SECRETARIA MUNICIPAL DE CULTURA, ESPORTE E LAZER

Segurana motivou o fim da quarta de Micareta

15/3/2019, 17:51h | Foto: Washington Nery

O fator segurança foi o principal motivo para o fim da quarta-feira de Micareta, dia não oficial do maior carnaval fora de época do país. As explicações foram dadas pelo secretário de Cultura, Esporte e Lazer, Edson Borges, à imprensa na tarde desta sexta-feira, 15, após o anuncio feito pelo prefeito Colbert Martins Filho.

Segundo o secretário, a decisão governamental foi tomada após apresentação de dados da Polícia Militar, Secretaria de Saúde e da preocupação do Ministério Público em relação à segurança e conforto dos foliões.

Os dados mostram um aumento no número de atendimentos dos Postos de Saúde instalados no circuito, mais ainda do que nos dias oficiais da festa. Além dos números da PM, que indicam altos índices de violência. Vale lembrar, que as duas únicas mortes que ocorreram na micareta, foram no dia extraoficial.

Edson Borges aproveitou para destacar que isso vai representar uma diminuição de gastos públicos. “Economizar dinheiro público é sempre bom. Sabemos que o lazer é necessário a todos. Mas já fazemos uma festa grande, totalmente gratuita e com as grandes atrações do momento em quatro dias”.

Blocos serão remanejados para outros dias

Até a decisão, apenas três blocos tinham manifestado o interesse em desfilar na quarta-feira, 24 de abril. São eles o Unidos do Samba, o Trotte e o Matilde. Dois deles irão desfilar em outros dias da festa.

O bloco Unidos do Samba vai participar da abertura da Micareta, na quinta-feira, 25. Já o Trotte desfila na sexta-feira, 26. O bloco Matilde ficou de definir se desfilará e qual dia será a apresentação.
 



  •