Com 18 por cento das notificações de dengue em todo o município, Matinha é alvo de ações estratégicas

29/1/2019, 16:30h

Com 368 casos suspeitos de dengue notificados e 61 desses confirmados, a Secretaria Municipal de Saúde tem desenvolvido ações estratégicas nas localidades com maior incidência em Feira de Santana. Nesta segunda-feira, 28, a equipe de endemias esteve trabalhando no Distrito da Matinha, a área teve 67 casos notificados.

A residência de Florisvaldo Pereira, 60 anos, foi a primeira a ser visitada. A última vez que os profissionais estiveram no local várias irregularidades foram encontradas, como o reservatório de água com focos e a tampa que precisava ser trocada. O morador seguiu as orientações. “Eles vieram aqui, avisaram e eu providenciei logo para tampar corretamente”, relata.

A equipe de endemias esteve novamente conferindo o ambiente. Armazenamento de água para os animais, limpeza da calha, acúmulo de lixos e pneus, além de garrafas que deveriam estar viradas com a parte aberta para baixo. A ação também contou com a dedetização para cortar a cadeia de transmissão da dengue e a utilização do pó larvicida nos reservatórios para matar as larvas.

Durante a inspeção, os agentes ensinaram como remover os ovos do Aedes aegypti localizados na parede do tanque de água. “Toda vez que lavar o tanque é necessário esfregar bem o local com o auxílio de uma esponja ou escova para retirar os ovos”, explica o coordenador de endemias, Edilson Matos.

De acordo com Edilson, a falta de cuidado dos moradores com o armazenamento de água em tanques e cisternas é um dos fatores preocupantes na zona rural, podendo ser um dos contribuintes para os altos índices de focos encontrados. “Muitos reservatórios são localizados destampados, cheios de larvas, as pessoas não fazem a devida limpeza. O agente passa nas casas, mas os moradores têm que praticar os cuidados preventivos no dia a dia e na maioria das vezes encontramos falhas”, ressalta.

Além da Matinha, outras áreas têm sido trabalhadas diariamente, com atenção redobrada para os bairros Viveiros, Feira X, Tomba, Sitio Matias e Distrito de Maria Quitéria. Essas localidades tiveram mais que 10 notificações de casos suspeitos de dengue nesse mês de janeiro.