Para participar de quadrilha, estudantes arrecadam dinheiro no Arraial do MAP

14/6/2018, 18:35h

Como vem acontecendo todo sábado, o Arraial do Mercado de Arte Popular animou o público em mais uma edição. E o espaço não é somente para diversão. Também serve para promover e dar visibilidade a outros projetos. Os estudantes (foto) Joice, de 19 anos, e Alysson, de 18, usaram a ocasião para divulgar a quadrilha junina da qual fazem parte, a Quadrilha Fogueirão.

“Já são dois anos que a gente divulga e arrecada dinheiro para viajar, pagar ônibus, pagar o figurino. Este ano não vamos nos apresentar, mas já estamos juntando dinheiro para o ano que vem”, destaca Alysson.

Joice revela as dificuldades financeiras que enfrentam. “Eu tenho quatro anos dançando na Fogueirão. Tem gente que tem condição de bancar tudo, nós não. Então a gente corre atrás. O importante é não desistir e ficar sem dançar”, ressalta a aluna. 

“Mercado de Arte ganha vida”

Forró de pé de serra e o baião foram os ritmos embalados pelas bandas Chuá de Cabaça e Pé de Cerka. Cesinha dos Olhos D´água, integrante da banda Chuá de Cabaça, reforça como o evento valoriza e enaltece o Mercado de Arte. “São João é a melhor época, a mais festiva, porém eu acredito que eventos como este devem se perpetuar por todo o ano. Com isso o Mercado ganha vida, as pessoas participam, saem do comércio e vêm para cá, isso com certeza enriquece a cultura local”, afirma.

Participação de Célia Zain 

Quem marcou presença no evento foi a cantora Célia Zain (foto), que subiu ao palco e animou o público numa participação especial. “O forró é o ritmo nordestino, para mim que sou uma cantora lírica interpretar o forró é uma emoção enorme, pois a cada apresentação é uma sensação diferente, e a energia aqui do Mercado de Arte é contagiante. Estou muito feliz em  fazer parte desse momento”, conta. 

Programação para o próximo sábado

No próximo sábado, 16, se apresentarão as bandas Flor de Jurema e Forró Ingazeira. O Arraial do MAP é uma iniciativa da Fundação Municipal de Tecnologia da Informação Telecomunicações e Cultura Egberto Tavares Costa (Funtitec) e conta com apoio da Secretaria Municipal de Trabalho, Turismo e Desenvolvimento Econômico.



  •