SECRETARIA MUNICIPAL DE SAÚDE

CMDI fez 55.024 exames entre janeiro e agosto

3/10/2019, 17:31h

Entre janeiro e agosto, o número de atendimentos no Centro Municipal de Diagnóstico por Imagem Dr. Eugênio Leurine, o CMDI, foi quase 10% maior do que o mesmo período em 2018.

No ano passado foram realizados 51.587 exames e, neste ano, 55.024, crescimento de 4.467 procedimentos.

A troca do mamógrafo, de analógico para digital, reduziu este atendimento, entre os meses de maio e agosto. O novo equipamento aumenta a qualidade dos exames, que oferece maior elementos para se chegar ao diagnóstico.

A ultrassonografia, com 47.070 procedimentos, foi o mais demandado no ano passado e, até agosto, foram realizados 34.260 destes exames no CMDI.

Diariamente são oferecidas 60 exames de Raio-X, 45 mamografias e 60 eletrocardiogramas.

“Nos meses de junho e julho a demanda de mamografia foi reduzida a menos da metade devido a troca do equipamento”, afirma o diretor administrativo do CMDI, Raimundo Melo.

Os resultados parciais, portanto, poderiam ser ainda melhores.  Os exames, todos pelo SUS, são referenciados pela Central de Regulação da Secretaria de Saúde de Feira de Saúde.

O CMDI são realizados Raio-X, mamografia, densitometria, ultrassonografia, eletrocardiograma e realizadas punção de mama – feito para esclarecer lesões vistas na mamografia.

  •  

Outubro Rosa: Saiba onde realizar a mamografia

3/10/2019, 17:21h

Mulheres entre 50 a 69 anos de idade devem realizar a mamografia, exame que permite identificar tumores malignos na região das mamas. Para reforçar o cuidado na prevenção ao câncer de mama, a  Prefeitura, através da Secretaria Municipal de Saúde, tem ofertado o serviço por demanda espontânea.

A adesão a campanha Outubro Rosa começou na última terça-feira (01). As mulheres que se enquadram na faixa etária da campanha devem procurar a unidade básica de saúde, a qual é cadastrada, para passar por atendimento médico ou de enfermagem. Através da consulta, a paciente passa por exame físico e deverá receber os documentos necessários para a partir daí realizar a mamografia.

Os locais indicados para o procedimento são: o Centro Municipal de Diagnóstico por Imagem (CMDI), Ambulatório do Hospital Dom Pedro de Alcântara e Centro de Pesquisa e Assistência em Reprodução Humana (CEPARH).

“Não é necessário agendar a mamografia. Os nossos prestadores estarão atendendo por ordem de chegada”, afirma a referência técnica em saúde da mulher, Alessandra Magalhães.

As mulheres que não se enquadram na faixa etária indicada, mas através do autoexame identificou algum nódulo, devem procurar a unidade básica de saúde e depois do exame clínico será encaminhada para realizar a mamografia, através de marcação previamente agendada.

“É importante lembrar que após receber o resultado do exame a mulher deve retornar a unidade de saúde para que passe por uma nova avaliação e, se necessário, realizar exames complementares”, ressalta Alessandra Magalhães.

Sobram vagas para os procedimentos

Ainda de acordo com Alessandra, a cota para realização do procedimento sobra durante todos os meses do ano. “Inclusive, no mês da campanha não é necessário aumentar a cota devido a baixa procura”, afirma.
São ofertados mensalmente 3.437 vagas distribuídas nas unidades básicas de saúde. No mês de setembro, por exemplo, sobraram 2.481 vagas para o procedimento.

“Precisamos que as mulheres fiquem mais atentas ao próprio corpo e realizem o autoexame, mas apenas isso não é suficiente. É necessário procurar as unidades de saúde para ter uma orientação profissional”, enfatizou a referência técnica em saúde da mulher.

  •  

CAPS AD debate a questão das drogas em celebração aos 16 anos do serviço

1/10/2019, 16:59h

Com o tema “Celebrando o cuidado ao usuário de álcool e outras drogas”, a Prefeitura, através da Secretaria de Saúde, promoveu um Simpósio em comemoração aos 16 anos do Centro de Atenção Psicossocial Álcool e Drogas (Caps AD) na quarta-feira, 25.

A programação contou com relatos de experiência, exposição, peça teatral e entre outras atividades realizadas pelos pacientes acompanhados pelo Caps. A atividade também foi voltada para discussão sobre temas atuais da saúde mental.

Para Patrícia Flach, uma das palestrantes e atualmente psicóloga da Defensoria Pública do Estado da Bahia, o momento é muito importante para discutir os desafios no tratamento dos pacientes usuários de substâncias psicoativas.

“É importante que as pessoas não generalizem o uso dessas substâncias e os impactos. Nem todas as pessoas utilizam do mesmo jeito, mas existem usos de fato problemáticos e outros que são mais sociais”, explica a psicóloga.

Ainda de acordo com ela, é necessário pensar que atrás daquele uso abusivo existe um sujeito com a história marcada pelo sofrimento, dores existenciais e está num contexto com muitas impossibilidades.  

“É preciso entender primeiro a relação que este indivíduo estabelece com essa substância. Muitas vezes não é necessário abandonar o uso, mas sim mudar a forma de se relacionar com a substância”, afirma Patrícia Flach.

O Caps AD é direcionado para pacientes que fazem uso abusivo de álcool e outras drogas. As pessoas que identificarem que necessitam de ajuda podem procurar o serviço. “Atendemos por demanda espontânea, sem ser necessário agendamento prévio. Estamos sempre de portas abertas”, ressalta a coordenadora do Caps AD, Mariana Rios.

O serviço funciona de segunda a sexta, das 7h às 18h e fica localizado na rua Prudente de Morais, 170, Ponto Central.       

  •  

Orientações sobre o uso dos Equipamentos de Proteção Individual é reforçado aos profissionais de saúde bucal

30/9/2019, 16:48h

“Lavagem das mãos e uso dos EPI’s é crucial para a biossegurança do trabalhador e paciente”, informa odontóloga, Dayliz Quinto, durante atualização sobre biossegurança promovida pela Prefeitura e Secretaria de Saúde, para auxiliares de saúde bucal.

Os profissionais observaram atentamente os ensinamentos da odontóloga. A atividade faz parte do ciclo de capacitações e atualizações chamado Educapacita organizado pela Seção de Capacitação Permanente, e esta edição teve apoio da Divisão Odontológica e da referência técnica em saúde bucal da Atenção Básica.

Para Dayliz Quinto, que esteve ministrando a atualização, o profissional da área da saúde necessita estar sempre se reciclando. “É importante que essas orientações sejam frequentemente colocadas em prática”, afirma.

Durante o treinamento foram abordados os cuidados com a prevenção, lavagem das mãos, uso dos Equipamentos de Proteção Individual (EPI), lavagem do material e esterilização, acidentes perfurocortantes e entre outros.

Para a odontóloga referência técnica em saúde bucal da Atenção Básica, Ivana Oliveira, os profissionais devem estar sempre atentos quanto as atualizações na sua rotina.

“Atualmente o Ministério da Saúde padronizou um novo intervalo de tempo quanto às esterilizações. Existem coisas que faz parte da rotina dos profissionais de saúde bucal que são necessárias para promover segurança e qualidade no atendimento”, ressalta Ivana Oliveira.

  •  

Inscrição para III Corrida Pink And Blue acontece no dia 5

30/9/2019, 14:43h

A corrida pela prevenção aos cânceres de mama e próstata não pode parar. Já foi dada a largada para a III Corrida Pink And Blue e a inscrição acontece no próximo dia 05, no auditório da Secretaria Municipal de Saúde, das 8h às 12h.

Para participar, o competidor deverá entregar dois quilos de alimentos não perecíveis no ato da inscrição e retirar o kit composto por camisa e viseira, selecionando também a modalidade.

São 500 vagas para corredores e 1.000 para caminhada. “Este ano estamos com uma novidade que é a utilização de chip para monitorar o tempo de chagada. Esse dispositivo será liberado apenas para os corredores”, afirma a referência técnica em saúde da mulher, Alessandra Magalhães.

A corrida promovida pela Prefeitura e Secretaria de Saúde acontece no dia 6 de outubro, às 7h, na avenida Nóide Cerqueira. A concentração será ao lado do Colégio Asas de Papel.

O evento marca a abertura das campanhas outubro rosa e novembro azul e conta com aquecimento e alongamento promovido por educadores físicos e fisioterapeutas do NASF, serviço de massoterapia, Dj e coreógrafos.

Os alimentos arrecadados serão doados a instituições que oferecem cuidados a pessoas com câncer e também para creches.

  •  

Prefeito Colbert Filho inaugura a Base Norte do SAMU no Complexo Oyama Pinto, no Campo Limpo

27/9/2019, 16:22h

Ao completar quinze anos da sua implantação em Feira de Santana, o Serviço Móvel de Atendimento de Urgência (SAMU 192) teve a sua segunda base de operações inaugurada pelo prefeito Colbert Martins Filho, na manhã desta sexta-feira, 27.

Localizada no Complexo Poliesportivo Oyama Pinto, a Base Norte do Samu vai reduzir o tempo de resposta às chamadas do serviço, oferecendo mais rapidez e eficiência aos atendimentos de urgências traumática e clínica, além de questões relacionadas à violência.

Além do Campo Limpo, onde se encontra fixada a Base Norte, serão beneficiados os bairros Parque Ipê, Novo Horizonte, Conjunto Feira VI, George Américo, e os distritos Maria Quitéria e Matinha.

De acordo com Maiza Ribeiro Macedo, coordenadora do SAMU, em Feira de Santana, “a implantação desta nova base de operações amplia consideravelmente os serviços de saúde prestados à comunidade, melhorando os nossos indicadores do setor”.

Para a secretária de Saúde, Denise Mascarenhas, a implantação do novo equipamento “vai possibilitar uma melhor redistribuição nos atendimentos do SAMU, e é a soma dos esforços do Governo Municipal com todos os funcionários que compõem à Secretaria de Saúde”.

“O trabalho de urgência é voltado a salvar vidas. E houve uma significativa requalificação operacional no SAMU. Neste sentido, devemos fazer justiça ao ex-prefeito José Ronaldo de Carvalho, que há quinze anos teve a sensibilidade de trazer o SAMU para Feira de Santana”, enfatizou o prefeito Colbert Filho, ao agradecer os parlamentares baianos que fizeram emenda ao Orçamento da União, direcionando os recursos que possibilitaram a implantação do equipamento de saúde.

O ato contou ainda com as presenças de secretários municipais, vereadores e lideranças comunitárias. 

  •  

CCZ vacina cães e gatos contra a raiva neste sábado

27/9/2019, 10:25h

O Centro de Controle de Zoonoses de Feira de Santana vai comemorar com vacinação de cães e gatos o Dia Mundial de Luta Contra a Raiva, que acontece neste sábado, 28.

Os animais deverão ter a partir de três meses de vida e não estar doentes. O CCZ fica à avenida Eduardo Fróes da Motta, no bairro Jussara. O imunizante será aplicado das 8h às 16h.

Para a coordenadora do CCZ, Mirza Cordeiro, a vacinação destes animais revela responsabilidade para com eles e familiares da casa que os adotou.

A vacinação é o principal e mais eficiente meio de controle da doença, que pode infectar todos os mamíferos. Pode-se contrair a raiva por mordida ou lambida de animais infectados.

Nos animais a raiva é 100% letal e nos humanos mata, caso não seja adequadamente tratada. O SUS oferece vacinas e soro antirrábicos, prescritos de acordo cada caso.

Em Feira de Santana este atendimento, em caso de ataque, é prestado na unidade localizada no Centro Especializado de Saúde Dr. Leone Leda, início da rua Geminiano Costa, no Centro.

Desde o dia 19, a vacinação destes animais está sendo feita na cidade e nos povoados – nas unidades de saúde ou diretamente nas residências localizadas na zona rural.

 

Data    

Zona Rural    

19/09    

São José – vacinação casa a casa    

20/09    

São José – vacinação casa a casa    

23/09    

São José – vacinação casa a casa    

24/09    

São José – vacinação casa a casa    

25/09    

Pé de Serra – vacinação na unidade de saúde    

26/09    

Pé de Serra – vacinação casa a casa    

27/09    

Pé de Serra – vacinação casa a casa    

30/09    

Pé de Serra – vacinação casa a casa    

01/10    

Pé de Serra – vacinação casa a casa    

02/10    

Pé de Serra – vacinação casa a casa    

03/10    

Pé de Serra – vacinação casa a casa    

04/10    

Pé de Serra – vacinação casa a casa    

07/10    

Tanquinho de Humildes – vacinação na unidade de saúde    

08/10    

Tanquinho de Humildes – Loteamento Leopoldina    

09/10    

Tanquinho de Humildes – vacinação casa a casa    

 

Data    

     

Zona Urbana    

19/09    

USF Morada Tropical    

20/09    

USF Nova Esperança e USF Sobradinho II    

23/09    

USF Gabriela I e USF Sobradinho I    

24/09    

USF Gabriela II e UBS Jardim Cruzeiro    

25/09    

USF Gabriela III e IV, e USF Pé de Serra    

26/09    

USF Parque Servilha e UBS Baraúna    

27/09    

USF Pampalona e USF Novo Horizonte    

30/09    

USF Asa Branca I e II    

01/10    

USF Asa Branca III    

02/10    

USF Sitio Novo    

03/10    

USF Homero Figueiredo    

04/10    

USF Campo do Gado Novo    

07/10    

USF Tanquinho de Humildes, UBS Irmã Dulce e USF Eucalipto    

08/10    

UBS Dispensário Santana    

09/10    

Cidade Nova - CSU    

10/10    

USF Jussara    

14/10

UBS CASSA  

   

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

  •  

Município pretende resolver 85 por cento da demanda de saúde de idosos na atenção primária

25/9/2019, 11:30h

O município de Feira de Santana tem se preparado para contar com uma assistência diferenciada a saúde da pessoa idosa. A iniciativa do Ministério da Saúde, através do Hospital Albert Einstein, tem o objetivo de resolver 85% da demanda a esse público na atenção primária.

Feira de Santana é uma das cinco cidades no Brasil selecionadas para aprimorar a assistência à saúde do idoso. Para a enfermeira referência técnica em saúde da pessoa idosa, Isabela Machado, o município foi escolhido por já oferecer um suporte diferenciado a esses usuários SUS.

Ela conta ainda que o município realizou a adesão ao selo Brasil Amigo da Pessoa Idosa, e tem trabalhado para que a cidade alcance o selo ouro. De acordo com ela essa adesão é um importante avanço para o município, já que muitas capitais ainda não possuem esse reconhecimento.

“O grupo governamental, organizado por diversas secretarias da Prefeitura, tem promovido a articulação necessária para alcançar o selo máximo. Para atingir esse objetivo, cada Secretaria deve alcançar uma meta. E a implementação da linha de cuidados é uma delas”, explica Isabela Machado.

Todos os profissionais que atuam na Atenção Básica estão sendo capacitados dentro da linha de cuidados a saúde da pessoa idosa, na perspectiva de oferecer um atendimento multiprofissional e multidimensional a essa pessoa.

“Já articulamos com o grupo gestor para modificar algumas coisas que vemos como necessárias para um atendimento qualificado e em breve teremos bons resultados”, avalia a referência técnica.

Capacitações

Nesta segunda-feira, 23, mais uma edição do treinamento foi promovida. Desde agosto a Prefeitura e Secretaria de Saúde tem assumido o papel de repassar os conhecimentos aos profissionais da rede primária.

A capacitação foi voltada para profissionais do Núcleo de Apoio a Saúde da Família, composto por psicólogos, fisioterapeutas, farmacêuticos, assistentes sociais, nutricionistas e educadores físicos, além das enfermeiras e nutricionistas das unidades básicas de saúde.

A implementação conta com a inserção da caderneta do idoso como principal ferramenta de avaliação e foi também ministrada pela geriatra Taciana , que abordou sobre senescência e senilidade e as complicações da pessoa nessa faixa etária da vida.

“Isso melhora a visão do envelhecimento. Estamos encerrando mais uma etapa que é a capacitação dos multiplicadores da rede e agora possuem prazo para estar repassando para toda a equipe”, findou.

  •  

Prestes a completar 15 anos de atividades, SAMU de Feira recebe qualificação do Ministério da Saúde

25/9/2019, 10:56h

Devido a efetividade no desempenho de suas funções, o Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (SAMU) de Feira de Santana recebeu este mês aprovação do Ministério da Saúde para sua qualificação. O órgão completa 15 anos de atividade nesta sexta-feira, 27.

Para obter o reconhecimento, a Prefeitura, através da Secretaria de Saúde, implementou melhorias e alcançou diversos indicadores. A qualificação do SAMU representa a seriedade e responsabilidade com que a gestão tem tratado a saúde municipal.

“Este recurso financeiro, que abrange a qualificação, poderá proporcionar um suporte mais conceituado aos nossos munícipes”, enfatiza a Secretária de Saúde, Denise Lima Mascarenhas.

Atualmente a frota do órgão conta com nove ambulâncias e uma motolância. Na avaliação da coordenadora do SAMU, Maiza Macedo, o reconhecimento do Ministério da Saúde é gratificante. “Isso representa que nosso trabalho tem dado resultado, e temos prestado uma assistência qualificada aos nossos cidadãos”, observa.

Ainda de acordo com ela, a capacitação dos profissionais também faz parte dessa realização. “Quando promovemos a educação permanente da nossa equipe, prestamos segurança na abordagem do profissional em diversas situações. Isso também contribuiu para esse desempenho”, reconhece a coordenadora.

Atualmente, a média diária de ligações atendidas através do número 192 chega a 120, sendo registradas mais ocorrências no período diurno. O serviço presta também suporte através da Central de Regulação das Urgências para os municípios de Conceição do Jacuípe, Irará e Santo Estevão, ofertando cobertura a cerca de 727.469 habitantes.

  •  

Todos os dias Prefeitura recolhe cerca de 500 pneus usados de borracharias

25/9/2019, 9:10h

Cerca de 500 pneus velhos usados por veículos de quatro e duas rodas, são recolhidos diariamente pela Prefeitura de Feira de Santana, numa ação de prevenção à reprodução do aedes aegyti, que transmite a dengue, chikungunya e a zika.

Pneus descartados nas ruas, em caso de chuva, acumulam água e oferecem as condições climáticas ideais, ambiente quente e úmido, para que o inseto faça a desova e todo ciclo de reprodução aconteça.

O recolhimento é realizado pela Divisão de Epidemiologia da Secretaria de Saúde. Os pneus são levados para um terreno localizado na avenida Francisco Pinto, no DNER, de onde são levados pela EBL, que os tritura para a reciclagem.

O serviço, de acordo com o servidor Manoel Oliveira, são duas cargas diárias – uma pela manhã e à tarde. “Todos os dias a gente segue um roteiro pelas ruas onde existem borracharias. A gente sempre encontra algum para ser recolhido”.

Ele ainda disse que os pneus encontrados descartados nas ruas são recolhidos. O ideal para a saúde pública é que este comportamento inadequado fosse evitado.

“Os borracheiros estão conscientes sobre a necessidade de guardar os pneus e esperar pelo recolhimento”. Um caminhão de pequeno porte é usado no serviço.

  •