Estudantes de escolas municipais vivenciam espírito natalino

17/12/2018, 16:45h

Vestida de Mamãe Noel, a diretora da Escola Professor José Raimundo de Azevedo (Caic), Adriana Bullos, chama os alunos pelo nome. Em uma das mãos, o presente de “Papai Noel”. Na outra, a cartinha escrita em sala de aula com o auxílio dos professores. Antes de dar início à comemoração natalina, a diretora fala do real significado que a data representa.

“Mais que dar e ganhar presente, o Natal é tempo de vivemos o seu verdadeiro sentido: é um momento de comunhão, de alegria e paz”, diz. Enquanto isso, uma turma de meninos e meninas esbanja alegria. O riso é solto e os olhinhos brilham na expectativa em ser presenteados.

Lara, Sofia, Eric, Davi e Natieli, todos alunos do 1º ano, demonstravam euforia. A alegria estava estampada em gestos e palavras. As meninas ganharam boneca e ele uma bola. Já Valney Lima, 10 anos, diferente da maioria dos alunos pediu uma cesta de alimentos. Disse que o pai está desempregado e a mãe é do lar.

“O Natal é um momento também oportuno para trabalharmos com as crianças os valores que a época traz, como a fraternidade, solidariedade e amor ao próximo. Valores que devem ser cultivados para construirmos uma sociedade cada vez melhor”, reforçou a professora Fernanda Freitas. Após a entrega de presentes, o lanche foi servido: bolo, refrigerante, salgados, tortas e panetone.

Presentes arrecadados superaram as expectativas

Uma festa com direito Papai Noel. Assim também foi na Escola Municipal Horácio Silva Bastos, situada no bairro Caseb, que encerrou o ano letivo dos alunos da Educação Infantil promovendo uma comemoração natalina, no último dia 7. Os pais foram convidados e marcaram presença.

Nas cartinhas escritas pelos alunos, sob o incentivo e orientação das professoras, eles pediram desde kit de material escolar a bíblia e panos de pratos para a avó. Ganharam o que pediram e muito mais!

O desejo de cada um contou com a solidariedade de alguns parceiros. Barbies, bolas de couro, pipa, chuteira e patins foram alguns dos presentes doados à instituição. Participaram desse gesto de solidariedade o Ceteb (Centro de Educação Tecnológica do Estado da Bahia); Esquadrão Asa Branca, da Polícia Militar; Igreja Ministério Nova Jerusalém, além da Sol e Cor Moda Praia.

Os professores também se uniram e a arrecadação de presentes superou as expectativas. “Encerramos o ano letivo com a apresentação do projeto Contos de Fada, cujo objetivo é despertar o interesse pela leitura, desenvolver a escrita e ampliar o repertório de histórias. Aliado a isso, promovemos uma comemoração com entrega de presentes”, afirma a diretora da unidade de ensino, Elaine Fonseca.

Vestida de Branca de Neve, personagem dos contos infantis, Maria Clara Santos, 7 anos, estava feliz. Na cartinha pediu uma boneca de presente. Disse que esse era um sonho. Já Eduardo Teles Ribeiro, 7 anos, além de livros, pediu bola, meias e caneleira.