FUNDAO HOSPITALAR DE FEIRA DE SANTANA

Pacientes do CMPC passam a ter atendimento eletrnico de chamada

27/2/2019, 20:12h |

A gestão do atendimento de filas e chamadas no Centro Municipal de Prevenção ao Câncer Romilda Maltez (CMPC) ficou mais humanizado e ágil com a implantação de painel eletrônico digital com senha.

A solução tecnológica, denominada SPDATA com tela de LED 40 polegadas implantada pela Fundação Hospitalar de Feira de Santana através do setor de Tecnologia da Informação, proporciona mais comodidade ao paciente na chegada à unidade.

“Eu agora retiro minha senha e tenho como verificar quanto tempo falta para ser atendida. Dá pra gente fazer outra coisa rapidinho, como tomar um cafezinho, beber uma água ou até ir ao banheiro sem ficar esperando uma pessoa anunciar o nosso nome”, afirma a cozinheira Marluce dos Santos Cunha, beneficiada diretamente com a inovação.

Segundo a coordenadora do CMPC, Kênia  Lasse, o novo sistema eletrônico consegue ordenar as fichas eletrônicas por turno e de acordo à prioridade de chamada para todos os serviços de saúde do CMPC com a simples retirada de uma senha no balcão de atendimento.

“Esse sistema evita que pacientes fiquem esperando atendimento em um turno diferente do agendado para a realização de procedimentos e/ou consultas”, explica.

Ao chegar no CMPC e com agendamento para realizar exame preventivo marcado no posto de saúde do Novo Horizonte, bairro onde reside, a dona de casa Edilene Santana afirma que a iniciativa minimiza a ansiedade na espera e facilita o atendimento.

“É melhor ficar atenta à chamada no painel”, explica, “pois muitas vezes o paciente [ela] não observa o anúncio falado e perde a ordem de atendimento”.

Ampliação

Segundo a diretora-presidente da Fundação Hospitalar de Feira de Santana, Gilberte Lucas, a instalação do painel eletrônico é a primeira etapa do processo de digitalização de toda a unidade.

“Em seguida, vamos modernizar a gestão de todos os setores do CMPC com a implantação do prontuário eletrônico do paciente, o PEP”, explica a gestora. A tecnologia garante mais segurança das informações do paciente em áreas como enfermagem, a exemplo de exames preventivos, e também por especialidade médica. “O CMPC passa a ter mais controle geracional, destaca Gilberte Lucas.

Com a chegada do PEP, as informações sobre histórico do paciente, evolução do tratamento, prescrições médicas e exames solicitados ficarão centralizadas, armazenadas e organizadas com segurança.

 



  •