SECRETARIA MUNICIPAL DE SAÚDE

É hora de atualizar a caderneta de vacinação de crianças e adolescentes

16/9/2017, 14:49h

Caxumba, catapora, tétano e meningite. Estas são algumas doenças que a criança e o adolescentes podem adquirir caso não estejam protegidos com a imunização. Neste sábado, 16, foi aberta a Campanha Nacional de Multivacinação com o objetivo de manter atualizada a caderneta de vacinação.

Em Feira de Santana, o ato oficial ocorreu na Secretaria Municipal de Saúde com as presenças do vice-prefeito Colbert Martins Filho e da secretária municipal de Saúde, Denise Mascarenhas.

Até o dia 22 de setembro, quando termina a campanha que teve início desde o dia 11, serão oferecidas, conforme o Calendário Nacional de Vacinação, 14 vacinas para as crianças e cinco para os adolescentes. São imunizantes que combatem o sarampo, tétano, hepatite, coqueluche, meningite, febre amarela, difteria, entre outras patologias.

De acordo com a coordenadora do Programa de Imunização, Kátia Ferrais, por se tratar de uma campanha cujo objetivo é atualizar a caderneta de vacinação, não há uma meta a ser alcançada. Contudo, chama atenção para a importância dos pais ou responsáveis em verificar a situação vacinal da criança e do adolescente para que os mesmos possam estar protegidos contra as doenças imunopreveníveis.

“Ainda há no Brasil a ocorrência de doenças que poderiam ter sido erradicadas, a exemplo da meningite, tétano, coqueluche e varicela. Por isso, é necessário que todos estejam vacinados – o público alvo é menores de 15 anos (14 anos 11 meses e 29 dias)”, afirmou.

A administradora, Lorena Vitória, levou a filha Maria Clara Vitória, 11 anos, para tomar vacina. “É obrigação dos pais observar a caderneta de vacinação do seu filho e garantir que o mesmo esteja protegido de doenças que podem ser evitadas”, reconhece.

Além das presenças do vice-prefeito e da secretária de Saúde, também participaram do evento a diretora da Rede Própria, Joana Queiroz, e a chefe da Divisão de Vigilância Epidemiológica, Francisca Lúcia Oliveira.

  •  

Vacina em dia e saneamento, armas de prevenção a sepse

14/9/2017, 21:31h

Politícas públicas de preveção são as principais armas contra sepse - mais conhecida como infecção generalizada. Vacinas, rede de saneamento básico eficiente e informação (em vacinados a infecção é de menor gravidade) podem diminuir significativamente o número de óbitos. É o que afirma o médico e professor Lúcio Couto.

As causas, sintomas, diagnóstico, tratamento, classificação, estatística entre muitos outros assuntos relacionados à sepse, foram debatidos durante a jornada científica, que acontece mensalmente, realizada pelo SAMU de Feira de Santana, na noite desta quarta-feira. No dia 13 de setembro é comemorado o Dia Mundial de Combate à Sepse.

O facilitador do evento, Lúcio Couto, que também atua no NEP (Núcleo de Educação Permanente do SAMU) disse que no Brasil mais da metade dos internados com sepse vai a óbito. Em um determinado ano, 419 mil pessoas foram internadas, sempre em UTIs, devido a esta doença. Destas, 240 faleceram. Em Feira os números não são diferentes, segundo ele.

A sepse é, portanto, uma doença perigosa e com alto índice de mortalidade. “Tempo é vida”, disse a uma plateia formada por profissionais da saúde das redes pública e particular, mais dezenas de Bombeiros Profissional Civil de Feira de Santana. Mas o pacote de medidas adotado na primeira hora de tratamento reduzem os índices de mortes.

Ele ainda afirmou que não existem diferenças significativas quando é feita a comparação entre os setores público e privado, no tocante aos óbitos.

Idosos e doenças associadas como hipertensão, diabetes, doenças crônicas, câncer, quando acometidos pela sepse grave, caso o quadro não melhore, pode evoluir para morte.

  •  

Vacina contra HPV a disposição até março, para jovens de 15 a 26 anos

14/9/2017, 15:21h

Adolescentes com idades a partir de 15 anos e jovens com até 26 anos, de ambos os sexos, residentes em Feira de Santana já podem usufruir dos benefícios da vacina contra o HPV. O Ministério da Saúde determinou que as doses dos lotes do imunizante com vencimento até março do próximo ano deverão ser aplicado nesta intervalo de faixa etária.

A medida objetiva evitar desperdícios. Até há pouco, a vacina era destinada as meninas da faixa etária de 9 a 14 anos. Recentemente meninos de 11 a 14 anos também foram incluídos nesta rotina vacinal. O HPV é a principal causa de câncer de colo de útero. O imunizante é eficiente na proteção das mulheres contra esta doença.

Entre os homens, a vacina os protege contra os cânceres de pênis, orofaringe e ânus. A orientação do Ministério da Saúde é que quando o estoque a vencer em março acabar, a vacinação vai continuar apenas entre o público-alvo. O imunizante previne contra quatro tipos do HPV: 6, 11, 16 e 18.

Em Feira de Santana a vacina está disponível em todas as unidades de saúde. De acordo com o enfermeiro da Rede de Frio da Secretaria de Saúde, Carlos Henrique Valverde, as doses subsequentes estão garantidas – mais duas, com intervalo de dois e seis meses nas duas últimas. Se os tiver, os interessados deverão apresentar o cartão de vacinação.

Ainda de acordo com o enfermeiro, o abastecimento das unidades de saúde é feito com normalidade, de acordo com a demanda de cada uma delas. A vacina também está disponível para os transplantados de órgãos sólidos, de medula óssea ou pacientes oncológicos de 9 a 26 anos de idade, bem como aqueles que vivem com HIV/aids.

  •  

Duas novas unidades de saúde vão ser inauguradas, domingo e segunda

13/9/2017, 8:44h

A Prefeitura de Feira de Santana vai entregar à comunidade mais duas Unidades de Saúde da Família (USF), que foram construídas no Jenipapo, distrito da Matinha, e no Corredor dos Araças, bairro SIM. O ato de inauguração será no domingo, 17, e na segunda-feira, 18, respectivamente, a partir das 9h. As unidades serão dotadas de consultórios médico e de enfermagem, além de salas de curativos e nebulização. Também vão dispor de consultório odontológico.

Com isso, a Secretaria Municipal de Saúde, através da Atenção Básica, amplia para 107 equipes de saúde atuando em 87 unidades – além destas, há mais uma equipe que assegura o atendimento à população através do programa Consultório na Rua. Cada uma dessas equipes é responsável por uma área de abrangência, atendendo em média quatro mil usuários. Proporcionalmente é uma das maiores redes do país.

Segundo a secretária de Saúde, Denise Mascarenhas, os investimentos demonstram o esforço do Governo Municipal em assegurar o acesso da população aos serviços da atenção primária. “Entendemos que a Atenção Básica é a porta prioritária para a assistência aos usuários, prestando o acolhimento adequado e necessário. Isso é resultado de um governo comprometido com a saúde do seu povo”, afirma

Nos últimos quatro anos, o Governo Municipal reformou 14 unidades de saúde, ampliou e reformou outras 11 e construiu 20. As novas USF contemplaram os bairros Tomba, com a inauguração USF Dr. Renato D’El-Rey Sá Bittencourt Câmara, localizada na rua do México, e o conjunto Feira VI com a USF Roque de Carvalho Cordeiro. Também foram construídas USF nos bairros Campo Limpo, Alto do Rosário, Expansão Feira IX, Panorama, Liberdade, Tanque da Nação, Conceição II, Feira X, Pedra do Descanso, Gabriela e o distrito de Maria Quitéria.

  •  

Sepse em foco na sessão científica do Samu esta quarta

12/9/2017, 20:29h

No Dia Mundial de Combate a Sepse (doença que afeta o sistema imunológico), esta quarta-feira, 13 de setembro, a Sessão Cientifica promovida pelo Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (SAMU) trará como tema “Novos conceitos e cenário no Brasil”. O evento acontecerá às 19h, no auditório Dr. João Batista Cerqueira, na Secretaria Municipal de Saúde.

O treinamento trará como palestrante o médico Lúcio Couto, e visa atualizar os profissionais sobre essa inflamação que pode levar a parada de funcionamento de um ou mais órgãos do paciente, com risco de morte. A sepse tem sido uma das principais causas de mortes nas unidades de terapia intensiva (UTI).

A sessão científica é aberta ao público da área de saúde e afins. O evento acontece uma vez por mês, com temas diferentes.

  •  

Dia D é sábado, mas postos de saúde já disponibilizam vacinas

12/9/2017, 16:41h

As unidades de saúde municipais estão mobilizadas na Campanha Nacional de Multivacinação, que teve início nesta segunda-feira, 11, e prossegue até o dia 22. O dia "D" de vacinação será no próximo sábado, 16, quando as UBS (Unidade Básica de Saúde) e USF (Unidade de Saúde da Família) vão funcionar das 8h às 17h. Nesse dia haverá um posto extra na Secretaria Municipal de Saúde.

Estão sendo oferecidas, conforme o Calendário Nacional de Vacinação, 14 vacinas para as  crianças e cinco para os adolescentes. São imunizantes que combatem o sarampo, tétano,  hepatite, coqueluche, meningite, febre amarela, difteria, entre outras patologias.

A orientação do Programa de Imunização é que os pais ou responsáveis compareçam aos postos com a caderneta em mãos da criança ou do adolescente para que a atualização seja realizada.

De acordo com o Ministério da Saúde, a estratégia busca resgatar a população não vacinada ou com esquemas de vacinação incompletos, tanto na infância como na adolescência, visando melhorar as coberturas vacinais e assim manter controladas, eliminadas ou erradicadas as doenças imunopreveníveis no Brasil.

  •  

Suspenso atendimento ao público nesta terça na sede da Secretaria de Saúde

12/9/2017, 10:0h

A Secretaria Municipal de Saúde (SMS) suspendeu os atendimentos ao público nesta terça-feira, 12, em virtude da explosão do Caixa Eletrônico da Caixa Econômica Federal. A área está isolada para que a polícia possa fazer a perícia técnica. A Guarda Municipal também se encontra no local.

Por conta da explosão, algumas portas e janelas de vidros ficaram completamente destruídas. As câmeras de segurança da SMS filmaram a movimentação dos assaltantes, que ocorreu por volta das 3h30 da madrugada.

No momento do ocorrido, vigilantes e motoristas de ambulâncias estavam no local. Contudo, se resguardaram e nada sofreram. A secretária municipal de Saúde, Denise Mascarenhas, assim que tomou conhecimento da situação, na manhã de hoje, se deslocou para a SMS.

  •  

SMS realiza I Conferência Livre de Vigilância em Saúde

12/9/2017, 9:17h

A Secretaria Municipal de Saúde (SMS) irá realizar no dia 21 de setembro a I Conferência Livre de Vigilância em Saúde de Feira de Santana. O evento, que será promovido através do Conselho Municipal de Saúde, está previsto para começar a partir das 13h, no auditório Dr. João Batista Cerqueira, localizado na SMS.

Com o objetivo de criar diretrizes para formulação da Política Nacional de Vigilância em Saúde, a conferência trará como tema “Vigilância em Saúde: Direito, Conquistas e Defesa de um SUS Público de Qualidade”.

Para a secretária executiva do Conselho Municipal de Saúde, Ana Cristina Franqueira, “o evento irá fortalecer propostas e ações que promovam o atendimento de saúde de qualidade”.

Antes da discussão e aprovação das propostas, será realizada uma mesa redonda com o tema “Vigilância em Saúde na perspectiva da integralidade”.  Confira abaixo a programação:
 
13h – Inscrição
14h – Palestra: Vigilância em Saúde; Direito, Conquistas e Defesas de um SUS público de qualidade.
14h30 – Mesa Redonda: Vigilância em Saúde na perspectiva da integralidade.
15h15 – Discussão.
16h – Discussão da proposta.
17h – Aprovação das propostas.
17h30 – Escolha dos delegados.

  •  

Quase 200 estudantes participam de simulação de atendimento a centenas de feridos

7/9/2017, 11:14h

Uma simulação de desastre em uma festa com centenas de pessoas feridas, devido a um disparo com arma de fogo, foi promovida pelo Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (SAMU) nesta quarta-feira, 6. O treinamento chamou a atenção de inúmeras pessoas na 42ª Exposição Agropecuária de Feira de Santana, e contou com a participação de 185 estudantes, além de órgãos públicos e entidades que atuam de forma integrada em situações de desastre.

A coordenadora do SAMU, Maíza Macedo, narrou todas as etapas do simulado. Ela ressalta que “essa aula aberta é importante para qualificar a assistência preventiva e orientar a população, os serviços e os profissionais como lidar numa situação de desastre, e diminuir os danos ao meio ambiente e as vitimas”.

O treinamento envolveu o Corpo de Bombeiros Militar, Polícia Militar, Polícia Civil, Exército, Polícia Rodoviária Federal, Secretaria Municipal do Meio Ambiente, Secretaria Municipal de Agricultura, Superintendência Municipal de Trânsito, Departamento de Polícia Técnica, Via Bahia, estudantes e instituições de ensino superior.

Patrícia Santos, estudante de enfermagem, foi uma das selecionadas para atuar como vítima na ação, ela ressalta a contribuição do simulado para sua vida pessoal e acadêmica. “É a primeira vez que participo do simulado. São informações que me ajudam a saber lidar com a situação e ser multiplicadora do que aprendi”.

“Um evento como esse é essencial para proporcionar o alinhamento de todas as forças que agem em situação de desastre, com isso a resposta a simulação termina sendo mais afetiva, salvando mais pessoas, diminuindo as sequelas e o risco de morte devido a agilidade. É um desafio mundial isso, e Feira de Santana tem sido referência com treinamentos frequentes”, afirma o cientista forense, Jeidson Marques que esteve acompanhando todo o treinamento.

  •  

Equipe distribui touca, luva e avental para venda de alimentos no Parque

6/9/2017, 14:48h

A fiscalização rigorosa da Vigilância Sanitária da Secretaria Municipal de Saúde está garantindo, durante a 42ª Expofeira, a comercialização de alimentos dentro dos padrões de higiene e conservação preconizados pelos órgãos de saúde. Todo material armazenado de forma inadequada ou imprópria para consumo está sendo recolhido diariamente.

A chefe da Divisão de Vigilância Sanitária, Kerssia Carneiro, explica a importância da fiscalização rigorosa. “Estamos exigindo dos barraqueiros e ambulantes que adotem as medidas padrões que previamente orientamos para manipulação e armazenamento de alimentos com qualidade. E durante as abordagens diariamente estamos distribuindo tocas, luvas e aventais para eles visando garantir a segurança da manipulação de alimentos”, frisou.

Somente durante a fiscalização desta terça-feira, 5, os fiscais da Vigilância Sanitária apreenderam 92 litros de cravinho e mais 29 espetinhos de carne já assados que seriam requentados para comercialização. E ainda recolhidos 12 quilos de salada manipulada só na área de shows.

  •