Diagnóstico Por Imagem), CEPAH (Centro de Pesquisa e Assistência em Reprodução Humana) e no Hospital D. Pedro de Alcântara.

“O público com idade entre 50 a 69 anos pode procurar a unidade de saúde mais próxima a residência para a solicitação do exame. Para tanto é necessário ter em mãos CPF, carteira de identidade e cartão SUS”, informa  a enfermeira e referência técnica em saúde da mulher, Alessandra Magalhães.

Já os homens acima de 45 anos, terão além dos exames laboratoriais, a solicitação do PSA. Os casos diagnosticados serão encaminhados para acompanhamento de urologista.



  •  

Em uma década, Feira se torna terceira no Nordeste em indicadores da saúde

21/9/2018, 17:52h

O desempenho na saúde é o grande destaque de Feira de Santana no ranking do Índice de Desafios da Gestão Municipal, o estudo da Macroplan envolvendo os 100 maiores municípios brasileiros entre os anos 2006 e 20116. A cidade foi a que mais avançou, no país, em indicadores como proporção de nascidos vivos e taxa de mortalidade infantil nesse período. Também cresceu no número de consultas pré-natal.

Segundo dados do IDGM, em 2006, primeiro ano da década em que o estudo foi realizado, o acesso de mães a sete ou mais consultas de pré-natal, em Feira de Santana, era de 35,8%. Naquela época, o município ocupava uma incômoda 90ª posição. De lá até 2016, avançou para o 9º lugar, chegando a em 2016 a proporção de 80,5%, sendo líder nesse quesito, em seu cluster. O destaque também veio para a redução da taxa de mortalidade infantil. A cada mil nascidos vivos o índice obtido em 20116 foi de 15,3. Em 2006 a taxa era 36,6. 

Com a classificação 37ª, dentre os 100 municípios avaliados, Feira ocupa a terceira melhor posição do Nordeste nesse segmento, ultrapassando 15 capitais do Brasil. No estudo, a cidade ainda é apontada com potencial para chegar em 3º do cluster (agrupamento dos municípios) em termos de complexidade de gestão e disponibilidade de recursos). A redução das taxas de mortalidade infantil e por doenças crônicas, e o crescente acesso da população a consultas de pré-natal, elevaram Feira de Santana em 63 posições.



  •  

Profissionais do Serviço de Atenção Domiciliar participaram de Simpósio em Brasília

21/9/2018, 17:44h

Os profissionais do Serviço de Atenção Domiciliar (SAD) de Feira de Santana, participaram durante os dias 18 e 19 de setembro do I Simpósio Nacional para Gestores da Atenção Domiciliar no SUS, no Distrito Federal - Brasília.

O evento promovido pela Coordenação Geral de Atenção Domiciliar (CGAD) do Ministério da Saúde e Coordenação do Hospital Alemão Oswaldo Cruz (HAOC), contou com discussões sobre temas relacionados aos desafios e perspectivas da Atenção Domiciliar no Brasil.

“Durante o simpósio tivemos contato com novos procedimentos que podem ser implantados no serviço, além de conhecer mais sobre logística, gestão do cuidado, monitoramento e avaliação dos indicadores”, afirma a enfermeira Mirella Ribeiro.

De acordo com a enfermeira, a troca de experiência proporciona um elo entre todos os serviços de atenção domiciliar do Brasil. “Evento gratificante, enriquecedor, construtivo e edificante. Vivenciamos o serviço de outros municípios, isso é importante”.



  •  

Melhor no Estado, Feira é 4ª do Nordeste em pesquisa sobre gestão municipal da Macroplan

21/9/2018, 17:40h

O Índice de Desafios da Gestão Municipal (IDGM),  estudo realizado pela Macroplan, uma das maiores empresas de consultoria do país, envolvendo os 100 maiores municípios brasileiros, indica Feira de Santana na liderança como a melhor classificação, na Bahia. No Nordeste, tem a quarta posição – está à frente de sete das nove capitais da região. O período da análise é de 2006 a 2016. Um “índice sintético” com 15 indicadores nas áreas de Educação, Saúde, Segurança e  Saneamento/Sustentabilidade balizam o ranking do IDGM, que varia de 0 a 1 - quanto mais próximo de 1, melhor o desempenho do município. 

De acordo com a Macroplan, são priorizados “indicadores finalísticos com dados atualizáveis de fontes oficiais de informação e disponíveis para todos os municípios brasileiros”. O objetivo é  fornecer uma visão comparativa e evolutiva da situação do município, sempre que possível, ao longo da última década. Os indicadores selecionados buscam captar serviços sob influência das prefeituras, mesmo que fornecidos por outros entes da federação e a iniciativa privada. 

Classificada na 66ª posição, dentre os 100 municípios avaliados, Feira de Santana supera, no ranking, as seguintes capitais nordestinas: Salvador (70ª), Recife (73ª), Teresina (79ª),  Aracaju (80ª), Natal (81ª), São Luiz (83ª) e Maceió (87ª). Na Bahia, tem um IDGM melhor que Salvador, Vitória da Conquista e Camaçari – os outros municípios considerados de grande porte, no Estado, e parte da pesquisa.

Divididos em grupos, chamados de “cluster”, os  100 maiores municípios do Brasil são assim distribuídos devido as suas peculiaridades, nas diversas regiões. Tais características, conforme a Macroplan, podem afetar a capacidade da gestão pública de “entregar resultados e melhorar indicadores”.  Agrupados de acordo com algumas de suas características, como disponibilidade de receita per capita, densidade populacional e desigualdade de renda, a análise por cluster permite à consultoria reduzir as diferenças e chegar a uma coleta de dados mais próxima da realidade.

Com essa organização dos municípios, agrupando-os de acordo com a similaridade de suas características, a Macroplan consegue avaliar a performance de cada um em sua complexidade de gestão e disponibilidade de recursos. Além de  comparar de forma mais adequada os resultados alcançados por cada município, assim é possível identificar o potencial de melhoria dos indicadores mais factível com a realidade de cada local. 

O cluster em que Feira de Santana se encontra  envolve os municípios de  Montes Claros (MG), Campina Grande (PB), Boa Vista (RR),  Petrolina (PE), Vitória da Conquista (BA),  Teresina (PI),  Campos dos Goytacazes (RJ), Mossoró (RN), Rio Branco (AC), Caruaru (PE), Santarém (PA), Jaboatão dos Guararapes (PE), Macapá (AP) e Ananindeua (PA). A maior cidade do interior da Bahia ocupa a 5ª posição neste grupo de 15 grandes cidades de diversas regiões do Brasil.



  •  

Exército abre as portas para estudantes plantarem mudas, em comemoração ao Dia da Árvore

21/9/2018, 17:24h

Uma solenidade no 35º Batalhão de Infantaria marcou as comemorações pelo Dia da Árvore, em Feira de Santana, nesta sexta-feira, 21. Alunos das escolas municipais Eurides Franco de Lacerda, localizada na Conceição I, e Celso Ribeiro Daltro, na Queimadinha, participaram do evento. 

A apresentação da banda militar interpretando “Canção do Expedicionário”, alusiva a Força Expedicionária Brasileira, que atuou na II Guerra Mundial, abriu a formação, que foi conduzida pelo tenente coronel Janilson Campos Teixeira, comandante do 35º BI. O evento foi realizado em parceria das secretarias municipais do Meio Ambiente e Recursos Naturais e de Educação.

Convivência harmoniosa com o meio ambiente

“A convivência harmoniosa com o meio ambiente é nossa preocupação constante. Esse é um tema de relevância não apenas para a geração atual, principalmente para as gerações futuras. Qualquer iniciativa que envolve a preservação do ambiente pode contar com a Sentinela do Sertão. Estaremos sempre juntos”, afirmou o comandante.

O secretário de Meio Ambiente, Arcênio Oliveira, ressaltou as atividades alusivas à data, desenvolvidas pelo órgão municipal, durante a semana, pontuando que o objetivo é fortalecer o trabalho que já é desenvolvido, através do Departamento de Educação Ambiental, em conscientizar a população em preservar o meio ambiente e não cometer agressões.

Sem árvores não existiria vida

“As árvores ajudam para que a biodiversidade do planeta exista. Sem elas não existiria vida. Além de produzir frutos, extrato para medicamentos e resina, despoluem o ar e absorvem o gás carbônico transformando-o em oxigênio. Também fornecem sombra e ajudam a manter os microorganismos no solo e facilitam a infiltração da água da chuva para o lençol freático”, afirmou o chefe do Departamento de Educação Ambiental, João Dias, acrescentando o toque de beleza nas paisagens naturais e até mesmo nas cidades.

Alunos plantaram muda de "Pata de Vaca", árvore medicinal

Após a solenidade de abertura, os estudantes foram convidados a realizar o plantio de algumas mudas na praça da Vila de Sargentos. Planta medicinal, a “Pata de Vaca” foi plantada pelos alunos Paloma Lopes, 4º ano, e Erick Silva, 3º, da Escola Celso Ribeiro Daltro. Acompanharam a professora Odete Escolástico do Nascimento e a sargento Laiane Almeida.

O diretor do Departamento de Educação Ambiental, Hiram Freire, também esteve presente nas comemorações pelo Dia da Árvore, onde salientou a importância da parceria com o 35º. As comemorações pelo Dia da Árvore tiveram início na quarta-feira, 19, também no 35º BI, quando alunos da Escola Municipal Regina Vital, situada na Mangabeira, assistiram um vídeo educativo e participaram do plantio de mudas. A atividade prosseguiu na quinta-feira, 20, no distrito Governado João Durval Carneiro (antigo Ipuaçu), com a participação de alunos da localidade.



  •  

Primeira Base Descentralizada do SAMU | Web TV

21/9/2018


Compartilhar no Facebook    
  •  

Karatê, futsal e futebol movimentam o esporte em Feira no final de semana

21/9/2018, 14:11h

O final de semana será recheado de eventos esportivos em Feira de Santana. Na sexta-feira, 21, no Complexo Esportivo Oyama Pinto, que fica na Avenida Transnordestina, a partir das 19h, acontece a rodada do aberto de Futsal. No sábado o evento começa às 14h.

No domingo, 23, o Oyama Pinto, será palco do Campeonato Interiorano de Karatê. No evento, que começa às 8h, participarão atletas de 20 cidades.

No Estádio Alberto Oliveira, conhecido como Joia da Princesa, no sábado, das 14h às 18h será realizado o Campeonato baiano de futebol, categorias infantil e juvenil. No domingo, das 14h às 18h, entrarão em campo os atletas que disputam as finais dos jogos do Bahia Cup Futebol de Base, categorias Sub 10 e Sub 14. O Joia da Princesa fica situado no Alto do Cruzeiro.

E a Copa de Bairros de Futebol, acontece no domingo, a partir das 8h, nos campos dos seguintes bairros: Novo Horizonte, Sítio Matias, Rua Nova, Baraúnas, Queimadinha, Estação Nova e George Américo.



  •