Mais propensas ao AVC do que os homens, mulheres são alvo de ação de prevenção

5/11/2018, 10:4h

Em alusão ao Dia Mundial de Combate ao Acidente Vascular Cerebral (AVC), comemorado em 29 de outubro, a Secretaria Municipal de Saúde realizou uma manhã com atividades físicas, alongamento e zumba no Parque da Cidade Frei José Monteiro. A ação teve como objetivo alertar as mulheres sobre fatores que facilitam o desenvolvimento da doença.

De acordo com Isabella Machado, enfermeira da Atenção Básica, as mulheres são mais acometidas com o AVC do que os homens. “O motivo é o uso de anticoncepcional, reposição hormonal após a menopausa, pré-eclâmpsia e diabetes gestacional, entre outros fatores de risco como sedentarismo, hipertensão e diabetes. Por isso incentivamos a prática de atividade física que é a forma mais eficaz de prevenção”, informa.

Maria de Lurdes se exercita diariamente

Por ser hipertensa, a aposentada Maria de Lurdes Bispo (foto), 65 anos, faz parte do grupo de risco da doença. Ela diz se preocupar com a saúde e por isso se exercita diariamente. “Gosto muito de dançar, me faz feliz. Esse momento me proporciona alegria”, afirma.

Durante as atividades, as mulheres foram convocadas a incentivar amigas e vizinhas para participar de grupos com atividades similares a essa que acontecem nas Unidades, com o apoio do NASF (Núcleo de Apoio a Saúde da Família). “Hoje vou propor um desafio: tragam alguém da comunidade para o grupo, assim podemos diminuir o risco dessa pessoa desenvolver hipertensão, diabetes e AVC, com atividades que proporcionam bem-estar”, ressaltou Isabella.

O evento contou com usuárias das Unidades de Saúde dos bairros Panorama, Liberdade, Fraternidade, Feira VII e Sítio Matias.



  •