Unamacs faz palestra de combate a incêndio na zona rural

13/6/2018, 16:23h

Medidas preventivas para evitar e combater incêndios foram levadas para a comunidade Lagoa das Pedras, situada no distrito de Maria Quitéria (São José), na manhã desta sexta-feira, 8. A atividade em educação socioambiental foi promovida pela Universidade Aberta do Meio Ambiente e Cidadania Sustentável (Unamacs).

“A atividade itinerante visa empoderar essa comunidade quanto a importância em cuidar do local em que vivem”, afirmou a educadora ambiental da SEMMAM (Secretaria Municipal de Meio Ambiente e Recursos Naturais), Elisângela Lucena. Próximo a localidade, está situado o Morro de São José, muito frequentado por moradores e visitantes para momentos de lazer, oração, pratica esportiva e acampamentos.

“O uso do fogo deve ser controlado. O risco não está no que você faz, mas na maneira que é feito”, alertou o técnico em Segurança do Trabalho, Antônio Sérgio Aras, ao conduzir o curso. Conforme orientou, ao acender uma fogueira o local ao redor deve ter pedras para restringir o espaço. “O fogo é o maior elemento de transformação da natureza”, disse.

Cuidados domésticos

Orientações de como prevenir um incêndio doméstico também foram passadas para a comunidade. “As mães devem manter as crianças afastadas do fogão; manter em local seguro fósforos e isqueiros; observar a validade de botijões de gás e se não há vazamentos; em caso de falta de energia adotar cuidados quanto ao uso de velas”, pontuou Sérgio Aras, que também alertou para os riscos do manuseio de materiais recicláveis, “que têm grande potencial para ocorrência de incêndio”.

A presidente do Instituto Social Recicla Zona Rural, Luciene dos Santos, que desenvolve um trabalho de coleta de materiais recicláveis em Lagoas das Pedras, gerando emprego e renda, considerou o curso essencial para toda a comunidade. “Esse curso trouxe informação para o homem do campo”, reconheceu.

A dona de casa Marcela Giovana Silva, que tem dois filhos pequenos, comentou que está sempre atenta às crianças e procura mantê-las afastadas da cozinha. “Me preocupo ao máximo. O botijão de gás fica sempre desligado, quando não estou utilizando o fogão. E sempre mantenho as crianças ficam afastadas da cozinha, porque qualquer vacilo pode ocorrer um acidente”, disse.



  •