SECRETARIA MUNICIPAL DE SAÚDE

Prefeitura levará aos distritos Ação Global Saúde e Comunidade

15/3/2019, 9:19h

A Prefeitura de Feira de Santana, através da Secretaria Municipal de Saúde, inicia neste sábado, 16, na praça do distrito de Jaguara, a segunda edição da Ação Global Saúde e Comunidade. O projeto irá percorrer os distritos da cidade com serviços de promoção, proteção e recuperação a saúde.

Das 8h às 13h, a população terá acesso aos atendimentos de enfermagem, nutricional, social e psicológico. No local também serão disponibilizados testes rápidos para infecções sexualmente transmissíveis, aferição de pressão e glicemia, escovação bucal supervisionada, atividades laborais, orientação sobre o bolsa família, educação em saúde, design de sobrancelha, corte e pintura de cabelo.

Todos os serviços gratuitos, estarão a disposição para crianças, adultos e idosos, e contam com a parceria das Secretaria de Desenvolvimento Social, Secretaria de Comunicação, Secretaria de Prevenção a Violência, Secretaria de Educação, Secretaria de Cultura, Exército, UNEF (Unidade de Ensino Superior de Feira de Santana), EAEFS (Escola de Técnico de Enfermagem de Feira de Santana) e Centro Médico dos Remédios.

As ações estarão concentradas cada sábado em um distrito. Confira abaixo as datas e locais.

Distrito de Jaguara 16/03
Distrito de Bonfim de Feira 23/03
Distrito Governador João Durval Carneiro (Ipuaçu) 30/03
Distrito de Jaíba 06/04
Distrito de Humildes 13/04
Distrito de Maria Quitéria 04/05
Distrito de Matinha 11/05
Distrito de Tiquaruçu 18/05

  •  

Desastre com arma de fogo no circuito da Micareta será tema de simulado do SAMU

14/3/2019, 15:35h

Diversos órgãos e instituições estiveram reunidos nesta quarta-feira, 13, no auditório do SAMU para definir os ajustes da oitava edição do Grande Simulado da Micareta. O evento envolverá cerca de 300 pessoas em uma simulação de desastre com arma de fogo.

O evento anual de iniciativa do SAMU é aberto ao público e acontecerá no dia 22 de abril, na Avenida Presidente Dutra. “É o cenário de fato da festa, pois provavelmente uma boa parte da estrutura já estará montada”, ressalta o coordenador de Proteção e Defesa Civil, Pedro Américo, durante a reunião.

A grande simulação contará com 100 vítimas encenadas por estudantes. Os profissionais envolvidos irão utilizar os protocolos do Sistema de Comando de Incidentes (SCI) para contenção da tragédia. “A discussão desses protocolos será também feita na Sessão Cientifica de Abril, que sempre acontece dias antecedentes ao evento”, ressalta a coordenadora do SAMU, Maíza Macedo.

Além do SAMU e Defesa Civil, a organização do evento conta com a parceria da Policia Militar, Policia Civil, Bombeiros, Guarda Municipal, Secretaria de Cultura, Esporte e Lazer, Secretaria de Meio Ambiente, Superintendência Municipal de Transporte e Trânsito, Secretaria Municipal de Saúde, entre outros.

  •  

Especialistas do Ministério da Saúde conhecem de perto o trabalho de combate a dengue em Feira

13/3/2019, 17:51h

Para alinhar e visualizar as ações do município de Feira de Santana contra o mosquito Aedes aegypti, transmissor da dengue, especialistas do Ministério da Saúde estiveram nesta terça-feira, 12, em reunião com setores da Secretaria Municipal de Saúde, Núcleo Regional Centro Leste e Divisão Epidemiológica do Estado. O encontro aconteceu na Vigilância Epidemiológica do município.

De acordo com o coordenador do Programa Nacional de Controle da Malária e das Doenças Transmitidas pelo Aedes, Rodrigo Fabiano Said, o objetivo do encontro é reforçar e analisar quais as estratégias estão sendo adotadas de vigilância e controle, além das questões assistenciais.

Estiveram presentes representantes dos setores da Atenção Básica, Divisão de Enfermagem e Vigilância Epidemiológica (VIEP). Para a supervisora técnica da Viep, Neuza Santos, o debate técnico com representantes de um ente federativo é de grande contribuição para a rede. “Tivemos no dia anterior um primeiro momento com representantes da gestão, e agora, para reforçar ainda mais essa parceria, eles vieram dar apoio em uma reunião com técnicos e supervisores”, ressalta.

A visita do Ministério da Saúde finaliza nesta quarta-feira, 13, com a discussão de estratégias adotadas pelas equipes de endemias que atuam no campo. 

  •  

Força tarefa de combate a dengue pretende alcançar 126 mil imóveis

12/3/2019, 10:47h

Uma força tarefa está sendo realizada pela Prefeitura de Feira de Santana, através da Secretaria Municipal de Saúde, para combater focos do Aedes Aegypti na cidade. De domingo a domingo, os agentes de endemias estão percorrendo as áreas com maior número de notificações. A expectativa é alcançar 126.690 mil imóveis até o dia 25 de março.

“Iniciamos uma força tarefa que está trabalhando esses imóveis nas 21 áreas com maior número de notificações de dengue, de modo intensivo, durante 20 dias”, informa o coordenador de endemias, Edilson Matos.

Os bairros e distritos trabalhados são: Lagoa Salgada, Santo Antônio dos Prazeres, Sim, Mangabeira, Brasília, Sitio Matias, Jardim Cruzeiro, Gabriela, Tomba, Feira X, Humildes, Viveiros, Maria Quitéria, Matinha, Asa Branca, Campo Limpo, Conceição I, Conceição II, Limoeiro, Pedra do Descanso e Queimadinha.

De acordo com Edilson, entre os meses de janeiro e fevereiro, os agentes de endemias estiveram tratando com larvicida e eliminando focos de 116.451 mil recipientes. Durante esse período também foi feito um novo levantamento do número de foco encontrado dentro das residências, o índice continua alto 85,08%.

“A redução foi de apenas 2,42% comparado ao último levantamento do ano passado. Isso significa que a população precisa nos ajudar mais, fiscalizando os seus quintais e cuidando do ambiente onde vive”, alerta Edilson Matos.

Entre as principais irregularidades encontradas estão lixos em terrenos baldios, armazenamento incorreto de água, focos em poças d’água acumuladas em plásticos colocados por cima dos reservatórios, descarte incorreto de pneus e piscinas sem a devida limpeza.

Para conscientizar as pessoas sobre a prevenção ao mosquito transmissor da dengue, a equipe de educação em saúde da Vigilância Epidemiológica tem acompanhando os agentes de endemias, agentes comunitários e técnicos do Núcleo Regional de Saúde Centro Leste, no trabalho nas localidades.

“Nos reunimos semanalmente com o Gabinete da Dengue para traçar novas estratégias e fiscalizar o andamento do trabalho”, informa a secretária de Saúde, Denise Lima Mascarenhas.

  •  

Centro de Zoonoses inicia vacinação antirrábica nos bairros

11/3/2019, 13:28h

Para proteger cães e gatos contra a raiva, a Secretaria Municipal de Saúde, através do Centro de Controle em Zoonoses (CCZ) iniciou nesta segunda-feira, 11, cronograma de vacinação nos bairros. A imunização anual evita o contágio e transmissão da doença de animais para humanos.

O bairro Novo Horizonte é o primeiro a receber as ações da equipe durante os dias 11, 12 e 13/03. Na quinta-feira, 14, o cronograma continua no bairro Alto do Papagaio e no dia 15 prossegue no Feira VI.

A coordenadora do CCZ, Mirza Cordeiro, orienta para a vacinação de animais a partir dos três meses de vida que nunca receberam a dose do imunizante.  “A vacinação antirrábica é a única forma de prevenção da doença. Nosso objetivo é alcançar, principalmente, aqueles animais que nasceram e ainda não foram vacinados”, ressalta.

A Raiva é transmitida ao homem por mordida, arranhão ou lambida de um animal infectado. Em aproximadamente 100% dos casos, a doença leva o animal a óbito, por esta razão Mirza alerta “a vacina é fundamental”.

Para facilitar o acesso a imunização, as equipes irão trabalhar com postos fixos e em algumas localidades com postos volantes (casa a casa). 

Confira locais e datas da vacinação antirrábica:

Novo Horizonte – 11/03 Unidade de Saúde e Coliseu; 12/03 Salgada; 13/03 Rua Tanque do Moura e Rua Pitombeira.

Alto do Papagaio – 14/03 Unidade de Saúde e Praça Esportiva Oscar Marques

Feira VI – 15/03 Unidade de Saúde, Rua Francisco Dias (posto volante) e Clube da Adelba.

Parque Ipê – 18/03 Unidade de Saúde I, II e III, Unidade de Saúde IV e V, Bar Encontro (Parque Sabiá), Bar da Baixada (Parque Renascer).

Campo Limpo – 20/03 Unidade de Saúde I, V, VI e Unidade de Saúde II; 21/03 Unidade de Saúde III e Unidade de Saúde IV.

Jardim Cruzeiro – 22/03 Unidade de Saúde e Praça da Igreja Senhor do Bonfim (Alto do Cruzeiro).

  •  

Mulheres são homenageadas pela Secretaria de Saúde

8/3/2019, 16:58h

Nos bairros e na sede da Secretaria Municipal de Saúde (SMS), funcionárias e pacientes atendidas nas unidades foram homenageadas pelo Dia Internacional da Mulher, comemorado nesta sexta-feira, 8. A data foi marcada por reflexão sobre conquistas e lutas da classe, como também por momentos de relaxamento, com dia de beleza e atividades laborais.

A diretora de Rede Própria, Joana Queiroz, abriu as homenagens na Secretaria com uma mensagem de reflexão sobre a contribuição de cada pessoa para a efetividade das mudanças necessárias na vida. Ela aproveitou o momento para incentivar o cuidado a saúde, a mente e ao corpo, abrindo as atividades laborais, realizadas por educadores físicos do NASF (Núcleo de Apoio a Saúde da Família). Dinâmicas, momento de beleza e sorteios de brindes também fizeram parte da programação realizada na sede da SMS com as servidoras.

Nas Unidades de Saúde, pacientes foram recebidas de forma diferenciada. No Povoado de Galhardo, Distrito Governador João Durval Carneiro, a recepção foi feita pelos médico e fisioterapeuta com a distribuição de rosas. Enquanto isso na Fraternidade, um café da manhã, com decoração especial, foi servido a comunidade.

A data também lembrou a luta contra a violência à mulher. A Ronda Maria da Penha esteve presente no bairro Panorama. O momento foi de bate-papo, com pacientes atendidas na Unidade e acompanhadas pelo NASF 7, sobre a importância de realizar as denúncias e a rede de proteção existente.

A comemoração referente ao mês da mulher continuará, durante todo o mês de março, com ações para a comunidade e capacitações para os profissionais de saúde durante a I Jornada Pedagógica de Atenção a Saúde da Mulher que acontece na SMS.

  •  

Secretaria de Saúde promove I Jornada Pedagógica em Atenção a Saúde da Mulher

7/3/2019, 17:58h

Com auditório lotado por enfermeiros que atuam nas unidades municipais, a Secretaria de Saúde, através da Atenção Básica, deu inicio nesta quinta-feira, 07, a I Jornada Pedagógica em Atenção a Saúde da Mulher. O evento visa socializar, durante todo o mês, temas como planejamento familiar, assistência pré-natal, prevenção aos cânceres de mama e colo de útero, e infecções sexualmente transmissíveis.

A mesa de abertura contou com a presença da secretária de Saúde, Denise Lima Mascarenhas, a diretora de Rede Própria, Joana Queiroz, a chefe da Divisão de Atenção Básica, Valdenice Queiroz e a diretora do Hospital da Mulher, Charline Portugal.

De acordo com a secretária de Saúde, as capacitações estão entre as escolhas da gestão na busca de qualificar ainda mais os profissionais e aprimorar o conhecimento, por meio do compartilhamento de experiências. “Todos precisamos nos empenhar. O ser humano precisa de acolhimento e se cada um de nós somos multiplicadores disso, fazemos uma saúde diferente sim”, ressalta.

Apesar da escolha pela abordagem técnica, Valdenice Queiroz ressalta que as atividades lúdicas referentes ao mês da mulher não deixarão de acontecer nas unidades. Os profissionais de saúde estarão realizando ações com metodologias voltadas ao público. “O nosso Dia Internacional da Mulher é comemorado durante todo o mês e vamos promover atividades que melhorem a assistência”, afirma.

A Jornada terá continuidade com a programação nos dias 14, 21 e 28/03, tendo como público alvo médicos e enfermeiros das Unidades Básicas de Saúde.

  •  

Morador deve abrir portas da residência quando fumacê se aproximar

28/2/2019, 14:30h
O procedimento correto a ser adotado pelos moradores de uma rua quando da passagem do carro fumacê é abrir portas e janelas das suas casas para permitir que a nuvem de inseticida entre na residência e chegue a todos os cômodos. O inseticida é eficiente contra o aedes aegypti, mosquito que transmite a dengue, chikungunya e a zika.
 
O combate com inseticida atinge os mosquitos na chamada fase alada das suas vidas, quando atingem a maturidade sexual e estão preparados para a reprodução – são as fêmeas que atacam as pessoas. O sangue humano é fundamental para o bom desenvolvimento dos ovos.
 
A Prefeitura de Feira de Santana, por meio da Vigilância Epidemiológica, está usando seis veículos equipados com as bombas que espalham inseticida ao vento. As caminhonetes passam pelas ruas mais largas, sempre pela manhã e à tarde, horários preferidos pelos insetos para circular nas residência e, assim, picar as pessoas e espalhar doenças.
 
O tempo ideal é que portas e janelas do imóvel fiquem abertas oscila entre 15 e 20 minutos depois da passagem do carro pulverizador, tempo considerado ideal para que o inseticida atinja os mosquitos.
 
Ruas estreitas e vielas, onde não existem espaços para que carros entrem e circulem regularmente, são comuns numa grande quantidade de bairros de Feira de Santana. Nestes locais, os agentes de endemias usam bombas costais, pulverizador eficiente neste combate. A aplicação é feita diretamente nas casas.
 
Entretanto, o combate ao mosquito com o fumacê deve ser aliar aos procedimentos preventivos, como a eliminação de possíveis locais onde inseto pode desovar, com ação individual de limpeza nas casas, onde são encontrados a grande maioria dos focos.
 
A população tem participação fundamental nesta luta que não deve ter trégua. Medidas simples, as chamadas boas práticas, como não deixar caixas d’água destampadas – e colocar larvicida, manter quintais limpos e fazer o correto descarte do lixo domiciliar, evitar água acumulada na laje.
  •  

Antes do carnaval folião deve se imunizar contra o sarampo e outras doenças virais

27/2/2019, 17:28h

Depois da decisão de brincar o carnaval em um destes efervescentes epicentros da folia, a primeira providência é se proteger contra algumas doenças virais, como o sarampo. Onde tem grande concentração de pessoas de várias partes do mundo é imensa a possibilidade de que o vírus desta doença seja levado à avenida ou aos camarotes. Assim, todos poderão ficar expostos à doença.

Quem vai à festa e não tem certeza que já foi vacinado deve correr à unidade de saúde mais próxima com a caderneta de vacinação. Ainda dá tempo garantir a diversão despreocupado porque o organismo começa a produzir anticorpos contra o sarampo logo após a aplicação do imunizante. Entrar de corpo e alma na folia apenas depois de se blindar contra a doença.

Recentemente, tripulantes de um transatlântico ancorado em Salvador apresentaram sintomas característicos de sarampo e posteriormente exames confirmaram a doença.

A transmissão do sarampo não está controlada em muitos países, inclusive na Europa onde foi registrado diagnósticos em quase todos os países, considerados áreas com alta transmissão da doença. Quem vai se divertir é melhor não vacilar. Antes de embarcar, crianças e adultos devem observar na caderneta de vacinação se consta esta imunização.

A vacinação é a medida mais eficaz para evitar esta e outras doenças virais. Dos 5 aos 29 aos são recomendadas duas doses da tríplice viral e entre 30 e 49 anos basta apenas uma única dose para proteger o organismo. A enfermidade é altamente contagiosa e pode levar o paciente à morte. Para curtir bem toda a festa é preciso estar bem de saúde.

  •  

Atenção dentro de casa é a principal arma para prevenir a dengue

27/2/2019, 10:6h

A vigilância redobrada dentro de casa é a primeira e mais eficiente medida de prevenção contra a proliferação do mosquito aedes aegypti, que transmite dengue, zika e chikungunya. Dela derivam-se as medidas contra o acúmulo de água, a não permissão de que recipientes onde o líquido entra fiquem espalhados nas dependências ou nos quintais das casas. O mosquito aedes aegypti aproveita da falta de atenção para depositar seus ovos e se reproduzir.

E o problema de acúmulo de água está dentro das residências, onde é encontrado a maioria dos criadouros do inseto. Por isso, é fundamental que todo utensílio que não mais está sendo usado deve ser descartado: pneus velhos, garrafas – ou colocadas de boca para baixo, correta drenagem do quintal – assim evita-se a formação de poças, fechar bem caixas d’água e recipientes usados para acumular o produto.

A maneira mais eficiente de combater a doença é a eliminação do foco – os mosquitos põem em qualquer local que possa acumular água – desde um tanque até uma casca de ovo. E estes locais com condições ideais para a reprodução, na sua grande maioria, cerca de 90% dos casos, são encontrados dentro das casas ou nos seus quintais. Neste ano, mais de 440 casos de dengue já foram confirmados em Feira de Santana.

A Secretaria de Saúde intensificou o combate ao inseto. Cerca de 230 agentes de endemias farão as devidas observações nas residências, numa verdadeira caça aos criadouros do aedes, eliminando-os na sua forma alada, com inseticida borrifado nas ruas pelos carros fumacê. Eles também estão orientando os moradores sobre medidas preventivas.

  •