Casos de violência contra a pessoa idosa aumenta 19 por cento este ano

14/6/2024, 10:42 |
O Núcleo de Direitos Humanos recebe denúncias através do Disque 100 e da central Fala Feira 156

O Dia Mundial de Conscientização da Violência contra a Pessoa Idosa é celebrado neste sábado (15 de junho). A data chama a atenção para a existência de violações dos direitos dos idosos e para a importância da denúncia.

Em Feira de Santana, a Secretaria de Políticas para as Mulheres possui um Núcleo de Direitos Humanos que abrange diversos públicos, incluindo qualquer tipo de violação contra o idoso. O órgão recebe denúncias através do Disque 100 e da central Fala Feira 156, além do atendimento presencial na rua Georgina Erisman, 185, Centro. 

Em 2022, foram registrados 296 casos de violação contra os direitos do idoso. No ano seguinte, em 2023, esse número aumentou para 379 denúncias. Este ano, até maio, o número aumentou 19% em comparação com o mesmo período do ano passado. Foram 153 de janeiro a maio de 2023, enquanto em 2024 o número saltou para 183 casos denunciados.

A diretora do Departamento de Igualdade Racial, Gênero e Juventude, Polyana Carvalho, afirma que toda a população pode ajudar e denunciar.

"Logo após a denúncia, nós apuramos junto com a equipe multidisciplinar de assistentes sociais e psicólogos. Vamos à casa do idoso para verificar se a violação existe e se a denúncia é válida", explica.

Ainda de acordo com a diretora, o idoso merece ser tratado com amor, carinho e respeito, incluindo atenção aos seus horários de acordar, dormir, tomar medicamentos e receber cuidados adequados. 

"Sabemos que a responsabilidade de cuidar do idoso é da família, mas estamos aqui para ajudar juntamente com a sociedade a conscientizar que o idoso precisa ser cuidado e ter uma atenção melhor da família. Se você é um familiar, um vizinho ou mora perto de um idoso que está sendo negligenciado ou sofrendo algum tipo de violação de direitos, não se cale, denuncie", incentivou Polyana Carvalho.



  •