SECRETARIA DE TRANSPORTE E TRÂNSITO

Empresas e Polícia apertam o cerco contra assaltos no transporte público

18/11/2016, 10:12h

As empresas de transporte coletivo urbano e as polícias Civil e Militar estão apertando o cerco contra os assaltos que vêm ocorrendo em diversos modais de transporte, sobretudo nos ônibus e vans. A questão foi discutida, no final da tarde desta quinta-feira, 17, durante reunião do Conselho Municipal de Transportes, na sede da Secretaria Municipal de Transportes e Trânsito (SMTT), com a participação de representantes da Polícia Civil.

Somente este ano, conforme dados estatísticos, já foram registrados cerca de 80 assaltos a ônibus. Para fazer frente à situação, conforme explica o secretário da SMTT, Pedro Boaventura, de uma frota de 271 veículos, foram instaladas 140 câmeras de vídeo nos ônibus e mais 131 em processo de instalação, além de 271 GPS, visando acompanhar a localização do veículo em tempo real.

Representando a Polícia Civil, a delegada Dorean Soares destacou o empenho das polícia Civil e Militar para fazer frente ao problema e destacou a importância dos cidadãos registrarem queixas na delegacia. Com base em dados estatísticos, informou que os assaltos ocorrem com maior frequência às quartas e quintas-feiras, principalmente das 18h às 20h e com maior incidência nos bairros Pedra Ferrada, Conceição e Mangabeira.

Explicou ainda que a Polícia Civil tem feito trabalho de investigação e que as câmeras auxiliam bastante na identificação dos assaltantes. 

Durante a reunião também foram discutidos os avanços conquistados no sistema de transporte público, com implantação de novas linhas, a exemplo da 058, que entrou em funcionamento esta semana, no bairro Mangabeira, com linha direta para as unidades habitacionais do programa Minha Casa, Minha Vida.

Durante avaliação das conquistas e ajustes a serem imprimidos nos modais do sistema de transporte público de Feira de Santana, o Conselho Municipal de Transportes discutiu a segurança pública no transporte nesta cidade. 

  •  

Bairro Mangabeira passa a contar com nova linha de ônibus

17/11/2016, 10:59h

Usuários do transporte coletivo urbano do bairro Mangabeira passam a contar, desde esta quarta-feira, 16, com mais uma linha de ônibus para atender a demanda dos moradores do programa habitacional Minha Casa, Minha Vida (MCMV). A nova linha é a 058, direta para a avenida Iguatemi via Shopping Boulevard.

A iniciativa, conforme o diretor do Departamento de Transportes da Secretaria Municipal de Transportes e Trânsito (SMTT), Rodolfo Suzarte, atende reivindicação dos moradores do bairro. “Fazemos reuniões semanais para avaliarmos as demandas e realizamos estudos de viabilidade para implantação de novas linhas”, explica.

A nova linha de ônibus funciona com dois micro-ônibus. Eles não passam no Terminal Central. Saem do condomínio Santa Bárbara, na avenida Iguaemi, no bairro Mangabeira, seguem pelas avenidas Ayrton Senna, João Durval e Getúlio Vargas, circulam pelas ruas Visconde do Rio Branco, Geminiano Costa e Etelvira de Oliveira e retornam pela avenida João Durval até chegar ao ponto de partida.

Estas novas linhas também têm horários específicos para funcionamento. Rodam das 6h às 9h30, retornam das 16h30 e encerram às 19h55.

  •  

Tarifa paga em dinheiro passa a R$ 3,30

9/11/2016, 18:18h

A partir das 5h desta sexta-feira, 11, quando os ônibus começam a circular, o valor da tarifa no transporte urbano de passageiros será de R$ 3,30, para o pagamento feito em dinheiro.

Para os passageiros que adotaram o cartão Via Feira como forma de pagamento o preço continuará R$ 3,10.

O secretário de Transportes e Trânsito, Pedro Boaventura, explicou que não houve aumento no valor da tarifa.

A tarifa a R$ 3,30 foi definida pelo Conselho Municipal de Transporte há alguns meses e a sua adoção foi postergada três vezes.

Os consecutivos adiamentos, afirmou o secretário, foram relacionados à adaptação das empresas operadoras à realidade local.

Pedro Boaventura ainda disse que os cartões possibilitarão a integração, sem que haja a necessidade do passageiros se dirigir a Estação de Transbordo.

“Dentro de uma hora, desde que não seja para voltar ao ponto de origem, ele pode pegar qualquer veículo e não pagar outra tarifa”, explicou.

O cartão Via Feira pode ser feito gratuitamente nos terminais de embarque e desembarque, bem como na sede do Via Feira, à rua Osvaldo Cruz, 156, Kalilândia. Para tanto, deve apresentar o RG e CPF.

Em Feira de Santana é garantido aos passageiros o benefício da meia-passagem aos domingos e feriados, desde que o pagamento seja realizado em espécie.

  •  

Passe-Livre volta a ser confeccionado na sede da Via Feira

21/10/2016, 16:2h

A confecção e entrega dos cartões do Passe-Livre, inclusive os autorizados por decisões judiciais, voltam a ser realizadas na sede da Via Feira a partir da próxima segunda-feira, 24. Os interessados devem comparecer na rua Osvaldo Cruz, 165, bairro Kalilândia.

Apenas o atendimento inicial de entrada no requerimento e o agendamento prévio do serviço ainda poderá ser feito na Secretaria Municipal de Transporte e Trânsito (SMTT). Desde o dia 30 de setembro a SMTT estava atendendo em regime especial com confecção e entrega imediata dos cartões de Passe-Livre, em razão da chegada de algumas decisões judiciais, determinando ao município a emissão para pessoas portadoras de algumas enfermidades não incluídas na Lei nº 2.397/2003.

Esse atendimento especial foi montado como medida emergencial para evitar transtornos no atendimento, devido grande número de pessoas, e ocorreu em parceria com Via Feira, que disponibilizou equipamento e pessoal.

A SMTT continuará realizando o atendimento inicial nos horários de 08h às 12h e das 14h às 17h, ocasião em que já serão informados qual a data de ida a Via Feira para o cadastro e foto do usuário e também o dia que receberá seu cartão, que é de uso individual e intransferível.

  •  

Agentes de Trânsito com novo fardamento

11/10/2016, 15:50h
Seguindo o padrão nacional, com calça preta e camisa amarela, cores voltadas para o trânsito, os agentes da Superintendência Municipal de Trânsito (SMT) de Feira de Santana estão com novo fardamento. A iniciativa faz parte das ações de valorização dos profissionais, conforme o superintendente, Francisco Nogueira Junior.
 
A necessidade da mudança nas cores dos uniformes dos agentes de trânsito surgiu a partir da Emenda Constitucional nº 82, de julho de 2014, que inclui o § 10 ao Art. 144 da C.F, e que disciplina a segurança viária no âmbito dos Estados, do Distrito Federal e dos municípios.
 
Durante o III Enatrânsito (Encontro Nacional dos Agentes de Trânsito), ocorrido em dezembro de 2014, um dos assuntos discutidos foi a nova padronização para o fardamento dos agentes de trânsito em todo o Brasil.
 
“Esta iniciativa será capaz de valorizar o agente que, agora, utilizando um uniforme reconhecido nacionalmente, será posto no rol das grandes instituições”, afirma o superintendente.
 
Por serem cores fortes, o amarelo e preto irão também facilitar a identificação dos agentes de trânsito por parte dos condutores dos veículos. Atualmente, Feira de Santana com um total de 115 agentes espalhados pelo município.
  •  

Adiado para dia 10 de novembro tarifa de 3,30 para pagamento em dinheiro nos ônibus

7/10/2016, 15:40h
A tarifa no transporte coletivo de Feira de Santana, no valor de R$ 3,10, será cobrada até o dia 10 de novembro, tanto para quem usa o cartão Via Feira ou faz o pagamento em dinheiro. Está assegurada a cobrança do valor relativo à meia-passagem aos domingos e feriados.
 
A partir do dia 11 do próximo mês, quem pagar em espécie, vai desembolsar R$ 3,30, e apenas vai poder pegar um segundo veículo se desembarcar numa estação de transbordo. A decisão de adiar a cobrança diferenciada está relacionada ao prazo de adesão dos passageiros ao cartão Via Feira, com o qual o pagamento será feito eletronicamente.
 
O uso do cartão vai possibilitar o desembarque em qualquer ponto de ônibus e embarcar em outro veículo, no período de uma hora, desde que não seja para o local de origem.
 
O cartão pode ser feito gratuitamente nos terminais do sistema, bem como na sede do Via Feira, à rua Osvaldo Cruz, 156, Kalilândia. Para tanto, deve apresentar o RG e CPF.
 
  •  

Usuário do Via Feira pode pegar dois ônibus, pagando uma passagem, no intervalo de 1 hora

5/10/2016, 16:20h
O passageiro dos ônibus urbanos de Feira de Santana, que usa o Cartão Via Feira, tem uma hora para pegar um segundo veículo sem que seja necessário novo pagamento ou espera nas estações de transbordo. Antes este tipo de integração somente era permitida nas estações de transbordo, mas hoje pode ser feita em qualquer ponto da cidade, desde que não seja para retornar ao local de origem.
 
“Quem embarcar na UEFS com destino ao Tomba, tem uma hora para pegar o veículo que vai para aquele bairro, mas não outro que volte para a universidade”, explica o secretário de Transportes e Trânsito, Pedro Boaventura.
 
A regra do ponto a ponto não vale para quem desembarca nas estações de transbordo, onde pode imediatamente pegar um veículo que faça a rota percorrida pelo passageiro ou seguir para onde desejar.
 
Esta modalidade de integração, na opinião do secretário, oferece maior agilidade e ganho de tempo para os passageiros que se deslocam entre os bairros, que não mais precisarão ir às estações de transbordo para pegar o segundo ônibus.
 
Os cartões estão sendo confeccionados gratuitamente nas estações de transbordo e na sede do Via Feira, à rua Osvaldo Cruz, 156, Kalilândia. Para tanto, o interessado deve apresentar o RG e CPF.
  •  

SMTT orienta fiscais para que não persigam suspeitos de fazer transporte clandestino

28/9/2016, 10:9h
A orientação da SMTT (Secretaria Municipal de Transportes e Trânsito) aos fiscais que atuam no setor de trânsito é que não façam perseguição de veículos suspeitos de estar fazendo transporte ilegal de passageiros. Perseguir veículos nas ruas, diz o titular da pasta, Pedro Boaventura, expõe ao perigo de um acidente fiscais, quem está no veículo perseguido e os transeuntes.
 
Entretanto, diz o secretário, as pessoas devem diferenciar perseguição de fuga, que para ele são situação distintas. “É uma situação que deve-se usar a inteligência. Quando uma das nossas equipes chega ao local onde um veículo supostamente faz o transporte ilegal e o seu motorista sai em velocidade, isto é fuga, não perseguição”, explica.
 
Em Feira de Santana a fiscalização de combate e prevenção ao transporte ilegal de passageiros é feita diariamente por várias equipes da SMTT, da qual faz parte um agente de trânsito.
 
E as multas são pesadas para quem for flagrado nesta atividade e o veículo fica apreendido por vários dias – e, como punição, a cada apreensão aumenta o valor a ser pago bem como o período apreendido.
  •  

Prejudicados por cobrança indevida de moto-táxi devem formalizar queixa na SMTT

26/9/2016, 16:36h
As pessoas que se sentirem prejudicadas por cobranças abusivas por parte dos moto-taxistas devem formalizar queixa junto a SMTT (Secretaria Municipal de Transportes e Trânsito). A orientação é do titular da pasta, Pedro Boaventura, que pede para que estes passageiros se dirijam à sede do órgão, no Caseb, e formalizem suas queixas.
 
As tarifas, definidas pela Prefeitura de Feira de Santana, é de R$ 4,50 para as corridas feitas dentro do Anel de Contorno e de R$ 5,50 para as que passarem deste limite geográfico. “Apenas com as informações que as pessoas nos passarão é que vamos poder identificá-lo e chamar à responsabilidade”, afirmou o secretário. “O que se sabe é que estas queixas são feitas nos meios de comunicação e não aqui”.
 
Mas para que as providências sejam devidamente tomadas, a infração deve ser cometida por um dos 500 destes profissionais que desempenham suas funções legalmente em Feira de Santana.
 
As motocicletas dos legalizados são padronizadas. A pessoa também deverá informar o número de série do motoboy e a placa do veículo, que facilitará a identificação do permissionário.
  •  

Secretário se reúne com fiscais de transporte no empenho para melhorar serviço

21/9/2016, 10:46h
Foi um encontro motivacional. Assim o secretário de Transportes e Trânsito, Pedro Boaventura, definiu a reunião entre ele e fiscais do transporte público, na tarde desta terça-feira, 20. Vários pontos foram abordados pelo secretário, como o aperfeiçoamento dos mecanismos de controle, embasamento nas notificações e solidariedade operacional, entre outros.
 
“Os servidores tem que estar motivados para o desempenho das suas funções”, afirmou o secretário. E, continuou, são nestes encontros que as situações do dia a dia são debatidas. As reuniões, que são realizadas periodicamente, é uma iniciativa que busca ajustar ainda mais o trabalho diário dos fiscais, melhorando os seus desempenhos.
 
Por exemplo, para embasar os processos administrativos, no caso de apreensão de veículo, as informações que contam nas notificações deverão ser claras e precisas. “Aqui a gente discute erros e acertos no trabalho da fiscalização”, comentou Pedro Boaventura. 
 
  •