SECRETARIA MUNICIPAL DE EDUCAÇÃO

Cantigas de roda inspiram e estimulam alunos da educação infantil a se envolverem com as artes

8/12/2017, 14:10h

“Dona aranha”, “Borboletinha”, “A Canoa Virou”, “Pombinha Branca” e “O Cravo e a Rosa”. Estas foram algumas das tradicionais cantigas de roda utilizadas como inspiração para a VII Mostra de Artes da Pré-Escola Municipal Marina Carvalho, do bairro Subaé. Neste ano, os 110 alunos do grupo 3 ao 5 da Educação Infantil produziram desenhos com base nas músicas.

Este foi o primeiro ano em que a escola aproveitou as cantigas para a produção. Nas outras edições, os alunos fizeram releituras de artistas famosos. “O resgaste desta tradição das cantigas de roda permite um trabalho amplo, não apenas com a música e a arte plástica, mas também a leitura, a escrita, importantes no desenvolvimento destas crianças”, destaca a gestora da escola, professora Cristina Passos Souza.

Personagem 1

Nadja Gerusa Zaide Chahoud Pereira (foto - esquerda), mãe da aluna Sara Elehandra Zaide Chahoud de Araújo (foto - direita), de apenas três anos, comemorou o desenvolvimento da filha. “Apesar de ser pequenininha, ela já ensina ao irmão mais velho o que aprende na escola, como foi o caso das cantigas de roda. Gostei muito da Mostra de Artes e acho este um incentivo muito importante para o desenvolvimento artístico das crianças”, conta.

Personagem 2

A emoção tomou conta de Marly de Jesus Santana (foto), mãe do pequeno Pedro Lucas de Jesus Nascimento, quatro aninhos. “Fiquei tão feliz de ver o que meu filho produziu! Me sinto emocionada tendo resultados como este. Tirei muitas fotos e vou sempre lembrar deste momento”, comemora.

Personagem 3

O orgulho estava estampado no rostinho de Cauane Gabriele Amaral Barreto, cinco anos. A criança mostrou as duas obras que produziu, inspiradas nas cantigas “Peixe Vivo” e “O Cravo e a Rosa”. “Adorei a atividade. Mexi com argila, brinquei com meus amigos e fizemos desenhos muito bonitos. Achei muito divertido e já estou pintando.

  •  

Estudantes concluem o Proerd, curso que orienta na resolução de conflitos

5/12/2017, 19:1h

Após dez semanas de aulas que debateram temas como a criminalidade, drogas e bullying, estudantes da rede municipal participaram nesta terça-feira, 5, da solenidade de formação do Programa Educacional de Resistência às Drogas e à Violência (Proerd), desenvolvido pela Polícia Militar em parceria com a Secretaria de Educação de Feira de Santana.

Dezenas de escolas da Rede Municipal tiveram atividades do projeto em 2017. Cerca de 200 estudantes de quatro escolas participaram do evento de formatura que também reuniu professores, instrutores e familiares. A cerimônia aconteceu na Comunidade Cristã Shalom Adonai, no bairro George Américo.

A cerimônia de formatura reuniu estudantes das escolas Dr. Noide Cerqueira; Regina Vital; Professora Francy Silva e Chico Mendes. O Proerd é um programa mundial que foi criado em 1983. No Brasil, ele começou a ser desenvolvido em 1994.

De acordo com os orientadores, o programa ensina às crianças e adolescentes, através de exemplos práticos, a seguir os quatro pilares para a resolução de conflitos: definir, analisar, atuar e avaliar as situações. E, a partir daí, fazerem suas próprias escolhas. Ao final dos encontros, cada aluno escreveu uma redação. As melhores foram premiadas na cerimonia de formatura.

PERSONAGEM


Aionara Ribeiro, estudante do 5º ano, que concluiu o curso

“Este modelo tem me ajudado muito a lidar melhor com a minha vida e os meus amigos. Sei que quando eu crescer serei uma pessoa mais confiante e com mais informação para fazer as melhores escolhas. O Proerd me ensinou coisas que serão muito importantes para que eu seja uma cidadã melhor. Esses ensinamentos que eles receberam, com toda certeza, farão a diferença e encorajarão as crianças a não adentrarem o mundo das drogas e da criminalidade”.

Uma das principais ações da PM, diz capitão

O capitão da Polícia Militar Gledson Santos (foto), da Base Comunitária de Segurança do George Américo, considera o Proerd uma das nossas principais ações da corporação. “Percebemos que atuar na educação das crianças é bastante eficaz também para o combate à violência”. 

“Temas essenciais para a vida dos estudantes”

“É um programa muito importante, pois discute temas essenciais para a vida dos estudantes. São policiais servindo de exemplo para as crianças e adolescentes, ensinando a eles melhores condutas e atitudes”, comenta a professora Leiva Beatriz Maria Santana Franco (foto), gestora da Escola Municipal Dr. Nóide Cerqueira, que fica no bairro Campo Limpo.

APRESENTAÇÕES ARTÍSTICAS

O evento teve várias apresentações artísticas: Projeto Pra Pra Tu – Tambores de Deus, dos alunos da Escola Nóide Cerqueira, e coral da Escola Municipal Professora Francy Silva Barbosa, que integra o Programa Música na Escola.

  •  

Diretoria das escolas municipais é renovada em 40 por cento

5/12/2017, 13:54h

Com 40% do quadro de gestores renovado, diretores e vice-diretores da Rede Municipal de Ensino, escolhidos por votação democrática, tomaram posse na tarde desta segunda-feira, 4, para o novo mandato 2017-2021. A cerimônia foi realizada no auditório da Escola Municipal Acioly da Silva Araújo.

A solenidade, presidida pelo prefeito José Ronaldo de Carvalho. A secretária de Educação, Jayana Ribeiro, empossou 125  diretores e 81 vices, entre eleitos e reeleitos, em pleitos  com a participação de toda a comunidade escolar, realizado no dia 29 de setembro.

“O gestor recebe recursos, precisa saber administrá-los e prestar contas de forma correta. É muito importante que todos estejam seguindo as leis”, afirmou o prefeito José Ronaldo. “Os novos gestores, toda a ajuda que precisarem, existem pessoas na Seduc capacitadas para prestar orientações nesta jornada. Escolas bem geridas conseguem mudar para melhor”, declarou. 

"Devemos honrar a função", afirma diretora

A professora Flávia Carneiro Santos Morais, diretora da Escola Municipal Professora Lídice Antunes Barros, que fica no bairro Santo Antônio Dos Prazeres, foi responsável pelo discurso de posse. “Cada um de nós escolheu se candidatar ao cargo de gestor, e apesar de enfrentarmos dificuldades, devemos honrar a nossa função. É necessário vestir a camisa da educação e fazer o nosso trabalho bem feito”, declarou.

Diretor e vice precisam garantir qualidade

A secretária de Educação, Jayana Ribeiro (foto), reforçou a importância dos diretores. “Os gestores assumem um compromisso com a educação e precisam garantir a qualidade do aprendizado dos alunos. Estes profissionais passarão por formação e serão orientados para realizar o trabalho da melhor forma”. 

Por voto, dirigentes escolhem representantes no Conselho de Educação 

Durante a cerimônia foram escolhidos por voto, pelos diretores e vice-diretores, três representantes deles para ocupar função no Conselho Municipal de Educação. Para membros titulares foram eleitas a diretora da Escola Municipal Eurides Franco de Lacerda, Gleice Anne Silva de Souza,e Livya Cruz Moura, do Centro Municipal de Educação Infantil Manoel Anchieta Nery de Souza. A gestora da Escola Municipal Professor Jose Raimundo Pereira De Azevedo, Adriana Mascarenhas Bullos, ficou como suplente. 

PERSONAGEM 1

Rejane Vitório de Jesus Almeida, uma das novatas entre os gestores, que assume a direção da Pré-escola Judith Alencar Marinho.

“Eu era coordenadora pedagógica e vi a oportunidade de continuar contribuindo de outra forma com a escola. Quero, agora na gestão, contribuir com o desenvolvimento das nossas crianças, além de formar uma parceria com os pais e responsáveis para a valorização da educação infantil e conscientizar da importância desta etapa na vida das crianças”. 

PERSONAGEM 2


Elaine Mercês de Assis, diretora veterana, à frente da Escola Municipal Agrário de Oliveira Melo há 14 anos.

“A responsabilidade aumenta a cada ano, frente às colegas e à secretaria. Não dá para estar na gestão e não fazer coisas novas. O meu desafio para esse novo mandato é continuar a implementar a proposta curricular de uma escola do campo, além de transformar a Agrário em uma escola sustentável”.

  •  

Gestores das escolas municipais tomam posse para novo mandato na próxima segunda-feira, 4

2/12/2017, 15:0h

Os novos gestores e vice-gestores das escolas que compõe a Rede Municipal de Ensino tomam posse para o novo mandato 2017-2021 durante solenidade que acontecerá na próxima segunda-feira, 4, a partir das 14 horas. A cerimônia, que será presidida pelo prefeito José Ronaldo de Carvalho, acontecerá no auditório da Escola Municipal Acioly da Silva Araújo. A secretária municipal de Educação, Jayana Ribeiro, também participa do evento.

Vão assumir a função 125 gestores e 81 vice-gestores que foram eleitos democraticamente no pleito realizado nas escolas municipais no último dia 29 de setembro; destes dirigentes, 104 gestores foram reeleitos.

Para que cada gestor conheça o seu papel dentro da escola, a Seduc organizou a portaria de nº 24/2017, publicada no Diário Oficial do Município desta quinta-feira, 30.

No texto, o documento traz orientações que se referem às atribuições dos diretores, a exemplo da “garantia da implementação eficiente e eficaz de Gestão Escolar Democrática, possibilitando a promoção da educação de qualidade para todos os estudantes, na perspectiva do melhoramento contínuo, através da observância dos objetivos e metas da Secretaria Municipal de Educação de Feira de Santana”.

“Apesar de muitos gestores continuarem à frente das escolas, existe uma renovação no quadro. E, mesmo aqueles que já estão na gestão podem a partir de agora, com o acesso ao documento, conhecer ou ampliar as suas concepções de quais são as suas atribuições dentro de cada unidade escolar”, explica a secretária de Educação, Jayana Ribeiro.

  •  

Estudantes encerram, com música e arte, Projeto Feira Que te Quero Ver 2017

1/12/2017, 22:27h

Inciativa que objetiva divulgar o patrimônio histórico-cultural do município a partir do estudo dirigido e da visitação de estudantes e professores aos bairros, distritos e entornos das escolas, o Projeto Feira Que te Quero Ver realizou na quinta-feira, 30, a cerimônia de premiação dos melhores trabalhos, em sua segunda edição. A iniciativa da Secretaria Municipal de Educação também incentiva o uso da tecnologia a favor da educação.

O evento aconteceu no Museu Parque do Saber, órgão da Fundação Egberto Costa. O espaço ficou lotado. Alunos do Ensino Fundamental II de 20 escolas municipais concorreram com produções nas categorias vídeo, fotografia e e-book (livro digital). 

As produções vencedoras foram escolhidas através de votação do público e da comissão julgadora, que também foi homenageada. Compuseram o grupo: Hosana Caroline Brandão Bastos, professora da Rede da Pública Estadual e pesquisadora da cultura feirense; Maria Salete Freitas da Silva professora da Rede Pública Estadual e coordenadora da Universidade Aberta do Brasil; Cristiano Silva Cardoso, museólogo e diretor do Museu do Centro de Cultura e Arte (CUCA) e Maria das Graças Cordeiro, diretora de Turismo do Mercado de Arte Popular.

Estiveram presentes no evento o prefeito José Ronaldo de Carvalho; a secretária de Educação, Jayana Riberio; o secretário de Cultura, Esporte e Lazer, Edson Borges; o secretário de Comunicação, Valdomiro Silva; e o secretário de Transporte e Trânsito, Saulo Figueiredo.

Vencedores comemoram suas conquistas

Os vencedores das três categorias do Feira Que te Quero Ver 2017 comemoraram muito, ao serem convidados para receber a premiação. Foram momentos de grande emoção, para os que tiveram reconhecimento ao seu trabalho. 

Vencedores na categoria vídeo:
1º lugar: Escola Municipal Álvaro Pereira Boaventura.
2º lugar: Centro Integrado de Educação Municipal Professor Joselito Falcão de Amorim.
3º lugar: Escola Municipal Ana Maria Alves dos Santos.
Vencedores na categoria e-book:
1º lugar: Escola Municipal Álvaro Pereira Boaventura.
2º lugar: Escola Municipal Ana Maria Alves dos Santos.
3º lugar: Escola Municipal Julieta Frutuoso de Araújo.
Vencedores na categoria fotografia:
1º lugar: Centro Integrado de Educação Municipal Professor Joselito Falcão de Amorim.
2º lugar: Escola Municipal Álvaro Pereira Boaventura.
3º lugar: Escola Municipal Ana Maria Alves dos Santos.

Secretária Jayana: foco na “localidade de cada um”

“São os nossos alunos que fazem este projeto acontecer”, afirma a secretária de Educação, Jayana Ribeiro. “Nesta segunda edição, buscamos focar na história não apenas de Feira de Santana, mas da localidade de cada um. Ficamos muito felizes com todos os resultados que obtivemos e com o empenho destes estudantes”, garante a secretária.

Prefeito elogia “apresentadores”: crianças talentosas


A apresentação da premiação ficou por conta dos alunos da Escola Municipal Noide Cerqueira, Maria Clara da Silva, do 4º ano, e Matheus da Silva Dias, do 5º ano. Os estudantes foram elogiados pelo prefeito José Ronaldo. “É uma honra estar entre crianças tão talentosas como estas”, afirmou.

PERSONAGEM 1

A abertura da cerimônia ficou por conta da apresentação musical da aluna do 8º ano da Escola Municipal Álvaro Pereira Boaventura, Naely Figueiredo, que animou os presentes. 

MÚSICA NA ESCOLA


Os alunos da Escola Municipal Francy Barbosa da Silva que fazem parte do coral do Programa Música na Escola, também divertiram o público.


MENÇÃO HONROSA

Além das escolas premiadas, receberam menções honrosas às unidades de ensino municipais Comendador Jonathas Telles de Carvalho, na categoria e-book, Rosa Maria Esperidião Leite, na categoria vídeo e Professora Lídice Antunes Barros, na categoria fotografia.

  •  

Melhores vídeos, fotografias e livros online, feitos por estudantes, são premiados hoje

30/11/2017, 10:43h

Produções em vídeo, fotografia e e-book (livro digital) de estudantes de 20 escolas municipais sobre o patrimônio histórico e cultural de Feira de Santana vão ser premiadas nesta quinta-feira, 30. A cerimônia marca o encerramento do Projeto Feira Que Te Quero Ver, iniciativa da Secretaria Municipal de Educação, que envolve professores e estudantes do Ensino Fundamental II – do 6º ao 9º ano. O evento acontece às 16:00 no Museu Parque do Saber.

O prefeito José Ronaldo de Carvalho e a secretária de Educação, Jayana Ribeiro, participam da solenidade. Os trabalhos serão reconhecidos em 1º, 2º e 3º lugar, em cada uma das três categorias. O foco das produções nesta segunda edição do Feira Que Te Quero Ver foram as características particulares dos bairros e distritos de Feira de Santana.

As produções passaram por duas avaliações – a primeira, aberta ao público, com votação pela internet; e a segunda, pela análise de uma comissão julgadora, composta por professores, pesquisadores e/ou produtores ligados à articulação do audiovisual com a educação.

Durante a confecção das peças inscritas no projeto, os estudantes e professores exploraram os bairros e distritos, levantaram informações e produziram todo o material utilizado nos produtos finais. O Feira Que Te Quero Ver busca incentivar o uso de ferramentas da tecnologia da informação na educação, dentre os quais, celulares, computadores, câmeras, etc.

  •  

Alunos e professores de escola municipal levam alimentos a comunidade carente, no Jussara

29/11/2017, 17:3h

A realidade difícil da comunidade Ocupação Sonho Real, localizada no bairro Jussara, ganhou momentaneamente ares de esperança e solidariedade, na manhã de terça-feira, 28. Os estudantes e professores fizeram a doação de nada menos que uma tonelada de alimentos arrecadados pela Escola Municipal Adenil da Costa Falcão, do bairro Brasília. 

Mais de 50 famílias foram beneficiadas pelos donativos angariados pela escola na Gincana Solidária que este ano chegou à 6ª edição.

Este ano, a gincana abordou o tema “Sou criança e dou exemplo” e buscou aliar atividades lúdicas e esportivas à solidariedade. Participaram da entrega dos alimentos os estudantes que venceram a gincana. Eles tiveram a oportunidade de conhecer os moradores beneficiados. 

“Transforma-los (os alunos) em seres humanos cada vez melhores” 

“É importante que nossos alunos aprendam desde criança sobre cidadania, e saibam que existem famílias carentes que precisam da nossa colaboração. Queremos construir valores que possam transformá-los em seres humanos cada vez melhores”, destaca a professora Geruza Ferreira (foto), diretora da escola municipal.

PERSONAGEM

Isabelle Santos Silva, estudante do 3º ano

“Foi bom ter vencido (a gincana), mas a maior recompensa mesmo foi ajudar quem precisa. Às vezes desperdiçamos alimentos sem perceber, ao invés de compartilhar com outras pessoas. Pra mim, foi uma alegria participar deste momento”.

São verdadeiros anjos, diz moradora, emocionada

“Quem vem nos visitar, só de olhar já percebe como é nossa vida aqui. A maioria dos nossos dias são difíceis e sofridos, mas um momento como esse é motivo de muita alegria para todos”, relata Aglaice Lime da Costa, moradora da comunidade. “Essas crianças, nos deram um maravilhoso presente de Natal”, comemora.

De acordo com Daniel Lacerda Silva, morador da comunidade Sonho Real, a Adenil Falcão foi a primeira escola da rede pública de ensino a angariar doações para a comunidade. “Nossas famílias moram em barracos e temos uma realidade bem difícil, é gratificante ver que não estamos sozinhos e totalmente excluídos da sociedade”, diz.

  •  

Três novas unidades municipais de ensino serão entregues à comunidade no 1º semestre de 2018

28/11/2017, 10:58h

Duas creches e mais uma escola de ensino fundamental devem estar sendo concluídas até os primeiros meses de 2018, enquanto outras três creches,  nos bairros Asa Branca, Aviário e Sítio Matias, foram anunciadas e devem ter início de obras em breve. As duas boas notícias para a rede municipal de ensino em Feira de Santana foram dadas pela secretária de Educação, Jayana Ribeiro, em palestra para rotarianos do Clube Olhos D’Água, na segunda, 27.

A secretária apresentou um balanço das ações a uma plateia formada por professores, profissionais liberais e empresários, entre outros, membros do Rotary Club. “Nos últimos anos, a Secretaria de Educação deu um salto considerável, avançando em alguns aspectos relevantes para o sistema de educação municipal”, disse ela, citando a construção de 16 creches e mais 13 escolas de ensino fundamental já entregues à comunidade de diversos locais.

A secretária considera que a construção de um número expressivo de escolas e creches públicas de padrão mais moderno e melhor infraestrutura e os resultados mais favoráveis do último Índice de Desenvolvimento da Educação Básica, Ideb, são os principais avanços da Rede nos últimos cinco anos - na avaliação de 2015, o índice das escolas municipais subiu de 3.4 para 4.0 (5º ano); e de 3.1 para 3.5 (9º ano).

“Sabemos que ainda há um longo caminho pela frente, mas o fato de termos escolas (da Rede Municipal) alcançando as primeiras posições no ranking das públicas de Feira de Santana nos mostra que os primeiros resultados já começam a aparecer, são fruto do investimento que vimos fazendo ao longo dos últimos anos“, explicou.
 
Ex-secretária e presidente de fundação rotariana elogia criação de orquestra sinfônica

Ex-secretária da mesma pasta, a professora Wilma Simões Vieira, atual presidente da Fundação Rotary do Club Olhos D’água, reconheceu o avanço no setor. “A fala de Jayana Ribeiro nos chama a atenção pelo olhar amplo que envolve não apenas a infraestrutura, mas também questões humanísticas e culturais, como a criação de uma orquestra sinfônica formada por alunos e tantos outros projetos de valorização dos estudantes e professores”, disse Wilma que foi secretária de Educação de Feira de Santana entre os anos 1997 e 2000.A conferência, de acordo com o Rotary Club, é uma estratégia em busca de atualizações sobre temas ligados à Educação. 

PERSONAGEM

Nilton Andrade Ribeiro, presidente do Rotary Club Olhos D’água

“Desenvolvemos ações contra o analfabetismo e diversos outros temas ligados à Educação, por isso é tão gratificante recebermos a secretária da pasta para acompanharmos mais de perto as ações do setor em nosso município”.

HOMENAGEM

A professora Wilma Simões homenageia a secretária Jayana Ribeiro com uma flâmula do Rotary Club Olhos D’água, pelo trabalho realizado à frente da Seduc.

  •  

Escola inova com oficina de artes marciais para as alunas, em Feira

28/11/2017, 6:21h

Meninas fortes, empoderadas, capazes de se defender e vencer preconceitos. Este é o objetivo do projeto “El@ Luta”, que pelo segundo ano consecutivo movimentou a Escola Municipal Chico Mendes, do bairro Campo Limpo, nesta segunda-feira, 27. A iniciativa da escola oferece oficinas de artes marciais, visando disseminar a prática entre as estudantes e desmitificar a ideia de que “mulheres não lutam”.

Inspiradas pelo projeto, algumas estudantes da escola já começaram a praticar diferentes lutas. Defesa pessoal, boxe, capoeira, karatê, MMA, jiu jitsu, judô, kickboxing e muay thai foram as modalidades apresentadas na escola.

Uma das motivações para se realizar a oficina de artes marciais com as jovens estudantes da Escola Municipal Chico Mendes, apontada pelos mentores do projeto, é a “necessidade de combater o machismo dentro da unidade”.

Para idealizadora, projeto “quebra preconceitos”

Segundo a idealizadora do projeto, a professora de Educação Física, Liamara Martfeld, o “El@ Luta” é uma ideia importante no sentido de que é “preciso quebrar preconceitos ainda enraizados e mostrar que meninos e meninas podem praticar os mesmos esportes”, mesmo os que são relacionados a artes marciais.

“As meninas eram sempre as últimas a serem chamadas para os grupos de atividades físicas, não achavam que eram capazes de se sentir forte e se defenderem, muito menos de praticarem artes marciais. Consideravam tudo isso ‘coisa de homem’”, conta Liamara.

  •  

Idosos do Lar do Irmão Velho recebem coral de clássicos natalinos e MPB

24/11/2017, 18:20h

Os idosos assistidos pelo Lar do Irmão Velho receberam uma apresentação especial na tarde desta sexta-feira, 24. O coral formado por alunos da Escola Nossa Senhora do Perpétuo Socorro se apresentou na instituição entoando clássicos natalinos e da Música Popular Brasileira. A ação aconteceu através de uma parceria entre as Secretarias de Educação e Desenvolvimento Social.

A ação visa aproximar as gerações e proporcionar um momento de lazer para os estudantes. “Ações como esta são importantes tanto para os idosos quanto para as crianças. Faz bem para os mais jovens reconhecer que existem outros idosos além dos que eles conhecem pelo círculo familiar, que precisam também de atenção e carinho. É também uma forma de valorização do idoso. Essa intergeracionalidade faz bem para todas as partes”, comenta Edna Brito, gerente do Lar do Irmão Velho.

“Fiquei muito feliz com essa apresentação! Essas músicas são as que eu gosto de ouvir, ainda mais nessa época do ano. Eu adoro as músicas natalinas”, afirma Francisca Maria Alves, idosa assistida pela instituição. “É tão bom este contato com as crianças, pois lembramos que sempre devemos ser jovens de alma”.

“Foi um prazer cantar pra esses vovôs nessa tarde”, comenta Reinan França Freitas, aluno da Escola Nossa Senhora do Perpétuo Socorro.

O coral faz parte do Programa Música na Escola, inciativa que oportuniza o aprendizado de música às crianças das Escolas Municipais. No dia 8 de dezembro, a partir das 15h, o coral de estudantes da Escola Municipal Francy Silva Barbosa se apresenta na Associação Feirense de Assistência Social (AFAS).

  •