Ônibus do Hemoba coleta sangue de doadores até sexta, no centro de Feira

6/12/2017, 9:25h

O número de pessoas que se inscreveram para doar sangue na unidade móvel de coleta do Hemoba passou de 60, nesta terça-feira, 5. A coleta foi iniciada na segunda-feira e o acumulado nestes dois dias supera a 65 bolsas.

A iniciativa é resultado de parceria firmada entre a Prefeitura de Feira de Santana, por meio da Secretaria de Saúde, e o Hemoba. A campanha acontece pela terceira vez.

O ônibus do Hemoba está parado no estacionamento da Prefeitura, onde vai ficar até a próxima sexta-feira, 8. As doações serão decisivas para formar o estoque de final de ano, quando a demanda aumenta significativamente.

Pessoas saudáveis podem doar. A idade é a partir dos 16 anos – neste caso o doador deve estar acompanhado por um responsável. Devem estar alimentadas, o peso a partir de 50 quilo e se ingerir bebida alcoólica a doação deverá ser feita 12 horas depois do último gole.

Objetivo é abastecer estoque do Clériston Andrade


A campanha objetiva o reforço no estoque estratégico do Banco de Sangue do Hospital Geral Clériston Andrade (HGCA), a instituição, diz a assistente social do Hemoba, Márcia Almeida. Segundo ela, a demanda naquela unidade de atendimento de pacientes de alta complexidade é variável. O Banco de Sangue do HGCA atende aos seus pacientes mais a demanda do Hospital Estadual da Criança. “Uma bolsa de sangue é fracionada em até quatro tipos de hemocomponentes”, observa. 

PERSONAGEM 1


Priscila Natália Pereira Ferreira, estudante, que doou sangue pela segunda vez

“As pessoas devem se conscientizar sobre a sua importância. Ajudar está na essência de querer ajudar quem precisa, salvar vidas”.

PERSONAGEM 2

Antônio Mariá (à esquerda), educador físico

“Estou na campanha para ajudar o banco de sangue a recompor o estoque e a parte usada por um amigo, recentemente. Ninguém sabe o amanhã. Ajudar é sempre bom”.



  •