Levantamento analisa potencial para exploração de turismo religioso em Feira

16/5/2018, 9:20h

As experiências exitosas no turismo religioso em cidades como Salvador e Bom Jesus da Lapa, no oeste baiano, entre outros municípios, podem ser estudadas e seus resultados impulsionar este setor em Feira de Santana.

A opinião é de Graça Cordeiro, diretora do Departamento de Turismo, órgão da Secretaria de Trabalho, Turismo e Desenvolvimento Econômico, que recentemente participou, em Salvador, do Congresso Nacional do Turismo Religioso.

“A próxima etapa é estudar as viabilidades para que estas experiências sejam adequadas para a nossa realidade”, diz a diretora. Feira tem um importante conjunto de templos religiosos. “Vamos entrar em contato com as lideranças e apresentar-lhes as ideias para que possamos inserir Feira nesta rota”.

Impacto econômico positivo

O evento foi realizado pela Pastur (Pastoral do Turismo Religioso) e a Secretaria de Turismo da Bahia, de 9 a 12 deste mês, com participações de representantes de vários estados. “Nos mostraram como este turismo cresceu e mudou o perfil de várias cidades”.

Graça Cordeiro (foto) diz que o impacto econômico nestas cidades foi altamente positivo com a construção destes santuários. Em Feira, a Settdec já traçou o roteiro das igrejas católicas e está realizando o cadastramento dos terreiros das religiões de origem afro brasileiras.



  •