Assistentes sociais têm trabalho sem fim

15/5/2018, 16:30h

O Dia do Assistente Social, nesta terça-feira, 15, é marcado em Feira de Santana pelo reconhecimento do papel desses profissionais como principais agentes transformadores para a garantia de direitos sociais e a ampliação da cidadania. O empenho destes profissionais que compõem o quadro, tanto na área pública quanto privada e ONGs, é destacado pelo secretário de Desenvolvimento Social (Sedeso), Ildes Ferreira, pela presidente do Conselho Municipal de Assistência Social, Ângela Pérsico, e pelos próprios assistentes sociais, na pessoa da diretora do Departamento de Gestão Integrada, Soneide Rios.

A dedicação e comprometimento do assistente social com a garantia dos direitos é ressaltada pelo secretário Ildes Ferreira, coordenador de cerca de 160 profissionais da área na Sedeso. Ele ressalta a condição dos assistentes sociais como a mais importante nas políticas de assistência social no país. “Só temos que agradecer àqueles comprometidos com a política de equidade social em Feira de Santana, na Bahia e no Brasil, garantindo direitos para pessoas em situação de risco social”, frisou.

Defensores de pessoas vulneráveis e em risco

Para Soneide Rios (foto), “quando penso em assistência social penso na palavra ‘direito’ pois são profissionais preparados para a garantia de direitos principalmente para vulneráveis e pessoas em risco social. E eles marcam uma história de luta que ainda não está consolidada pois este é um trabalho sem fim”, afirmou.

Enquanto isso, a presidente do Conselho Municipal de Assistência Social, Ângela Pérsico, destaca o importante papel dos assistentes sociais no momento de crise na economia do país para garantir a manutenção das conquistas sociais na esfera nacional e continuar avançando.



  •