Violência verbal entre os alunos motivou escola a promover Caminhada pela Paz

18/6/2018, 23:6h

O crescimento da violência em Feira de Santana de alguma maneira se aproxima da comunidade escolar. Recentemente, professores da Escola em Tempo Integral Mãe da Providência, conveniada à Rede Municipal de Ensino e situada no bairro Mangabeira, começaram a se preocupar com a violência verbal entre os alunos. A constatação levou a escola a promover na manhã de sexta-feira, 15, a 1ª Caminhada da Paz, que percorreu ruas dos bairros adjacentes.

A partir do tema “Transitando pela vida, construindo paz, justiça e solidariedade”, a caminhada reuniu ainda estudantes e professores de outras escolas situadas em bairros próximos: a Doce Lar da Criança, que fica na Cidade Nova, Antônio Gonçalves da Silva, no Parque Ipê; o Colégio Estadual Teotônio Vilela, também na Mangabeira, e o Colégio Thaiane Pinheiro, da rede privada, situada no Conjunto Feira V.

Mensagem de paz deve ser repassada em casa

“Hoje em dia, percebemos um aumento da violência verbal até mesmo entre as crianças, então resolvemos incentivar a paz através dessa caminhada. Esses valores têm que ser abordados com elas, em sala de aula, no nosso cotidiano, desde a infância, para que consigamos causar impactos nos alunos e eles repassem essa mensagem em casa”, afirma a diretora.

Desde o ano passado, a Escola em Tempo Integral Mãe da Providência vem procurando incentivar um ambiente saudável para as crianças e todos os colaboradores. Investiu em estudos sobre valores pregados pelos pacificadores que marcaram história em sua passagem pela Terra. “Madre Tereza de Calcutá, Nelson Mandela, Chico Xavier, Irmã Dulce e Jesus Cristo, que foi o primeiro de todos, entre outros”, destaca diretora da escola, Cleide Rodrigues. A escola escolheu então a construção de valores como um ponto norteador do seu fazer pedagógico para o ano de 2018.

Homenagem a grandes pacificadores da humanidade

Durante o percurso da caminhada, alunos caracterizados como os pacificadores que inspiraram o movimento, recitaram frases marcantes proferidas por estes personagens, ainda em vida. Os participantes entoaram diversas canções sobre a pacificação, como “A paz”, de Gilberto Gil, e “Paz pela paz”, de Nando Cordel.

O evento contou com o apoio da Secretaria Municipal de Transporte e Trânsito e da Polícia Militar.



  •