SECRETARIA MUNICIPAL DE HABITAO

Quebra-molas, CEP e iluminao: comisso de moradores do Minha Casa, Minha Vida apresenta demandas a secretrio

10/7/2019, 18:52h | Foto: Jorge Magalhes

Uma comissão de moradores dos condomínios residenciais do Minha Casa, Minha Vida foi recebida, na manhã desta quarta-feira, 10, pelo secretário municipal de Habitação, Eli Ribeiro. No encontro, foram apresentadas algumas demandas da comunidade, tanto de infraestrutura quanto de convivência.  O grupo pontuou a necessidade de melhorias na iluminação, tratou da ausência de Código de Endereçamento Postal (CEP) na região, solicitou a instalação de quebra-molas. Também foi pleiteado, no encontro, doação de área comum para a associação Grupo de Lideranças dos Residenciais Minha Casa, Minha Vida. 

O titular da pasta, Eli Ribeiro, afirmou que o Governo Municipal estará sempre à disposição para ouvi-los e que as demandas apresentadas serão encaminhadas aos respectivos órgãos responsáveis. Aquilo que for da competência da Secretaria de Habitação vai buscar a solução.

“Estamos de portas abertas para recebê-los e a secretaria vai ajudá-los no quer for preciso. Esse foi o primeiro de outros encontros que poderão acontecer”, afirmou o secretário ao assegurar que vai solicitar ao Ministério Público uma reunião junto à Caixa Econômica Federal e o Banco do Brasil, instituições financeiras responsáveis em viabilizar a execução dos projetos.

Na reunião estavam presentes moradores dos residenciais Parque da Cidade, Vida Nova Asa Branca, Viver Alto do Rosário, Vida Nova Aviário, Alto do Papagaio, Verde Água e Parque dos Coqueiros. Em Feira de Santana os condomínios do MCMV somam 43 empreendimentos entre apartamentos, casas sobrepostas e village. A reunião foi realizada na sede da Secretaria de Habitação, que agora está instalada na Praça Bernadino Bahia.

Transformar quiosque em centro comunitário

A presidente do Grupo de Lideranças dos Residenciais, Elanny Alves, reforçou que o objetivo da reunião é solicitar o apoio do Governo Municipal para viabilizar a organização e o fortalecimento comunitário. Na oportunidade Elanny Alves (foto) também solicitou à Secretaria de Habitação que faça a intermediação junto às construtoras para que viabilizem a reforma dos quiosques em centros comunitários e a reforma das quadras de areia por cimento. Ela ainda observou que há residencial, cuja modalidade é prédio, com extintores de incêndios apenas no térreo. A reunião também foi acompanhada pela assistente social, Elisângela Tartari, e o consultor Amarildo dos Santos, ambos da Secretaria de Habitação.



  •