GESTÃO - DIRETORIA DE ATENO SADE

Voltar
 
 

O Departamento de Atenção à Saúde (DAS) é responsável pelas relações entre o Município de Feira de Santana e os prestadores de serviços contratados, assim como com a população em geral, mediante ações de saúde específicas, entre outras atividades.
Os recursos humanos existentes somam um total de 22 profissionais, sendo 09 (nove) de nível superior, 13 (treze) de nível médio.
Dentre as atividades realizadas por esse departamento estão:

  • Participação do Planejamento de ações integradas com a finalidade de contribuir para melhoria da Atenção à Saúde da População;
  • Articulação com as diversas divisões técnicas da SMS/Feira de Santana e demais Secretarias promovendo a intersetorialidade;
  • Orientação, promoção e avaliação e execução das atividades desenvolvidas pelas Divisões Técnicas;
  • Promoção e realização de eventos especiais nas divisões técnicas;
  • Promoção da capacitação de profissionais da equipe técnica do Departamento;
  • Organização, coordenação e fiscalização dos trabalhos de controle, avaliação e regulação médica;
  • Organização, Coordenação e Fiscalização dos serviços médicos de Urgência/Emergência;
  • Realização do processamento das informações dos Sistemas SIA e SIHD / SUS;
  • Elaboração de relatórios de acompanhamentos dos serviços comprovadamente realizados pelos prestadores do SUS/Feira de Santana;
  • Monitoramento dos contratos celebrados juntos aos prestadores da Rede SUS/Feira de Santana;
  • Liberação de faturas para que o Fundo Municipal de Saúde realize pagamentos aos prestadores de serviços de saúde contratados;
  • Autorização mediante a utilização de Sistemas de Informação a realização das internações (AIH) e dos procedimentos de Alta Complexidade/Alto Custo (APAC);
  • Solicitação de Pareceres Jurídicos junto a Procuradoria Geral do Município - PGM e elaboração de correspondências;
  • Realização de atendimentos aos usuários do SUS, aos Prestadores contratados/SUS, aos Gestores da Rede Própria, bem como participar ativamente das reuniões junto à SESAB na discussão das políticas de saúde para o Município;
  • Realização de reuniões com os prestadores contratados/SUS;
  • Divulgação de informações na área do SUS mediante tabulação no Sistema Tabwin e publicações em Diário Oficial do Estado e Diário Oficial da União.
  • Estudo e analise dos recursos financeiros federais e sua execução total, em determinadas áreas, exemplo oncologia.
  • Monitoramento da PPI/2010, bem como a regulação desta.
  • Estudo de necessidade dos serviços de saúde.
  • Implantação do sistema de regulação ambulatorial.