SECRETARIA MUNICIPAL DE EDUCAÇÃO

Professores da rede municipal terão formação sobre resíduos sólidos e coleta seletiva

22/11/2017, 9:2h

Cinquenta professores da Rede Municipal de Ensino terão em 2018 formação sobre resíduos sólidos e coleta seletiva. O objetivo principal é que eles e os estudantes de pelo menos dez escolas municipais se tornem multiplicadores e propaguem técnicas que tratam do cuidado no descarte de resíduos e outros.

A formação para os professores é a primeira ação concreta fruto da parceria entre as secretarias municipais de Educação e Meio Ambiente e as empresas multinacionais Sig Combibloc e Pepsico que, através de uma ação com a Cooperativa dos Badameiros de Feira de Santana (COOBAFS), pretendem formar multiplicadores na área de educação socioambiental.

Para discutir os aspectos práticos dos encontros de formação, a secretária de Educação, Jayana Ribeiro, reuniu-se na manhã desta terça-feira, 21, com representantes das instituições e dirigentes das empresas. A Sig Combibloc produz as embalagens do tipo longa vida, que são utilizadas pela Pepsico para o envasamento dos seus produtos.

Os encontros de formação acontecerão a partir de fevereiro de 2018. “É importante discutir temas como a preservação da natureza, principalmente no que diz respeito ao descarte dos resíduos. Tudo que fazemos gera lixo direta ou indiretamente, então, fazer o descarte corretamente é necessário. Os alunos serão multiplicadores depois de aprender as técnicas com os professores”, destaca Jayana Ribeiro.

  •  

Coletânea de experiências é preparada para 2018, na rede municipal de ensino

18/11/2017, 10:51h

Uma coletânea de experiências, ferramenta que tem o objetivo de possiblitar aos professores um melhor desempenho em sala de aula, está sendo organizada pela Secretaria Municipal de Educação. Diversas atividades como cruzadinhas, bingos, receitas, jogos em geral e o registro de brincadeiras, fazem parte da estratégia, que deve ser colocada em prática no próximo ano letivo. 

A proposta é construída com base nas propostas Curricular e Pedagógica das escolas, oferecendo uma linguagem única para toda a Rede Municipal de Ensino, além de auxiliar no planejamento das aulas, adequadas a cada faixa etária. Será disponibilizado aos professores uma série de textos e atividades para a Educação Infantil.

Para a elaboração da coletânea destinada aos grupos 3, 4 e 5, as gestoras, vice-gestoras e coordenadoras pedagógicas dos Centros Municipais de Educação Infantil (CEMEIs), se reuniram em uma roda de conversa e troca de experiências. Elas vão apresentar sugestões e colaborações para a produção coletiva. O encontro aconteceu na manhã desta sexta-feira, 17, na Seduc.

“A intenção é que a criança seja a protagonista de todo o processo de aprendizagem. Ela vai vivenciar, aprender e registrar as experiências significativas”, destaca a professora Darlene Silva Miranda, da equipe de Educação Infantil da Seduc.

Experiência é entender quais atividades são exitosas nas creches, diz professora

Poder compartilhar as atividades exitosas das  creches, entender quais funcionaram e quais não foram tão bem recebidas pelas crianças, em outras unidades, são algumas das possibilidades que se abrem a partir da coletânea de experiências organizada pela Secretaria Municipal de Educação, avalia Renata da Silva Carmezin Rocha, coordenadora do Centro Municipal de Educação Infantil Professora Eduarda Oliveira França.

Quanto ao encontro desta sexta, ela disse que a conversa servirá para ajudar no planejamento do próximo ano letivo. “Participar desse encontro é muito bom, pois é um momento significativo de troca entre profissionais que atuam na mesma área”, comentou.

  •  

Academia de Bombeiro Militar vai desenvolver estratégias para uso de extintor em escolas municipais

18/11/2017, 10:44h

Os alunos oficiais da Academia de Bombeiros Militares da Bahia, Márcio Pedreira e Ronivon Pereira Santana, vão conhecer as instalações das escolas municipais a fim de desenvolver estratégias para orientar o uso de extintores nas unidades de ensino. Na manhã desta sexta-feira, 17, eles visitaram a secretária de Educação, Jayana Ribeiro.

De acordo com Pedreira, o Corpo de Bombeiros ainda estuda a possibilidade de oferecer uma capacitação para funcionários e gestores das escolas, mas pretende priorizar a proposta para a Rede Municipal de Ensino. “Estamos na fase de levantamento de informações, mas consideramos este um tema relevante uma vez que garantirá o uso mais adequado dos extintores nas escolas públicas”, destaca.

  •  

Prefeito destaca parceria entre escola e Unef EAD

15/11/2017, 11:27h

O prefeito José Ronaldo de Carvalho destacou a importância da expansão às zonas da cidade mais afastadas do centro durante a solenidade de oficialização da parceria entre a Unef EAD e a Escola Vinícius de Moraes, localizada na Mangabeira.

“Este direcionamento, este polo, abre um leque grande de oportunidades para que os jovens que moram nestas regiões iniciem um curso superior, porque acredito que a mudança de vida para melhor vem com a educação”, afirmou o prefeito.

A diretora de EAD da Unef, Anaci Paim, disse que levar o ensino superior de qualidade aos bairros é uma das bandeiras defendidas pela instituição e uma maneira de contribuir com o desenvolvimento de Feira de Santana e oferecendo oportunidades.

A partir de fevereiro serão oferecidos os cursos de administração de empresas, recursos humanos (que será tecnológico, mais curto, portanto), serviço social, pedagogia e pós-graduações. Em julho serão inseridos novos cursos.

A diretora da escola-faculdade EAD, Isbela Maria Casaes, lembrou que a instituição fundada por ela tem 32 anos de história no município e que se inicia mais uma etapa com esta parceria. “Um sonho está sendo realizado”.

Estiveram presentes os vereadores Lulinha da Conceição, Gerusa Sampaio e Neinha.

  •  

Feira de Santana terá três novas creches municipais

14/11/2017, 8:58h

A Prefeitura de Feira de Santana vai promover licitações, em dezembro, que escolherão empresas para construir, no próximo ano, mais três creches proinfância tipo 1.

No dia 19 do próximo mês está marcada a licitação para a construção da creche no Asa Branca, no dia 20, será para a do Aviário e no dia 21 vai acontecer a definição da empresa que vai fazer a do Sítio Matias.

As unidades que serão construídas, todas em bairros periféricos, terão capacidade para matricular mais de mil crianças, em dois turnos, e quase 600, caso a Secretaria de Educação opte pelo tempo integral.

A construção destes equipamentos garante o acesso a creches e escolas a crianças na faixa etária de três a cinco anos, recebendo atenção adequada ainda na primeira infância – educação e merenda de qualidade.

Para os pais, estes espaços significam tranquilidade por saberem que seus filhos estão em um espaço de qualidade e recebendo educação específica e de qualidade.

Edital no site: www.feiradesantana.ba.gov.br. Informações no Departamento de Licitação e Contratos, à avenida Sampaio, 344, nos dias úteis, das 9h às 12h e das 14h às 17h. Telefones: 75 3602 8345/8333.

  •  

Professores da rede municipal participam de Congresso de Educação Inclusiva

11/11/2017, 13:0h

A abordagem de temas atuais sob a ótica de especialistas da Educação marcou o 5º Congresso Baiano de Educação Inclusiva, com a participação de mais de 700 profissionais e estudantes, dentre os quais, aproximadamente 40 professores da Rede Municipal de Ensino, que atuam nas Salas de Recursos Multifuncionais.

O evento, aberto na última quarta-feira, 8, no Auditório Central da Universidade Estadual de Feira de Santana (Uefs), terminou na tarde desta sexta-feira, 10.

Dentre os temas tratados nas conferências, palestras e minicursos estiveram preconceito e Bullying; formação para a Educação Inclusiva; deficiência e sociedade; políticas institucionais e inclusão no Ensino Superior; tecnologias e acessibilidade; pesquisas e práticas em Educação Especial/Inclusiva; diversidade étnicorracial; de gênero e condições de saúde nos espaços educacionais.

Pela primeira vez realizado no interior da Bahia, o Congresso Baiano de Educação Inclusiva é promovido por educadores das Instituições de Ensino Superior da Bahia.

Com o avanço das propostas, o congresso aborda atualmente a educação inclusiva, com edições promovidas a cada dois anos. Em paralelo, é realizado o III Simpósio Brasileiro de Educação Especial.

A programação foi marcada também pela conferência sobre saberes, prática e a emancipação da educação inclusiva e por apresentações culturais, inclusive com a participação de estudantes da Associação de Pais e Amigos dos Excepcionais (Apae).

  •  

Estudantes têm noções sobre sexualidade na adolescência e relações étnico-raciais

11/11/2017, 12:52h

Sexualidade na adolescência, relações etnicorraciais e a vida em comunidade foram alguns dos temas abordados no Dia da Família na Escola, terceira ação social promovida pela Escola Municipal Joaquim Pereira dos Santos nesta sexta-feira, 10. A escola fica na localidade Fazenda Candeal II, distrito da Matinha.

A comunidade participou do evento e garantiu o acesso a serviços, como cortes de cabelo, aferição de pressão, pesagem, vacinação, atendimento psicológico, odontológico, jurídico e ainda do Centro de Referência de Assistência Social (CRAS).

Este ano, a atividade explorou o tema “Família X Escola – Juntas por uma Educação Melhor”. “O evento é mais uma forma que encontramos para aproximar a família e a comunidade do espaço escolar. Todos os anos, promovemos diversas atividades com o objetivo de envolvê-los e se integrá-los à escola”, conta a professora Maria Madalena de Jesus, gestora da escola.

Para incentivar ainda mais a interação entre os setores, foram oferecidas oficinas nutricionais, de maquiagem para a terceira idade, artesanato e de turbante. O evento também contou com apresentações culturais.

Mãe de três estudantes, Cleunice da Silva Fonseca Vitório fez questão de prestigiar o evento. “Gostei das discussões, das palestras e participei dos serviços ofertados. Achei muito bom e interessante esta proposta da escola”.

  •  

Com reforma, Joselito Amorim será "uma escola realmente inclusiva", afirma arquiteta

10/11/2017, 8:49h

O novo Centro Integrado de Educação Municipal Professor Joselito Amorim, que passa por ampla reforma, será totalmente adaptado para incluir alunos com deficiência e integrar toda a comunidade escolar. “Com esta obra queremos reafirmar o direito a um espaço que é de todos. Uma escola realmente inclusiva", afirma a arquiteta Beth Alvim, uma das responsáveis pelo projeto. 

Com 1.234 alunos matriculados, o atual Centro Integrado Joselito Amorim é uma das maiores escolas da Rede Municipal de Ensino. É também a que atende a um maior número de alunos com deficiência, ao total, 169. Por este motivo, a Secretaria de Educação investe em uma nova estrutura a fim de atender as necessidades dos estudantes, professores e também dos pais e responsáveis pelos alunos.

A unidade de ensino também uma Sala de Recursos Multifuncional, para Atendimento Educacional Especializado (AEE), onde os alunos com deficiência terão acesso a uma série de atividades voltadas para o seu desenvolvimento intelectual. O espaço é subdivido em quatro salas e cada uma oferecerá um atendimento específico.

O Centro Integrado de Educação Municipal Professor Joselito Falcão de Amorim ganhará novas áreas: um jardim sensorial, um auditório, um amplo pátio coberto e outros ambientes. O jardim utiliza as plantas como estímulo para aguçar os cinco sentidos, além de proporcionar um contato com a natureza, promovendo assim, novas experiências.

Toda a escola ganhou rampas de acesso e acessibilidade. Na entrada, uma área de convivência será implementada e serão instalados bancos. Uma nova pintura irá contribuir para revitalizar os espaços. O prédio passa ainda por uma total requalificação do telhado, dos revestimentos externos, revisões elétrica e hidráulica.

Jayana: Escola será preparada para atender alunos com deficiência

Na manhã de quarta-feira, 8, a secretária de Educação, Jayana Ribeiro, visitou as instalações. “Esta é uma das maiores obras que já realizamos em uma escola municipal. O investimento é da ordem de R$ 2.636.989,16. Atuei durante muitos anos na área de Educação Especial e sei a importância de termos uma escola totalmente preparada para atender as necessidades dos alunos com deficiência. Isso me deixa realizada e feliz”, afirma.

PERSONAGEM

 

Professora Marta da Graça Lima, gestora da escola: “A função social da Educação é a inclusão, independentemente de qualquer coisa. E um dos ambientes em que a formação intelectual se desenvolve é a escola. Então, esse espaço precisa estar adequado para atender a necessidade do aluno. Estou muito feliz por esta escola se transformar neste centro dedicado à inclusão”, 

Com ampliação, Música na Escola terá área coberta na unidade

O Joselito ganhará ainda uma grande área coberta para a integração com a comunidade escolar, onde também serão realizadas as aulas do Programa Música na Escola, que proporciona o aprendizado de instrumentos musicais a diversos alunos da Rede Municipal de Ensino. Um auditório está sendo construído para abrigar os eventos que serão realizados durante todo o ano.

Um amplo refeitório também está sendo construído e a escola se tornará a primeira dentre as 217 da Rede Municipal a receber uma cozinha industrial, que atenderá aos alunos.

Os estudantes do Programa Mais Educação que, em um turno aprendem conteúdos do conteúdo regular e, no turno oposto, participam de atividades lúdicas, também serão beneficiados com a reforma da escola. Para as aulas do programa, foram construídas quatro novas salas.

  •  

Creche Jornalista Hugo Navarro deverá ser inaugurada no início do próximo ano

7/11/2017, 15:53h

Concebida para atender a uma demanda estimada de 240 crianças até cinco anos, em regime de dois turnos, a Creche Jornalista Hugo Navarro, no bairro Muchila, deverá ser inaugurada no início do próximo ano.

As obras do equipamento se encontram em fase de acabamento. O educandário infantil está sendo construído com recursos da ordem de R$ 1.446.587,52, repassados pela União ao Município, através do Programa de Aceleração do Crescimento (PAC).

Na manhã desta terça-feira, 7, o prefeito José Ronaldo de Carvalho, acompanhado do diretor de Obras da Secretaria de Desenvolvimento Urbano, José Braga Neto, visitou o espaço, dotado de salas de aula, brinquedotecas, solário, anfiteatro, refeitório, secretaria e áreas livres de convivência.

  •  

Inaugurada Quadra Coberta da Escola Ana Maria Alves no Feira X

7/11/2017, 15:42h

Os alunos da Escola Municipal Ana Maria Alves dos Santos, no Conjunto João Durval Carneiro, o Feira X, comemoraram com apresentações de música e uma partida de futsal a inauguração da Quadra Coberta com Vestiário Leonardo Tairone Pereira de Souza, equipamento destinado a práticas esportivas e à socialização da comunidade.

A obra é resultado de um convênio firmado entre a Prefeitura Municipal e o Governo Federal, e conta com as mesmas características arquitetônicas de uma outra quadra inaugurada, semana passada, anexa a Escola Municipal Antônia da Costa, no bairro Santa Mônica.

O espaço conta com vestiários, dois lances de arquibancada, alambrados e refletores. A diretora do educandário, Elaine Cristina Santos Machado, agradeceu ao governo municipal por ter atendido os apelos da comunidade escolar, conclamando os alunos a preservar o equipamento.

A secretária de Educação, Jayana Ribeiro, lembrou que a Quadra Coberta "é uma extensão pedagógica que a comunidade escolar passa a contar e que todos têm o dever de zelar".

O prefeito José Ronaldo elencou uma série de obras que, ao longo dos anos, contribuíram para a transformação urbana do Feira X. Ele citou como exemplo a implantação do esgotamento sanitário, escolas públicas, e uma Policlínica que serve como referência no setor, atendendo, inclusive, às demandas de saúde de cidades circunvizinhas.

De forma ecumênica, o ato contou com representantes das igrejas católica e evangélica, e foi prestigiado pelo vice-prefeito Colbert Martins, a professora Ana Maria Alves dos Santos, patronesse da instituição, o suplente de deputado Zé Chico; vereadores Isaias de Diogo, João Bililiu, Cadimiel Pereira, Luiz Augusto de Jesus; os secretários Sergio Carneiro, do Meio Ambiente, e Nal Santana, das Relações Institucionais, e o Chefe de Gabinete, Mário Borges.

  •