Comissão do Exército apresenta ao prefeito Plano de Ação para recuperar o rio Subaé

17/11/2022, 16:55 | Foto: ACM
O prefeito Colbert Filho autorizou a realização das primeiras ações previstas no projeto

Um Plano de Ação visando a recuperação ambiental de um trecho do rio Subaé foi apresentado por integrantes da Comissão de Patrimônio Imobiliário e Meio Ambiente do Exército Brasileiro ao prefeito Colbert Martins Filho nesta quinta-feira (17). O encontro aconteceu no gabinete do chefe do Executivo Municipal. A proposta consiste na revitalização e canalização do trecho que corta o 35º Batalhão de Infantaria (35 BI) e áreas adjacentes.

O prefeito Colbert Filho autorizou a realização das primeiras ações previstas no projeto, como limpeza e drenagem do canal. Ele parabenizou os militares pela iniciativa. "Acredito que essa face ambiental do Exército é algo pouco conhecido pela sociedade, mas é muito importante. E a revitalização do rio Subaé é uma questão que nos interessa que seja resolvida".

Colbert sugeriu à Comissão que realize um levantamento sobre a destinação e tratamento do esgoto oriundo dos hospitais instalados naquela região da cidade. "Temos ali, próximo ao rio, um verdadeiro complexo de hospitais. E dentro desse Plano de Ação é importante termos essas informações", considera.

O tenente-coronel Vando Azevedo Silva, comandante do 35º Batalhão de Infantaria, informou que um dos principais problemas que afetam o trecho do rio Subaé naquelas imediações é o lançamento irregular de dejetos oriundos das residências. "E sendo que toda aquela região dispõe de esgotamento sanitário. A Embasa nos informou que notificou todos os moradores que ainda não possuem a ligação regular da residência com a rede de esgoto para que seja feita".

O coronel Paulo César Arcanjo Nogueira, representante do Grupamento de Engenharia, destacou que a preservação ambiental é um dos principais legados do Exército Brasileiro ao longo dos anos. "As maiores áreas de preservação no Brasil, exceto a floresta amazônica, são de responsabilidade do Exército. Então para nós é muito importante desenvolvermos esse trabalho também em Feira de Santana".

PASSIVO AMBIENTAL

O 1º tenente Alex Soares, engenheiro ambiental, relatou que a população que reside na região próxima ao Batalhão sofre com as consequências do passivo ambiental do rio Subaé há alguns anos. "A proposta de solução apresentada permitirá ao rio Subaé a retomada a sua situação natural; e a canalização do mesmo inibirá os efeitos decorrentes do esgoto irregular transportado pelo rio", ressaltou.

O major Ronaldo Menezes, engenheiro civil, observou que a etapa mais urgente na parte estrutural consiste no rebaixamento de um bueiro duplo. "O levantamento técnico feito no terreno ao lado do Batalhão mostra que se criou uma bacia de abastecimento, funcionando como uma barragem. O que tecnicamente é um indício de erro. Com isso, apenas uma discreta lâmina d'agua de 6cm passa pela célula de 150cm", pontuou.

O secretário de Desenvolvimento Urbano, Sérgio Carneiro, também convidou a Comissão de Meio Ambiente do Exército a participar, como parceiro, do projeto de revitalização da Lagoa do Subaé, manancial que integra a bacia hidrográfica do rio Subaé.

"Teremos um investimento em infraestrutura, com a implantação de ciclovia, pista de cooper, que são intervenções que visam atrair a população para utilizar o espaço, e isso consequentemente inibe ocupações irregulares, que se jogue lixo", exemplificou. A proposta será oficializada junto ao Exército. 

Também participaram do encontro os secretários municipais: Renata Maia (Comunicação Social), Fanael Ribeiro (Chefe de Gabinete), e Moura Pinho (Agência Reguladora).



  •